A Expressão do Karma no Horóscopo- Rahu , Ketu e Outros Planetas

 

A energia de Rahu  funciona no mundo material externo; a energia de Ketu  funciona no mundo psíquico e espiritual interno. 
Rahu  simboliza o percurso futuro da alma e, por isso, o novo karma que desenvolvemos na existência. Os planetas conjuntos com ambos são os meios privilegiados para exprimir essas experiências. Ketu exprime o Karma passado da alma que é posto em acção nesta vida através de Rahu para que este se transforme e permita o desenvolvimento da alma.
Ketu representa os talentos e competências desenvolvidas no passado e lida com essas competências  com o desafio de estabelecer um equilíbrio entre a inércia do já vivido e o dinamismo do que é preciso desenvolver. Por isso Ketu faz surgir a insatisfação perante essas expressões do passado  uma vez que devemos desenvolver as qualidades representadas por Rahu em vez de permitir que o Karma anterior se repita.
 
A Associação com Marte:
 
Conjunção entre Rahu e Marte Marte representa a força da vida no corpo. A sua energia é agressiva  e feroz, é uma energia de luta e combate.  A pessoa que tem esta combinação na sua carta natal experiencia múltiplas situações de stress  relativo ao uso da vontade pessoal e da força pessoal. Sentir-se-á impelida a envolver-se em lutas de poder de todos os tipos: as discussões, uma natureza impulsiva e hostil são prováveis
Esta pessoa através de tais  lutas está a desenvolver a coragem e a disciplina para se focar de modo organizado , aprendendo o controlo da vontade  e uma noção de poder  que não depende do modo como os outros a vêem
Conjunção de Ketu com Marte-Quando Ketu está associado a Marte a raiva e a agressividade deste é canalizada para o interior, transformada em determinação e vontade concentrada, uma vez que Ketu procura as qualidades espirituais da vida. Assim, esta combinação mostra uma pessoa muito competente no uso do seu poder pessoal. É alguém confrontado com a necessidade de reconhecer  todas as lutas externas como futilidades sem sentido.  
Estas pessoas podem explodir de vez em quando em situações de frustração , podendo também perder-se em lutas por causa  de princípios. Mas sempre que se envolvem nelas acabam a questionar-se a si próprias   se fizeram o que é correto. A sua aprendizagem implica aprender a controlar o impulso da agressividade, transformando a tendência para reagir de forma violenta e agressiva ao mundo exterior.
A Associação com Mercúrio:
 
Conjunção entre Rahu e Mercúrio-Esta combinação mostra uma pessoa que está a aprender competências relacionadas com a  informação. Trata-se de uma pessoa que  acredita que, se encontrar factos numerosos e se estudar muito, encontrará a resposta definitiva  para as  suas  dúvidas e questões. É claro que as suas dúvidas  geram incessantemente novas perguntas o que leva a frustração . 
Esta pessoa tem que aprender que, por mais que saibamos acerca do mundo, nunca sabemos tudo e, por isso, a resposta última e definitiva acerca do mundo está fora do nosso alcance. Rahu nesta posição leva a pessoa a explorar todas a suas competências mentais pelo que se considera ser uma assinatura de conhecimento um Jnana yoga (assinatura que permite o alcançar de elevados conhecimentos). É que a pessoa aprende a discernir com clareza cada ligação incorrecta no processo de conhecimento, o que lhe permite distinguir a verdade da ficção.
Conjunção entre Ketu e Mercúrio-  Esta combinação conduz a uma mente céptica  que duvida  dos conceitos adquiridos . Estas pessoas possuem as competências intelectuais altamente desenvolvidas. Simplesmente, ao invés de a pessoa se sentir triunfante com isso é levada, pela influência de Ketu, a notar os elementos  de conhecimento que lhe faltam, em vez dos que já tem. A pessoa procura então novas  formas de aprender que lhe tragam mais segurança do que a mente racional. 
 A experiência destas pessoas é aprender a desenvolver a intuição  para compreender que a mente racional se refugia em muitos conceitos e teorias que são  muitas vezes armadilhas que dão uma falsa ilusão de compreensão e são, por isso, paradigmas falsos da nossa segurança acerca do que acreditamos em relação ao mundo que pensamos conhecer.
A Associação com Júpiter
 
  Júpiter não é um planeta pessoal. Ele significa  sorte e  expansão, a procura dos valores e dos princípios  para a vida. A pessoa que tem esta combinação  exprime os significados de Júpiter de acordo com a posição   no horóscopo da conjunção.
  A conjunção com Rahu pode conduzir a procurar com paixão e idealismo a melhoria das condições  de vida da sociedade, envolver-se em causas humanitárias etc. Esta combinação tanto pode  descrever o  activista político que procura alterar as leis e melhorar as condições de vida da sociedade e que luta pelos direitos humanos, como o fundamentalista que desenvolveu na sua cabeça um ideal acerca da realidade social e deseja impô-lo por acreditar que é o mais verdadeiro. 
Mas a pessoa sente-se imbuída de um sentido de missão que ultrapassa a esfera da sua vida individual. Também pode encontrar-se em indivíduos auto- indulgentes pois o significado de expansão de Júpiter fortalecido por Rahu pode levar a todo o tipo de excessos  que serão mostrados pela natureza da casa do horóscopo onde se encontra . 
Ketu em conjunção com Júpiter pode levar à negação  e crítica dos princípios estabelecidos, dos  rituais religiosos ou outros, levando a pessoa a  considerar que são meras manifestações externas e, por isso, de pouco valor.  A pessoa pode tornar-se descrente em relação à religião ou a outros princípios que se apresentem como «verdadeiros».
 Ketu leva a questionar as nossas crenças, sejam elas de natureza religiosa , filosófica ou outra. A sua função consiste em pôr em causa todos os dogmas que sejam aceites sem crítica, desmontando-os  e mostrando o seu carácter relativo.  Dessa forma liberta a pessoa da rigidez da sua visão do mundo permitindo-lhe compreender que nenhuma verdade absoluta  está presente em  qualquer  forma de pensar ou  de explicar  o mundo.
A associação com Saturno
 
Conjunção entre Saturno e Rahu-  astrologicamente, Saturno e Rahu são considerados idênticos em natureza, são formas de energia semelhantes e actuam de modo semelhante. Deste modo, pode-se compreender que uma «dupla dose» desta energia pode ser bastante complicada de experienciar
Saturno atrasa, reprime, restringe. Leva  ao fracasso e à destruição. É também um disciplinador, um estruturador. Por sua vez, Rahu deseja intensamente tudo o que Saturno, podendo dar, quer destruir: riqueza, poder material. 
Saturno  frustra os desejos intensos e obsessivos de Rahu esfriando o seu entusiasmo e obrigando à  disciplina e à estabilização da energia imatura de Rahu. Saturno  destrói a casa onde se encontra Rahu matando os seus desejos e apressando a sua reconversão na energia representada por Ketu. A pessoa precisa de aprender com esta combinação a disciplinar os seus desejos e obsessões, a superar a  imaturidade e impulsividade com que o  eu se lança no mundo.
Ketu em conjunção com SaturnoTrata-se de uma pessoa que é, em essência, um asceta. Alguém com uma longa prática de controlo emocional  ou habituada a uma vida de rígida disciplina , na qual as regras se tornaram tão dominantes que a pessoa ficou reduzida à expressão da sua exterioridade.
 Esta pessoa precisa de aprender a pôr de lado muitas das estruturas que sempre julgou  serem seguras e indiscutíveis para, dessa forma, reaprender  a viver de modo espontâneo e sem controlo prévio de todos os seus gestos. Saturno nesta combinação sofre a erosão das suas estruturas a partir da actividade crítica  de ketu. E a pessoa consegue recuperar  o seu dinamismo interior que não lhe dá certezas prévias mas permite-lhe saborear a vida outra vez.

9 opiniões sobre “A Expressão do Karma no Horóscopo- Rahu , Ketu e Outros Planetas”

  1. Boa tarde,

    Gostaria de colocar uma questão relativamente à conjunção entre rahu e saturno. Li em alguns artigos que este é um “Shrapit-Yoga” descrito como sendo um yoga amadiçoado que surge como consequência de repetidas acções negativas no passado e que na vida actual do nativo traz implicações tão nefastas que são capazes de neutralizar quaisquer aspectos positivos do mapa natal.

    Eu não tenho esta conjunção, mas tenho o meu ketu em conjunção com saturno e sabendo à partida que rahu está sempre colocado a 180º de ketu isso significa que a influência de rahu se faz notar nesta conjunção, não é assim?

    É difícil de colocar em palavras esta questão, tenho perfeita consciência de que esta conjunção é dos aspectos mais dificeis que tenho e gostaria de compreendê-lo ainda melhor..

    1. Tal como acontece com o kalsarpa yoga, também este Shrapit dosha é alvo de grande discussão entre os astrólogos e está longe de ter uma opinião unânime. Antes de imaginar o pior possível, convém analisar o caráter funcional de Saturno e a casa onde este se encontra. Esta conjunção dá problemas porque Saturno é um estruturador, um regulador, faz regras e Rahu destrói todas as regras, trazendo por isso conflitos e forças opostas a atuar em simultâaneo na vida mas não se deve tirar conclusões demasiado rápidas sobre os resultados deste yoga que, tal como o kal sarpa, é mais recente na literatura astrológica do que os yogas deixados pelos fundadores da Astrologia Jyotish. Falaremos dessa conjunção a seu tempo, no menu yogas do blog Aprendiz de Astrologia. No entanto, por vezes o yoga pode permitir alcançar bons resultados, pelo menos é o que defendem vários astrólogos, quando Saturno é benéfico no horóscopo. Os problemas surgem quando Saturno é mais fraco do que Rahu e este «desconfigura» as áreas de vida que toca, trazendo sobressalto e problemas.

  2. Obrigada pela dica!! Irei avaliar a força de Rahu e parece-me fazer sentido também avaliar a força de Vénus pois ambos estão em conjunção e aspectam a conjunção de Ketu com Saturno…
    Saturno está exaltado mas é maléfico para o meu ascendente em virgem e apesar de força mediana nas forças quantitativas é fraco nas ashtakvarga. De facto, este aspecto faz de mim uma ascética, aquela que renuncia mas há fases que sinto uma necessidade de criar raízes e de aumentar os meus rendimentos (e nunca consigo fazê-lo por muito tempo!ahhaha!). Engraçado como a energia de Rahu inflaciona e a de Ketu deflaciona!É tão dificil INTEGRAR essas duas energias que se “olham” e que nunca se fundem pois que são opostas! ai que bonitooo!

  3. Bom dia 🙂

    Gostaria de saber a sua opinião relativamente ao tema que se segue.

    Assisti a uma entrevista a um Astrológo Védico indiano. Nessa entrevista foram analisados vários mapas e um deles tinha a mesma assinatura astrológica que a minha, vénus conjunção Rahu (8ª casa) e Saturno conjunção Ketu (2ª casa). Ele referiu que este é o posicionamento clássico de “dowry” e que revela também um karma pesado relativamente à família do conjugue.
    Diz este astrólogo que na qualidade da sua profissão, não se pode permitir “dowry” na vida de um cliente e reprova violentamente o astrólogo que primeiro analisou o mapa natal deste cliente sem o ter alertado para essa situação tendo este cliente se comprometido a uma vida miserável, de co-depêndencia. Acrescenta também que ” dowry” funciona como obstáculo real para potenciar/ desenvolver outras áreas do mapa natal.
    Felizmente, no meu caso, sofri a influência da subdasha de ketu e Sade Sati e senti-me muito priviligiada, pois que me foi dado tempo para ponderar, fazer uma introspecção limpa do meu estado actual na minha vida. Penso que por mais pesado que o karma que nos é destinado, ele pode ser de facto transmutado e essa desprogramação tem sido feita por mim há anos. Eu sou apologista de que a aprendizagem não tem necessariamente de trazer sofrimento e muito menos que nos coloquemos numa situação em que nos seja retirada a dignidade.

    Tenho a perfeita noção de que na Índia muitos astrólogos acabam por funcionar como “dowry agents” pois que é bastante comum a combinação de mapas entre indivíduos antes do casamento. Por outras palavras, sei que falamos de um contexto cultural, social etc muito diferente da sociedade ocidental mas a situação repete-se de forma velada, com outras roupagens, mas ela existe…

    A minha questão é:

    Até que ponto é que o astrólogo está capacitado para determinar com tanta veemência que a pessoa não deverá seguir um determinado caminho?

    Até que ponto é que o astrólogo pode determinar um caminho se está a “mexer” no karma pessoal do outro?

    No meu caso consegui chegar lá sozinha porque tenho ferramentas para isso mas quando se trata de uma pessoa comum e que não as possui?

    Gostaria que me pudesse facultar a sua opinião/ experiência pois que neste seu blog tenho aprendido muito e que considero o seu trabalho de incomensurável valor.

    Muito obrigada!

    1. Alessandra
      Muito obrigada por partilhar connosco a sua experiência. Sem dúvida que a configuração que apresenta é difícil mas concordo consigo no sentido de que nenhum astrólogo pode fazer escolhas pela pessoa que o consulta. Na nossa opinião, o astrólogo pode e deve apontar caminhos e dar a ver os possíveis ( e marco bem isto, possíveis pois a linguagem astrológica é simbólica e é próprio do símbolo poder exprimir-se de modos diferentes na vida de cada pessoa de acordo com as necessidades de crescimento desta)efeitos que cada uma das possibilidades pode trazer, mas ele não é Deus nem detentor de nenhuma verdade absoluta . As suas considerações são muito oportunas e acho que, embora seja verdade que, sempre que interagimos com os outros , trocamos, por assim dizer, elementos mútuos do karma, julgamos ser de evitar o papel de «conselheiro dono da verdade». A Astrologia, tal como a concebemos, não é uma religião, é uma procura de mais compreensão e de mais luz sobre a nossa vida mas não é um saber absoluto.

  4. Enganou-se no meu nome, é Joana 🙂 (hehehe)

    Muito obrigada, compreendo o que disse! A Astrologia segue uma linguagem simbólica e no mapa natal não está explanado o potencial consciencial do indivíduo. Compreendo que a imparcialidade e a isenção sejam, portanto, qualidades supremas de um Astrólogo. Talvez o grande objectivo da Astrologia seja esse, o de não predestinar mas lançar o grande e glorioso ponto de interrogação e a partir daí alterar as circunstâncias. Gosto disso, é colocar o indivíduo no centro do problema e de certa forma, acreditar no homem responsável e Maduro!

    Nunca pensei que a Astrologia pudesse ser tanto, tudo para mim 🙂

    Gostei! obrigada,
    Joana

    1. Lamentamos o engano no nome, quanto à questão da predestinação, ela existe, é inegável e necessário reconhecê-lo mas não é um absoluto, a liberdade é uma lei cósmica essencial e, por isso, cada um de nós tem sempre um leque de vários «destinos possíveis», de acordo com esse princípio.

  5. Olá, observei que as exposições sobre rahu e Ketu wm aspectos com planetas pessoais, não foi escrito sobre estes nodos com relação ai sol e à lua.
    como seria a interpretação de Ketu junto aos sol, por exemplo?

    1. Agradecemos o seu comentário. Embora não seja fácil responder neste espaço à sua questão, podemos considerar que Ketu separa a pessoa do seu próprio ego e isso produz introversão, alguma insegurança em relação a si mesma , sentimentos de isolamento em relação a uma parte de si mesma e talvez sentimento de perda de identidade. Pode haver o sentimento de inadequação interna, a menos que o sol esteja exaltado e forte, caso contrário o efeito é semelhante a um eclipse solar em que a pessoa tem muita dificuldade em integrar uma identidade estável. O sol forte permite alcançar sucesso no mundo, que pode ser significativo.

ajude-nos a melhorar, deixe o seu comentário