A Correspondência entre a 9ª Casa do Horóscopo, o Signo Sagitário e o Planeta Júpiter

Os significados Gerais da 9ª Casa do Horóscopo
A 9ª casa do Horóscopo é, em conjunto com a 1ª  e a 5ª casas, uma casa de propósito e de procura do sentido: a 1ª casa ou casa do Ascendente permite-nos descrever o sentido global da nossa existência , na 5ª e na 9ª usamos a inspiração relacionada com o elemento Fogo para procurar um novo sentido para a nossa vida: seja criando algo no qual nos revemos, como na 5ª casa, seja procurando abrir-nos a novos horizontes que estão para lá da vida imediata e da nossa individualidade, como na  9ª casa.
A 9ª casa  simboliza a construção de ideias , teorias e valores que nos permitem a compreensão das experiências que vivemos de forma globalizada e relacionada com o sentido da nossa vida. Refere-se a um campo de compreensão em que não procuramos apenas um saber instrumental para dominarmos o nosso mundo imediato mas procuramos ir ao fundo das questões e dar um sentido radical à vida que vivemos. Trata-se de querer mais do que simplesmente viver a vida quotidiana em cada um dos seus momentos, trata-se de responder à questão «porque é que vivemos esta vida em vez de outra», «que sentido faz o mundo e nós próprios», «qual é o nosso papel em tudo isto»; ou seja, na 9ª casa não estamos no plano meramente individual, queremos respostas globais para perceber o «esquema geral da realidade e da vida».
É por essa razão que a 9ª casa está relacionada com a Filosofia e com a Religião porque, nela, queremos respostas universais. É também por isso que esta casa está associada à «procura da verdade» porque esta tem sempre uma dimensão em que ultrapassa a «verdade de cada um» para ir ao encontro da «verdade para todos, a verdade essencial » e causa fundamental de toda a realidade.
A 9ª casa mostra uma necessidade fundamental de todos os seres humanos: ir além das suas raízes individuais, da sua família, comunidade ou país e buscar o longínquo, o desconhecido, «o que está para além». Existe uma atração em cada íntimo individual para perseguir o que nos ultrapassa, porque, instintivamente sabemos que «o sentido da nossa vida» em muitos aspetos está para além de nós e completa-se na ligação com o sentido de toda a realidade.
É esta a razão pela qual a 9ª casa tem a ver com a «expansão». Esta casa tem a ver com o modo como «expandimos o nosso ser interior e exterior: por isso relaciona-se com o «conhecimento superior» e a educação superior; com a realização de viagens ao estrangeiro porque estas nos permitem confrontar com valores, pessoas, culturas, costumes diferentes dos nossos, permitindo-nos dessa forma questionar as ideias feitas e os padrões que, na nossa sociedade e cultura, nos «formataram» durante o processo de socialização. Isso abre a nossa mente e alarga potencialmente os nossos horizontes de compreensão da realidade.
A 9ª casa está também relacionada com a espiritualidade porque não se trata aqui de acumular novas informações acerca do mundo (como sucede no signo de Gémeos); trata-se de nos transformarmos e de, nesse processo, descobrirmos uma dimensão interior mais fundamental do que a mera faculdade de raciocínio ou «razão». Esta é uma casa de «inspiração e de intuição», de descoberta da «verdade» pela contemplação, meditação , Filosofia ou Religião, num processo que permite ao homem redescobrir-se, percebendo que, no interior de si próprio, ele encontra uma fonte escondida de preenchimento e de compreensão. Trata-se ,na verdade, de passar do plano «mundano» de análise dos factos, para o plano metafísico da compreensão profunda do «esquema essencial que liga todas as coisas» num mesmo destino fundamental.
É este aspeto que liga a 9ª casa à concretização do propósito de vida : é que a vida humana só se completa quando o homem é capaz de transformar em sabedoria o conhecimento lógico e prático que acumula na sua existência quotidiana- porque só quando isso sucede ele supera a dimensão fragmentária da sua vida e passa a sentir-se completo e feliz ou realizado. A 9ª casa é por isso também a casa da «felicidade», da boa sorte ou da fortuna. Mas a lição que ela ensina é a de que, fundamentalmente, a «felicidade» não pode ser um mero assunto de acumulação de bens ou honras de caráter material e que é preciso cada um descobrir-se como ser espiritual para encontrar um verdadeiro sentido para a existência: a «sorte» consiste na autodescoberta que traz consigo a serenidade e a plenitude, mais do que o acumular de bens materiais que apenas aumentam o desejo de «mais» porque não conseguem suprir o vazio que se instala no fundo de cada um.
A 9ªcasa , nas culturas dominadas pela figura do «pater» ou figura masculina, também simboliza o pai, o professor ou mestre que nos orienta na descoberta das verdades essenciais. O guru ou mestre é simbolizado por esta casa mas convém não esquecer o princípio místico de que o «mestre» está dentro de nós- «quando o discípulo está pronto, o mestre aparece». A  9º casa representa o momento em que cada um de nós se abre para essa prontidão para explorar , para aprender, aperfeiçoar e transcender o plano individual para se conectar com um plano mais universal : é por isso que esta casa também se relaciona com as leis, com os valores e  com os princípios éticos e morais que regem as culturas e as sociedades no plano social e cultural. Esta é  a casa que favorece o crescimento espiritual de cada um.
Como significados adicionais desta casa referimos : a mente, a educação superior e conhecimento superior, as viagens longas, os netos, a devoção e a relação pessoal com o «sagrado» ( quer tenhamos ou não uma religião específica), a fé, as crenças religiosas e filosóficas, a intuição. Esta casa mostra o grau de sorte que teremos nesta vida como resultado das nossas  ações passadas; também indica o grau de espiritualidade de cada nativo bem como o tipo e  grau de conhecimento que este alcançará.
No corpo rege as coxas e ancas.
Quando experienciamos um período dasha do regente da 9ª casa os princípios e valores que exprimem as nossas crenças mais profundas assumem um papel preponderante, razão pela qual existe muitas vezes uma ruptura a nível da carreira nessa fase ( a 9ª casa é a 12ª (e significa perda) a partir da 10ª (a casa da carreira) e muitas vezes acontece que uma nova vocação emerge na vida da pessoa neste período. 
Significados Gerais do Signo Sagitário
Sagitário é o signo que representa a procura da verdade. É um signo masculino, de elemento Fogo, associado à «inspiração» e intuição, contrapondo-se ao elemento puramente lógico da mente.
Sagitário simboliza a abertura da mente para transcender os esquemas habituais do pensamento e as certezas construídas nas experiências do dia a dia para se questionar sobre elas e procurar uma verdade mais universal e abrangente. É um signo social, baseia-se na interação e na partilha do saber e dos valores, como guias para aqueles que ainda não conseguiram, por si mesmos, encontrar essa compreensão.Sagitário representa por isso o mestre,o professor ou guru, o sacerdote, aquele que, tendo feito um esforço para se elevar para além da experiência e da certeza imediata, serve de guia a outros para que todos alcancem um caminho de mais sabedoria.
O signo de Sagitário está relacionado com a liberdade pois só um espírito livre consegue distanciar-se dos seus preconceitos para os questionar e mudar, se for caso disso. Representa o princípio da expansão em todas as áreas, materiais, cognitivas e espirituais. Por isso está também associado com a transcendência dos limites habituais e com a generosidade e a abundância. A transcendência dos limites também mostra a sua ligação com o «futuro» e com a esperança.
Existe uma diferença qualitativa acentuada entre  o conhecimento enquanto acumulação de informação,  de teorias e  de conceitos e a sabedoria, como resultado de uma apropriação do conhecimento que transforma a realidade do indivíduo que conhece. O símbolo deSagitário, metade homem ,metade animal é também expressão da capacidade de o homem se libertar dos limites do instinto e das compulsões da animalidade através desta transformação da experiência vivida em sabedoria, valores e ideais que dão origem à sociedade humana e aos seus princípios, critérios de justiça, de honra, as leis que ultrapassam a força bruta da natureza para adquirir um caráter ético e moral.
Tudo isto só é possível porque o homem não se limita a recolher informação mas reflete sobre ela, de forma crítica, e faz opções, usando os valores em que acredita para definir o «bem» e o «mal». O signo de Sagitário representa este esforço de humanização e fundamentação da experiência e, por isso, ele é considerado o signo da Filosofia e da Religião, porque procura os fundamentos em que se alicerçam as crenças da humanidade. E, porque procura as bases que harmonizam todos os seres numa vivência comum, representa as leis e os critérios de justiça de permitem tratar todos com equidade.
Sagitário representa as qualidades espirituais, o saber filosófico e religioso, o conhecimento superior, as viagens ao estrangeiro que colocam em face do outro que é diferente nos costumes, nas crenças, no modo de ser…  representa também, no limite, as potencialidades de desenvolvimento humano futuras, a capacidade de o ser humano transcender a sua natureza e de se transformar através das escolhas da sua liberdade ;representa a capacidade para usar o conhecimento para recriar a sua própria natureza. E essas potencialidades são também uma outra forma de «desconhecido» pois é impossível determinar até onde o homem é capaz de mudar e de se transformar.
No corpo, Sagitário representa as coxas, a zona lombar e o fígado.
Significados Gerais de Júpiter
Júpiter é, na mitologia, o «professor dos deuses», é o mestre que nos guia para os mais altos ideais e para a procura de um propósito nas nossas vidas. Sendo o planeta mais benéfico, Júpiter também mostra aqueles aspetos que estão relacionados com o que nos permite sentir realizados e felizes nesta vida. Não o que nos dá prazer, necessariamente, mas aquilo que nos permite sentir que a nossa vida vale a pena ser vivida e tem sentido.
O estado de Júpiter no horóscopo permite-nos saber qual o nosso «índice geral» de otimismo, de generosidade , o nosso potencial grau de espiritualidade e de prosperidade na vida. Júpiter é o planeta da expansão e, por isso, no nosso mapa astrológico mostra, pela casa em que se encontra, qual a área da nossa vida que tem mais potencial de expansão; o signo onde Júpiter se encontra mostra o caminho seguido para alcançar essa expansão.
Júpiter significa a «boa fortuna» ou a sorte que teremos nesta vida. Quando transita, a cada doze anos, pelo signo onde se encontra colocado no horóscopo de nascimento, Júpiter traz alguma nova oportunidade de expansão na nossa vida: um novo emprego, um ganho de dinheiro, um novo amor, uma promoção… seja qual for o modo de se manifestar, há um potencial novo de realização pessoal e de felicidade, se soubermos aproveitar as novas oportunidades. Júpiter influencia todas as coisas boas e nobres da existência, renovando o sentido da nossa vida.
Júpiter ilumina o nosso caminho na procura individual da espiritualidade. Impele-nos para querer aprender e compreender, para buscarmos nas viagens longas a lugares distantes ou na apropriação de novo conhecimento fundamentos para acreditarmos em nós e na bondade da essência da vida. Júpiter permite a síntese entre a compreensão e a fé- fé em nós, fé em algo superior que nos transcende e  que dá sentido à realidade.
Júpiter representa o desejo de aventura, e a maior aventura é a da nossa vida quando a levamos  para além das «certezas» seguras do quotidiano; quando nos atrevemos  a questioná-la e a redireccioná-la se os caminhos percorridos se mostram gastos e incapazes de nos preencher o desejo de paz e de felicidade. Encoraja em cada indivíduo a curiosidade e a abertura mental que recusa o dogmatismo e aceita enriquecer -se continuamente com o contacto com outros povos, com  outras ideias,  com outros valores sem se deixar fixar rigidamente em verdades absolutas. Ele mostra que, no caminho do aperfeiçoamento, cada um está sempre «em processo» e ninguém atingiu a «verdade absoluta» :somos indivíduos, construindo cada um o seu caminho pessoal de forma aberta, na esperança de encontrar harmoniosamente todos os outros pelo cultivo dos princípios universais do respeito e da justiça.
Pelo exposto, julgamos que fica clara a correspondência de significados entre a 9ª casa do horóscopo, o signo Sagitário  e o planeta Júpiter.

ajude-nos a melhorar, deixe o seu comentário