A Correspondência entre a 11ª Casa do Horóscopo, o Signo Aquário e o Planeta Saturno

Características Gerais da 11ª Casa
 
A11ª casa do horóscopo é vulgarmente conhecida como a «casa dos rendimentos e dos «ganhos».  A entrada de dinheiro e de riqueza calcula-se analisando-a com cuidado. É uma  casa «kama»  de desejo  e mostra o potencial de realização de todos os nossos desejos ,expetativas e esperanças.
Muitos consideram-na uma casa muito auspiciosa porque representa os nossos ganhos em geral a riqueza e o sucesso nos empreendimentos, a concretização dos sonhos e das ambições mas a Astrologia Védica também alerta para o facto de esta ser uma casa de «egoísmo», isto é, é um lugar onde se trava a batalha entre os desejos  e interesses puramente pessoais ,(o desejo de posse de objetos materiais e de   riqueza) e os interesses , objetivos e ideais que nos ligam à comunidade mais vasta da humanidade ou dos grupos de que fazemos parte.  Essa luta é muitas vezes difícil e implica conflitos de vários tipos e também situações  difíceis em que somos obrigados a aprender a humildade e a aceitar integrar-nos num todo mais vasto: a11ªcasa é a 6ª  a partir da   e por isso nem sempre os resultados esperados são de «ganhos» positivos: se não formos capazes de aprender a cooperar para os objetivos mais universais da comunidade e da humanidade, o «destino» obrigar-nos –á a fazê-lo, durante o período dasha do planeta  regente da 11ª casa. 
 
Os nossos amigos, os grupos de que fazemos parte,  todos os relacionamentos sociais (com mais do que uma pessoa) são representados pela 11ª casa: todos os que têm afinidade connosco e nos querem bem, os nossos associados e aliados na profissão, nas atividades sociais em geral, no  lazer, clubes desportivos, associações de  cidadania, negócios, política, são representados por esta casa. Ela mostra o nosso potencial para estabelecermos relações sociais e o grau de sucesso que alcançaremos a esse nível.  É uma casa pública tal como a 10ª mas, enquanto esta é focada no interesse pessoal e nos objetivos pessoais do nativo para alcançar o seu lugar específico na vida da comunidade, a 11ª  mostra o potencial de um novo patamar de relacionamento com a comunidade, em que o nativo, atingido o reconhecimento desejado na 10ª casa,partilha agora os seus recursos e a sua experiência com os outros, integrando-se em atividades de cooperação que têm por finalidade a  concretização do «bem comum».
 
É por esta razão que a 11ª casa rege os nossos ideais e a relação que estabelecemos com o todo universal da humanidade: realizados os desejos materiais da vida, temos que crescer no sentido das virtudes sociais e espirituais, compreendendo o nosso papel na vida universal e social. Compreendemos que estamos ligados à nossa comunidade, à sociedade e ao País em que nascemos /vivemos e que a nossa vida só é completa quando desenvolvemos papeis que vão além da procura dos nossos sonhos individuais.  Nesta casa os nossos sonhos e esperanças evoluem para incluir a humanidade e os nossos concidadãos, num mesmo projeto  de que todos fazem parte coletivamente e para o qual todos devem contribuir,  sincronizando o seu potencial criativo para cooperar no desenvolvimento  e concretização das esperanças da humanidade.  Quando aprendemos a cooperar- através da integração em grupos sociais e  de intervenção, da cidadania, da política, etc.,- para que a humanidade ou, num nível mais restrito, os membros da  nossa sociedade tenham condições mais justas de vida, maior felicidade e realização dos seus desejos pessoais, aprendemos também que, na sua essência mais profunda, a nossa identidade pessoal é inseparável da identidade dos outros e que o  destino  dos outros é também o nosso, a muitos níveis.
Esta casa também rege as mudanças súbitas, tanto boas como más. No corpo rege a barriga das pernas e os tornozelos.

Características Gerais do signo Aquário

Aquário é o signo das relações sociais por excelência. Simboliza a capacidade criativa aplicada no contexto coletivo  e social.  Como para criar  precisamos de liberdade, Aquário está associado à liberdade, ao futuro, ao caráter visionário de quem idealiza algo novo e  capaz de corresponder aos sonhos utópicos das esperanças da Humanidade: mais liberdade, mais justiça, mais cooperação e fraternidade entre os homens.
Em termos profundos, o signo Aquário representa a perspetiva altruísta que cada homem é capaz de ter quando se coloca no lugar do outro e, em vez de perguntar: «o que é melhor para mim?»- pergunta:« o que é melhor para a sociedade/grupo/ humanidade?». Aquário simboliza a expressão universal da humanidade em cada um de nós,  a integração dos interesses, desejos e objetivos pessoais nos interesses do todo coletivo. A sua abordagem da vida alargou-se e ele sente-se parte de  uma realidade universal  da qual sabe que faz parte e para a qual as diferenças entre o «eu» e «os outros», embora existentes, são superáveis em nome de uma forma de consciência que se baseia no sentimento de pertença e de cooperação.
 
Este é o mundo que Aquário deseja e, no seu íntimo, se esforça por ser capaz de formalizar e concretizar. Mas ele sabe que esse é um projeto que só será possível se toda a humanidade se envolver nele e, por isso, este nativo pode ser um ativista, um reformista social ou político, um revolucionário ao nível das ideias, um filósofo, etc. Ele procura mudar as mentalidades através do pensamento racional e da exposição clara do seus princípios e ideias.
Aquário é o signo do progresso e, por isso, não admira vê-lo corresponder à 11ª casa do horóscopo, conotada com os «ganhos» pois estes não são meramente materiais e tudo o que permite melhores condições de vida  ou mais «progresso» é sem dúvida um ganho.
 
A extravagância ou excentricidade  associadas ao signo de Aquário refere-se à facilidade com que este signo rompe com as regras estabelecidas quando considera que estas são injustas ou são obstáculos ao crescimento coletivo. Para Aquário o verdadeiro crescimento humano ultrapassa sempre o plano individual e só é real quando abrange todos os seres humanos  sem exceção. Aquário é muitas vezes rebelde mas não para fazer valer algum interesse individual: ele criou laços com a Humanidade no seu todo  e os seus princípios são sempre de caráter universal: exprimem o ponto de vista do coletivo e dos interesses coletivos.
 

O Planeta Saturno e a Regência da 11ª Casa

Saturno é o significador fundamental dos deveres e responsabilidades. À primeira vista é estranho para muitos que ele esteja associado com a casa «dos sonhos e da concretização dos desejos»; ou que esteja associado às características de Aquário pois este signo quebra com as regras, revoluciona o que existe  para criar algo seguindo uma utopia. Mas tal associação fica compreensível se tivermos em conta que os nossos desejos  se concretizam na medida do esforço que desenvolvemos antes  e das ações que realizámos. Nenhum ganho será possível fora dos limites representados por Saturno, que são os limites do Karma  e do tempo: os desejos que alimentámos e nos motivaram a atingir a sua concretização desenvolvem-se no contexto da «sorte» que nos cabe nesta vida e não vão além  nem aquém disso. Por outro lado, Saturno é o planeta do desligamento e da renúncia em relação ao mundo material e só é possível desenvolver uma identidade espiritual, como é simbolizado pelo signo Aquário através da renúncia a todos os desejos egoístas e exclusivamente materiais: o altruísmo ou capacidade para se colocar no lugar do outro em verdadeira cooperação e integração pressupõe esta «renúncia» a todos os laços e desejos puramente egoístas e, como bem notou o filósofo Kant, a primeira forma de cada um de nós conseguir fazer isso é através da consciência do dever e da sua responsabilidade .
 
Cada ser humano é responsável pela humanidade em cada gesto e intenção, por isso, cada um tem que aprender a querer o que é melhor em sentido universal. E isto, muitas vezes, colide fortemente com o que é «melhor para mim» aqui e agora. O egoísmo coloca-nos sempre no momento em que o desejo é sentido e quer ser preenchido. Precisamos do tempo, da frieza do distanciamento, para poder ver a diferença entre o desejo e as suas consequências.  E é Saturno que nos faz ver isso. Nem sempre do modo mais agradável mas é sempre eficaz!
 
Saturno representa , por um lado, os aspetos mais densos e rígidos da matéria, as certezas cristalizadas no passado e a autoridade que vive de tudo isso. Mas também significa os ciclos do tempo. E, periodicamente, faz-nos confrontar com os resultados das nossas ações passadas, com os nossos medos e com os nossos limites , com os nossos apegos , limitações e as regras sociais que nos habituámos a considerar a moldura das nossas vidas. Mas, do mesmo modo que representa os nossos limites também significa a nossa ambição e, com ela, a capacidade para quebrar as rígidas estruturas com que muralhámos a nossa vida para nos sentirmos em segurança  mas que já não nos deixam crescer.. E, do mesmo modo que , ao ser o limite último do nosso sistema solar, indicando que a nossa capacidade de progresso não é infinita, Saturno aponta o pico ao qual pode chegar a nossa ambição.  E esta, tal como inscrita nas capacidades humanas,consiste em realizar uma natureza espiritual, unida coletivamente na construção de uma realidade mais justa em que os desejos que se concretizam são os desejos que alimentam a humanidade.

ajude-nos a melhorar, deixe o seu comentário