os Chakras do Sacro e do Plexo Solar

Continuamos hoje a descrever os chakras. O sistema de chakras originou-se na tradição do Yoga, na Índia, mais especificamente na tradição tântrica, no período compreendido entre os séculos VI e X da era cristã. Nesta tradição, a prática da Yoga, ao procurar a articulação entre a mente, o espírito e o corpo, permite-nos aceder à energia dos chakras.
Hoje explicaremos as funções do 2º e do 3º chakras.
O 2º Chakra ou Chakra do Sacro
Este é o chakra que nos permite estabelecer relacionamentos, ajudando-nos a conectar com os sentimentos e as emoções e a viver novas experiências. É também o chakra da criatividade, simbolizando o nascimento, tanto no plano biológico como psicológico, emocional e espiritual, permitindo o surgimento de novas formas de autoexpressão.
Este chakra tem uma cor laranja ou vermelho-laranja e localiza-se uns centímetros abaixo da zona do umbigo. Entre os aspetos que o chakra governa, está a criatividade, o nosso contacto profundo com as emoções e os padrões de controlo, emoções como alegria, raiva, medo, a experiência da sexualidade e dos relacionamentos de intimidade, a sensualidade, a aceitação da mudança. É também esta energia que nos faz lidar com a culpa, com a procura do poder, do dinheiro , do controlo, do prazer. A capacidade para efetuar mudanças na nossa vida através de escolhas pessoais é governada por este chakra, bem como a capacidade criativa para produzir objetos belos, ou um negócio próspero ou um ambiente familiar harmonioso e emocionalmente satisfatório. É a energia deste chakra que nos permite sentir bem estar e ter o sentimento de plenitude e de abundância.
Quando existem perturbações no funcionamento deste chakra produzem-se desequilíbrios de vários tipos: abusos alimentares, de álcool e de drogas, depressão e sentimentos de vazio , bloqueios das capacidades criativas, dores na região lombar, asma ou alergias, infeções fúngicas nos órgãos genitais, problemas urinários, problemas nos rins, espasmos musculares, obstipação, impotência/frigidez. No plano psicológico, a obstrução da energia do chakra pode causar descontrolo emocional, obsessão por sexo, comportamentos manipulativos, apatia.
A energia deste chakra ajuda-nos a encontrar equilíbrios na nossa vida, seguindo o propósito de nos conectarmos com a expressão profunda das nossas emoções. Esta energia é influenciada pela história pessoal das emoções , desde a infância, por tudo o que reprimimos e recalcámos ou exprimimos abertamente e que contribui para a maior abertura ou bloqueio do chakra.
Podemos fortalecer a energia do chakra estimulando as sensações com : banhos quentes aromáticos, massagens, estímulo dos sentido do cheiro e do gosto, comendo alimentos de cor laranja e bebidas com a mesma cor, vestindo roupa cor de laranja, usando pedras como granada, pedra da lua, turmalina cor de laranja, olho de tigre, ágata cornalina, calcite laranja.
O uso de óleos essenciais de laranja edeMelissa também pode ajudar. Do mesmo modo também se podem usar as essências florais de hibisco, da orquídea «sapatinho de senhora», da planta hindu «paintbrush».

                          O 3ª Chakra ou Chakra do Plexo Solar
Localiza-se na área superior do abdómen, junto ao estômago. A sua cor é amarela. Este é o centro de energia onde se enraíza o ego ou personalidade. É o centro do poder pessoal , donde emanam as paixões, os impulsos, o sentimento subjetivo de força. Este é o centro responsável pela recetividade no plano psíquico, permitindo a projeção astral da consciência e o desenvolvimento de capacidades psíquicas. É neste chakra que desenvolvemos uma imagem positiva de nós próprios, projetando autoconfiança e a autoestima que nos faz acreditar que somos capazes de realizar coisas e desenvolvemos o autorrespeito que nos permite ser joviais, autovalorizados e capazes de enfrentar riscos e desafios.
Mentalmente, este chakra tem o propósito de nos permitir desenvolver a intuição e a compreensão mental da nossa vida emocional, ajudando-nos na tomada de decisões pela compreensão intuitiva dos fatores que estão em jogo. O plexo solar está por isso relacionado com a compreensão do nosso lugar no esquema geral da realidade, permitindo-nos ter consciência da nossa posição em termos de pertença e de consciência do poder pessoal. Devemos usar a energia deste chakra para aceitar o nosso lugar na corrente da vida universal ,aprendendo a amar-nos a nós próprios. Só desse modo poderemos desenvolver a capacidade para estar no controlo da nossa vida, de forma confiante e construtiva.
O ego é uma importante estrutura do nosso ser e compete a este chakra desenvolver o seu equilíbrio, pela articulação entre a capacidade de pensar e o poder da vontade ou da capacidade para exercer o controlo e a autoexpressão consciente.
Quando este chakra está aberto e equilibrado, o indivíduo é confiante, alegre, expressivo, respeita-se a si mesmo, valoriza-se em termos pessoais e gosta de correr riscos e de enfrentar novos desafios. Se está em desequilíbrio, a pessoa tem falta de autoconfiança, o seu discernimento é fraco, sente que a sua vida é controlada ou dominada pelos outros e pode ficar deprimida, em estado de exaustão nervosa, sendo também afetada a nível fisiológico com problemas digestivos, problemas de fígado, alergias alimentares. Pode ainda sofrer de úlceras intestinais, tumores no intestino, hipoglicémia, obstipação, toxicidade geral, diabetes, pancreatite, bulimia/anorexia, doenças do cólon, artrite.
Porque existe uma relação íntima entre a energia do chakra e a autoimagem, autoestima e autoconfiança, o desequilíbrio desta energia produz uma sensibilidade excessiva às críticas dos outros, medo de rejeição, fobias, indecisão, nervosismo, problemas de memória, estado generalizado de falta de confiança nas suas capacidades e no seu autopoder.
Podemos fortalecer a energia deste chakra através do trabalho intelectual, da leitura e do estudo de temas que nos ajudam a organizar e a sistematizar o pensamento e os conteúdos, devemos aproveitar a exposição à luz solar (sobretudo matinal), comer alimentos de cor amarela (milho, grãos de cereais, fibra, trigo integral) e beber bebidas amarelas (chá de camomila, de hortelã pimenta), usar roupas amarelas e pedras amarelas, como o topázio amarelo,o citrino, a calcite amarela, o jaspe amarelo, a turmalina amarela.
Também podemos beneficiar do uso de óleos essenciais amarelos, como o de limão ou de alecrim. Do mesmo modo, as essências florais de camomila, hortelã pimenta e milefólio amarelo fortalecem este chakra.
E, conjuntamente com estas estratégias, devemos adotar uma atitude geral de confiança e desenvolver pensamentos positivos acerca das nossas capacidades para agir de forma eficaz no mundo, fortalecendo a nossa autoconfiança com a aprendizagem que fazemos das nossas experiências. Superar a culpa, a tendência para nos censurarmos quando erramos ou fracassamos aprendendo a amar-nos a nós próprios como seres humanos sujeitos ao erro mas também à capacidade de o superar e de vencer os desafios da vida, é uma batalha que nos permitirá o desenvolvimento equilibrado desta energia fundamental na nossa vida.
Em conjunto, o 2º e o 3º chakras permitem-nos desenvolver aspetos fundamentais da nossa identidade pois ,pelo 2º chakra, tornamo-nos ligado aos outros pelo amor e pela sexualidade e descobrimos a nossa criatividade, que resulta sempre da ligação e da partilha com os outros; e, pelo 3º chakra, tornamo-nos verdadeiros indivíduos, centelhas únicas da consciência universal, sabendo que estamos ligados ao todo mas, simultaneamente, somos únicos e autónomos, na expressão individualizada do nosso ego e da nossa vontade pessoal.

ajude-nos a melhorar, deixe o seu comentário