Decidir a Carreira-Ascendente Capricórnio, parte 2

fin

Continuamos a apresentar os indicadores que permitem decidir a carreira para o Ascendente Capricórnio. Este artigo deve ser complementado com o que publicámos anteriormente.

Para examinarmos a criatividade dos nativos com Ascendente Capricórnio olhamos para a 2ª casa, que é o indicador principal para este Ascendente: a posição do seu regente, Saturno, determinará até que ponto as capacidades de trabalho árduo, disciplina e competências de organização serão capazes de se articular para produzir um trabalho que, não sendo absolutamente inovador, pois não é essa a faceta mais característica de Saturno, é capaz de reinventar novas possibilidades a partir dos recursos existentes.  Secundariamente vemos a 5ª casa, o Sol e Júpiter. Vénus, como regente  da 5ª casa, revela uma  outra faceta importante para este Ascendente: a capacidade criativa ligada à inteligência e à compreensão da estrutura harmoniosa das coisas. O seu sentido de harmonia e de beleza ajuda certamente a recriar as possibilidades e os recursos disponíveis, ajudando sobretudo a inteligência destes nativos a ser menos formal e menos rígida. Júpiter e o Sol, indicadores  secundários da criatividade têm para este Ascendente  uma importância  menor porque são regentes de duas casas maléficas e têm o estatuto de planetas maléficos funcionais para este Ascendente pelo que a sua ação pode ser  perniciosa durante os seus períodos dasha/antardasha   sobretudo quando também  estão em trânsito pelas casas e pontos sensíveis do horóscopo. A criatividade para este signo Ascendente não é, deste modo, uma área muito  decisiva, a menos que Vénus esteja extraordinariamente forte no horóscopo  pois as qualidades de Saturno, que  tende para o conservadorismo e para a rigidez prevalecem, o que não significa que estes nativos sejam incapazes de inovar. Simplesmente eles reformam, mais do que criam algo de novo.

Para saber se estes nativos têm capacidades empreendedoras, analisamos Marte como indicador principal e a 3ª casa ,Vénus e Saturno como indicadores secundários. O estado destes planetas (força, colocação numa boa casa ou numa casa maléfica e os aspetos que recebem) será determinante para saber se o nativo terá boas possibilidades de sucesso numa carreira independente. Se Marte estiver forte, como regente da 4ª casa, ocupada pelo seu signo Mooltrikona, favorecerá grandemente um projeto deste tipo pois é a influência mais benéfica para este Ascendente. Deverá estar colocado numa boa casa  e não estar aflito por maléficos. Adicionalmente devemos ver a força de Vénus pois, para além de ser um indicador geral de sucesso financeiro ou de entrada de dinheiro, Vénus é também um yogakaraka para este Ascendente, isto é, um planeta que dá dinheiro e poder.

A análise da 2ª casa do horóscopo  e dos aspetos que recebe e, secundariamente, da 4ª, da 9ª e da 1ª  ajuda a determinar se a pessoa ganhará riqueza através do seu trabalho e qual o seu potencial para ganhar. Mais uma vez, a força de Saturno e a sua colocação e  os aspetos que recebe, são determinantes para esta avaliação. Marte, como regente da 4ª casa e Mercúrio, como regente da 9ª casa, indicarão de forma adicional qual o potencial de sucesso nesta área, devendo estar bem e colocados e não aflitos para assegurar os ganhos. A análise destas casas também permite avaliar o sucesso geral da pessoa na vida, e aqui consideramos a 9ª, a 4ª e a 2ª casas em plano de igualdade pois estas casas estão todas ocupadas por signos Mooltrikona. Secundariamente analisamos o Sol e Júpiter, indicadores gerais do sucesso no horóscopo, embora, para este Ascendente, lhes demos uma importância menor pois têm ambos uma natureza funcional maléfica e, como tal, o que se deseja é que não estejam em conjunção próxima com o ponto mais efetivo de cada casa do horóscopo nem com os planetas indicadores principais para a riqueza.

 O regente da 9ª casa, Mercúrio, deverá estar forte e não aflito para assegurar o sucesso geral da pessoa e a sua sorte. Não deverá estar colocado numa das casas maléficas nem sofrer a influência dos planetas funcionais maléficos o que, para este Ascendente, não é fácil, pois Mercúrio está sempre relativamente perto do Sol, que é um funcional maléfico para este Ascendente. Se Mercúrio estiver em estado de combustão devido à proximidade do Sol, ou  se sofrer a influência de outros maléficos funcionais (para este Ascendente, Júpiter e os nodos), a pessoa terá uma sorte flutuante na vida  ou não terá sorte pois Mercúrio é um planeta que fica fraco muitas vezes devido ao seu movimento rápido e, se não houvesse outros fatores, esse por si só bastaria para indicar altos e baixos na fortuna individual. Mas se, para além disso, também receber o aspeto de planetas funcionais maléficos ou se estiver colocado em alguma casa maléfica, a sorte da pessoa é arruinada.

Para analisar o sucesso na realização pessoal (que, para este Ascendente, se identifica bastante com a quantidade de dinheiro e de  riqueza que irá acumular, bem como do status daí decorrente), vemos a 2ª casa como indicador principal e, secundariamente analisamos a 3ª  e a 5ª casas e o Sol e Júpiter. Aqui a novidade é a 3ª casa , que tem regência do funcional maléfico Júpiter e a 5ª, com regência do planeta yogakaraka Vénus.  Assim, para assegurar o sucesso pessoal é preciso que Saturno, Júpiter e Vénus estejam bem colocados no horóscopo e não aflitos.  Adicionalmente, o Sol deverá estar também bem colocado.

Complementarmente, para avaliar o potencial  de obter ganhos e rendimentos  observamos a 2ª casa e o seus regente, Saturno e analisamos a 10ª casa e o seu regente, Vénus , como indicadores principais e, secundariamente vemos a 11ª e a 3ª casas e os seus regentes Marte e Júpiter. A 2ª casa deverá estar forte bem como o seu regente e, adicionalmente, se os regentes destas casas estiverem relacionados de algum modo, isso potencia o aumento de rendimentos.

Vénus e a Lua , bem como Júpiter, devem estar fortes no horóscopo para assegurar uma elevada quantidade de rendimentos. O planeta Vénus forte indica que esses ganhos serão acumulados e não serão desperdiçados.

A 8ª casa, com regência do Sol , é o principal indicador para os ganhos súbitos  para este Ascendente, revelando qual é a possibilidade de a pessoa receber  dinheiro  de heranças ,de  legados ou seguros, ou de receber dinheiro de indemnizações, etc. A 8ª casa deve ser analisada bem como o seu regente e os planetas que a influenciam. O Sol e Júpiter são os indicadores secundários para esta matéria e o Sol adquire protagonismo pois, para além de indicador geral, também é o regente da 8ª casa. Deverá estar forte para assegurar estes ganhos.

Para sabermos se estes nativos terão folga financeira ao longo da vida para fazer face às despesas, analisamos a 2ª casa como indicador principal e o seu regente, Saturno. Vemos, por todas as indicações em que Saturno tem um papel preponderante, que o estado e a colocação deste planeta no horóscopo é absolutamente decisivo para o sucesso e para a riqueza destes nativos. Adicionalmente analisamos a 6ª casa para averiguar se esta indica dívidas e a Lua e Vénus. A 6ª casa tem regência de Mercúrio e, como já referimos a propósito da 9ª casa, também regida por este planeta, a fraqueza de Mercúrio no horóscopo será fatal para a capacidade destas pessoas fazerem face aos gastos e pagarem as suas dívidas ao longo da vida. Vénus e a Lua, como indicadores secundários- a Lua porque dá riqueza e Vénus porque mostra se esta será guardada- completam a informação sobre esta matéria. Como regente da 10ª casa, Vénus também indica que a maior parte do rendimento disponível será obtido através  do desempenho de uma profissão.

  Concluindo, vemos que  Saturno  e Vénus  têm papeis fundamentais na determinação da área da profissão e da carreira para o Ascendente Capricórnio e, adicionalmente, Mercúrio  e Marte deixam-nos compreender se a pessoa obterá realização pessoal e riqueza a partir da carreira; complementarmente, a Lua e  Júpiter ajudam-nos a perceber a quantidade de  rendimento que o nativo pode obter a partir dela.

Agora, para além dos planetas que significam em primeiro lugar as opções profissionais, precisamos de saber se eles estarão ativos na fase da vida  em que a pessoa está a fazer as suas escolhas. E, aqui, os fatores decisivos são a análise do período dasha/ antardasha  operante no momento em que a pessoa faz a sua escolha, pois os planetas produzem efeitos quando ocorrem os seus períodos ou subperíodos. Assim, para um jovem que está a decidir a entrada num curso superior com a finalidade de uma carreira determinada: por ex., o nosso jovem com Ascendente Capricórnio, pretende frequentar o curso de Engenharia de materiais. Trata-se de uma área realmente confirmada pelos indicadores gerais do seu horóscopo, pois tanto Saturno como Vénus, os principais indicadores da carreira, apoiam esta profissão. No momento, o jovem está sob o dasha de Marte, um planeta que influencia bastante a carreira  pois rege a 4ª casa que significa as inclinações mais profundas da pessoa e assegura por isso que esta escolha vai ao encontro daquilo que realmente interessa a esta pessoa  e também tem relação com esta carreira. O Subperíodo  é o de Mercúrio, o regente da 9ª casa que também tem ligação com os estudos superiores.

. Assim, para este Ascendente, estes planetas são ambos muito importantes para decidir a carreira e, por isso,  há boas hipóteses de este nativo ser bem sucedido nas escolhas que faz pois está a  fazê-las no momento oportuno quando estes planetas estão ativos. Tanto Marte como Mercúrio  apoiam uma carreira  em que a inteligência e as capacidades analíticas, de organização e de criação lógico-sistemática , de ligação com estruturas e materiais  são importantes , o que  é outra boa confirmação.

Um outro nativo com Ascendente Capricórnio está neste momento a atravessar o dasha de Júpiter,  regente da sua 3ª casa e um planeta com natureza funcional maléfica para o seu Ascendente. Júpiter está colocado na sua 3ª casa . O subperíodo atual é o de Vénus e este jovem quer entrar para um curso de Gestão em hotelaria, tencionando iniciar uma empresa sua. O curso está também bem escolhido de acordo com os significados principais dos planetas indicadores principais. Agora, para avaliar o potencial de sucesso num negócio, será preciso analisar a força de Marte, de Vénus e de Mercúrio no horóscopo. Se todos estiverem fortes e se Saturno não estiver ele próprio enfraquecido por alguma razão, este jovem tem boas possibilidades de ser bem sucedido. A medida desse sucesso terá que ser avaliada de acordo com os indicadores que demos atrás.

O  sucesso na carreira ( e na preparação para ela)  depende  assim dos  indicadores e  também do período dasha/antardasha operante . Então, o que há a fazer  em cada caso será escolher, dentro do dasha atual, que determina de forma fundamental, pela força do planeta operante, o sucesso ou insucesso na carreira, o subperíodo que é mais favorável para alcançar pelo menos algum sucesso. Por vezes há situações em que a pessoa só consegue alcançar algum sucesso na última etapa da vida. Por ex., o dasha de Vénus dura  20 anos e, se ocorre na altura em que a pessoa faz as suas escolhas determinantes para esta área de vida e o planeta está fraco e/ou aflito no horóscopo, a pessoa não consegue ir além de um sucesso mediano ou fraco na sua vida profissional.

Para complementar o que dissemos sobre os indicadores da profissão para este signo Ascendente, referimos os significados dos planetas indicadores da carreira para este Ascendente.

Significados Profissionais de Mercúrio, Saturno e  Júpiter

Vénus– Tem uma importância acrescida por ser um planeta yogakaraka e também o regente da 10ª casa, por isso é um forte indicador da vocação da pessoa. A sua natureza gentil e ligada ao gosto pela diversão torna as pessoas vocacionadas para as artes, para o design, para  o cinema ou o teatro, para a indústria do entretenimento, para a moda e para o comércio de itens de luxo, a decoração , publicidade , hotelaria, etc.

 Marte– É a influência mais benéfica para este  Ascendente devido à regência da 4ª casa  e também rege a 11ª casa da realização das ambições e dos desejos pessoais. A sua natureza aguerrida dá propensão para cargos de gestão de forças de segurança, para o trabalho com o fogo e com os metais, para a engenharia, a cirurgia, medicina dentária, trabalho com químicos, posições executivas e desenvolvimento de projetos

Mercúrio – Rege a 6ª  e a 9ª casas e tem  um papel relevante na determinação da sorte e da realização pessoa.  Relaciona-se com a  inclinação para a área da comunicação. As suas capacidades analíticas e de discurso fazem dele um pensador e alguém que gosta de estudar. É proficiente no campo das Matemáticas, na engenharia e tem inclinação para uma carreira na investigação académica, para a comunicação, para a escrita e edição/  publicação, a contabilidade e finanças, a informática, a advocacia, a engenharia, as áreas de negócios, as  vendas e o  comércio, os transportes, para o desempenho de  papeis de consultoria, etc.

Saturno– é o regente do Ascendente e  da 2ª casa,  tendo um papel principal em todas as áreas relacionadas com a carreira e com os ganhos e com a capacidade de obter rendimento. Saturno está relacionado com todos os trabalhos que implicam esforço, com posições de liderança de trabalhadores, trabalho na administração pública, engenharia, trabalho na indústria, todos os trabalhos árduos mal remunerados, produção tecnológica em massa de baixa tecnologia, etc.

ajude-nos a melhorar, deixe o seu comentário