Decidir a Carreira- Ascendente Aquário parte 1

ambas

Continuamos a analisar os fatores que decidem a carreira e profissão, hoje para o Ascendente Aquário. Para uma introdução a esta matéria pode ler outro artigo aqui.

Fatores que Decidem a Carreira para o Ascendente Aquário

Para avaliar esta matéria precisamos, não apenas de saber quais são os planetas que, primariamente, simbolizam esta área para cada signo Ascendente, mas devemos também ver quais os planetas operantes  no dasha ou antardasha em que a pessoa quer decidir qual  a carreira a seguir ou qual o emprego mais apropriado quando, por exigências do mercado de trabalho e devido à necessidade de se adaptar, tem que escolher um novo rumo profissional. Se ocorre um período dasha  ou sub período  de um planeta fraco ou aflito numa determinada altura em que uma pessoa deseja escolher uma profissão que é significada por ele, as hipóteses de ter sucesso nessa profissão são muito reduzidas. Por outro lado, complementarmente à profissão, temos a educação: nem todas as carreiras podem ser escolhidas por todos porque exigem um determinado percurso educacional de base sem o qual não existe acesso a essa profissão. Numa outra altura faremos a articulação entre o percurso educacional do nativo e a decisão sobre uma determinada profissão. Por agora, vamos indicar apenas linhas gerais para cada signo Ascendente, para permitir aos nossos leitores a compreensão geral desta matéria  e o  modo como esta análise pode dar pistas sobre a decisão da profissão.

Quando o signo Aquário está no Ascendente os nativos são naturalmente amigáveis e muito sociáveis. Gostam de interagir com os outros, de trocar ideias e de partilhar ideais e a sua visão da sociedade. São pessoas honestas e idealistas, que tomam partido por aqueles que, habitualmente, formam minorias  a lutar por condições de vida mais justas e equitativas. Podem por isso ser líderes de opinião de grupos que procuram intervir para mudar a sociedade e interessam-se facilmente pela atividade política. A sua visão vanguardista do mundo leva-os a desenvolver atividades na área da liderança da opinião pública, sobretudo através da escrita ou da argumentação política. São tradicionalistas em algumas das suas abordagens mas também são capazes de inovar e de antever uma realidade nova, tanto no campo científico como social e político, de forma a contribuir para a mudança da sociedade e de todos os costumes, crenças e leis que eles consideram obsoletos e/ou injustos. A força do planeta regente, Saturno, e a sua boa colocação é um fator determinante para o sucesso pessoal: um Saturno forte e bem colocado torna-os ativos e com grande iniciativa, fazendo deles excelentes líderes , sobretudo de camadas da sociedade mais desfavorecidas, ou que lutam pelos direitos dessas camadas como líderes de sindicatos e de organizações de trabalhadores, líderes de pequenos partidos, etc. Também podem ser cientistas, escritores e pensadores de sucesso. Se Saturno é fraco, podem tornar-se preguiçosos e ter tendência para a inércia. Nesta circunstância também se tornam desconfiados e manipuladores, podendo usar de meios indesejáveis para atingir os fins pretendidos.

Na determinação da carreira para o Ascendente Aquário não contamos com signos Mooltrikona nem na 10ª nem na 2ª casa pelo que o indicador principal da carreira é o Sol  e a 10ª e 2ª casas são indicadores secundários.  O sol inclina para uma carreira em que a liderança desempenha um papel essencial, seja em instituições públicas e na administração, seja na política. Também se relaciona com a medicina, com os cargos burocráticos, com os serviços estatais, a chefia de organizações, a banca, a construção civil, a indústria, etc. Pela consciência social, estes nativos também se dão bem  numa carreira diplomática como embaixadores, representantes do governo em instituições internacionais, etc.

 Na 10ª casa temos o signo Escorpião, com regência de Marte, que tem  o seu signo Mooltrikona na 3ª casa e, se estiver forte no horóscopo pode bem permitir uma carreira em que a iniciativa e o espírito empreendedor desempenham um papel fundamental e pode ser bem sucedido. Escorpião pode sentir interesse por uma carreira na política , na advocacia, na cirurgia e nas profissões que lidam com os metais e com os químicos, na engenharia e na mecânica, etc.

Na 2ª casa temos o signo de Peixes, com regência de Júpiter, um planeta que também rege a 11ª casa para este Ascendente, formando um dhana yoga que pode ser poderoso, desde que Júpiter esteja bem colocado e não aflito no horóscopo. Júpiter também se harmoniza com um cargo político ou administrativo de topo, com a área financeira , com o Direito e a profissão de juiz, com a chefia de cargos administrativos, com o ensino,com papeis de consultoria etc.  O signo de Peixes pode também articular-se bem com um papel de consultoria na área financeira ou legal. Uma carreira ligada à História como curador de Museu, como negociante ou perito em objetos de arte, objetos antigos, etc., também é apropriada para o signo de Peixes.

Assim, vemos que o Sol em primeiro lugar e depois Marte e Júpiter , desempenham um papel importante na determinação de uma carreira para o Ascendente Aquário. Este grupo de planetas ajuda o nativo, quando estão fortes no horóscopo, a obter cargos de topo na administração e gestão. Marte ajuda a ter um espírito empreendedor e iniciativa para realizar os desejos  e ambições pessoais.

O Sol torna estes nativos, quando bem preparados por uma educação superior, naturalmente adequados para postos de natureza política elevada, gestores e administradores de topo, tanto na administração pública como empresarial, médicos e administradores hospitalares, cirurgiões, etc. O Sol deverá está forte para permitir ao nativo elevar-se a estas posições elevadas na sociedade. Por sua vez, a segunda casa tem regência de Júpiter e este tem natural inclinação para profissões como ministro, professor, juiz, banqueiro ou analista/conselheiro financeiro, administrador e gestor. E enquanto regente da 11ª casa, Júpiter tem muito potencial para atrair dinheiro para estes nativos, bem como para lhes permitir realizar os sonhos pessoais e desenvolver uma atividade influente no plano social. Marte, por outro lado, favorece uma carreira em que a iniciativa do nativo é predominante, na criação de uma carreira individual em que o nativo é patrão de si mesmo.

A posição e força do Sol, de Marte e de Júpiter indicarão qual destes planetas  permite a melhor escolha de carreira para estes nativos. Todos eles se articulam bem como cargos executivos e de chefia, numa posição de administração governamental ou de uma empresa. A colocação destes planetas em boas casas e a sua força, não recebendo aspetos de planetas maléficos, é determinante para concluir qual o nível de sucesso nesta área, bem como a colocação do Sol. Por ex., se houver relevância da 10ª casa, será de esperar que este nativo escolha uma profissão relacionada com as energias combinadas do Sol  e de  Marte  ou  relacionadas com os significados dos planetas colocados nessas casas, se os houver, dependendo da força que estes planetas têm no horóscopo.

Se a 2ª casa for mais forte, poderemos ver  surgir a predominância de uma carreira associada com Júpiter mas em que o Sol e Marte também podem associar-se. Por ex., Júpiter pode inclinar para a área administrativa, o que é algo que também agrada à natureza de Marte, que gosta de liderar e de chefiar; o mesmo acontece em relação às leis ou à área das finanças ou  da consultoria: tanto Marte como Júpiter gostam de influenciar e de gerir , embora por razões diferentes e podemos ver um nativo com esta combinação a chefiar os serviços secretos, como ministro da defesa ou como chefe da proteção civil; em postos elevados nos serviços de informação, como conselheiros militares, como advogados e procuradores, etc.  Se a dupla Sol /Marte for mais forte, as profissões de liderança ou de administração, a medicina/cirurgia, as chefias militares, dirigente político, etc., bem como  o desenvolvimento de projetos na área da engenharia, poderão tornar-se mais fortes.

E, porque o signo Ascendente é ocupado por um signo Mooltrikona, também  nos dá pistas importantes sobre   a abordagem geral da vida destas pessoas. Por ex., o nativo de Aquário  identifica-se com o coletivo e com a vida da comunidade. A sua vida em geral e também a área profissional desenham-se melhor se ele puder exprimir-se na relação com os outros, para os guiar e orientar ou aconselhar. Por isso a carreira para estas pessoas faz muito sentido num plano de interações humanas e de prestação de serviços em que o caráter social e/ou político fazem todo o sentido.  Os nativos de Aquário gostam de contribuir para o bem estar coletivo e para melhorar as condições gerais e a vida da comunidade, razão pela qual não é raro encontrá-los a exercer funções como sindicalistas, sociólogos, líderes de opinião. O regente do Ascendente, por seu lado, Saturno, deve ser forte, caso contrário os nativos tornam-se indolentes e sem verdadeiro espírito de entrega na realização dos deveres profissionais.

Combinando  as influências do Sol, da 10ª e da 2ª casas, vemos que o Sol tem inclinação para liderar, para ocupar posições de liderança e de chefia, muitas vezes na administração pública e no governo, como CEO  em instituições importantes da  vida social e política mas também como médico ou político; por sua vez, Júpiter  tem apetência por posições de aconselhamento, pelo  ensino, pela administração , pela área financeira ,pela área legal, etc. Marte também se dá muito bem a exercer cargos executivos e de chefia, bem como numa carreira de engenharia ou de  medicina/cirurgia.

Se o Sol   for forte no horóscopo, combinado com a energia de Marte e com a determinação e a resistência de Saturno, o regente do Ascendente ,o nativo poderá atingir uma boa posição  numa carreira que alia a disciplina e  a capacidade de liderança à força física e à combatividade , como as forças militares e de segurança, os serviços de proteção civil, a cirurgia ou a administração estatal dos serviços de saúde, dos serviços de segurança, numa carreira de  engenharia, etc.

(Continua)

ajude-nos a melhorar, deixe o seu comentário