Decidir a Carreira-Ascendente Peixes parte 2

medc

Concluímos  a análise dos indicadores para decidir a carreira do Ascendente Peixes, tomando em consideração fatores adicionais. Porém, este artigo deve ler-se em conjunto com o anterior.

Para examinarmos a criatividade, olhamos para a 5ª casa como indicador principal e, secundariamente, vemos a 2ª casa, Júpiter e o Sol. A Lua rege a 5ª casa e, se estiver forte dotará o nativo de grande imaginação que ele poderá aplicar de forma criativa. Marte rege a 2ª casa e, sendo também o regente da 9ª casa da sorte, poderá dotar o nativo de capacidades de raciocínio, de escrita e de discurso que este poderá aplicar no desenvolvimento de uma visão do mundo capaz de cativar os outros e de inovar. Júpiter é o regente do Ascendente e também da 10ª casa e é o indicador geral das crianças podendo inclinar estes nativos para uma profissão em que as crianças e a pedagogia do ensino tenham um papel importante a desempenhar. A Lua pode ajudar a trazer a fama e a popularidade numa carreira de tipo artístico, se estiver forte no horóscopo. Marte e Júpiter acrescentam capacidade de afirmação pessoal, respeitabilidade e credibilidade. Para ser bem sucedido numa carreira artística é preciso sorte, para além de talento pessoal e, por isso, deverá ver-se a força de Marte  (regente da 9ª casa) e da Lua (regente da 5ª casa) a este propósito.

O Sol, o outro indicador secundário da criatividade para este Ascendente, também deverá estar forte e bem colocado, sobretudo porque, ao reger a 6ª casa, rege os inimigos e competidores, bem como aqueles que podem sobrepor-se à frente do nativo no plano profissional. Um Sol aflito acaba por deitar por terra quaisquer outras boas indicações, a menos que o regente do Ascendente e a Lua sejam muito fortes,  em relação ao alcançar da fama e do sucesso numa carreira em que a criatividade desempenhe o papel principal.

O nível de sucesso também depende grandemente das competências mentais do nativo e estas observam-se  também, em primeiro lugar, pela análise da 5ª  casa  e, secundariamente, da 1ª, 3ª e 4ª  casas, bem como do estado da Lua, do Sol e de Mercúrio. A 5ª casa tem regência da Lua  e esta deverá estar forte e bem situada no horóscopo. Vénus, o regente da 3ª casa, deverá também ser forte para assegurar as capacidades de comunicação, a iniciativa e a coragem para defender as suas ideias e projetos. É essencial que Vénus esteja forte pois tem a regência da maléfica 8ª casa e será também bom que receba algum bom aspeto de planetas benéficos para assegurar uma carreira de sucesso ligada aos planos criativos. Mercúrio é outro fator chave, tanto mais que os nativos de Peixes têm tendência para se perderem no plano emocional e precisam de assegurar um bom funcionamento lógico para adquirirem conhecimentos e competências para singrar numa profissão de sucesso.

Pela análise da 2ª casa e, secundariamente da 3ª e da 5ª e do Sol e Júpiter, podemos aferir o potencial de sucesso na realização pessoal. Assim,  ter um Marte  forte é o principal fator para avaliar o sucesso nesta área, tanto mais que Marte, o regente da 2ª casa, também rege a 9ª casa da sorte. Deverá estar forte e não aflito para assegurar o sucesso geral da pessoa e a sua capacidade para ganhar riqueza. Não deverá estar colocado numa das casas maléficas nem sofrer a influência dos planetas funcionais maléficos .A Lua como regente da 5ª casa e Vénus como regente da 3ª, acrescentam dados adicionais para esta avaliação. Mais uma vez, os planetas responsáveis pelo sucesso destes nativos são os mesmos, com predominância para o papel de Marte e de  Júpiter e, secundariamente,  da Lua, de Vénus , de Mercúrio e do Sol.

A análise da 2ª  casa do horóscopo  e dos aspetos que recebe e, secundariamente, da 9ª e da 2ª casas e do Sol e Júpiter  também ajudam a determinar a sorte geral desta pessoa ,  que também se repercute no plano profissional. A 2ª casa tem regência da Marte e este deverá estar forte no horóscopo, tanto mais que , como vimos, também rege a 9ª casa, uma casa decisiva para aferir a sorte da pessoa nesta vida. Para este Ascendente Júpiter é outro pilar fundamental, pela regência da e da 10ª casas, mostrando, em conjunto com Marte e com Mercúrio, qual o potencial de sorte e de riqueza  e de concretização das ambições pessoais. Finalmente, o Sol e a análise da sua força completam a visão global das potencialidades do nativo nesta área.

Marte, como regente da 2ª casa e, secundariamente Júpiter o regente da 10ª, Saturno, regente da 11ª e Vénus, regente da casas são os indicadores de ganhos e de rendimentos para este Ascendente, para além de Vénus, Júpiter e a Lua. Estas casas deverão estar fortes, não havendo planetas funcionais maléficos a ocupá-las nem a lançar aspeto para elas nem para os seus regentes; Vénus e a Lua também deverão estar fortes para assegurar ganhos e rendimentos substanciais. Por outro lado, será necessário que Vénus e a Lua estejam fortes para garantir que as despesas e os gastos não dissiparão todos os ganhos adquiridos. A Lua rege a 5ª casa, a casa dos ganhos pela especulação, pelo jogo ou outra forma inesperada relacionada com a «sorte». Uma Lua forte e bem colocada poderá permitir ganhar dinheiro assim, sem esforço, pelo menos alguma vez. Por outro lado, Vénus rege a 8ª casa que não tem apenas significados maléficos, é também a casa que permite receber  ganhos por legado ou por herança, por indemnização ou seguros, etc. Se estiver forte poderá colocar ao alcance do nativo ganhos deste tipo bem como dinheiro do parceiro de vida.

Vénus é o indicador principal, como regente da 8ª casa, para os ganhos súbitos  para este Ascendente, revelando qual é a possibilidade de a pessoa receber  dinheiro  de heranças ,de  legados ou seguros, ou de  receber dinheiro do cônjuge. A 8ª casa deve ser analisada, para determinar se está livre de aflições e /ou se recebe o aspeto de algum planeta benéfico. Vénus deverá estar forte para permitir os ganhos por herança, por legado, etc. Adicionalmente, Júpiter também deverá ser forte , bem como o Sol, o outro indicador secundário para os «ganhos súbitos».

Depois também  é preciso ver o estado de Vénus  para saber se a  pessoa conseguirá manter o dinheiro depois de o ganhar/receber. Se Vénus for fraco, o dinheiro recebido não será acumulado.

Complementarmente à análise da 6ª casa e do seu regente,  o Sol, que são os fatores principais para analisar a solvência financeira para este Ascendente, isto é, a capacidade de equilibrar os gastos ou dívidas com os ganhos, deve ver-se  a 2ª casa e, novamente, a Lua e Vénus para saber se, ao longo do tempo, a pessoa terá uma situação confortável em que terá o dinheiro necessário para o sustento ou se gastará tudo o que ganha  em despesas.

  Concluindo, vemos que  Júpiter e Marte  têm papeis fundamentais na determinação da área da profissão e da carreira para o Ascendente Peixes e, secundariamente , a Lua,  Vénus, Mercúrio e  Saturno ajudam-nos a perceber qual  o rendimento que o nativo pode obter a partir dela.

Agora, para além dos planetas que significam em primeiro lugar as opções profissionais, precisamos de saber se eles estarão ativos na fase da vida  em que a pessoa está a fazer as suas escolhas. E, aqui, os fatores decisivos são a análise do período dasha/ antardasha  operante no momento em que a pessoa faz a sua escolha, pois os planetas produzem efeitos quando ocorrem os seus períodos ou subperíodos. Assim, para um jovem que está a decidir a entrada num curso superior com a finalidade de uma carreira determinada: por ex., o nosso jovem com Ascendente Peixes, frequentou um  curso de Administração Escolar. Trata-se de uma área realmente confirmada pelos indicadores gerais do seu horóscopo, pois tanto Júpiter como Marte,  que associamos a uma carreira deste tipo, são indicadores muito relevantes para este Ascendente. No momento, o jovem está sob o dasha da Lua, um planeta que favorece os estudos porque é o regente da 5ª casa, uma casa relacionada com a inteligência, com o estudo superior e com crianças que serão um elemento essencial do público alvo  do curso que esta pessoa acabou de tirar. O subperíodo é o de Vénus, um indicador relevante para o estudo e para aprendizagem  mas é também o regente da maléfica 8ª casa das obstruções.  Assim este momento para iniciar a profissão não é o mais adequado pois acrescenta incerteza e possíveis problemas ao objetivo que esta pessoa pretende concretizar. Para determinar a escolha de uma profissão devemos assegurar, sempre que possível, que o período principal (dasha) ou o subperíodo de um dasha sejam os dos planetas principais envolvidos na escolha da nossa profissão, desde que estes estejam bem colocados no horóscopo e sejam fortes pois asseguram nesse caso maiores probabilidades de sucesso. Neste caso, a Lua favorece os objetivos deste nativo pois adequa-se na perfeição a uma carreira que lida com crianças e que se relaciona com a gestão administrativa de uma organização. Mas o nativo deverá escolher outro subperíodo neste dasha que lhe seja mais favorável. A seguir ao subperíodo de Vénus, que dura na totalidade cerca de dois anos, vem o subperíodo do Sol  que lhe é mais favorável pois, embora tenha a regência da 6ª casa, esta é uma casa de serviço e, atendendo ao temperamento dos nativos de Peixes, naturalmente inclinado para prestar serviço aos outros, este momento  poderá  permitir um sucesso  mais fácil do que o de Vénus.

Um outro nativo com Ascendente Peixes está neste momento a atravessar o dasha de Marte,  o planeta do regente a 2ª casa e o subperíodo é o de Saturno, regente da sua da 11ª e da 12ª casas. E esta pessoa frequentou um curso de Artes Gráficas, profissão  também suportada pelos indicadores profissionais para este Ascendente. Marte é um indicador principal para a profissão e, por isso, este momento é adequado para a escolha da profissão. Porém, Saturno é um planeta funcional maléfico para este Ascendente , pela regência da 12ª casa e, por isso seria melhor esta pessoa aguardar um ano pelo  subperíodo de Mercúrio, para dar início à sua escolha profissional porque a natureza funcional maléfica de Saturno pode trazer dificuldades na sua afirmação profissional uma vez que oculta a pessoa, tirando-lhe visibilidade mundana e também compromete os ganhos ,podendo trazer inúmeras despesas, por isso, o momento é menos bom. O nativo terá certamente que contar com algumas dificuldades que aparecerão no seu caminho, dificultando a sua preparação e o atingir dos objetivos pretendidos.

Quando se analisam as possibilidades da carreira num dado momento, convém analisar  qual o  subperíodo ,dentro do dasha atual, que melhor  determina pela força do planeta operante, o sucesso ou insucesso na carreira,   e que é mais favorável para alcançar pelo menos algum sucesso. Por vezes há situações em que a pessoa só consegue alcançar algum sucesso na última etapa da vida. Por ex., o dasha de Vénus dura  20 anos e, se ocorre na altura em que a pessoa faz as suas escolhas determinantes para esta área de vida e o planeta está fraco e/ou aflito no horóscopo, a pessoa não consegue ir além de um sucesso mediano ou fraco na sua vida profissional.

Para complementar o que dissemos sobre os indicadores da profissão para este signo Ascendente, referimos os significados dos planetas indicadores da carreira para este Ascendente.

Significados Profissionais do Sol, Marte, Júpiter

Sol– quando é forte no horóscopo e está bem colocado, o sol indica uma posição elevada por ex., na política, na medicina, na gestão e na administração de instituições governamentais ou dos serviços burocráticos, como CEO de empresas industriais, etc. Sendo o regente da 6ª casa, indica grande possibilidade de atingir posições de relevo  em cargos de coordenação/direção e facilidade em vencer os competidores na ascensão profissional.

Marte–  A sua natureza aguerrida dá propensão para cargos de gestão de forças de segurança, para o trabalho com o fogo e com os metais, para  a engenharia, para a cirurgia, a medicina dentária, o  trabalho com químicos, posições executivas e  de desenvolvimento de projetos, como na construção civil, etc. A regência da 2ª e da 9ª casas indica grande potencial para ganhar dinheiro quando está forte, (forma um dhana yoga) , para alcançar uma posição importante usando as competências , talentos e conhecimentos que lhe dão projeção pública e status e a possibilidade de beneficiar da ajuda do pai ou de alguma figura de autoridade.

Júpiter– Como indicador da riqueza, Júpiter também simboliza as profissões relacionadas com a área financeira: banqueiro, consultor financeiro, etc. a sua natureza generosa e relacionada com elevados princípios e valores também o coloca em posições no ensino, na carreira de topo da área legal como juiz, ou governador (político, em posições de administração em instituições), papeis de consultoria, de perito de gestão, etc.  Como regente da 1ª e da 10ª casas, revela a capacidade para se tornar visível no mundo através da profissão e da carreira.

4 opiniões sobre “Decidir a Carreira-Ascendente Peixes parte 2”

      1. Muito obrigada, o feedback de vcs é bem rápido e os sites são muito úteis, tenho aprendido bastante sobre essa maravilhosa astrologia que é a védica, tão exata, ainda mais do que a tropical…

ajude-nos a melhorar, deixe o seu comentário