Pedras e Cristais, Moldavite

mold2

A Moldavite é aquilo que podemos chamar de «pedra do outro mundo» pois a sua origem, literalmente, é mesmo de fora deste mundo. Este mineral só se encontra numa parte do mundo, a República Checa , na província da Boémia, sendo por isso raro e valioso e é aceite pela comunidade científica que este mineral resultou do impacto , há 14, 8 milhões de anos, de um meteorito com a Terra. Assim, a Moldavite combina a energia única e extraterrestre com a energia magnética da Terra, adquirindo propriedades únicas de conectividade.

Ao segurar um pedaço de Moldavite na mão pela primeira vez, muitas pessoas sentem uma sensação de calor na mão que se propaga depois ao corpo todo, ativando, em algumas pessoas, o chakra cardíaco e produzindo uma espécie de pulsar, com outras reações fisiológicas como o enrubescimento do rosto, suor, seguido de riso ou lágrimas espontâneas. Este é um mineral reputado por acelerar o desenvolvimento pessoal espiritual.

A Moldavite pertence a um grupo de materiais formados a partir de colisões interplanetárias, as Tektatites. Mas é o único, entre todos estes, que pode ser cortado e moldado na forma de gema. Este mineral recebeu o seu nome a partir do nome do rio junto ao qual foi encontrado, o rio Moldan.

A Moldavite é uma mistura vítrea de dióxido de sílica, óxido de alumínio e outros óxidos metálicos, com uma estrutura cristalina amorfa. Ao longo do tempo têm sido encontrados pedaços deste cristal, que assoma à superfície da Terra, muitas vezes por agricultores quando trabalham os campos. As peças que se encontram perto da superfície sofreram a erosão dos elementos, ao longo do tempo, assemelhando-se a pedras de rio. Pedras com uma textura mais fina encontram-se muitas vezes na areia. Este mineral ocorre frequentemente na cor verde floresta escuro, embora também possa encontrar-se em tons de verde mais pálido ou verde oliva. Existe uma variedade de Moldavite mais rara, que é conhecida por «Moldavite sonora» ou «Carrilhão dos Anjos» pois, ao deixar-se cair sobre uma superfície metálica ou de vidro, tilinta como uma moeda.

moldav

Apesar de rara, a Moldavite é conhecida desde a Idade da Pedra, tendo sido usada para fazer instrumentos cortantes ou pontas de seta e também foi usada como talismã para trazer fortuna e boa sorte. Há quem a associe à Lenda do Santo Graal e o folclore tradicional considerou-a uma Esmeralda caída do céu da coroa de Lúcifer, antes deste ter caído em desgraça e sido expulso. Também tem sido usada na joalharia desde há séculos.

A Moldavite é uma pedra de conectividade e é notada a sua capacidade de limpar os bloqueios , acordando a inteligência superior. Porém, a sua elevada frequência pode exigir um período gradual de adaptação, para algumas pessoas. Esta pedra ressoa com os chakras superiores do coração, do 3º olho e da coroa. Também se diz que a energia deste mineral é capaz de converter o materialista mais empedernido e cético em alguém que acredita no mundo espiritual. Colocada sobre o coração, ao meditar, ajuda a descobrir as causas e as razões da própria existência.

A Moldavite é uma das 12 pedras da Sinergia, trabalhando bem quando misturada com outros minerais, em especial as variedades cristalinas de quartzo. É uma pedra poderosa para usar em meditação, aumentando a sensibilidade e ajudando os que gostam de trabalhar com os sonhos. Ela desperta um sentido interior de orientação, favorece a intuição ou até mesmo, nos que são predispostos, a telepatia e a compreensão de realidades de planos mais elevados.

mold

Na terapia com cristais, a Moldavite apoia os processos gerais de cura e ajuda a diagnosticar causas de desequilíbrio ou de doença. Também se diz que atrasa o processo de envelhecimento e ajuda o rejuvenescimento, bem como a retenção da memória, protegendo da degeneração mental. Em outros usos terapêuticos, apoia o tratamento da gota, asma, problemas nos olhos e doenças respiratórias ou alergias. Tem reputação de ajudar também o corpo a recuperar em situações de anemia.

Pelas razões apontadas, pensamos que esta é, sem dúvida, uma pedra fascinante, embora possa não ser fácil adquiri-la. Se o pudermos fazer, sem dúvida que valerá a pena contar com ela na nossa coleção.

ajude-nos a melhorar, deixe o seu comentário