Personalidade Básica Ascendente Sagitário Lua Sagitário e Sol Virgem

happ

Voltamos a responder aos pedidos dos leitores, com mais uma personalidade básica.

Quando o Ascendente está colocado no signo de Sagitário temos uma pessoa cuja abordagem do mundo é geralmente otimista e aberta e que procura ir além das circunstâncias imediatas, à procura de significados que estão para lá das aparências. Estes nativos têm uma mente filosófica, sendo ao mesmo tempo respeitadores da tradição e críticos em relação aos aspetos da realidade que não  consideram justos ou verdadeiros.

Estas pessoas amam a Natureza e os grandes espaços, ansiando por sentir a liberdade que lhes permite transcender os limites da vida diária  rotineira. Gostam de conhecer outros povos e culturas, de viajar pelo mundo sempre que possível, para alargar os seus horizontes de compreensão, adquirir novos conhecimentos e desenvolver uma compreensão mais espiritual da vida. Gostam de aventura, de introduzir o imprevisto e o inesperado nas suas vidas e são amantes de caminhadas pela Natureza, de desportos ao ar livre e de quebrar os hábitos quotidianos com pequenas coisas, que lhes dão a sensação de escapar aos constrangimentos das obrigações diárias.

A personalidade de Sagitário é espontânea, muito sociável e honesta. Estas pessoas gostam de estudar as causas profundas das coisas, buscando a dimensão espiritual na própria natureza material e frágil da realidade. A simbologia deste signo aponta para a procura da união entre o visível e o invisível, entre o  material e o espiritual e, talvez por isso, os seus nativos têm o condão de ver, em cada ser da Natureza, incluindo os animais ou as plantas, a  mesma natureza transcendente e divina que são capazes de ver no ser humano. Isto fá-los sentir a unidade profunda de toda a vida e torna-os defensores dos direitos dos animais, do ambiente e da biodiversidade, etc.

Ao contrário do seu signo oposto, Gémeos,  que é muito analítico e discrimina cada aspeto da realidade para descobrir o que esta tem de singular e de único, Sagitário procura encontrar  um ponto de união entre todos os seres e entre toda a vida. A sua mente é sintética, une e relaciona todas as coisas e todos os seres, aproximando-os da unidade e do divino. Este respeito genuíno pela espiritualidade da vida é algo muito caro a estes nativos, dando-lhes a empatia e a capacidade de compaixão pelos seres que parecem mais presos à materialidade do instinto. Isto pode ser vivido sob a forma da defesa de direitos, pela envolvimento de uma causa  ambientalista, etc..

Estes nativos têm uma obsessão com a verdade e rejeitam todos os que usam formas de manipulação ou a mentira para alcançarem os seus intentos. São idealistas, movem-se pelos princípios em que acreditam e são francamente sinceros, chocando muitas vezes os outros por dizerem exatamente o que pensam, sem qualquer  constrangimento.  Nos relacionamentos, são leais e devotados, desde que não tentem prendê-los ou limitar-lhes a liberdade. São amigos para a vida, desde que a sua lealdade não seja traída e estão sempre prontos para ajudar, embora o façam mais através das ideias e da criatividade do que da resolução prática dos problemas (a menos que tenham planetas no elemento Terra).  Gostam de passar a sua experiência aos outros, transformada em sabedoria de vida e dão excelentes professores, cativantes e ensinando pelo exemplo. Podem casar ,mas rapidamente se sentem  oprimidos e saturados, se o cônjuge tentar prendê-los ou controlá-los.

Quando , ao Ascendente em Sagitário, se associa a Lua também em Sagitário, as características deste signo tornam-se mais marcantes na personalidade. Estas pessoas têm uma mente intuitiva e uma inteligência que procura estabelecer relações e pontes entre as coisas e as ideias. Não gostam de dogmatismos e são espíritos livres, avessos às ideias feitas ou «verdades absolutas». São essencialmente  pensadores, refletem sobre a realidade, procurando encontrar o sentido da vida e da existência.

A Lua em Sagitário dá a estas pessoas um caráter franco, honesto e sincero, uma inocência muito característica que tem sempre dificuldade em lidar com o calculismo e a manipulação dos outros e que passam muitas vezes despercebidos a estas pessoas muitas vezes se recusam a ver a desonestidade dos outros porque gostam de se convencer de que a realidade, incluindo a dos outros, é essencialmente  boa e de confiança. Estas pessoas são românticas  e gostam de namorar, tendo fama, porém, de se aborrecerem facilmente e de mudarem rapidamente os alvos dos seus afetos mas isso acontece sobretudo quando os parceiros se tornam demasiado controladores e opressivos.

A Lua rege a 8ª casa e a sua presença na 1ª casa não é muito feliz, a não ser porque inclina a pessoa para a vida espiritual e para o interesse pelo conhecimento oculto. Mas indica uma infância difícil, com tendência para adoecer facilmente ou sofrer acidentes. A mãe pode  ter tido uma vida difícil, ser doente ou morrer cedo.  Não é uma posição muito feliz para a vida conjugal, havendo tendência para a separação e o desentendimento. Esta pessoa pode ter que enfrentar algumas dificuldades ao longo da vida, que podem incluir litígios em tribunal, obstruções, perdas financeiras, etc. . Poderá enfrentar situações de doença prolongada .

É muito importante determinar qual a fase da Lua no nascimento pois uma Lua forte e brilhante pode reduzir os efeitos negativos de expressão da Lua e permitir maior estabilidade emocional e mental . Se estiver forte, a Lua dá uma aparência física atraente, olhos bonitos e expressivos, perceção psíquica que pode ser telepática, inteligência e popularidade A presença da Lua na 1ª casa inclina para uma natureza principalmente movida pelas emoções  e capacidade de sucesso numa carreira que lide com um público alargado. Infelizmente, o facto de a Lua ter a regência da maléfica 8ª casa não ajuda a garantir  o sucesso fácil na vida, podendo haver reviravoltas súbitas e mudanças inesperadas do rumo a seguir, com eventos que estão  fora do controlo da pessoa. Esta posição também torna os nativos autocentrados e muito sensíveis, e retira uma parte dos efeitos benéficos que a Lua geralmente tem, quando está colocada no Ascendente. No entanto, a colocação no signo de Sagitário, um signo dado à espiritualidade,  otimista e generoso por excelência, ajuda a compreender e a aceitar algumas experiências mais difíceis , pelo reconhecimento das lições importantes que elas trazem para o desenvolvimento individual. Mas será necessário recorrer aos fortes princípios e valores para escapar à tendência para ficar deprimido (a) quando alguma coisa não corre bem. É que os nativos de Sagitário sentem, normalmente «a mão da Graça divina» nas suas vidas, protegendo-os nos momentos mais difíceis e tendem  a desmoralizar quando a vida de repente lhes parece mostrar que estão sozinhos e que a ajuda não vem. Haverá alguma coisa a aprender em cada um desses momentos, como a necessidade de aprender a desenvolver os seus próprios recursos para responder e, em geral, a ajuda vem sempre, quando é mesmo necessária, não fosse Júpiter, o planeta mais benéfico, o regente do seu Ascendente.

Quando, a esta combinação do Ascendente e da Lua no signo de Sagitário, se associa o Sol no signo de Virgem, temos dois elementos que não se ligam entre si – Terra e Fogo-  mas também um importante fator de equilíbrio, vindo do elemento Terra que ajuda a encontrar soluções práticas para concretizar o Fogo criativo de Sagitário. A relação entre Virgem e Sagitário impulsiona o desejo interior de transcendência e perfeição, associando a capacidade de análise e a racionalidade crítica e discriminativa de Virgem com  o poder de intuição e de síntese de Sagitário. No conjunto, esta personalidade básica tem um grande potencial de pensamento e de conhecimento, que pode  fazer da pessoa um investigador se sucesso capaz de compreender tanto os pormenores como a visão global das coisas e com um desejo de perfeição e de eficácia  que unem a capacidade teórica com a capacidade prática, o que é essencial para o sucesso mundano e também espiritual.

O Sol no signo de Virgem pode reprimir alguma da espontaneidade de Sagitário, mas isso talvez até seja positivo, pois leva esta pessoa a pensar antes de falar e de dizer alguma coisa tão brutalmente franca  que choca muitas vezes os visados; por outro lado, pode acentuar a tendência crítica, não se inibindo de fazer críticas a tudo e todos, o que lhe pode trazer alguns inimigos.

O Sol  rege a 9ª casa e, se não receber aflições de planetas maléficos, compensa os possíveis efeitos negativos da Lua, pela regência da 8ª casa. O Sol permite uma carreira de sucesso, respeito e reconhecimento da comunidade. Terá sorte na carreira, contanto que nem o Sol nem a 9ª e 10ª casas estejam enfraquecidas por planetas maléficos.  A relação com a mãe pode ser positiva e o nativo pode receber herança materna, bem como a posse de bens imóveis e móveis. O Sol também permite uma educação esmerada e um caráter regido por elevados princípios e valores, dando generosidade e a inclinação para fazer boas ações. Se o resto do horóscopo for forte, pode mesmo ascender a uma posição elevada na sociedade e na carreira.

O Sol está  colocado na 10ª casa e, sendo o regente da 9ª na 10ªcasa, o poder positivo do Sol para produzir bons efeitos é aumentado pois, não apenas o Sol é o significador da sorte neste horóscopo como a sua colocação nesta casa ganha força direcional (Dig Bala). Esta posição indica uma pessoa que vive a sua profissão como o ponto central da sua vida, concentrando os seus esforços em alcançar visibilidade e uma boa imagem no seio da comunidade. Pode haver atração por uma carreira de influência, como a Política, em que se detém bastante poder, usando-o para realizar o seu conceito de uma sociedade justa, etc. Pode existir grande popularidade a nível público com esta posição do Sol e também grande poder , riqueza, influência, se o Ascendente também for forte e tiver alguma relação com estas casas.

A posição do Sol na 4ª casa, no entanto, indica problemas na relação com a mãe, ao mesmo tempo que é favorecida uma excelente relação com o pai, que pode ser um exemplo e a figura de orientação em relação aos objetivos de vida. Esta pessoa é ambiciosa e determinada, sabendo muito bem o que quer alcançar na vida e é natural que escolha uma vida de serviço à comunidade pois isso está em sintonia com a sua personalidade básica.

ajude-nos a melhorar, deixe o seu comentário