Trânsito de Rahu e Ketu 2016-17 para o Ascendente Sagitário

csa

Rahu vai transitar pela 9ª casa  enquanto Ketu transitará pela 3ªcasa. Rahu  vai fazer surgir  uma consciência muito crítica em  relação  a todo o sistema de crenças que você formou anteriormente. Para os nativos religiosos, este será um momento em que a dúvida se interpõe diante da fé e surge o desapontamento  e  a descrença em relação à visão do mundo e ao anterior sistema de explicação da realidade. Por alguma razão, este sistema vai vacilar e revelar as suas fragilidades, levando a adotar uma postura que pode ir de um cinismo cético a uma crítica feroz e à rejeição de todos os seus fundamentos. Transitando no signo de Leão, um signo individualizador por excelência, neste momento as crenças serão vistas pelo significado que têm para si e não como sistema coletivo que lhe é imposto. Você quererá encontrar  a compreensão profunda acerca da realidade e das «verdades» em que baseia a sua vida porque isso tem um papel importante na fé e na esperança que é capaz de ter em relação ao significado último da sua vida.

Este é realmente  um momento importante no que se refere à necessidade de compreender a fundo a realidade  e o sentido global abrangente da sua vida e você  pode dar consigo a procurar avidamente um novo sistema de crenças, fundamentado na razão e não na fé, no qual se possa apoiar e em que possa confiar. Neste momento a desconfiança em relação a saberes instituídos que tenham sido objeto de aceitação incondicional será visível. Todas as figuras de autoridade, incluindo mestres, professores, membros do clero, vão ser vistos como não sendo  de confiança. Este não é o momento para você se apoiar na intuição e muito menos nas «verdades de fé». Esta atitude pode desencadear um desejo forte de prosseguir estudos superiores, de  aprofundar os conhecimentos filosóficos ou aprender práticas milenárias como meditação, yoga, etc., que permitam a substituição das velhas crenças por «verdades objetivas» à luz da razão ou da sua prática concreta. Haverá um desencanto, no entanto,  como pano de fundo a toldar a relação com tudo isso. No fundo, trata-se da situação de alguém que queria acreditar mas que se sente desamparado(a)  pela realidade que contradiz as crenças em que sempre confiou. Durante algum tempo pode haver uma espécie de vazio  em que parece não haver mais nada em que acreditar. Em alternativa, você  pode querer ir conhecer o mundo, descobrir outras pessoas e outras culturas, fazer uma viagem de peregrinação a algum lugar associado às velhas fontes de sabedoria, para preencher o desejo de compreender a realidade segundo novos parâmetros. Em vez de estudar pelos livros, talvez prefira  aprender com a própria vida a desenrolar-se à sua frente.

Para aqueles que vivem numa relação próxima com o pai, este pode ser um momento difícil: se este foi até agora o exemplo ou modelo de orientação fundamental, neste  momento as suas fragilidades  vêm ao de cima e  você descobre as imperfeições desse modelo que não representa nenhuma verdade absoluta. Você pode encarar todos os saberes, incluindo a Filosofia e a Religião instituídas como devendo ser substituídos por outras fontes não convencionais de conhecimento e de sabedoria.

Assim, este pode ser um período de procura de crenças alternativas. As crenças convencionais serão encaradas como meramente instrumentais, tendo por função  mover a máquina que é a sociedade e todos os seus grupos sociais. Mas, estando focado(a) numa perspetiva individualizada de perceção da realidade, você precisa de uma abordagem diferente , agora.

Lembrando-nos de que Rahu estará em signo inimigo, deverá ter algum cuidado com as viagens, pois Rahu pode reduzir a sua sorte e criar situações desagradáveis nesse contexto. Do mesmo modo, deve ser visto o contacto, incluindo profissional, ou relacionado com a educação, com países estrangeiros, que pode por vezes não ser favorável.

Por outro lado, Ketu vai estar a transitar pela 3ª casa, uma casa de atenção aos pormenores imediatos do dia- a- dia e às notícias que passam rapidamente; dos desejos, dos irmãos, da comunicação, da escrita , das artes, etc. E esta é uma área  que agora vai ficar na sombra. Se, até agora gostava de  conhecer todos os pormenores do que se passa na sua vizinhança e se  estava sempre pronto(a) para «um dedo de conversa» com amigos e conhecidos,  agora isso parecerá demasiado superficial e talvez prefira a abordagem mais profunda de ciências como a Sociologia, a Política, etc. ou, numa perspetiva mais espiritual, da Filosofia, da Metafísica,  da Astrologia. Em vez de aceder a práticas habituais e convencionais, pode preferir ir ao fundo das questões, usando o pensamento, a intuição e a crítica..

Os irmãos mais novos, se existirem, também ficam agora por sua conta: melhor aprenderem por si próprios do que ficarem desiludidos mais tarde, no confronto com a realidade. Rahu faz surgir uma atitude muito crítica em relação a todos os desejos e iniciativas que desenvolveu antes  e agora leva a considerar  que esses desejos  estão esgotados e já não são capazes de continuar a motivá-lo (a) como dantes. Se, durante algum tempo,  você  se interessou por aprender e por praticar alguma arte, como tocar um instrumento musical, aprender dança, representação dramática, etc., agora tudo isso parecerá longínquo porque o seu interesse já não está aí. A vida «supérflua» do dia – a- dia não consegue motivar os seus desejos ou ações.

ajude-nos a melhorar, deixe o seu comentário