Personalidade Básica Ascendente Capricórnio Lua Gémeos e Sol Caranguejo

gemi

Continuamos a responder aos pedidos dos leitores, hoje analisando uma personalidade básica que combina os elementos Terra, Ar e Água.

O Ascendente no signo Capricórnio indica em geral uma pessoa com sentido prático, trabalhadora e ambiciosa, aspirando a atingir uma situação desafogada no plano material. Seja qual for a sua origem social, o impulso para «chegar ao topo» através do próprio esforço é muito forte e faz-se sentir desde cedo na vida dos nativos. Estes privilegiam a segurança material e as posses, boa posição social, etc., como os aspetos mais importantes das suas vidas. Apesar de alguns poderem sentir o apelo de uma vida ascética, a maioria deseja adquirir uma posição social elevada na sociedade de que fazem parte. Isto deve-se ao facto de Capricórnio simbolizar o zénite da vida material, o ponto máximo da materialização do ser, a partir do qual se inicia o «caminho descendente» da matéria para o espírito. Assim, a maioria sintoniza com os objetivos de alcançar o máximo de poder e de influência/riqueza no mundo material, mesmo que, para isso, tenha que trabalhar arduamente durante longo período.

Saturno, o regente de Capricórnio, atrasa o ritmo de tudo o que toca e, em geral, estas pessoas sobem a pulso e de forma lenta, acumulando os frutos do seu trabalho, de modo persistente e determinado.  Por valorizarem muito o «ter», estas pessoas não gostam de gastar dinheiro, tendo a fama (e o proveito, geralmente) de «forretas». Alguns poderão mesmo exagerar e viver de forma demasiado frugal e com poucos confortos, ao mesmo tempo que a sua conta bancária vai crescendo. Ter- dinheiro, bens móveis/imóveis, riqueza em geral- é uma experiência de poder pessoal para estas pessoas, de tal modo que podem tornar-se verdadeiras fanáticas do trabalho e da acumulação de riqueza, gastando apenas o necessário para ver reconhecido o seu estatuto pela sociedade. Sim, porque, para além de mostrar a sua importância aos outros pelas suas posses, obter uma boa imagem e reputação na comunidade é outro aspeto fundamental na vida destes nativos: não lhes basta lutar pela vida e saírem vencedores, é preciso que a comunidade reconheça isso e lhes dê o respeito e admiração que sentem ser-lhes devidos.

O signo Capricórnio é conservador e amante das regras e da estrutura da sociedade. Assim, os nativos influenciados por ele são em geral respeitadores das regras e convenções da sociedade, a menos que estas entrem em conflito com os seus interesses. Nesse caso são capazes de, secretamente, «viciar os dados do jogo», mantendo uma vida aparentemente imaculada e à qual corresponde uma posição e imagem respeitadas pelos outros enquanto, em segredo, quebram as regras que se opõem a atingir os seus objetivos. Estas pessoas podem deste modo ser dissimuladas  e esconder, por detrás da sua imagem de respeitabilidade irrepreensível, uma faceta fraudulenta   que mantêm escondida.

Os nativos com Ascendente Capricórnio são organizados e inteligentes, embora nem sempre muito adaptáveis, embora sejam capazes de desempenhar muitos tipos de atividades profissionais com o mesmo empenho, tanto em tarefas menos qualificadas como em cargos de gestão de recursos humanos ou de funções administrativas. O seu ponto fraco são os relacionamentos pessoais, que conduzem de forma desastrada, mostrando uma aparente frieza e distância quando desejam o contrário. Mas esta é uma lição que a maioria deles precisa de aprender ao longo da vida, até conseguir manifestar a dimensão emocional da sua vida com alguma naturalidade.

Quando, ao Ascendente Capricórnio se associa  a Lua em Gémeos, dois aspetos muito diferentes são obrigados a coexistir na personalidade, não sendo possível a sua harmonização plena. Capricórnio é sério, sóbrio, lento, silencioso, focando-se nos deveres e na estabilidade; Gémeos é ligeiro, compulsivamente comunicativo e curioso, sempre à procura de estímulos novos, sem se prender durante muito tempo a nenhum. É intelectual, um amante do discurso e da lógica, dos conceitos e do pensamento abstrato, ao passo que Capricórnio prefere ater-se aos factos, acha o pensamento e a «conversa» demasiado frívolos e «ocos»- age em vez de falar; enquanto Gémeos fala bastante mais do que aquilo que realiza em termos práticos.

Bom, existindo ambas as facetas na personalidade, terão que se manifestar «à vez», restando saber qual dos planetas «leva a melhor» sobre a personalidade- Saturno ou Mercúrio- em termos de tendências no comportamento e modo de sentir e de agir.

A Lua em Gémeos é sociável, bem humorada, arguta e rápida no pensar, aberta e extrovertida e pode melhorar a forma como, em geral , esta personalidade básica estabelece interações com os outros pois atenua o caráter sisudo de Capricórnio e dá mais jovialidade à sua expressão. Por outro lado, alguns aspetos de Gémeos- a compulsiva necessidade de falar mesmo que não haja nada de substancial para dizer, o excesso de nervosismo, a incapacidade de terminar o que  começou- por a atenção já estar envolvida com outra coisa- tudo isso se atenua com a seriedade e lenta determinação de Capricórnio que ajuda a gerir as energias pessoais focando-as num objetivo preciso e mantendo-as aplicadas na sua prossecução.

A Lua rege a 7ª casa e está colocada na 6ª. Esta não é uma posição muito feliz para as parcerias, indicando conflitos, separação, inimizade. Esta personalidade básica terá dificuldade em trabalhar em parceria e a vida conjugal será provavelmente fonte de preocupações. Em alguns casos o cônjuge é doente. Será difícil alcançar felicidade nas cooperações, a menos que a 7ª casa  ou o seu regente recebam o aspeto de planetas benéficos.

A Lua está colocada na 6ª casa. Esta posição da Lua gera orgulho em ser «perfeito (a) e eficiente em tudo o que se faz.  Há um empenho muito forte e aplicado em exceder-se a si mesmo (a) no desempenho da sua atividade profissional e este aspeto da sua vida é crucial para que a pessoa se sinta bem consigo mesma e segura  na sua autoestima. Pode haver um trabalho que exija grande perfeição nos pormenores e será aplicado grande esforço em ser proficiente em tudo o que envolve a sua realização. Alguns nativos poderão escolher trabalhar na área da saúde  ou da restauração. Esta colocação da Lua não favorece a saúde, especialmente durante a juventude. Alguns nativos com esta posição  têm que contar com inimigos persistentes ao longo da vida, que continuamente tentarão causar prejuízos. A relação com a mãe também pode ser difícil , ou esta pode ter uma vida cheia de dificuldades. O estado da Lua no nascimento- sobretudo se estava brilhante ou na fase da Lua cheia ou minguante- faz toda a diferença para avaliar os resultados da Lua: uma Lua brilhante permite vencer os inimigos e oponentes e competidores. Se estiver minguante e fraca, poderá sofrer humilhações causadas por essas pessoas.

Quando, ao Ascendente Capricórnio  e Lua Gémeos se associa o Sol no signo Caranguejo, temos mais um elemento bem diferente, a entrar na personalidade, o signo oposto do signo Ascendente. Este signo complementa muito bem o signo Ascendente, apesar das marcadas diferenças entre ambos, deixando a Lua um tanto «desligada» do núcleo da personalidade. A articulação entre Caranguejo e Capricórnio reforça as capacidades de organização e de gestão, podendo dar a estas pessoas grandes capacidades em cargos de gestão de organizações como clínicas, hotéis, etc.;  outro aspeto da personalidade que melhora com a articulação de ambos é a expressão emocional que se torna mais equilibrada, desde que tanto a Lua como Saturno estejam fortes no horóscopo. Porém, se ambos forem fracos ou estiverem associados com planetas maléficos, pode haver tendência  para a depressão e a melancolia, tornando-se mais  difícil manter o  foco nos objetivos traçados.

O Sol no signo Caranguejo sofre uma atenuação da sua agressividade natural, amaciando-se com as qualidades femininas que procuram cuidar e proteger e que precisam  de se alimentar também no plano emocional , indo para além dos meros objetivos materiais e materialistas. Embora exija um esforço de integração, com o tempo esta poderá ser uma personalidade básica bastante amadurecida e equilibrada.

O Sol rege a 8ª casa e está colocado na 7ª. Embora as opiniões se dividam entre os astrólogos védicos acerca do caráter maléfico  do sol para o Ascendente Capricórnio (com o sábio Parashara a defender que o Sol é neutro para este Ascendente, apesar de reger a maléfica 8ª casa) a experiência tem mostrado que raramente o Sol produz bons efeitos, sendo um maléfico natural regente da casa mais maléfica do horóscopo. Assim, a vida conjugal e as parcerias não são favorecidas por esta colocação do sol.  O casamento pode acabar em divórcio – litigioso, o mais das vezes- e as parcerias em geral também são dificultadas. Em alguns casos o cônjuge enfrenta problemas crónicos de saúde que lhe dificultam a vida- sendo necessário cuidar dele- ou outras dificuldades e obstáculos. A autoconfiança do parceiro é também em geral muito fraca, o que tende a irritar a personalidade com Ascendente Capricórnio, que tem dificuldade em compreender as fraquezas e inseguranças dos outros.

O Sol está colocado na 7ª casa.  Esta colocação indica a importância que estes nativos dão aos relacionamentos e parcerias, o ponto fraco das suas áreas de vida, podendo deste modo sofrer bastante pelas dificuldades encontradas nesta área.  Esta posição do Sol tradicionalmente também revela um casamento tardio e dificuldades para a sua realização. Obstáculos, oposição da família, diferenças de cultura, background social ou religião, interpõem-se muitas vezes aos intentos de levar por diante o relacionamento. E, apesar da importância que estes nativos dão a esta área das suas vidas, geralmente é difícil serem felizes no casamento e podem ser alvo de escândalo por parte do parceiro. Existe uma natureza sexual forte com esta posição do Sol e, em geral, estes nativos estão sempre num relacionamento, seja este contratualizado pelo casamento ou puramente físico.  O cônjuge tem muitas vezes um caráter duvidoso , além de uma personalidade dominadora.

A área dos relacionamentos é, deste modo, a área mais problemática da vida destes nativos, que terão que aprender lições específicas relacionadas com ela, durante a existência.

ajude-nos a melhorar, deixe o seu comentário