Personalidade básica Ascendente Sagitário Lua Gémeos Sol Touro

Personalidade básica Ascendente Sagitário Lua Gémeos Sol Touro

Analisamos a personalidade básica com  Ascendente Sagitário, Lua Gémeos Sol Touro a pedido dos leitores. Esta é uma personalidade básica em que os signos do Ascendente  e da Lua são complementares e é composta pelos elementos Fogo, Ar e Terra.

O Ascendente no signo Sagitário  produz uma personalidade otimista e generosa, pronta a ver o lado positivo das coisas e desejosa de  encontrar uma «raiz de bem» na matriz da realidade.  Tende a acreditar que todos os seres são, em essência, «bons» e que «o mal» resulta do sofrimento e da ignorância.  Estas pessoas podem, por causa disso, sentir um impulso interno para «salvar» as pessoas que identificam como mais próximas do «mal» e tendem a acreditar que um gesto amigável e um  sincero interesse por elas as poderá «curar» desse desvio, fazendo-as regressar à sua «verdadeira natureza». E, sem dúvida que, em muitos casos, isso pode acontecer.  Mas não em todos nem sequer na maioria e, de cada vez que esta personalidade surpreende alguém com evidências de escolher livremente ser «má», a perplexidade que sente é tão grande que lhe custa  acreditar que isso seja real.  Isto acontece porque Júpiter, o regente de Sagitário, está fortemente imbuído da «ordem do bem» , da salvação e da compaixão que une todos os seres e este impulso para ver  união entre todos os seres é tão forte que estas pessoas sentem dificuldade em entender que, no mundo em que vivemos, o bem e o mal são relativos e nem sempre fáceis de entender.

A personalidade de Sagitário é naturalmente inclinada para a procura da sabedoria, para encontrar a resposta para os grandes mistérios da vida, tando a vida humana como a vida cósmica. Daí o interesse destas pessoas pela Filosofia e pela Metafísica. Sentem que a realidade material é apenas uma faceta, uma fase da vida e que é preciso escrutinar mais além, para encontrar  os fundamentos e as «razões de ser» de tudo o que existe. Ao fazê-lo, estes nativos exprimem o desejo de se libertar dos constrangimentos da vida física, descobriram já a dimensão espiritual da vida e a atração por esta começa a ser forte, fazendo nascer a vontade de se tornarem «neófitos» de uma nova forma de vida: aquela que  começa com o despertar espiritual, com a consciência de que cada um é este corpo  físico e mais do que este, é anseio por alcançar as raízes divinas que lhe dão esperança de  libertação e de liberdade.

Sagitário descobre-se livre através da tomada de consciência de si próprio como sendo um espírito e não apenas um corpo material mas sente igualmente que, sozinho não pode viver inteiramente essa liberdade: todo o conjunto dos seres terá que seguir o mesmo movimento em direção ao espírito caso contrário a liberdade não passará de uma mera ideia vivendo apenas na sua mente. Por isso sente o impulso de ensinar, de dar a conhecer o seu exemplo, de pensar com os outros para que estes refaçam, na sua própria mente, as mesmas descobertas que ele já faz na sua. Apenas quando nasce a ideia de querer ser livre- e ela nasce no signo Sagitário- é possível ir mais além, ultrapassar os apegos que nos impedem de saber que somos mais do que todas as pequenas rotinas do dia-a-dia, as obrigações e até a ligação à Terra onde nascemos e à comunidade que nos habituámos a considerar como o nosso mundo e «partir», viajar pelos longos espaços distantes, à procura de outros horizontes que nos abram as possibilidades de ser. A Liberdade começa na mente mas não pode terminar aqui sob pena de fracassar.

Quando, ao Ascendente Sagitário, se associa a Lua no signo Gémeos compreendemos que, para esta personalidade, tão importante como saber encontrar a ligação entre todos os seres numa visão relacional de tudo e de todos , é a discriminação e a capacidade de análise dos pormenores, a agudeza mental que escrutina , avalia e conceptualiza, dando desse modo a ver o todo e cada uma das partes, numa compreensão que pode ser privilegiada acerca da realidade.

A Lua em Gémeos faz deste nativo um orador nato, um comunicador, alguém que tem o dom da sabedoria e da palavra, combinando o melhor de cada um de modo a atingir a maestria  na disseminação do saber. Estas  pessoas são faladoras e/ou escritoras compulsivas, sentem uma necessidade premente de contar, narrar, ensinar, «passar a palavra», dependendo por isso sempre de um interlocutor pois não falam para si mesmas , falam para um público que desejam influenciar e marcar com os seus ensinamentos. E conseguem comunicar de forma eficiente com vários tipos de público, incluindo os jovens e adolescentes.

A Lua rege a 8ª casa e está colocada na  7ª casa. Esta não é uma posição muito feliz para os que desejam harmonia no casamento e nas parcerias pessoais de todos os tipos.  O signo Sagitário não é um dos mais aficionados pelo casamento mas esta posição da Lua torna isto ainda menos atrativo. É provável que o casamento dê em divórcio, caso se realize ou que enfrente continuamente problemas, desentendimentos, situações infelizes. O mesmo pode acontecer nas parcerias de negócio.  Em alternativa, o parceiro pode enfrentar todo o tipo de obstáculos e dificuldades ou sofrer de doença crónica, de falta de autoestima e confiança, etc.

A Lua está colocada na 7ª casa. Esta posição da Lua «troca as voltas» ao modo de ser habitual de Sagitário pois foca o sentido de segurança no parceiro – de casamento e/ou de negócios- retirando-lhe uma boa parte do seu desejo de liberdade e de não ser restringido por nada nem ninguém.  Esta pessoa tende deste modo a apoiar-se no parceiro. O problema é que, neste caso, o parceiro tende igualmente a não ser capaz de lhe dar o apoio necessário e, por isso, os relacionamentos pessoais serão uma fonte de crise e igualmente de transformação pessoal destes nativos. Podem ser igualmente fonte de grande frustração a nível emocional. Estando a Lua no signo Gémeos, esta precisa de verbalizar constantemente ; ora, pode bem ser este um dos fatores de frustração, a falta de verdadeira comunicação com o parceiro por falta de entendimento mútuo.  Sendo a Lua regente de uma casa maléfica como a 8ª (apesar de mestres como Parashara  a declararem «neutra» e não maléfica para este Ascendente) a verdade é que a experiência mostra que o regente da 8ª casa prejudica sempre os significados da casa onde está colocado, neste caso, o parceiro- cônjuge em primeiro lugar e outros parceiros em segundo.  Por outro lado, o aspeto que lança para a 1ª casa também prejudica a saúde do nativo, dando ao mesmo tempo instabilidade emocional e geral nas condições de vida. Esta personalidade poderá sentir frequentemente que não controla as circunstâncias da sua vida e , apesar de poder casar diversas vezes, o mais certo será que as dificuldades em preencher as necessidades emocionais permaneçam. Mas poderá  igualmente acontecer receber indemnização do parceiro/cônjuge (em caso de divórcio por ex.).

Quando, ao Ascendente Sagitário e Lua em Gémeos se associa o Sol no signo Touro temos um elemento que ajuda esta personalidade a ter uma orientação prática e orientada para prosseguir os seus objetivos com persistência e determinação. Na verdade, nem o signo Sagitário nem o signo Gémeos têm grande aptidão para a realização de tarefas de ordem prática pois são ambos pensadores e comunicadores. São também muito rápidos nessa atividade mental. Porém, o signo Touro gosta da dimensão física de ser, de aplicar as mãos no trabalho, de lidar com os objetos concretos e com a terra, elemento da materialidade propriamente dita. E, nesta tendência, nunca deixa ir o pensamento além da dimensão material com a qual está ocupado. Isso pode ter por consequência que os excessos de pensamento e de linguagem desta personalidade são moderados através do trabalho manual mais lento e estável.

O Signo Touro deseja encontrar satisfação no trabalho realizado, satisfação por estar vivo num corpo material e capaz de sentir. Foca-se nos sentidos e em todo o prazer que estes podem alcançar. Anseia por riqueza, status, posses,  o melhor que a vida na Terra pode dar. E isto pode entrar em contradição com a tendência mais espiritual do signo Ascendente e o resultado disso só pode ser previsto com uma análise total do horóscopo. A forma como esta personalidade lidará com  a tendência para , por um lado, obter o máximo de satisfação possível pela vida na Terra  pelo trabalho realizado e, por outro, o desejo de se afastar de tudo isso e buscar um outro sentido para a vida que não se reduza a ter mais dinheiro, uma boa posição social e comida e bebida à discrição.

O Sol rege a 9ª casa e está colocado na 6ª casa O Sol é o planeta mais benéfico para o Ascendente Sagitário e, se é verdade que o Sol, em geral ,se dá bem quando colocado na 6ª casa, não é menos verdade que, enquanto regente da 9ª casa da sorte, esta posição arruína os significados da 9ª casa. Em primeiro lugar, esta posição indica problemas no relacionamento com o pai ou doença do pai que pode ter uma saúde muito frágil. O nativo terá também pouca sorte, poucas oportunidades na vida, pode desgostar-se da religião e perder o otimismo. Em alternativa, o pai pode ser médico. Os assuntos da 6ª casa florescerão com o Sol aqui. Deste modo, é de esperar que o nativo tenha bons empregos e bons colegas ou colaboradores e subordinados, que obtenha benefícios de tios maternos, se existirem. Por outro lado, fará poucas viagens  e pode ter inimigos poderosos, que vencerá desde que o Sol e a 6ª casa não recebam aflições.

O Sol está colocado na 6ª casa.  O Sol nesta casa dá bons resultados, que irão melhorando com o tempo, desde que não receba maus aspetos. A saúde é boa e a pessoa terá boa reputação na área profissional. Os competidores e inimigos serão vencidos. O nativo pode dedicar-se a uma carreira envolvendo a saúde e a prática de medicina. Pode existir grande necessidade de aperfeiçoamento pessoal e de purificação, através do uso de dietas e exercício físico.

Globalmente, esta é uma personalidade que tem bom potencial de crescimento, passando por algumas crises em que terá que escolher entre orientações que podem ser opostas. Trata-se de uma personalidade prestes a «mudar de ciclo de experiências» e de rumo de desenvolvimento , de acordo com as escolhas que fizer.

ajude-nos a melhorar, deixe o seu comentário