Trânsito de Júpiter 2017-18 Ascendente Capricórnio

trânsito d Júpiter 2017-18 Ascendente capricórnio capa

No próximo mês de setembro, mais precisamente no dia 11, Júpiter abandona o signo Virgem, entrando no signo Balança onde irá permanecer até ao dia 11 de outubro de 2018.

Júpiter estará, durante este novo trânsito, no signo de Balança onde, mais uma vez, estará num signo inimigo embora Vénus não seja inimigo de Júpiter. é Júpiter que sente inimizade contra Vénus pois a sua natureza espiritual é oposta à natureza materialista e sensual de Vénus. Daqui, Júpiter lança aspeto para os signos Aquário, Carneiro e Gémeos. Deste modo, todos os signos de Ar estarão implicados neste novo trânsito de Júpiter e, desse modo, a ênfase será nos conhecimentos, ideias, valores que Júpiter fará expandir para revitalizar os relacionamentos e as interações humanas uma vez que os signos de Ar são, essencialmente, signos humanos e de interação e comunicação. Aprender, ensinar, disseminar esse conhecimento são fatores fundamentais deste novo trânsito de Júpiter. Mais harmonia, diálogo e comunicação com abertura mental poderão ser muito benéficos para a forma como a humanidade em geral e cada um de nós se liga e interage com os outros.

Para ler o artigo sobre os efeitos gerais do  novo trânsito de Júpiter, por favor clique aqui.

Trânsito de Júpiter 2017-18 Ascendente Capricórnio

Apresentamos os efeitos gerais do trânsito de Júpiter 2017-18 para o Ascendente Capricórnio.  Júpiter  rege a 3ª e a 12 ª casas do seu horóscopo e vai transitar pela 10ª casa. A 10ª casa relaciona-se  com  a profissão, a carreira e a vocação, com o modo de ganhar o sustento, com promoções, fama, status e a estima pública que é dedicada ao indivíduo, com o poder, a posição social e a honra atribuídos, com o karma criado nesta vida, com a autoridade, o patrão, o governo, a residência no estrangeiro. Os significados referidos conhecerão uma expansão com este trânsito de Júpiter.

Ao longo deste novo trânsito de Júpiter o seu otimismo , motivação e desejo de correr riscos, de fazer alguma coisa nova e começar novos projetos irão aumentar. Júpiter vai expandir os seus horizontes e vai fazer nascer novas ambições, empreender, iniciar alguma nova aventura no plano dos negócios. A cautela habitual que leva a ponderar muito bem qualquer tipo de mudança será menos notada e o desejo de deixar entrar novo fôlego na sua vida poderá trazer um entusiasmo que você talvez não sentisse há bastante tempo, escudado (a) na sua armadura rotineira de precauções e de velhos hábitos. Sentir-se-á mais jovem outra vez e essa alegria pode animar a sua vida.

Por outro lado, a regência da 12ª casa por Júpiter é indicativa da necessidade de contactar com pessoas, lugares, conhecimentos de origem estrangeira. Este é um ano em que você poderá andar em constante movimento, ora fazendo longas viagens para o estrangeiro ora viajando em curtas distâncias. E o motivo? Claro, só podia ser o trabalho. O seu trabalho, sempre tão omnipresente, vai continuar a ser um foco central na sua vida. Talvez mais o trabalho do que os seus frutos ou ganhos porque este pode ser um ano em que as despesas vão fazer-se sentir, desta vez por causa da carreira, do trabalho ou da profissão. Seja qual for o motivo, nem a habitual «forretice»  ou, como você prefere chamar-lhe «parcimónia» nos gastos vai conseguir impedir que as suas reservas financeiras diminuam sob a influência do trânsito de Júpiter. Pode acontecer que isso suceda pela necessidade de melhorar a sua imagem pública, de manter o status e a reputação que veio construindo. Por vezes é preciso gastar para criar uma marca que seja vista como fiável e com boa reputação, antes de ganhar. O certo é que Júpiter significa, para os nativos com Ascendente Capricórnio, a expansão das despesas, onde quer que se encontre.

A vida familiar  pode ser marcada por um certo abandono, durante este período, cedendo lugar ao trabalho ao invés de mais tempo passado com a família.

A primeira parte do trânsito de Júpiter, entre 11 de setembro e 14 de outubro, quando Júpiter transitar pelo Nakshatra de Chitra, poderá ser bastante favorável para a criação de algum novo projeto pois melhora e promove a criatividade e, se trabalha numa área artística, pode ser um período em que o que faz para exprimir algo novo e belo seja fonte de grande satisfação pessoal;  também pode permitir alcançar mais rendimento alternativo. Será um bom período para usar os seus conhecimentos e conexões sociais para aumentar a projeção e visibilidade públicas.

Entre 14 de outubro e 16 de dezembro, quando Júpiter transitar pelo Nakshstra de Rahu, Swati, o desejo de ter ou de alcançar alguma coisa que cobiça há muito pode levar a tomar decisões pouco racionais e que podem ser fonte de prejuízo. A influência de Rahu pressiona para  se movimentar, para procurar alcançar recursos e sucesso «doa a quem doer». Aparecer como um mestre de sabedoria, um «guru» da vida religiosa ou espiritual, como empreendedor com negócios além- fronteiras são algumas das formas que a energia de Rahu pode assumir. Resista a todas as que já testou antes e sabe que não serão bem sucedidas a longo prazo. As viagens de longa distância podem deixar-lhe a carteira vazia, se não souber resistir-lhes. Você pode também cultivar a imagem do «asceta»  e obter, a partir daí, certas vantagens na forma como os outros o (a) veem mas lembre-se de que é preciso mais do que «a veste» para fazer um monge. Para alguns pode, no entanto, ser um período de intensa descoberta espiritual e a prática de meditação e o desenvolvimento espiritual podem ser encarados genuinamente como desejo de mais perfeição e não meramente  como estratégia de poder  para usar no plano material.  Contudo, antes de decidir «ir viver para  um convento» respire fundo e deixe passar algum tempo para ver se é realmente isso que o seu desejo lhe pede.

A partir de 16 de dezembro e até ao final do trânsito, Júpiter vai transitar pelo Nakshatra de Vishakha, que ele próprio rege.  E os efeitos dependem muito do tipo de personalidade que você tem, já que podemos encontrar o materialista mais calculista ou o asceta que renuncia ao mundo, sob a influência de Capricórnio.  Quando Júpiter transitar pelo 2º pada deste Nakshatra, que é um pushkhara navamsa, poderá ser ganho bastante dinheiro ou outros bens (conservá-lo é que já é outra estória) mas, até 11 de outubro, quando terminar este trânsito,  a pressão das despesas poderá fazer-se sentir em força. Para os mais espirituais, este pode ser um tempo de separação em relação ao mundo e às atividades mais materiais e um envolvimento em atividades religiosas de meditação. Para os mais «terra a terra», poderá fazer-se sentir de quando em vez um sentimento de separação e de solidão, de corte com a vida «exterior», seja por razões de saúde seja por qualquer outra razão   como fazer parte de uma comunidade (geralmente associada à profissão) na qual se sente estrangeiro (a) ou isolado (a).

A partir da 10ª casa Júpiter lança aspeto para a 2ª, 4ª e 6ª casa.  O desenvolvimento de conhecimentos e competências, a vida familiar e o bem estar subjetivo  o trabalho e a relação com os colaboradores e subordinados serão temas importantes ao longo deste trânsito de Júpiter, tanto nos aspetos positivos como negativos, dependendo do modo como encara estas áreas da sua vida e dos esforços que faz para ser positivo (a) nestas questões.

.Saturno, o planeta lento  cuja ação anda a par com a de Júpiter, está a transitar pela 12ª casa , em Sagitário, uma casa que  está associada com a procura da espiritualidade e  da  transcendência, com o regresso da alma ao plano espiritual . Júpiter vai levar este desejo de transcendência e de espiritualidade para a 10ª casa, de acordo com a natureza da personalidade. Para os mais materialistas poderá ser um tempo de se sentir isolado «no topo» de uma organização ou instituição, como se não fizesse realmente parte dela.

Nem Saturno nem Júpiter estarão em aspeto um com o outro a não ser pelo facto de, ao transitar pelo signo de Júpiter, Saturno sofrer a influência deste nos efeitos que produz.

ajude-nos a melhorar, deixe o seu comentário