Óleo Absoluto de Jasmim

óleo de Jasmim

O óleo essencial de Jasmim é extraído das flores do Jasmim,  Jasminum Officinale o nome científico do jasmim vulgar, havendo outras variedades mas que não são usadas para este fim.  O processo de extração do óleo é conhecido como «extração absoluta» das flores, que usa um álcool de cereais para extração do óleo, pois o processo habitual de destilação a vapor danificaria os óleos da planta. Este é um óleo mais raro e caro. O álcool evapora e, no seu lugar, ficam apenas os óleos das flores. O nome mais correto para este óleo é «óleo absoluto de Jasmim».

O Jasmim e as suas flores delicadas, que emanam um aroma forte e doce , é associado ao amor e ao romance nos países do médio oriente, sendo esta uma das flores mais conhecidas e apreciadas. Mas o Jasmim  tem mais propriedades do que simplesmente inspirar poetas  e pares românticos, sendo também uma planta bastante útil para a saúde.

O aroma do Jasmim tem efeitos antidepressivos, combate a depressão e eleva o humor para estados de alegria e desperta até, segundo os peritos, uma atmosfera de romance.  Isto explica-se pelo efeito que o aroma do óleo de jasmim tem sobre a secreção de hormonas de bem -estar como a serotonina.

O óleo de Jasmim tem propriedades antisséticas e desinfetantes. Componentes como o ácido benzóico e outros têm ação germicida, bactericida, fungicida e antiviral.  Assim, quando aplicado externamente sobre feridas, previne que estas se tornem séticas. Quando é inalado, ajuda a debelar infeções respiratórias alivia constipações e a tosse.

Tem propriedades cicatrizantes e ajuda a desvanecer marcas e cicatrizes na pele, bem como tem ação eficaz, segundo os peritos, no acne e na eliminação de estrias durante a gravidez.

As propriedades expectorantes ajudam a libertar mucosidades e a aliviar a tosse. Alguns afirmam que ajuda a eliminar o ressonar durante o sono, pois promove a de congestão nasal e  liberta o trato respiratório.

É um auxiliar eficaz do sono, ao associar propriedades antiespasmódicas, sedativas e expectorantes, permitindo desse modo um sono tranquilo e descansado e aliviando a insónia.

É considerado útil no combate às dores menstruais e para regularizar estes ciclos, ao mesmo tempo que, segundo se diz, atrasa a menopausa.

Outra característica considerada muito útil neste óleo essencial é a sua eficácia para tratar pele seca, desidratada ou fragilizada- promove a saúde da pele, sendo útil no tratamento do eczema ou dermatite. No entanto, para os que têm peles sensíveis, será necessário testar primeiro o uso deste óleo pois pode causar irritação. Estas pessoas não deverão usar o óleo de Jasmim no tratamento de feridas pelas mesmas razões.

Alguns aconselham o uso do óleo absoluto de Jasmim no parto, pois este fortalece as contrações tornando mais curto o período de espera até ao nascimento. Também se diz que o uso deste óleo ajuda a prevenir a «depressão pós parto». Porém, não deve usar-se na gravidez, devido às propriedades emenagogas.

Este óleo é um anti espasmódico, aliviando espasmos e dores causadas nos intestinos e outros locais do corpo e também os causados por problemas respiratórios como a asma.

As características sedativas do óleo  de Jasmim fazem dele um antidepressivo, capaz de reduz a ansiedade e o stress no plano mental e as dores e incómodos físicos no corpo. Alguns aconselham-no para ajudar os que sofrem de dependência de drogas e narcóticos.

Internamente, os peritos dizem que é útil  o seu uso pelas mulheres pelas propriedades tonificantes do útero e a promoção de secreções hormonais que ajudam a saúde do útero.

Jasmim flores

Como Usar o Óleo  de Jasmim

Como com qualquer outro óleo essencial, não se esqueça de testar primeiro numa zona do braço, o óleo e esperar até ao dia seguinte para ver se não tem nenhuma reação alérgica. Não deve ser usado na gravidez.

As pessoas alérgicas ao Jasmim, não deverão, obviamente, usar este óleo.  Por ter propriedades sedativas e  altamente relaxantes, não deve usar-se muito concentrado, devendo ser diluído.  Não use o óleo de Jasmim internamente, use-o apenas em aplicações externas.

Pode misturar 1 gota ao condicionador de cabelo e aplicar  no cabelo e escalpe para nutrição e hidratação do cabelo;

Adicione 1 ou 2 gotas de óleo de Jasmim a 10 ml de óleo de amêndoas doces e aplique nas rugas e linhas do rosto e também no decote antes do creme hidratante.

A mesma mistura pode aplicar-se no pulso para aliviar a tensão e levantar o humor.

Coloque um pouco de óleo diluído nas palmas das mãos e leve as mãos acima do nariz e inale profundamente para alívio de problemas respiratórios  constipações dores de garganta.. Pode massajar na zona do chakra cardíaco para desenvolver sentimentos positivos de esperança e amor.

Massaje o abdómen com uma gota diluída em óleo de amêndoas doces ou de coco para alívio dos sintomas menstruais e para ajudar a evitar as estrias na pele..

Coloque 1 gota no difusor misturada com  1 gota de óleo de patchouli e 1 gota de óleo de  laranja  para manter uma atmosfera romântica no ambiente.

flores de Jasmim 2

Uso Metafísico do Óleo Essencial de Jasmim

As propriedades metafísicas do óleo essencial de Jasmim relacionam-se com o amor, os sonhos e o dinheiro.  Sendo um antidepressivo e um sedativo, o óleo absoluto de Jasmim liga-se fortemente com a dimensão emocional . A tradição diz que  torna a mente mais consciente e ajuda os desejos do coração a vir até á luz, com assistência angélica. É considerado uma das fragrâncias angélicas, associada aos seres de luz e com ligação ao amor e compaixão.  Diz a tradição que usar perfume de Jasmim atrai o amor e usar o mesmo perfume com intenção de atrair dinheiro, realmente atrai dinheiro;  do mesmo modo, se colocar algumas gotas de óleo de jasmim na água do banho  isso atrairá sonhos proféticos e um sono descansado. Também consta  que o perfume do jasmim desperta a imagem absoluta do feminino num homem.

Óleo Essencial de Hissopo

Óleo essencial de Hissopo

Este óleo essencial é extraído pelo processo de destilação a vapor das folhas e flores do arbusto cientificamente designado por Hyssopus Officinalis ou Hissopo na linguagem vulgar. Trata-se de uma planta que era considerada sagrada em tempos antigos. Cresce espontaneamente na Europa central e do Sul  e no Mediterrâneo e é citada no velho testamento pelas suas propriedades purificadoras. No passado era usada pelos leprosos antes de receberem visitas dos parentes que não sofriam da doença para assegurar que estes não ficariam contaminados.

A ciência de hoje, que conhece as substâncias químicas que se encontram na planta, confirma as suas propriedades terapêuticas :

As propriedades adstringentes têm uma acção de contração na pele, gengivas, abdómen, músculos, intestinos, vasos sanguíneos etc. e  torna-os mais firmes ajudando a retardar os efeitos do envelhecimento.

O Hissopo é um antiespasmódico e o seu óleo essencial ajuda a aliviar espasmos no trato respiratório e também os de origem nervosa e muscular, cãibras, espasmos intestinais ,reduzindo os efeitos das convulsões, segundo os peritos. Ajuda igualmente a reduzir a dor abdominal aguda.

O óleo de Hissopo melhora a circulação do sangue e, por isso, também auxilia no tratamento de reumatismo, artrite, inchaço e gota.

Aplicado nas feridas, a sua ação antissética previne a infeção das feridas. Além do mais, tem uma ação cicatrizante, ajudando a desvanecer cicatrizes de feridas,  de picadas de insetos etc..

É também facilitador da digestão, aumentando a produção de sucos gástricos e acelerando a decomposição e absorção dos nutrientes pelo organismo.

Tem acção diurética, ajudando o organismo a libertar toxinas , excesso de água e sódio e aumentando a frequência e o volume de urina. Ajuda também a digestão e diminui a produção de gás.

Tem acção emenagoga, isto é facilita o processo de menstruação, tornando-a mais regular e reduzindo as dores e mal -estar associados.

A sua ação expetorante ajuda no alívio e cura dos sintomas da constipação e inflamação da garganta, asma e bronquite. Também é eficaz em infeções como eczema e dermatite.

O óleo essencial de Hissopo tem acção carminativa ajudando a reduzir os gases e aliviando os sintomas de estômago pesado. Em caso de infeção, também ajuda a reduzir a febre pela sua ação desinfetante.

O óleo essencial de Hissopo tem acção hipertensiva, isto é, aumenta a pressão arterial ,razão pela qual não deve ser usado por pessoas hipertensas. É, no entanto, útil para os hipotensos, evitando sintomas como náuseas e vómitos por causa da tensão baixa.

Possui uma acção tónica sobre o sistema nervoso, ajudando a manter a sua boa saúde. Tem igualmente uma ação estimulante sobre as diversas funções do organismo incluindo o sistema endócrino e excretório. Isto contribui para o bom funcionamento geral do metabolismo.

O óleo de Hissopo é ainda sudorífico, aumentando a transpiração e, desse modo, ajudando a libertação de substâncias tóxicas do organismo.

Os peritos referem ainda a sua ação vermífuga que mata os parasitas intestinais.

O óleo de Hissopo pode é usado na  indústria cosmética, entrando na composição de perfumes e sabonetes.

Hissopo

Como Usar o Óleo Essencial de Hissopo

Pessoas sofrendo de Hipertensão, Epilepsia e perturbações nervosas não devem usar este óleo essencial. Mulheres grávidas  ou a amamentar também não deverão usar este óleo, a não ser que seja especificamente indicado por um médico ou especialista em aromaterapia. Como referimos antes, o óleo de Hissopo aumenta a pressão arterial e pode propiciar convulsões nas pessoas com epilepsia. As crianças, especialmente com menos de 5 anos, não devem usar este óleo, que pode causar febre, sensibilização e irritação da pele ou mesmo convulsões. Este óleo, segundo os peritos, não deve ser ingerido, devendo aplicar-se apenas externamente. O componente pinocamphone pode tornar este óleo tóxico, se for usado em dosagens demasiado concentradas. Esses efeitos tóxicos fazem-se sentir no sistema nervoso e podem dar origem a convulsões que, em casos extremos, podem causar a morte. Assim, deverá ser diluído e usado em doses baixas.

Antes de usar este e outros óleos essenciais, não se esqueça de testar numa zona do braço, uma pequena aplicação com  óleo diluído e esperar até ao dia seguinte para ter a certeza de que não há reação alérgica.

Para alívio da fadiga e dores no corpo, coloque duas gotas do óleo essencial de Hissopo no banho. Também ajuda a dormir uma noite descansada.

Para alívio das dores menstruais ou da menopausa, misture 3 gotas de óleo de Hissopo com uma colher de sopa de óleo de amêndoas doces ou de coco ou azeite virgem  e massaje  o abdómen. Se massajar o estômago com este óleo também alivia as dores de estômago e o mesmo acontece quando tem dores musculares: massaje os músculos doridos para alívio da dor.

Em estados febris, misture 2 gotas de óleo de Hissopo com 5 ml de óleo de coco e massaje a planta dos pés para reduzir a febre.

Para alívio de constipações, dores de garganta e para limpar  o trato respiratório junte 2 gotas de óleo de Hissopo com água quente e respire este vapor. Também reduz a congestão nasal.

Para reduzir marcas e cicatrizes na pele, adicione 1 gota à loção ou creme e aplique nas zonas afetadas.

Hissopo planta

Uso Metafísico do Óleo Essencial de Hissopo

A tradição relaciona o Hissopo com as propriedades de cura, protecção e purificação.  É considerada uma erva sagrada que desperta  o coração , ajudando a desenvolver a tolerância e o amor incondicional. Permite a clareza espiritual. É considerada uma das fragrâncias angélicas.

Segundo a metafísica tradicional, o óleo essencial de Hissopo ajuda a limpeza emocional   e o processo de remoção de sentimentos de culpa, medo, etc. ; ajuda a perdoar-se a si mesmo e a afastar os sentimentos negativos que impedem a pessoa de se ver numa perspectiva mais positiva

O Hissopo é a erva mais usada para fins de purificação, podendo usar-se de diversos modos: no banho, misturando-se algumas gotas; nas pedras e cristais (ou outros objectos) adicionando-se 3 a 5 gotas num recipiente onde se colocam as pedras; em saquinhos com ervas de purificação, adicionando-se 3 a 5 gotas e transportando os saquinhos na mala; no queimador ou difusor, colocando 3 gotas e permitindo que o aroma se espalhe pela casa para proteção e purificação.

Óleo Essencial de Gengibre

Óleo Essencial de Gengibre

O Gengibre é uma das plantas mais usadas na alimentação, como especiaria, para dar sabor, para produzir bebidas e para fortalecer a saúde, em todo o mundo. O seu nome científico é Zingiber Officinale e, embora seja muitas vezes designado por «raiz de Gengibre», na verdade a parte que é usada é um rizoma. Na cultura ocidental, o gengibre usa-se frequentemente nos doces e bolos e também para produzir bebidas alcoólicas, como a cerveja de gengibre ou o vinho de gengibre. Nas culturas orientais, no entanto, o gengibre usa-se como especiaria e para aromatizar o chá e o café.  O aroma de gengibre  tem sido desde tempos antigos usados para fabricar perfumes.

O óleo essencial de Gengibre é um dos remédios mais antigos no médio oriente onde tem sido usado desde há mais de 2000 anos para curar inflamações e diarreia. O Gengibre é nativo das regiões asiáticas. Estima-se que terá sido cultivado primeiro na região sul da Ásia, tendo-.se estendido posteriormente à região este da África e do Caribe. O óleo essencial extrai-se por destilação a vapor dos rizomas da planta. O óleo extraído do Gengibre fresco é mais forte.

O Gengibre é uma planta perene que dá flores vermelhas exuberantes que são usadas com fins decorativos nos festivais sazonais do Pacífico Sul. Atribui-se à rainha Isabel I de Inglaterra a invenção dos «homenzinhos de gengibre», tendo os primeiros sido feitos para se parecerem com membros notáveis da corte.

Considera-se que o Gengibre e o seu óleo essencial são excelentes para melhorar a saúde dos ossos e aliviar as dores quando há sintomas de osteoartrite ou processos inflamatórios nas articulações, especialmente nos joelhos.  Os peritos consideram que o Gengibre é, a este nível, tanto preventivo como curativo.

Pela acção que exerce no estômago, ao  prevenir os espasmos e os gases, o Gengibre e o seu óleo aliviam em situação de diarreia e de dores causadas por excesso de formação de gases.  É também um excelente facilitador da digestão, ajudando a reduzir os picos de açúcar e promovendo a absorção dos nutrientes e minerais dos alimentos. É também considerado como estimulante do apetite.

Segundo os peritos, os mesmos componentes que fazem do gengibre um anti-inflamatório, também ajudam a prevenir o cancro, sobretudo do cólon e dos ovários.

A acção sudorífica que faz aumentar a quantidade de suor também ajuda o organismo a desintoxicar-se e ,recentemente, descobriu-se que o suor das pessoas que ingerem gengibre contém agentes antibacterianos e antivirais que deixam uma camada protetora na pele.

o Gengibre é  considerado um afrodisíaco ; também combate as cólicas menstruais. é apontado como eficaz no combate às náuseas e o enjoo das mulheres grávidas. A sua ação na redução das prostaglandinas é eficaz também na redução das dores de cabeça e cólicas em geral. É também um agente que aquece o corpo, sendo por isso apropriado para tomar em chá, no inverno ou quando é necessário aumentar o conforto corporal em situação de frio.

Gengibre planta com flores

Usos e Precauções do Óleo Essencial de Gengibre

Antes de usar este e qualquer outro óleo essencial, teste a sensibilidade da sua pele, colocando uma pequena porção do óleo diluído no braço e aguarde até ao dia seguinte para ver se há alguma reação alérgica. As pessoas com problemas na vesícula biliar como cálculos biliares  não devem  usar o óleo de gengibre sem supervisão especializada pois o óleo promove a libertação da bile. Mulheres grávidas, epiléticos, pessoas com doença de fígado ou cancro ou qualquer condição médica especial apenas devem usar óleos essenciais sob supervisão de um especialista em aromaterapia. Este óleo, tal como qualquer outro, não deve ser usado puro, devendo diluir-se num óleo de transporte como óleo de coco ou óleo de amêndoas doces.

Para ajudar a digestão, coloque 1 ou 2 gotas diluídas numa colher de sopa de óleo de amêndoas doces  e massaje no estômago ou na planta dos pés.

Para alívio do enjoo em viagem, colocar 1 ou 2 gotas de óleo de hortelã pimenta e de óleo de gengibre em pequenas bolas de algodão e trazê-las à mão para cheirar quando necessário.

Coloque 2 ou 3 gotas num difusor ou numa bola de algodão e inale para efeitos gerais revitalizantes da mente, corpo e espírito.  Também alivia a sinusite, dores de garganta e descongestiona o nariz aliviando também as náuseas.

Adicione 2 ou 3 gotas de óleo essencial de Gengibre a 30 ml de óleo de coco ou de amêndoas doces e use como óleo de massagem para alívio de dores nas costas , artrite, dores musculares, reumatismo etc. Esta massagem tem ainda o efeito adicional de melhorar a circulação sanguínea.  Pode igualmente colocar um pouco deste óleo de massagem numa compressa quente e colocá-la nas zonas afetadas.  Pode igualmente aliviar as dores abdominais e diminuir os gases massajando a zona do abdómen com este óleo.Gengibre planta

Como Fazer o seu óleo de Gengibre

Passe por água  uma chávena de gengibre com  pele e deixe secar . Deite azeite virgem de oliveira, se possível extraído a frio, num recipiente que possa ir ao forno e raspe o gengibre com um ralador de queijo para dentro do recipiente com o azeite.  Misture bem. Coloque esta mistura no forno em baixa temperatura- 150º-  durante 2 horas.  Deixe arrefecer e passe a mistura por um coador para separar o óleo da planta. Transfira o óleo obtido para frascos esterilizados e guarde em local frio e seco. O óleo assim obtido tem a duração de 6 meses. Este óleo não precisa de ser diluído pois é menos forte do que o óleo extraído por destilação a vapor.

Gengibre rizoma

Uso Metafísico do Óleo Essencial de Gengibre

O óleo essencial de Gengibre é conhecido pelos efeitos positivos a nível emocional e, segundo a tradição, espiritualmente relaciona-se com a coragem, empatia, otimismo, abundância,  cura,  amor e  sucesso.

Segundo a tradição, abre caminhos novos com coragem e  gera empatia que vem do coração. Esta  é considerada uma das fragrâncias angélicas. O folclore afirma que este óleo traz a proteção dos nossos guardiães para o nosso campo energético. Afirma-se que o uso deste óleo essencial atrai o verdadeiro amor  e  que algumas gotas colocadas na carteira atraem abundância de dinheiro.

Óleo Essencial de Gerânio

óleo essencial de Gerânio

O Gerânio é uma flor largamente conhecida e apreciada, estando presente nas varandas e balcões de muitas casas. O óleo essencial que se extrai desta planta é muitas vezes designado por «o óleo de rosa do homem pobre», por ter um aroma semelhante ao da  Rosa. Tem sido usado ao longo do tempo para melhorar a saúde e a aparência pele e para alívio emocional.

O óleo essencial de Gerânio é extraído por destilação a vapor das hastes e folhas do Gerânio, cientificamente designado por Pelargonium Odorantissimum.. Se for extraído de folhas e hastes novas, o seu aroma assemelha-se ao do limão mas, se for extraído das folhas e hastes maduras, o aroma é semelhante ao da Rosa.  Há diversas variedades de óleo de Gerânio, conforme o local de cultivo. O mais conceituado é o que se obtém das plantas da ilha de Reunião, pertencente a França. Este óleo essencial é muito usado pelas suas propriedades benéficas para a saúde,  pelo efeito de redução de processos inflamatórios e irritação cutânea, alívio de stress e depressão, promoção do equilíbrio hormonal, melhoria da saúde da pele etc.

O óleo essencial de Gerânio tem um efeito adstringente sobre os músculos, a pele, os intestinos, as gengivas e os vasos sanguíneos. Deste modo, ao contrair estas áreas, ajuda a prevenir a flacidez da pele e dos músculos, atrasando o aparecimento dos sinais de envelhecimento.

Possui propriedades antibacterianas e antimicrobianas, contribuindo para a prevenção de infeções quando há feridas ou cortes, ao mesmo tempo que fortalece o sistema imunitário. Os peritos afirmam que também acelera os processos de cura de feridas, cortes e incisões cirúrgicas.

O óleo essencial de Gerânio é considerado um poderoso cicatrizante, pois promove a circulação do sangue nas zonas superficiais da pele, permitindo que as cicatrizes se desvaneçam e atenuem.

Também é considerado útil em caso de hemorragias pois contrai os vasos sanguíneos, ao mesmo tempo que ajuda a acelerar o processo de coagulação do sangue, prevenindo, deste modo, a infeção das feridas por estarem abertas.

Outra propriedade que os peritos associam a este óleo essencial é a de ajudar os processos de regeneração celular, contribuindo desse modo para a saúde geral.

Favorece também a libertação de toxinas devido aos seus  efeitos diuréticos, que promovem a expulsão de resíduos tóxicos, ácidos, e outros elementos potencialmente patogénicos.

Devido ao seu aroma muito agradável, o óleo essencial de Gerânio tem também efeitos desodorizantes em que uma mistura de aromas florais e hortelã se mantém de forma duradoura, sendo suave para a pele. Também elimina, em simultâneo,  bactérias e micróbios da pele, que causam odor. Também tem sido referido por promover a saúde do cabelo.

Os peritos atribuem ao óleo essencial de Gerânio propriedades que combatem a degeneração neurológicas, havendo quem ache que ajuda a prevenir algumas doenças como Alzheimer e demência pelo papel que tem na ativação das células da microglia.

Gerânio

Como Usar o Óleo Essencial de Gerânio

As pessoas com pele sensível devem testar o óleo colocando um pouco no braço e aguardar 24 h para ver se não têm reação alérgica. Por não haver estudos sobre os efeitos deste óleo em mulheres grávidas, estas não deverão usá-lo. O mesmo deve ser seguido pelas mulheres a amamentar. As crianças e bebés não devem ser tratados com óleo essencial de Gerânio pois têm pele muito sensível. Também não se deverá aproximar o  difusor das mucosas nasais, ouvidos,

e boca das crianças pois pode isso ter efeitos perigosos ,havendo relatos de sérias complicações por causa disso. Apesar de todos os seus benefícios, os óleos essenciais devem ser usados com cautela e deve perguntar-se ao médico se são particularmente adequados para uma determinada pessoa. Finalmente, o óleo de Gerânio não tem efeitos secundários  evidentes para a maioria mas algumas pessoas mais sensíveis poderão ter alergias e podem ficar com irritação na pele .

Feitas as advertências, vejamos alguns dos usos do óleo essencial de Gerânio:

Pode usar-se em aromaterapia, num vaporizador sobre a face para melhorar a saúde e aparência da pele.

1 Gota adicionada ao creme hidratante ajuda a prevenir excesso de oleosidade da pele.

2 a 3 gotas misturadas com o champô ou condicionador favorecem a saúde do cabelo, tanto seco como oleoso, segundo os peritos.

3 gotas colocadas no difusor ajudam a diminuir o stress e tensão emocional e aumentam a sensação de bem estar.   O mesmo efeito pode ser alcançado deitando 1 gota na palma da mão, esfregar nas duas mãos e aproximando depois as mãos do nariz e da boca, respirando lentamente  e inalando o aroma.

Gerânio 2

Como Fazer o seu Óleo Essencial de Gerânio

Colha uma porção de folhas e hastes da planta e limpe-as de pó e outros resíduos. Seque com papel de cozinha e coloque-as num almofariz. Com o pilão, esmague as partes da planta até formarem polpa e deixe ficar as plantas esmagadas num recipiente durante umas horas. Depois coloque as plantas esmagadas num recipiente de vidro e cubra-as com óleo de jojoba ou óleo de amêndoas doces. Feche o recipiente e coloque-o num local fresco e seco durante duas semanas.  Após esse tempo coe através de um filtro, para separar as plantas do óleo. Sinta o aroma. Se achar que não é suficientemente forte,  pode adicionar mais algumas folhas e hastes esmagadas e deixar estar mais uma semana (com o recipiente fechado). Se, pelo contrário, o aroma for demasiado intenso, deite um pouco mais de óleo de jojoba ou de amêndoas doces. Distribua o óleo essencial por frasquinhos pequenos e esterilizados e arrume num sítio fresco e seco.

Gerânio 3

Uso Metafísico do Óleo de Gerânio

Este óleo está associado a qualidades de equilíbrio, confiança, tranquilidade e também à saúde, amor e proteção.  O seu aroma de rosa fá-lo ressoar com a energia feminina da «Mãe Terra» , ao conforto nutridor e à regeneração. A tradição tem usado este óleo essencial com respeito , sendo uma das fragrâncias angélicas. Diz-se que ajuda a curar dores e memórias emocionais.  O calor emocional que faz sentir ajuda a compreender tanto as boas oportunidades como os desafios da vida, ajudando a desenvolver sabedoria . 10 gotas de óleo de gerânio misturadas  na água do banho dão proteção, amor e aumento da fertilidade, segundo a tradição. Manter um vaso de Gerânios numa janela ou varanda também atrai proteção segundo o folclore tradicional.

Óleo Essencial de Funcho

óleo essencial de Funcho

O Funcho é uma planta herbácea comum, nativa do Mediterrâneo e que se encontra espalhada por todo o mundo. Tem o nome científico Foeniculum Vulgare .  Esta planta por vezes confunde-se com o anis, com o qual é aparentada pois pertence à mesma família, tal como a salsa, os cominhos e a cenoura. O Funcho tem largo uso culinário, ao mesmo tempo que tem sido usado desde a antiguidade  para fins medicinais e como refrescante bucal (as sementes). Os antigos romanos mastigavam Funcho antes das batalhas para ficarem mais fortes e vigorosos. O óleo essencial é obtido por destilação a vapor das sementes esmagadas de Funcho.

Os componentes bioquímicos da planta justificam os seguintes fins medicinais:

Antissético-  o óleo essencial usado nas feridas e cortes previne a infeção, incluindo, segundo os peritos, a infeção pelo tétano, sendo considerado útil para uso após cirurgias e feridas grandes.

Antiespasmódico-  o seu efeito relaxante nos nervos, músculos, intestinos e sistema respiratório ajuda em caso de contrações  e espasmos, dando alívio da dor e atenuando os sintomas.

Aperitivo- ajuda os movimentos peristálticos do intestino sendo útil,  desse modo, em situações de obstipação e permitindo limpar os intestinos. Tem sido referido que o óleo essencial de Funcho cura a obstipação. Possui ainda efeitos carminativos, isto é, promove a libertação de gases e alivia em caso de indigestão e dor abdominal, ao mesmo tempo que previne a formação de gases. Adicionalmente, também possui propriedades vermífugas, consideradas eficazes a destruir os vermes intestinais e outros parasitas do intestino. Possui igualmente propriedades laxantes suaves, podendo ser tomado regularmente, segundo os peritos. Ajuda também a proteger o estômago, estimulando o funcionamento de todas as secreções. Os entendidos afirmam que ajuda a prevenir úlceras e infeções no estômago. O mesmo acontece com o baço: o  óleo essencial de Funcho tem ação tonificante sobre o baço e protege-os de infeções.

O óleo essencial de Funcho tem propriedades  diuréticas, aumentando o fluxo de urina e a sua quantidade, promovendo a excreção de substâncias indesejáveis como ácido úrico, sais de bile, água acumulada nos tecidos e outras toxinas. Baixa a pressão sanguínea , limpa os rins e, segundo dizem, auxilia na perda de peso pois reduz a gordura. As pessoas que não sofrem de excesso de acumulação de água deverão beber mais água quando usam este óleo essencial para não desidratarem.

Para as mulheres com problemas no ciclo menstrual, as propriedades emenagogas do óleo essencial de Funcho ajudam a regularizar os períodos e aliviam dores de cabeça e abdominais associadas. Os peritos consideram que este óleo essencial é também útil para prevenir a menopausa precoce.  Também tem qualidades galactagogas, isto é, ajuda a aumentar a quantidade e qualidade do leite para as que estão a amamentar pois promove o aumento da secreção de estrogénios. Porém, não deve ser usado  durante a gravidez e, quando a amamentar,  aconselhamos a não usar o óleo sem antes consultar  ao seu médico  ou terapeuta.

Estimulante- este óleo essencial promove a atividade do sistema nervoso e do cérebro em particular, o sistema endócrino e digestivo ajudando, por isso, a superar estados de fadiga e/ou depressão. Tem também um efeito tónico e depurativo  atuando como um desintoxicante dos sistemas digestivo, excretório, respiratório e nervoso e purifica o sangue, libertando-o de excesso de ureia e outras substâncias potencialmente tóxicas.

Expetorante- o óleo essencial de Funcho atua no sistema respiratório aliviando a congestão do trato respiratório e promovendo a libertação de mucos. É considerado eficaz no tratamento de tosses crónicas devidas a infeções virais.

É ainda apontado o efeito útil deste óleo essencial  para  atenuar as rugas da pele, no tratamento de picadas de insetos, para acalmar pequenas irritações na pele e ainda como auxiliar de manutenção da saúde do sistema linfático.

Funcho

Como Usar o Óleo Essencial de Funcho

Apesar de todos os seus benefícios e de ser considerado um óleo seguro,  deve respeitar escrupulosamente as instruções fornecidas na embalagem ou recomendadas pelos peritos. Deve evitar-se o uso demasiado frequente (como em todos os óleos essenciais) e em altas dosagens pois isso pode produzir efeitos narcóticos, alucinações, convulsões, vómitos e náuseas. As pessoas que sofrem de epilepsia não devem usar este óleo essencial. A presença do componente Trans Anethole faz  aumentar a produção da hormona estrogénio e, se isso estimula a produção de bom leite nas mulheres a amamentar, é prejudicial na gravidez. Mulheres com cancro de mama ou tumores no útero não deverão usar este óleo essencial. Todas as pessoas que tenham um histórico de convulsões devem evitar o uso deste óleo. As crianças também devem evitar o uso deste óleo.

Antes de usar este óleo essencial não se esqueça de testar a sua aplicação, colocando um pouco na pele do braço e aguardando até ao dia seguinte para ver se não existe reação alérgica. Esta é rara mas não impossível. Não deve ser usado perto dos olhos, nem no nariz ou ouvidos.  Dilua o óleo essencial de Funcho em outro óleo de transporte como óleo de coco, amêndoas doces, etc..

Para reduzir o desconforto de dores menstruais ou perturbações digestivas, coloque  1 gota de óleo essencial numa colher de chá de óleo de amêndoas doces e massaje no abdómen ou na sola dos pés.

Para o mal estar digestivo pode adicionar 1 ou 2 gotas de óleo de Funcho a um copo pequeno de água morna ou chá  de camomila ou hortelã pimenta e beber.

Coloque 1 gota na palma da mão  e inale , para aumentar a energia geral.

Podem colocar-se 3 a 4 gotas no difusor  e inalar o aroma para usufruir dos benefícios do óleo.

Diz-se que 1 gota de óleo essencial de Funcho misturada com uma colher  de água ou chá e colocada na língua ajuda a ultrapassar o desejo por doces. Alguns aconselham colocar 1 gota de óleo de Funcho na escova dos dentes e escovar os dentes para o mesmo efeito. Adicionalmente, também combate as bactérias da boca.

Para ajudar o sistema respiratório, pode colocar uma gota de óleo de funcho num copo de água ou chá morno e beber.

Para uso sobre a pele, diluir 1 ou 2 gotas em  5 ml de óleo de coco ou amêndoas doces e massajar.

Para efeitos relaxantes, pode-se misturar 1 gota de óleo essencial de funcho com 1 ou 2 gotas de óleo essencial de Alfazema e misturar numa colher de sopa de óleo de amêndoas, massajando o pescoço e o peito  com esta mistura.

Propriedades Metafísicas do Óleo Essencial de Funcho

Este óleo essencial está associado a cura, proteção e purificação. Diz-se que ajuda a tomar decisões em situações de dificuldade, purifica o envoltório áurico de influências externas, ajuda a aumentar a persistência e perseverança. É considerada uma das fragrâncias angélicas. Ajuda nos assuntos do mundo físico, mantendo as funções da mente estáveis. Ajuda a manter-se enraizado e a compreender as lições da alma na existência terrena. No mundo antigo era usado para afastar os maus espíritos.

Óleo Essencial de Eucalipto

óleo essencial de eucalipto

O Eucalipto é uma árvore bem conhecida a  Eucalyptus Globulus,  amada e odiada  em várias partes do mundo. Por um lado, cresce rapidamente e consegue sobreviver em ambientes incrivelmente secos dando retorno económico rápido mas, por outro lado, o seu comportamento como planta invasiva põe em perigo a sobrevivência de muitas espécies locais. Tem ,no entanto, potencialidades medicinais ímpares embora o seu óleo essencial seja usado apenas desde há alguns séculos, quando se começaram a valorizar  as virtudes medicinais desta planta. Esta árvore é nativa da Austrália, tendo-se espalhado nos últimos séculos por todo o mundo, encontrando-se na índia, Europa, África do Sul.

O óleo de Eucalipto extrai-se por destilação a vapor das folhas frescas do Eucalipto.

As propriedades germicidas e antisséticas tornam-no útil no tratamento de feridas, cortes, queimaduras, abrasões, etc., prevenindo infeções das feridas. Além do mais, é um excelente repelente de insetos. Vaporizado no ar, ajuda a matar as bactérias em ambientes de risco como os hospitais e permite ter um ambiente mais limpo e saudável.

Um outro uso bem conhecido do Eucalipto e do seu óleo essencial é nas afeções respiratórias como constipações e resfriados, congestão nasal, garganta inflamada, asma, bronquite, sinusite. As propriedades antivirais, antifúngicas, antimicrobianas, antibacterianas,  anti-inflamatórias e descongestionantes fazem dele um bom auxiliar no alívio destes problemas. Umas gotas de óleo essencial de Eucalipto misturadas com água morna  em gargarejos (sem engolir) ajudam a melhorar a garganta inflamada, protegendo a boca e a garganta do desenvolvimento microbiano.

Este óleo essencial é também um estimulante, tendo um efeito de frescura que ajuda a superar o stress, o sentimento de exaustão e cansaço mental.  O seu efeito vasodilatador torna mais abundante o sangue em circulação e isso também beneficia o funcionamento cerebral, sendo por isso este óleo considerado por muitos como um estimulante do funcionamento mental e cognitivo. O efeito refrescante também é útil no combate a febres. Misturado com o óleo essencial de hortelã  pulverizado pelo corpo , ajuda a reduzir a temperatura do corpo.

Um outro uso bem conhecido é a aplicação nos músculos e articulações doridas, para alívio das dores . Funciona como um analgésico e, quando massajado nas zonas doridas, traz alívio da dor sendo por isso também útil nas situações de dores reumáticas, dores nervosas, problemas nos tendões e ligamentos. Para alívio das dores, o óleo deve massajar-se com movimentos circulares nas zonas afetadas.

As propriedades germicidas também o tornam útil nas afeções da boca, dos dentes e das gengivas, ajudando a combater a placa, cáries, gengivite, etc..

O óleo de Eucalipto é também  usado para combater piolhos e lêndeas no cabelo. Do mesmo modo, atua como  um vermífugo em relação aos vermes intestinais, sobretudo no cólon e intestinos, libertando-os destes parasitas. Também pode ser aplicado na pele para tratamento de infeções da pele (diluído).

As propriedades vasodilatadoras do óleo de Eucalipto que melhoram a circulação do sangue atuam positivamente nos doentes de diabetes, uma vez que a melhora a circulação do fluxo sanguíneo e ajuda a controlar o açúcar no sangue.

As propriedades do óleo essencial de Eucalipto fazem dele um ingrediente comum em muitos produtos de limpeza, tanto do corpo e do rosto como da casa: é ingrediente comum em pastas dentífricas, sabonetes, detergentes para a casa, etc..

Aplicado em massagens no peito e nas costas, alivia os sintomas e a inflamação da tuberculose e até da pneumonia, segundo se diz, pois limpa os pulmões e reduz a inflamação.

Eucalipto com flores

Como Usar o óleo Essencial de Eucalipto

Como em todos os casos em que vai usar um óleo essencial pela 1ª vez, teste o seu uso previamente colocando uma pequena fração de óleo diluído no braço e aguarde até ao dia seguinte para saber se não há irritação na pele.  Pessoas com alergias devem evitar este óleo. Quando usado de forma excessiva, este óleo torna-se tóxico para quem o usa, devendo por isso usar-se de forma regrada e sempre seguindo as instruções da embalagem. Não deve ser usado em crianças  muito novas devido ao seu potencial irritativo. Por ser tóxico, não deve ser ingerido e, quando o aplicado na pele, deve ser sempre diluído.  O óleo essencial de Eucalipto deve ser guardado num frasco escuro e fora da exposição solar direta.

Para a sinusite e congestão nasal, diluam-se 2 ou 3 gotas de óleo essencial de Eucalipto em água quente e respirar o vapor assim gerado. Atenção, manter os olhos fechados enquanto estiver a receber o vapor pois a ação direta dos princípios voláteis do óleo pode irritar bastante os olhos. Para a congestão do peito gerada por afeções respiratórias., constipações e resfriados, misture 2 a 3 gotas com uma colher de sopa de óleo de transporte- azeite de oliveira, óleo de amêndoas doces, óleo de coco.

2 a 3 gotas de óleo essencial de Eucalipto numa colher se sopa de óleo de coco usado em massagens circulares nas áreas musculares dolorosas, ajuda a aliviar a dor e a inflamação muscular.

Eucalipto com flores 2

Uso metafísico do óleo Essencial de Eucalipto

Este óleo essencial é considerado como tendo poder de cura .A tradição diz  que desperta o poder de cura inerente a cada um de nós. Dizem igualmente que promove a cura espiritual, expulsando toda a energia residual . Promove tanto a cura física como espiritual, ao ajudar a pessoa a conectar-se com pensamentos que ajudam a cura.

Óleo Essencial de Davana

Óleo Essencial de Davana

O óleo essencial de Davana é extraído por destilação a vapor das hastes e folhas da  planta Artemisia Pallens . Esta planta tem sido usada em rituais religiosos na  Índia desde há mais de 5000 anos: as flores  frescas da planta são oferecidas a Lord Shiva num ritual religioso de adoração. Esta planta faz parte da família das «margaridas» e é indígena das regiões do Sul da Índia.

O óleo de Davana (este nome é derivado do componente químico principal desta planta, o Davanone e em conjunto com outros presentes na planta) tem muitas virtudes medicinais:

Este óleo é antiviral, protegendo de ataques virais , pois romper a camada de proteção do vírus- o cisto- e atuando assim contra as constipações, resfriados, gripe e outros vírus como o do sarampo, segundo os peritos.

Um dos usos mais frequentes deste óleo essencial é o do combate à ansiedade, stress e depressão. O óleo essencial de Davana é reputado como relaxante, ao mesmo tempo que também reduz a pressão sanguínea em situações de ansiedade e stress. Muitos afirmam que ajuda a atingir paz mental e estimula a energia positiva, pelo que é útil quando é preciso superar experiências traumáticas, fracasso e  desapontamentos pessoais.

Também é reconhecido o caráter antissético do óleo essencial de Davana, que ajuda a desinfetar feridas externas e a debelar infeções internas, especialmente no trato urinário. Os peritos dizem mesmo que, em caso de feridas com objetos de ferro, a aplicação imediata de óleo de Davana (diluído) ajuda a prevenir o tétano.  Segundo dizem é igualmente eficaz contra bactérias, fungos e micróbios.  Pode ser fumigado ou vaporizado sobre uma área que se deseje limpar sendo eficaz a destruir os agentes patogénicos do ambiente.

O óleo essencial de Davana tem propriedades emenagogas, ajudando a regularizar os períodos menstruais e alivia as dores e espasmos associados.

Possui também propriedades expetorantes, fluidificando os mucos em caso de tosse , que ajuda igualmente  a acalmar; liberta os canais respiratórios e alivia a congestão. Alivia as dores de cabeça que acompanham estes sintomas.

É também um relaxante muscular,  aliviando as contrações musculares e dilatando os vasos sanguíneos, ao mesmo tempo que tem um efeito relaxante sobre o cérebro e o sistema nervoso. Segundo parece, tem também efeitos psíquicos, libertando os estados de ansiedade, stress, raiva, depressão.  Estes efeitos também ajudam a ter um sono descansado.

As propriedades vulnerárias ajudam a curar as feridas mais rapidamente, impedindo que infetem.

Possui a capacidade de baixar a pressão sanguínea, não devendo por isso ser usado pelas pessoas que sofrem de tensão baixa sem conselho médico.

Davana planta

Como Usar o Óleo Essencial de Davana

Este óleo não é tóxico mas pode causar irritação cutânea, não devendo ser usado por mulheres grávidas, nem crianças ou pessoas com pele muito sensível. Antes de o usar, deve fazer-se o teste habitual de colocar um pouco no braço e esperar para ver se não há reação alérgica.

Os usos que referimos a seguir são típicos da medicina Ayurvédica.

Para proteger  o corpo de bactérias, micróbios, etc., os peritos aconselham adicionar 5 gotas de óleo essencial de Davana com 3ml de óleo virgem de coco e massajar  o corpo com esta mistura. Depois, preparar um banho morno ao qual se adicionam 2 gotas de óleo de Davana e deixar estar durante alguns minutos para absorver os princípios ativos e relaxar.

Para ajudar a curar rapidamente as feridas, misturar 1 gota de óleo essencial de Davana com 10 gotas de azeite virgem de oliveira e aplicar nas feridas e abrasões da pele.

Para a depressão e stress, adicionar 2 gotas à água quente do banho  e deixar que os compostos do óleo penetrem na pele. Em alternativa, adicionar 6 gotas de óleo essencial de Davana a 3 ml de óleo de sésamo e massajar energicamente o corpo com essa mistura. Uma outra alternativa é colocar no difusor ou queimador 2 gotas de óleo essencial de Davana, inalando o aroma fragrante deste óleo, que passa através do trato nasal para o sistema límbico relaxando o cérebro.

Para tratar os espasmos ou dores menstruais, massajar a zona inferior do abdómen com 2 gotas de óleo essencial de Davana diluídas em 1 ml de óleo de sésamo.  Esta massagem também alivia cãibras musculares, fadiga e náuseas , ansiedade e stress.

2 gotas adicionadas ao vaporizador ajudam também a aliviar asma, bronquite, dificuldade de respirar, constipação, dores de cabeça. Também se podem adicionar 2 gotas deste óleo a uma pomada das habitualmente  usadas para alívio dos problemas respiratórios e esfregar gentilmente no peito, costas e garganta para alívio imediato.

2 gotas de óleo essencial de Davana adicionadas a 1 ml de óleo de jojoba ou ao creme de cuidado diário ajuda a desinfetar a pele, ajudando a amaciar a pele rugosa e gretada ou com estrias.

Podem-se adicionar 2 gotas a um vaporizador em spray e vaporizar o ambiente para limpar de bactérias , germes, etc..

5 gotas de óleo essencial de Davana misturadas com 2 ml de óleo de amêndoas doces massajados no corpo tem um efeito relaxante, anti inflamatório , induz paz mental e atua beneficamente sobre o sistema nervoso.

Davana flores

Uso Metafísico do óleo essencial de Davana

Tradicionalmente, este óleo indica o desafio de romper com as próprias limitações e questionar as suas crenças e medos, expandindo o seu modo de pensar e as suas ideias, aprendendo a rir de si próprio e a fortalecer o seu autopoder, estimulando mais otimismo e ausência medo do futuro.

Óleo Essencial de Cominhos

Óleo essencial de Cominhos

Falamos hoje de mais um óleo essencial que tem por base uma especiaria largamente usada, o  óleo de Cominhos.  Este óleo é extraído da planta Cuminum Cyminum , mais precisamente das sementes secas e esmagadas  e usando um processo de destilação a vapor. Os Cominhos são uma planta que cresce abundantemente na Europa (Norte e Centro) e na  Ásia  e o óleo obtém-se a partir da sementes dos frutos que a planta produz depois de florir. Esta planta  tem sido usada para tratar problemas digestivos e também como especiaria desde tempos tão recuados como 2000 a. c. Esta planta pertence à mesma família das cenouras.

O óleo essencial de Cominhos é eficaz  como bactericida, podendo  combater  infeções internas, como as que afetam o cólon, intestinos, estômago e trato urinário. Ou externas, como  infeções na pele, nos  olhos e ouvidos.

Tem efeitos carminativos, ajudando a libertar os gases digestivos e previne a formação de novos gases. Reduz a flatulência e a  dispepsia e alivia as  cólicas.

Tomado em doses baixas- o óleo essencial é muito mais potente do que as sementes da planta- auxilia a digestão. Quando é tomado em doses altas provoca vómitos. Tomado como referido, ajuda  a libertar a bile e os sucos enzimáticos  e estimula o peristaltismo. Também atua como estimulante do apetite.

Possui  uma acção diurética, aumentando a frequência e  o volume da urina. Isto pode ser útil não só para manter as condições gerais de desintoxicação do organismo, libertando toxinas mas também permite ajudar a perder peso pois, pela urina, são «perdidas» 4% das gorduras ingeridas. A ação diurética ajuda também a baixar a pressão sanguínea para os que a têm demasiado alta. Os rins também saem beneficiados, pois ficam liberto de toxinas.

O óleo de Cominhos tem uma ação antissética, prevenindo as infeções em caso de corte ou feridas.

É antiespasmódico, ajudando a aliviar todo o tipo de espasmos e problemas associados como cãibras, convulsões , tosse irritativa, etc.

O óleo essencial de Cominhos tem acção emenagoga, ajudando a regular os períodos menstruais. É igualmente útil usado na menopausa.

Tem uma acção estimulante sobre o sistema digestivo e excretório. Também se usa para fortalecer  o sistema imunitário. Na culinária, usa-se para dar sabor.

Tem uma ação positiva no alívio do stress e da ansiedade.

Usado em massagens na pele, tonifica os músculos e os tecidos. Possui igual efeito tonificante no sistema respiratório, digestivo, nervoso e excretório e essa acção ajuda a manter a juventude por mais tempo.

Planta de Cominhos

Como Usar o Óleo Essencial de Cominhos

Este óleo tem efeitos tóxicos quando é exposto à luz solar. Deste modo, não deverá expor-se ao Sol após aplicar este óleo externamente na pele, no período das 12 horas seguintes. Antes de usar o óleo externamente,  coloque um pouco num dos braços para testar se não provoca reação alérgica ou irritação. De preferência, deve ser usado nos pés, nos pontos reflexológicos. Não aplicar junto aos olhos, nem nas mucosas dos ouvidos e do nariz. Evite a sensibilização excessiva, usando o óleo com moderação,  faça intervalos razoáveis entre as aplicações. Mulheres grávidas e a amamentar e crianças não deverão usar o óleo essencial de Cominhos.

Para os problemas de estômago, dilua 1 ou 2 gotas numa colher de sopa e massaje o estômago com a mistura.

1 a 2 gotas podem ser adicionados à comida, quando está a ser cozinhada, para dar sabor a ajudar a saúde.

Dilua 1 a 2 gotas numa colher de sopa de óleo de coco  e massaje para ajudar a estimular a circulação  nas zonas em que seja necessário.

Deite 1 gota de óleo essencial  num copo  de água para gargarejar, para  ajudar a limpeza total da boca.

Pode colocar 3 ou 4 gotas no difusor e  usar em aromaterapia.

Cominhos (sementes)

Uso Metafísico do Óleo Essencial de Cominhos

Desde tempos muito antigos que os Cominhos têm sido usados para proteger de energias negativas. Na Idade Média, em alguns locais, usava-se um  saquinho cheio de sementes de Cominhos para proteger de «maus espíritos». Em tais lugares, as noivas continuam a usar um pouco de Cominhos para afastar as energias negativas  no dia do seu casamento.

Os Cominhos estimulam o chakra da raiz e a sexualidade associada. A tradição afirma que atrai dinheiro e, quando usado por homens, pode atrair o amor. Considera-se que  os Cominhos têm a propriedade de «retenção» protegendo, por esse motivo, de roubos. É  considerado um meio eficaz pela tradição de proteção do lar e da harmonia do lar.

Óleo Essencial de Cravinho

óleo essencial de Cravinho

O Cravinho é uma das especiarias trazidas do oriente nos tempos passados e que se tornou mais tarde  largamente usada na culinária em todo o mundo. Mas esta planta, nativa da Indonésia das ilhas Maluku tem também muitos  outros usos benéficos para a saúde, tanto a planta (botões florais por abrir secos) como o  óleo essencial daí extraído. O uso desta planta é muito antigo. Nos séculos 13 e 14 era levado pelos comerciantes através  de uma longa rota cheia de perigos desde a Indonésia passando pela  China, Pérsia, Índia, África e Europa. Nesta altura, atingia um preço muito elevado e muitas lutas foram  travadas para tentar adquirir o monopólio do comércio desta planta. Hoje em dias cultiva-se em  praticamente todas as regiões tropicais do mundo.

O Cravinho usado são os botões florais secos da árvore Eugenia caryophyllata , uma árvore de folha perene que se dá nas regiões tropicais e subtropicais.  O óleo obtém-se por destilação dos botões florais colhido à mão antes de abrir e depois secos.

O Cravinho tem efeitos benéficos sobre a digestão; protege o fígado e o sistema imunitário, ajuda a preservar a saúde dos ossos e a controlar a diabetes, doenças da boca, dores de cabeça e até, segundo alguns, a combater o cancro. Há milhares de anos que o Cravinho é usado na Índia e na China  para fins medicinais, para além do seu uso culinário, sendo, neste caso, usadas também outras partes da planta como as folhas e os rebentos. O seu uso para combater as doenças da boca e a halitose é dos mais conhecidos. O Cravinho tem também propriedades nutricionais apreciáveis: é rico em sais minerais, hidratos de carbono, gordura e proteína para além de vitaminas de alta qualidade. Possui ainda compostos bioativos antioxidantes antimicrobianos, anti-inflamatórios e protetores do fígado.

Não admira, deste modo, que o óleo essencial de Cravinho tenha larga aplicação e aceitação, sobretudo nos países orientais.

Este óleo ajuda a melhorar a digestão, pois reduz a flatulência e a irritabilidade gástrica, alivia a  dispepsia e as  náuseas. Também estimula a secreção das enzimas digestivas melhorando, desse modo os processos digestivos.

As propriedades antibacterianas ajudam a combater diversos agentes patogénicos. Segundo se diz, estes incluem a bactéria que produz a cólera.

Alguns afirmam que o Cravinho consegue controlar o cancro dos pulmões quando este está no início.

Os efeitos antioxidantes protegem dos radicais livres ,beneficiando  órgãos como o fígado.

Os peritos afirmam que alguns compostos do Cravinho imitam a insulina e ajudam a controlar os níveis de açúcar no sangue, sendo por isso útil em caso de diabetes.

Compostos como os fenólicos -eugenol e derivados como flavonas, isoflavonas e flavonoides- ajudam a preservar a densidade dos ossos, prevenindo a osteoporose. O eugenol tem ainda propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, aliviando dores e reduzindo inchaço causado pelos processos inflamatórios.

Segundo a Medicina Ayurvédica, o Cravinho ajuda a melhorar o sistema imunitário, promovendo o aumento de glóbulos brancos no sangue.

É também útil em caso de doença nas gengivas, periodontite e outros problemas de saúde oral. Tem também efeito de redução das dores de dentes.

árvore do Cravinho

Como Usar o Óleo Essencial de Cravinho

Note-se que, se é seguro o uso do Cravinho como especiaria, são necessários alguns cuidados no uso do seu óleo essencial, pois é muito mais concentrado do que a planta. Como qualquer óleo essencial, o óleo de Cravinho não deve usar-se puro. Deve diluir-se sempre em azeite de oliveira, óleo de coco ou água destilada.  O uso interno do  óleo de Cravinho não é aconselhado pois baixa os níveis de açúcar no sangue e torna o sangue menos espesso. Nunca deverá ser aplicado puro sobre a pele nem deverá ser ingerido. Siga sempre as recomendações do frasco da embalagem. Não deve também fazer-se uma utilização muito repetida pois os efeitos  poderão ser opostos aos desejados, na pele e nas mucosas e gengivas . Este óleo é útil para usufruirmos das suas propriedades mas, como em geral com todos os óleos essenciais, deve evitar-se o uso excessivo dos mesmos. O hábito oriental de  fumar «cigarros» de Cravinho deve ser totalmente evitado pois causa problemas respiratórios e outros, sendo estes cigarros mais prejudiciais do que os cigarros de nicotina que supostamente pretendem substituir. Mulheres grávidas ou a amamentar, pessoas com problemas de hemorragias, devem evitar o uso deste óleo essencial.

Para as dores de dentes, pode usar um algodão embebido na mistura de uma colher de sopa de  água destilada morna e 1 gota de óleo essencial de cravinho e colocar o algodão no dente dorido ou gengiva.

Para as inflamações e dores causadas por gengivas, úlceras na boca, etc., pode dissolver 10 gotas de óleo essencial de Cravinho num copo de água morna (destilada de preferência) e uma colher de chá de sal e gargareje com esta mistura (sem engulir). Desta forma também melhora a higiene oral, pois o cravinho mata os micróbios e bactérias presentes na boca.

Para refrescar o hálito e matar ao mesmo tempo os micróbios e bactérias da boca, misture 2 gotas de óleo essencial de Cravinho e 2 gotas de óleo essencial de Hortelã e misture  com um copo de água destilada. Pode colocar em frasquinhos de spray que pode transportar e refrescar o hálito quando necessário.

As mulheres grávidas sofrendo de vómitos e náuseas podem transportar um saquinho com cravinhos  (especiaria) para aliviar estes sintomas.

1 gota de óleo essencial de Cravinho num copo de água com mel  ajuda a aumentar o apetite. (mulheres grávidas ou a amamentar não. Não ultrapasse a dose).

2 a 3  gotas de óleo essencial misturadas com um copo de água morna constitui um digestivo eficaz, combatendo a flatulência e o desconforto de uma digestão pesada. (mulheres grávidas ou a amamentar não. Não ultrapasse a dose).

Para combater os insetos  voadores,  2 gotas de óleo essencial de Cravinho em conjunto com 2 gotas de óleo essencial de citronela são eficazes colocados num difusor.

Para combater infeções fúngicas alguma zona da pele, amorne 2 colheres de sopa de óleo de coco até ficar líquido, junte uma colher de chá de óleo de Cravinho e aplique, quando a mistura estiver fria, externamente na zona afetada.

Para o controlo do acne misture 1 gota de óleo essencial de Cravinho com 1 colher se sopa de óleo de coco ou de jojoba e aplique gentilmente na face, massajando com os dedos. O óleo penetra profundamente na pele e remove a infeção, após algumas semanas.

Após a cura do acne, poderá ajudar limpar o rosto de manhã e à noite com a mesma mistura referida acrescentando-lhe um copo de água morna. Depois, retirar com água fria.

2 ou 3 gotas no difusor ou misturadas com uma colher de chá de óleo de coco ou azeite massajando nos pontos reflexos ajuda a combater a fadiga muscular. O mesmo efeito pode obter-se adicionando algumas gotas à água do banho. Em aromaterapia (colocado no difusor) atua também como tónico cardiovascular e cerebral.

Para as dores de cabeça, misture 2 gotas de óleo essencial de Cravinho com 1 colher de sopa de óleo de coco. Mergulhe um pedaço de algodão nesta mistura e cheire o algodão. O mesmo efeito pode ser obtido colocando o óleo no difusor.

Para as dores de ouvidos, os peritos aconselham misturar 2 gotas de óleo essencial de Cravinho com uma colher de chá de óleo de sésamo, amornar a mistura até ficar à temperatura do corpo e, com um conta- gotas, colocar 1  gota em cada ouvido.

Cravinho

Uso Metafísico do Óleo de Cravinho

Este óleo essencial está associado à regeneração e à  inspiração. Relaciona-se também com  amor, dinheiro e proteção. Impele para a ação, para seguir em frente    ajudando a perceber as qualidades únicas da identidade pessoal. É considerada  uma das fragrâncias angélicas. Pode usar-se quando a pessoa precisa de assistência espiritual , quando está com medo e precisa de sentir apoio de carácter espiritual. A tradição acredita que este óleo atrai riqueza e afasta as energias negativas, produzindo uma vibração espiritual de proteção e de purificação do lar. Usado num saquinho que a pessoa transporta, tem o condão, segundo a tradição, de atrair o amor.

Óleo Essencial de Cenoura

óleo essencial de Cenoura

Este óleo é extraído das sementes secas da cenoura selvagem que é uma planeta comum na Europa, onde é conhecido pelo nome popular de «Laço da Rainha Ana».  O nome científico é Daucus Carota  e o óleo extrai-se por destilação a vapor das sementes secas e também por vezes da planta seca.  Para além dos componentes químicos com propriedades antioxidantes, este óleo é também rico em Vitamina A e Caroteno, que protegem a visão.

Quanto aos seus benefícios para a saúde, podemos referir as qualidades antioxidantes que ajudam a manter a juventude da pele pela acção reparadora nos tecidos danificados pelos radicais livres. Exerce uma ação protetora sobe a pele, que resiste durante mais tempo aos sinais do envelhecimento e às rugas. Também atua positivamente  sobre as articulações, que se mantêm mais flexíveis. Ajuda  igualmente a prevenir a degeneração da mácula e outros efeitos decorrentes do envelhecimento, ajudando a manter a saúde da visão por mais tempo.

Possui propriedades antisséticas, desinfetantes e antivirais. Quando aplicado externamente na pele (depois de diluído num óleo de transporte) ajuda a curar infeções da pele e também, segundo dizem, feridas abertas. Ingerido (consulte o seu médico ou terapeuta antes de ingerir este ou outros óleos essenciais)  por exe., na comida, possui uma ação eficaz sobre as inflamações da garganta e da boca, do estômago e do cólon, intestinos e sistema urinário. É considerado muito eficaz para curar feridas, irritações, úlceras, etc. Tem ainda sido usado em caso de infeções virais do sistema respiratório, sendo útil no tratamento da bronquite.

O Óleo essencial de Cenoura tem também sido usado como desintoxicante pela  ação desintoxicante sobre o sangue, músculos e órgãos como os rins e o fígado. Diz-se que é capaz de eliminar o ácido úrico do sangue ,o que é útil em caso de edema, gota, artrite e reumatismo.

Os peritos afirmam que estudos recentes revelam uma ação positiva sobre alguns tipos de cancro, sobretudo o da garganta, boca, estômago, fígado e rins.

O óleo essencial de Cenoura tem efeitos carminativos, isto é, ajuda a eliminar o excesso de gases no organismo.

O efeito depurativo indica que é capaz de purificar o organismo de toxinas, limpando o sistema circulatório, digestivo e excretório e  ajuda a melhorar o estado geral de saúde do organismo.

Este óleo é  um bom tónico, tanto externo, pela ação sobre os músculos como interno, atuando sobre o sistema digestivo incluindo o fígado e regulando as secreções digestivas.

Tem propriedades emenagogas, regulando a menstruação  e aliviando as dores associadas.

Usado em aromaterapia alivia a ansiedade e o stress. Pode para o efeito ser colocado no difusor ou ser inalado.

Usado topicamente na pele ajuda a adiar os efeitos do envelhecimento da pele mantendo-a com aspeto mais jovem.

flor de cenoura selvagem

Como Usar o Óleo Essencial de Cenoura

Em primeiro lugar, como deve fazer antes de usar qualquer óleo essencial pela 1ª vez, coloque uma pequena quantidade na zona do braço e aguarde 24 h para ver se há alguma irritação. Este óleo não é considerado tóxico, no entanto, mulheres grávidas ou pessoas epiléticas não deverão usá-lo pois pode produzir efeitos adversos.

Nunca use este ou outro óleo sem o diluir num outro óleo de transporte como óleo de coco, de amêndoas doces, de girassol ou azeite.

Este óleo tem propriedades excelentes para a pele porém, depois de o usar não deve expor-se diretamente ao Sol por um período aconselhado de 72 horas pois alguns componentes produzem reação com a luz solar.

As pessoas epiléticas não devem usar o óleo em aromaterapia pois isso pode precipitar convulsões. .

Pode colocar 1 ou 2 gotas na comida para poder beneficiar dos bons efeitos a nível interno.

1 ou 2 gotas podem ser adicionadas a uma colher se sopa de óleo de transporte para massajar na pele. Alternativamente, pode adicionar-se à loção hidratante do corpo.

Podem colocar-se no difusor 2 gotas diluídas em uma colher de chá de óleo de transporte.

O aroma deste óleo não é muito agradável, por isso pode misturá-lo com outros óleos como Gerânio, frutos cítricos ou Cravinho.

planta  de cenoura selvagem

Propriedades Metafísicas do Óleo Essencial de Cenoura

É considerado uma das fragrâncias angélicas e associa-se à fertilidade. Diz-se que , adicionado à água do banho ou massajando-se o baixo ventre  diluído com um óleo de transporte, ajuda a fertilidade.

No plano espiritual é usado para ajudar a visão espiritual.