Temperamento dos Signos

Vata Pita Kapha capa

Continuamos a explicar as características dos signos, hoje falando sobre o temperamento dos signos.

Esta classificação segue os princípios da caracterização tradicional do temperamento humano que vem da antiguidade, estando enraizada na medicina Ayurvédica. Cada um dos temperamentos refere-se à predominância de um dos  elementos– Ar, Fogo e Água.  Ao contrário do que acontece na tradição ocidental, o elemento Terra não é considerado nesta classificação dos «humores biológicos».  Segundo a classificação tradicional védica que expomos, cada pessoa tem um dos temperamentos dominantes mas também partilha uma percentagem de todos os outros, dependendo da organização e força dos signos  e planetas no seu horóscopo.

A classificação do temperamento dos signos não é feita de forma única, havendo  diferenças de opinião. Seguimos aqui a classificação de David Frawey, Astrology of the Seers, A  Comprehensive Guide to Vedic Astrology.

São os seguintes os 3 temperamentos biológicos considerados na tradição védica:

Pitta– (Bilioso): Carneiro. Leão , Sagitário Capricórnio. Elemento dominante Fogo.

Vatta– (Sanguíneo): Gémeos, Virgem, Balança, Aquário. Elemento dominante Ar.

Kapha: (Fleumático): Touro, Caranguejo Escorpião, Peixes. Elemento dominante Água.

Esta classificação  implica ainda a consideração de que os seis primeiros signos são constituídos apenas por um elemento simples ao passo que os últimos seis têm constituição dupla e esses signos podem por vezes comportar-se de acordo com um ou outro dos elementos que os constituem.

Assim, Carneiro é composto por fogo duplo- primário e secundário; Touro é composto por Água dupla- primária e secundária; Gémeos é composto por Ar duplo- primário e secundário; Caranguejo representa a Água em geral no organismo; Leão representa o Fogo geral no organismo; Virgem representa o Ar geral no organismo.

Os últimos 6 signos do Zodíaco são compostos por um elemento principal e um secundário, aparecendo o principal em primeiro lugar: O signo Balança é composto por Ar e Água; o signo Escorpião é composto por Fogo e Água; o signo Sagitário é composto por Fogo e Água; o signo Capricórnio é composto por Fogo e Ar;  o signo Aquário é composto por Ar e Fogo; o signo Peixes é composto por Água e Ar.

Para além da classificação geral do temperamento dos signos, muitos astrólogos preferem classificar o temperamento dos signos a partir do temperamento dos seus planetas regentes pois a natureza do planeta prevalece sempre sobre a do signo, que indica o contexto da ação do planeta mas é este que determina a natureza dos efeitos produzidos. Nesta ótica, Carneiro, Leão e Escorpião são considerados signos de Fogo pois são regidos pelo Sol e Marte, cujo temperamento é Fogo; Touro, Caranguejo, Balança, Sagitário e Peixes são incluídos no elemento Água pois são governados por Vénus, Lua e Júpiter que têm temperamento do elemento Água; Gémeos, Virgem, Capricórnio e Aquário  são incluídos no elemento Ar pois os seus regentes, Mercúrio e Saturno, têm temperamento de Ar.

Estas classificações servem o propósito de determinar  o temperamento individual de acordo com a medicina Ayurvédica tradicional. Para este efeito é analisado o Ascendente e todas as influências sobre a 1ª casa, o seu regente, o Sol (como significador da 1ª casa), especialmente no caso dos homens, e a Lua no caso das mulheres. Mas, quando a Lua é mais forte do que  o Sol, deve ser analisada também para os homens. Qualquer planeta em conjunção com o Sol ou a Lua tem grande influência no temperamento da pessoa. Planetas colocados na 6ª casa, relacionada com a saúde, também são considerados. O planeta mais forte – o regente da 1ª ou da 6ª casa é escolhido em conjunto com o Sol e a Lua  e os regentes dos signos onde estão colocados, para determinar o tipo físico da pessoa ou temperamento segundo a tradição.

Num próximo artigo descreveremos brevemente cada um dos  3 temperamentos referidos.

Signos Dwi Swabhava ou Mutáveis

signos Dwi Swabhava ou Mutáveis capa

Os signos Mutáveis são complexos, possuindo características dos dois grupos anteriores- fixos e cardinais. Os signos mutáveis são: Gémeos, Virgem, Sagitário e Peixes.

Podemos referir como características positivas dos signos Dwi Swabhava ou mutáveis que os nativos destes signos são capazes de ir para além dos limites do corpo físico e dos sentidos exprimindo-se tanto no plano físico como espiritual. enquanto os signos fixos têm uma energia essencialmente «tamas» que é estática e  inerte e os signos cardinais têm uma energia essencialmente «Rajas», os signos mutáveis mudam de uma qualidade para a outra, não se fixando em nenhuma delas. A sua energia é designada  Swatva». Tal como os signos Cardinais, os signos mutáveis têm muitas competências de ação. Têm também, de forma mais desenvolvida, mais  poder mental de análise e compreensão global do que os restantes signos. São por isso os que possuem mais conhecimento e  inteligência. Enquanto os signos Cardinais indicam grandes capacidades de liderança, os signos mutáveis são os conselheiros dos líderes. São muito sociais e cativam os outros pela inteligência. São flexíveis mentalmente e recusam abordagens simplistas da realidade.

Pelo lado negativo, os signos Dwi Swabhava ou mutáveis podem ser hesitantes e indecisos por considerarem sempre muitas possibilidades em simultâneo. Podem perder-se nos meandros do pensamento e afastar-se da realidade, sendo pouco práticos ou pouco realistas. Envolvem-se continuamente no fluxo do pensamento que procura novas ideias para alimentar a reflexão sem se preocupar em concretizá-las. Tendem a ficar deprimidos  e  a  deixar-se envolver em emoções negativas, fechando-se na interioridade e recusando a convivência social com os outros.

Signo Gémeos– elemento Ar: é no signo Gémeos que é mais forte o dualismo entre o fixo e o cardinal pois Gémeos tenta, ao mesmo tempo, fixar-se na interioridade e assimilar-se ao mundo externo. Assim, os nativos tanto estão concentrados no seu pensamento num momento como, no seguinte, tentam fazer parte do meio ambiente. Gémeos mantém as características de teimosia e conservadorismo dos signos fixos, mas oscila entre estes comportamentos e a sociabilidade, tolerância e vontade de igualdade com os outros. O símbolo de Gémeos é a união entre o princípio masculino e o feminino, o Yin e o Yang, representados por um homem e uma mulher. O seu intento é unir estes opostos. Isto tanto pode manifestar-se como procura de equilíbrio, como expressar confusão e contradição . Gémeos possui grande dinamismo mental mas este não se concretiza na ação. É muito criativo e excelente comunicador. É muito social. Extremamente mutável, possui pouca estabilidade. Os seus ideais são pouco práticos e falta-lhe capacidade de concentração.

Signo Virgem– elemento Terra: Este signo possui um dinamismo muito diferente do de Gémeos, embora tenham ambos a regência de Mercúrio. Virgem possui um intenso dinamismo dual em que tanto pode  absorver no seu próprio self aquilo que encontra no meio como pode expulsá-lo completamente para fora de si. Pode ser muito auto centrado e anti-social. Só integra o que considera útil para si e tudo aquilo em que não encontra utilidade pessoal é rejeitado e ignorado. O signo Virgem tem por símbolo uma Virgem solitária numa ilha cercada pelo oceano. Os nativos de Virgem estão muito conscientes do que «lhes pertence» e daquilo a que «têm direito». A sua consciência tende a estender-se apenas ao seu próprio self, reduzindo o mundo a si mesmos. Porém, no signo Virgem tanto podemos encontrar o tipo «eremita» que se isola do mundo, como o tipo que anseia pelos confortos mundanos. Neste último caso, temos a pessoa que faz negócios, se envolve em política e tem muito sucesso nestas atividades, mantendo sempre o seu interesse próprio em primeiro lugar.  Estes nativos podem lutar muito para alcançar um lugar no mundo mas os objetivos são sempre dirigidos a si mesmos, o seu próprio interesse é sempre soberano.  esta pessoa é  muito prática e totalmente centrada na auto preservação. Aceita a mudança  apenas para garantir a sua preservação.

Signo Sagitário- elemento Fogo: Em Sagitário não há contradições tão fortes como no signo Gémeos pois este é um signo que anseia pela unificação e unidade do ser. Também não é tão  autocentrado como o signo Virgem. Sagitário tem uma consciência forte do que deseja atingir: quer controlar as forças da Natureza usando o seu fogo interno. Procura integrar-se no seu ambiente e tem consciência plena de si mesmo e do ambiente que  o cerca. Sagitário segue o seu caminho de forma frontal e direta, enfrentando os obstáculos que aparecem; supera-os e continua para diante. Os nativos de Sagitário são corajosos mas sem imprudência. São idealistas mas não se baseiam em fantasias nem em emoções , Sagitário usa a sabedoria aprendida com a experiência e aceita a verdade, reconhecida pela lógica do pensamento. Assim, o dinamismo de Sagitário é dirigido pelo self e controlado por este. Segue esse caminho com calma e vai desenvolvendo uma abordagem tanto interna como externa do mundo e de si mesmo. Pode ser muito ativo no mundo exterior mas é sempre calmo  e focado internamente mantendo a consciência feliz de união e liberdade com o todo universal. É autossuficiente e muito focado. O seu idealismo tem forma racional e objetiva. Busca a verdade,  a felicidade e a liberdade.

Signo Peixes- elemento Água: a energia de Peixes flui continuamente, acolhendo todas as formas e todos os tipos de atividade,  tanto calma como tempestuosa. A energia calma de Peixes pode transformar-se subitamente numa tempestade furiosa dissolvendo e transformando as formas continuamente. Peixes muda continuamente. O símbolo de Peixes são dois peixes movendo-se em direção oposta. Tal como acontece com as águas do oceano, que podem manter uma tempestade à superfície e permanecer calmas na profundidade, os nativos de Peixes nunca se revelam totalmente aos outros. A sua personalidade encerra muitas contradições e os nativos sentem-se confortáveis nesta amálgama de múltiplas  e variáveis formas de expressão. O dinamismo de Peixes orienta-se para o interior velando-se e revelando uma essência extremamente subjetiva e idealista que só se manifesta na interioridade do sujeito. Os nativos são  muito emocionais e pouco práticos, não sabendo encontrar limites  que definam ou deem contorno claro à sua expressão. Têm pouca iniciativa e autoconfiança deixando-se conduzir, mais do que tentam liderar caminhos.