O 12º NAKSHATRA – UTTARA PHALGUNI

Localiza-se entre 26º 40 ‘ de Leão e 10º de Virgem.
Esta constelação forma um par com Poorva Phalguni ,  pelo que as características mencionadas em relação àquela constelação também se aplicam a esta, embora, segundo alguns,   se manifestem  mais fortemente nesta constelação.
A divindade que preside é Bhaga o deus da felicidade. Algumas fontes referem esta divindade associada  à constelação anterior e Aryaman  associada a esta constelação. A sua  simbólica continua  a ser  a do desejo de união e toda a organização daí  resultante. O símbolo do Nakshatra é uma cama.
O regente astrológico é o Sol   e, uma vez mais, surgem do seu simbolismo um conjunto de características que marcam os nativos:  iluminação, intensidade, brilho, germinação da vida, prosperidade, mas também crueldade e violência nos extremos da sua energia que  dá vida mas também queima.
Do mesmo modo, os nascidos nesta estrela são polidos, afetuosos, generosos e leais; têm almas puras  e honestas que aspiram à verdade, mantendo uma imagem exterior de delicadeza e suavidade. 
Mas, por outro lado, tendem para a  inflexibilidade e a intolerância, a sua personalidade assertiva dá-lhes coragem e determinação mas também  têm  tendência para se considerarem donos da verdade. Têm  dificuldade em mudar de  opinião e um temperamento com  explosões de humor, ainda que momentâneas.
O Sol é o único planeta capaz de gerar a sua própria energia (tem luz própria)  e isso faz dele um planeta independente dos outros.  Do mesmo modo  os nativos tendem a ser espíritos livres e a ter uma individualidade muito  marcada que não gosta de se diluir na multidão.  E  têm uma aparência digna e nobre. Em alguns, isto exprime-se como arrogância,  «mania das grandezas» e até despotismo. 
Uma outra característica do Sol é que, na classificação das Gunas ou tipos de energia, o Sol classifica-se como energia Sattva.  Isto significa  uma energia virada para a dimensão espiritual pelo desejo de se libertar dos laços materiais.
E é neste aspeto que esta constelação se distingue da sua irmã Poorva Phalguna:  enquanto esta  última exprime o propósito de vida associado aos desejos (Kama),  Uttara Phalguni exprime o propósito de vida associado à descoberta da espiritualidade ( Moksha). 
A forma com estes nativos desenvolvem esta energia baseia-se no uso do intelecto: esta constelação representa o ponto em que as energias do Sol e de Mercúrio, planeta do conhecimento , da comunicação e do pensamento lógico, se unem e combinam:  estes nativos possuem grande poder de discriminação, gosto pelo estudo das ciências e pelas interações sociais e de comunicação com os outros. 
Esta é a razão pela qual estas pessoas se dão especialmente bem  em profissões ligadas à ciência, investigação, relações públicas e educação.  E em todos estes círculos são pessoas conceituadas e respeitadas.
No lado negativo,  alguns podem também manifestar  os traços simbolizados  negativamente pela associação Sol/Mercúrio : a astúcia que consegue convencer usando alguma trapaça e que consegue manifestar uma total aparência de inocência na interação com os outros, quando os manipula e engana. Mas esta é uma exceção no comportamento  associado a esta estrela.
 Estas pessoas obtêm riqueza e uma vida confortável embora, devido à relação entre a constelação e o propósito de vida, (desenvolvimento da espiritualidade)  passem por diversos obstáculos até aos 32 anos. Entre os 32 e os 38 anos a situação das suas vidas melhora lentamente  e depois terão um período de crescimento estável até aos 62 anos. Atingem o pico da sua capacidade de influência  social e de riqueza material por volta dos 50.
 
A constelação relaciona-se com a «Chayani shakti», ou o poder de acumular e prosperar.
Fisicamente  os nativos são altos, alguns têm tendência para o excesso de peso, têm nariz grande , aparência distinta e diz-se que têm um sinal preto do lado direito do pescoço. 
A sua vida conjugal costuma ser satisfatória e a saúde, de modo geral, também é boa.
Cada Pada acrescenta as seguintes características específicas:
1º PADA- Sagitário Navamsa- 26º 40’  a 30 º de Leão.
Regente Júpiter. Os nativos têm forte sentido ético, são conselheiros, têm boa fortuna e podem ter boa expansão. Tendem a ser ricos, são corajosos, têm um ambiente doméstico próspero e fazem boas acções.
2º PADA- Capricórnio Navamsa- 0º a 3º 20’ de Virgem
Regente Saturno. Estas pessoas caracterizam-se pela sua capacidade de organização e sucesso material. Por vezes têm um carácter instável.  Têm tendência para criticar. Alguns podem  precisar de ajuda de outros, tendo poucos bens. Podem ter sucesso na agricultura.
3º PADA- Aquário Navamsa- 3º 20´a 6º 40’ de Virgem
Regente Saturno. Estes nativos são orgulhosos, possuem um excelente intelecto, são filantropos, apaixonados, honestos ,  prestam serviço à sociedade, são responsáveis e possuem muitos conhecimentos.
 
4º PADA- Peixes Navamsa- 6º 40’ a 10 º de Virgem.
Regente Júpiter. Estas pessoas têm um bom  intelecto, sentido de humor, horizontes largos, sucesso material e espiritual. Têm poucos filhos.
Alguns são ingratos e «pecadores».
GANA (temperamento): Manusha (humano):  representa o envolvimento nos assuntos materiais com foco na amizade, família, cultura e sociedade.
O sábio Varahmihira  disse que esta influência lunar dá aos nativos o conhecimento que permite o poder e uma vida confortável.

Deixe um comentário