A Personalidade Básica com o Ascendente, o Sol a Lua em Carneiro, Escorpião e Sagitário


Continuo a descrever algumas das características resultantes da combinação das energias dos signos nos três elementos estruturais do horóscopo: signo Ascendente, signo  do Sol e signo da Lua.
O signo de Escorpião é de elemento água e polaridade feminina. A sua  aprendizagem fundamental  é a estabilização das emoções. Os  nativos deste signo  passam habitualmente por muitas reviravoltas emocionais ao longo da vida.
Interiormente, Escorpião sente o impulso para se ver livre de tudo o que deixou de ter potencial para crescer na sua vida    e que ele  deixa para trás do mesmo modo que uma a serpente abandona a velha  pele para se renovar.
O nativo de Escorpião  vive as suas experiências  com  uma intensidade e uma compulsão incontroláveis e precisa de sentir essa intensidade, caso contrário  pode tornar-se destrutivo.
A aprendizagem de Escorpião tem a ver com a protecção da vulnerabilidade da mente e da psique.  Este nativo tem um conhecimento intuitivo da psicologia  humana e muitas vezes serve-se desse conhecimento para manipular os outros como teste ao seu próprio poder.
A energia de Escorpião tem uma natureza passiva/receptiva,  por si só não  cria nem  destrói: move-se sempre em resposta a forças externas que a  pressionam para mudar. Se essas forças não existirem, Escorpião permanece fixo. No entanto, pode ter grande determinação para realizar acções concretas, podendo desse modo atingir os objectivos mais difíceis.
Quando a Lua está neste signo, está debilitada, por isso a sua expressão é diminuída, salvo certas excepções, e o nativo é naturalmente tímido e reservado, sendo muito difícil conhecer verdadeiramente o que se passa no seu íntimo.  Mas possui emoções muito intensas e concentradas que, muitas vezes, podem explodir em surtos de raiva e agressividade.
A Lua neste signo  é bastante desconfiada em relação aos outros e tem a tendência para  se focar nos erros ou lapsos dos outros em relação a si para responder com  vingança pois não esquece nem perdoa qualquer erro por pequeno que seja. Procura segurança emocional  na reserva de si, permanecendo sempre na obscuridade e nos bastidores, fora do olhar directo e central dos outros. Tem tendência para sofrer de ansiedade e pode facilmente ficar deprimida.
Quando o signo do Ascendente está neste signo o nativo tem uma estrutura física bastante forte e excelente capacidade de resistência às doenças. Estes nativos tendem a ser morenos  com olhos proeminentes e cabelo escuro.
Este signo no Ascendente produz uma personalidade muito magnética,expressão do seu intenso poder concentrado e da carga fortemente sexual que lhe é inerente. Um dos maiores desafios destes nativos é libertarem-se dos seus apegos emocionais. São extremamente possessivos e ciumentos.
A Lua  e/ou o signo Ascendente em Escorpião  produz nativos com um grande magnetismo físico e sexual que atrai os parceiros de forma muito insinuante e poderosa, de tal modo que estes muitas vezes se submetem ao seu controlo  voluntariamente, só para os fazerem felizes.
Quando o Sol se encontra em Escorpião, o nativo é essencialmente motivado pelo poder sob todas as suas formas: a experiência do poder e do controle sobre o meio e sobre os outros é a forma externa de este nativo reconhecer que tem domínio sobre si próprio.
O   propósito de vida associado ao controlo das emoções,de modo  a regenerar-se, começa pela batalha que este nativo  trava no seu íntimo entre a luz e as trevas  e o descontrolo das atracções sexuais. Para o conseguir, o melhor modo é focar-se em objectivos pois, quando tem algum objectivo forte, faz tudo para o alcançar.
Quando  o signo de Escorpião se combina com o signo de  Carneiro temos duas energias poderosas em interação. Os seus elementos – água e fogo- não se misturam mas,simbolicamente, é interessante lembrar que a água apaga o fogo. O Signo de Carneiro é pura energia que procura exteriorizar-se no mundo , de forma espontânea  e criativa  mas muitas vezes falta-lhe um verdadeiro propósito e, por isso, tende a desperdiçar-se e a perder-se num entusiasmo vazio.
O signo de Carneiro e  o signo de Escorpião são ambos regidos pelo mesmo planeta: Marte. Juntos, mostram a expressão da energia masculina (Carneiro) e feminina (Escorpião).  E o resultado pode ser muito interessante pois a receptividade e o carácter fixo de Escorpião poderá conduzir a energia do signo Carneiro para um maior poder de realização no mundo concreto.
Ao mesmo tempo, a subjectividade de Escorpião complementa na perfeição a personalidade seca, extrovertida  e  excessivamente voluntariosa de Carneiro. No plano profissional esta pessoa será provavelmente bastante interessada pelas  técnicas e tecnologias ligadas com a energia, engenharia, mecânica.
O signo de Sagitário é de elemento fogo e polaridade masculina.  Este signo exprime o lado positivo de Júpiter, optimista, sonhador, ingenuamente crente na bondade do mundo e da ordem das coisas, generoso e, sobretudo, ansioso por liberdade e pelo longínquo: no exotismo das crenças, da cultura e dos modos de ser ou na profundidade do seu pensamento de cariz filosófico.
 Tal como Carneiro, Sagitário sente necessidade de mudar, de se aventurar pelo desconhecido sem planos prévios, para explorar e descobrir algo novo. Neste aspecto, estas duas energias misturam-se e fortalecem-se mutuamente.
Um nativo com estas energias no signo do Ascendente e da Lua precisa de exteriorizar a sua energia. O seu entusiasmo e personalidade extrovertida não podem conter-se na quietude das tarefas rotineiras do dia a dia. E precisam do reconhecimento externo, gostam, sobretudo  o signo Carneiro, de ser reconhecidos e admirados pelos outros.
Um nativo com a  Lua em Sagitário, Ascendente em Carneiro  e  o Sol em Escorpião será uma personalidade pujante predominantemente exuberante e extrovertida mas com uma faceta reservada e secreta exprimindo o lado de Escorpião.
 Um tal nativo será muitas vezes menos espontâneo  e mais cauteloso do que Sagitário ou Carneiro seriam isoladamente, bastante menos ingénuo do que Sagitário e também provavelmente menos insistente com a questão da «verdade».
Por outro lado, as características de desejo de liderança e de poder são fortalecidas com a combinação de Carneiro e Escorpião, dando a este nativo um impulso muito forte nesse sentido, o que favorece uma carreira em cargos de direcção em que seja necessário exercer autoridade e, simultaneamente, tomar decisões.
O impulso para liderar, do signo de Carneiro, é aqui temperado com a concentração do uso do poder e a necessidade de controle e de auto-controle de Escorpião. A tendência transformadora  do signo Escorpião, nas suas manifestações mais elevadas, podem aqui originar capacidades reformistas que podem ser bastante úteis à sociedade se bem canalizadas.
A combinação das energias de Sagitário e de Escorpião é menos harmoniosa pois estes dois signos indicam duas tendências psicológicas bastante diversas:
Sagitário exprime a  extroversão movida pela crença na bondade do mundo e dos outros,  baseia-se numa confiança (muitas vezes cega) de que «tudo correrá pelo melhor»; Escorpião tem como  ponto de partida a cautela pois antecipa a traição e o mal contra o qual terá que se precaver. A sua atitude é pois de suspeita;
Sagitário vive obcecado pela ideia de pureza de propósito e da necessidade de ser fiel à verdade, que não subordina a mais nada;
Escorpião pode chegar a esse amor pela verdade após uma grande batalha interior mas geralmente sacrifica a «verdade» como fim em si à «verdade do seu interesse» embora possa mascarar  muito bem a sua intenção.
Apesar destas tendências opostas na dinâmica da psique, o excessivo pendor optimista  de Sagitário pode tornar-se mais realista com a combinação da energia de Escorpião.  Por outro lado, a energia de Escorpião também pode ser positivamente modificada pela combinação com Sagitário, ao tornar-se  menos comprimida interiormente, e mais orientada para ideias universais. Um tal nativo tende a ser mais confiante e aberto aos outros do que Escorpião isoladamente seria.
Qual das tendências será dominante depende da força de Júpiter e de Marte no horóscopo, da sua colocação por casas, dos aspectos recebidos, etc.
Genericamente falando, a combinação destas energias nos três factores básicos do horóscopo produz um nativo com uma personalidade forte, convicções e valores firmes, uma disposição determinada e orientada para objectivos, capacidade de liderança, grande poder intuitivo e capacidade de compreensão  da psicologia humana , motivado pelo exercício do  poder e  da autoridade, querendo alcançar uma posição de destaque na sociedade, embora não totalmente exposta aos olhares dos outros, possivelmente contribuindo para reformas no seio da sociedade ou num campo do saber associado a Leis, Filosofia, Ciência/Tecnologia ou Religião.
 Convém não esquecer que as indicações aqui referidas são gerais e podem ser modificadas por outros elementos e configurações do horóscopo.
 

Deixe um comentário