Os Indicadores da Profissão e da Carreira no Horóscopo

Para a maioria dos indivíduos, a riqueza vem associada ao mundo da profissão e do trabalho. Assim, nada mais natural que, quando se fala em «riqueza» se fale também do trabalho e da profissão como meios para a alcançar.
Do mesmo modo que o horóscopo contém indicadores de riqueza (ou de pobreza), como tenho vindo a mostrar, também oferece indicações acerca do modo de ganhar a vida , do trabalho e da profissão.  Podemos até saber se, para nós,  será  mais vantajoso ter um negócio próprio ou, pelo contrário, ter um  trabalho dependente.
Os indicadores Gerais da Profissão/Carreira
1.       O signo Ascendente
Apesar  de existirem algumas casas –chave do horóscopo para analisar especificamente esta questão, o primeiro factor a considerar e a analisar com profundidade é o signo Ascendente. A 1ª casa é a  mais importante do horóscopo.
 Ela representa a pessoa como um todo e os planetas aí colocados bem como os aspectos que recebe  são importantes porque se manifestarão na vida da pessoa  e terão, por isso, um papel na determinação das suas opções vocacionais.
2.       O Sol e a Lua
O sol  representa o self e, por isso, relaciona-se com  a vocação da pessoa, com o seu propósito de vida. Devemos ter em atenção o signo,  o planeta dispositor , a casa e os aspectos recebidos, bem como o Nakshatra onde está colocado.
A Lua é a expressão mental e emocional do nativo, relacionando-se com  a personalidade e a necessidade de segurança, com aquilo que o indivíduo gosta de fazer e  lhe dá segurança e um sentimento de realização pessoal. Assim, devemos analisar com cuidado a Lua. E,  como informação adicional, conhecer a fase lunar de nascimento é relevante pois mostra a potencialidade de a pessoa ter maior ou menor visibilidade no mundo.
3.       Os Temas dominantes do horóscopo
Antes de formular juízos particularizados precisamos de compreender quais são os temas dominantes  da carta astrológica:
a)      Em primeiro lugar olhamos para as casas e signos do Ascendente, do sol e da Lua e a localização do regente do Ascendente. Vemos se há padrões que se  repetem: por exemplo num horóscopo dominado por Mercúrio  o dispositor do Sol  conjunto com Mercúrio reforça a importância deste planeta.
b)      Observamos o estado dos planetas: há algum em signo de exaltação/próprio signo? Se houver, pode exercer uma influência bastante grande na escolha da carreira;
c)       Qual a melhor casa/signo/planeta ? que aspectos recebem?
d)      Se há alguma casa com 3 ou mais planetas, essa é uma área sem dúvida relevante na vida dessa pessoa, bem como a casa oposta a essa.
Ex: uma pessoa com o sol colocado na 5ª casa , Mercúrio  colocado na 2ª casa  recebendo aspecto de Marte e o regente do Ascendente colocado na 3ª casa terá sem dúvida necessidade de sobressair através de uma via criativa e de expressão individualizada, associada à  comunicação. Se outros factores do horóscopo forem favoráveis, poderá ter sucesso como escritor ou numa área criativa associada às tecnologia da comunicação.
e)      Para determinar os aspetos benéficos recebidos pelos planetas que podem ter impacto na escolha da carreira observamos, para além da força do planeta em questão, se  este recebe  aspectos do sol,  de Júpiter, Vénus ou Mercúrio (Vénus e Júpiter são os benéficos naturais; Júpiter, Mercúrio  e o Sol são  planetas significadores da carreira e da 10ª casa).
f)       Não devemos perder de vista que o Sol, a  Lua e o signo Ascendente são os três factores básicos mais importantes na vida da pessoa. Todos os aspectos que os envolvem devem ser considerados e analisados  cuidadosamente.
A 10ª  Casa do Horóscopo e os seus Aspectos
A 10ª casa é a casa mais especificamente relacionada com a profissão/carreira.  Os aspectos que a casa  recebe, a colocação do seu  regente e os aspectos que este recebe dão informações importantes sobre esta matéria.  
No entanto, ao analisar esta matéria, habitualmente vemos também a 2ª casa(acumulação de riqueza) e a 11ª (ganhos e rendimentos) de modo complementar, uma vez que a generalidade dos indivíduos trabalha e desenvolve uma acção no mundo  para obter visibilidade e um estatuto social (10ª casa) na sua comunidade mas também para acumular riqueza e bens que lhe permitam sobreviver (2ª casa) e receber as honras  e recompensas pelo seu esforço, bem como a realização das suas aspirações e expectativas (11ª casa).
 E, como a Educação está intimamente ligada às oportunidades de carreira, analisamos a 4ª e a 5ª casas como recolha adicional de informação.
Quaisquer planetas colocados na 10ª casa adquirem  grande importância. Se, por ex., o regente da 1ª ou da 2ª casa estiverem  aqui colocados,  a pessoa poderá ter  uma posição de destaque e de direção na sua profissão, contanto que esses regentes sejam fortes;  o sol, por ex., está associado a esta casa como representando o status social do nativo. Mas um Sol fraco nesta posição indicará que a pessoa é ambiciosa mas não tem as competências necessárias para realizar essa ambição ou poderá falhar no seu desempenho se as assumir.
Os planetas significadores da carreira/profissão  (Júpiter, Mercúrio, Sol) deverão ser analisados para saber se têm alguma  associação com a 10ª casa ou o seu regente. (É positivo  o seu aspecto para a casa mas não é bom  que estejam  colocados nela, à excepção do Sol, quando é forte, pois aumenta as possibilidades de a pessoa ter sucesso e visibilidade no mundo. A colocação de Júpiter e Mercúrio em casas auspiciosas é um indicador positivo para a carreira.
A colocação do regente da 10ª casa  pode  mostrar alguns elementos importantes relacionados com o tipo de profissão ou o ambiente em que o nativo trabalha. Se por ex., o regente da 10ª casa está colocado na 2ª casa, uma casa associada a finanças, o nativo pode trabalhar na área financeira; se colocado na 12ª casa, poderá trabalhar no estrangeiro ou em alguma instituição que envolve o confinamento de pessoas relativamente ao mundo exterior como um asilo, um hospital, uma prisão, etc. ou em alguma função fora do olhar do público.
Finalmente, devemos observar a  Navamsa, especialmente a 1ª e a 10ª casas e  o estado dos seus regentes. Será muito positivo que o Ascendente seja o mesmo da carta natal (vargottama). Também é bom que os planetas relacionados com a 10ªcasa estejam fortes. Se, por ex., o regente da 10ª casa da carta astrológica está exaltado ou no próprio signo na Navamsa, dará bons resultados. Mas se está forte na carta natal e debilitado na Navamsa, são de esperar fracos resultados nas áreas associadas ao planeta na vida do nativo.
Os bons e os maus períodos da carreira do nativo podem  ser determinados usando a análise combinada da D-10 , o sistema Dasha contemplando os períodos dos planetas relacionados com a profissão  e os trânsitos,  sobretudo de Júpiter e de Saturno. Júpiter é o representante da prosperidade na via da pessoa e Saturno representa o Karma e nada importante acontece na vida da pessoa sem que haja  um trânsito relevante destes planetas  na carta natal.
 Para este propósito a análise da posição dos nodos Rahu e Ketu em trânsito é também essencial pois  as mudanças e reviravoltas  principais da vida estão associadas aos seus  trânsitos .
A análise da D-10 para averiguar  o estado do planeta  activo  no período dasha  que se pretende analisar é um indicador importante em termos temporais, para atestar do sucesso ou fracasso do período em causa para as matérias relacionadas com a carreira e a profissão.
(Continua)

Deixe um comentário a sua opinião conta