Grandes Figuras da Ciência- Louis Pasteur e a Medicina Preventiva


Louis Pasteur
27 de Dezembro de 1822 , 2h
Dole, França, 47 N 06, 5 E 30
Local mean time: 5 E 30
(espólio de Lois Rodden)
Louis Pasteur  tornou-se imortal na história da ciência ao descobrir o processo de eliminação de germes e de bactérias que tem o seu nome, «pasteurização»  e as vacinas que hoje são incontornáveis para prevenir doenças perigosas.  O seu lugar na Ciência e na História da humanidade é, por isso mesmo, proeminente e inquestionável. A humanidade de hoje presta-lhe a justa homenagem por muitas vidas salvas. 
A Identidade Básica: Ascendente Balança, Lua em Touro e Sol em Sagitário
As energias básicas de Pasteur dão-lhe uma dimensão racional, criativa, social e reformista (Balança) , um carácter prático e capaz de perseverar nas realizações concretas, amante do conforto e do sucesso  material (Touro), com pensamento independente, amante da liberdade e da sabedoria  que se esconde além das aparências (Sagitário).  Tais facetas são indispensáveis para alguém  levar a cabo processos  criativos,  fazer descobertas e ser capaz de  as aplicar.
Pasteur era um crente na liberdade de  investigação e do uso da imaginação, considerando que estes aspectos são fundamentais para quem faz ciência ; mas também considerava que a experimentação rigorosa e assente nos factos era indispensável. O facto de ter  na identidade básica um elemento Ar (Ascendente), um elemento Terra (Lua) e um elemento Fogo  (Sol)  ajudou bastante estes três aspectos do  seu trabalho, conseguindo inovar; pensar e planear de forma organizada; e  executar. 
O Ascendente em Balança  mostra uma pessoa com natureza afável, racional, preocupada com a harmonia das coisas, com as interacções humanas, a justiça, e a beleza em todas as formas. O  Ascendente neste signo explica a primeira escolha de Pasteur em relaçãoaos seus estudos-as Artes.  Pasteur pintava os amigos, familiares, etc.  na juventude, tendo completado um bacharelato em Artes, após o   que se dedicou à carreira científica pelo resto da vida.
 A Lua em Touro mostra uma pessoa ambiciosa, com vontade de «ser alguém»,  e  poderosa pois está  em Mooltrikona. A colocação na 8ª casa indica também uma preocupação pelos aspectos da morte e da doença, ao mesmo tempo que também explica alguns dos problemas de saúde do próprio Pasteur.  A morte de 3 dos seus filhos, com febre tifóide  durante a infância foi um sério motivador para a investigação que permitiria a cura e a prevenção dessas  doenças fatais. 
O Sol em Sagitário indica uma pessoa com uma forte dimensão espiritual e, no caso de Pasteur, a maioria das opiniões refere que ele se manteve firmemente convicto na sua fé religiosa.  A procura da verdade e o gosto pela ciência, também reforçado pelo signo Balança no Ascendente, mostram uma pessoa capaz de inovar e de investigar profundamente a realidade numa dimensão mais profunda do que a comum : o microscópio permitiu a Pasteur encontrar seres invisíveis a olho nu mas que constituem um universo microbiológico capaz de afectar e de influenciar para o bem ou para o mal a saúde humana. Sagitário também lhe deu a bonomia de querer oferecer à humanidade  um conhecimento salvífico, neste caso através do trabalho  científico que pudesse livrar a humanidade   de doenças  até aí  fatais e incontroláveis.
O Sol na 3ª casa, em conjunção com o regente do Ascendente,  mostra simultaneamente a importância da ciência ,da mente racional e do poder da iniciativa e da coragem para comunicar e defender as sua ideias essenciais  na concretização dos objectivos de vida  de Pasteur.   O carisma dado pelo Ascendente Balança  fez o resto, permitindo-lhe gerar influência e reputação no mundo científico e na comunidade. 
As Assinaturas Específicas  do Destino no Horóscopo

A Lua está colocada no Nakshatra de Mrigashira, com regência de Marte. Esta estrela de nascimento indica nativos com uma enorme curiosidade, e cujo destino é marcado pela«procura e investigação». Os nativos desta estrela são pessoas bastante mentais e possuem uma forte imaginação.  São indivíduos afectuosos e carinhosos  e sentem um impulso constante para  preencher alguma dimensão das suas vidas.  Na vida  de Pasteur  este impulso guiou-o para a  procura da cura e  a prevenção de uma série de doenças.

A 3ª casa do horóscopo é central na vida deste nativo. Nela está presente o Sol, o regente do Ascendente, Vénus e Mercúrio, regente da 9ª casa da sorte e do destino nesta vida.  A 9ª casa recebe o aspecto do seu regente, o que é bastante auspicioso. A presença do regente da 9ª casa na 3ª permite a realização dos desejos, sorte e sucesso nos empreendimentos.  Mercúrio, como regente também da 12ª casa dá  uma forte intuição, a capacidade para a compreensão imediata de muitas coisas não visíveis à primeira vista.
Marte regente da 2ª e da 7ª casas está colocado  na 4ª no signo de exaltação, o que   favorece as aquisições, a riqueza material; está em conjunção com Rahu em signo amigo, causando ânsia por bens e propriedades e  pelo  sucesso mundano. Segundo parece, Pasteur manifestou sempre grande disponibilidade para receber as honras a que sentia ter direito. Simultaneamente, Ketu na 10ª casa favorece os resultados na carreira e dá inclinação espiritual.
 
Outro eixo do destino importante é a 8ª casa dos mistérios, da transformação individual, do poder, da morte,etc. A Lua encontra-se aqui colocada em conjunção com Júpiter.Os dois planetas lançam um aspecto para a 2ª casa das aquisições. Simultaneamente a Lua, que está forte no signo de Mooltrikona é regente da 10ª casa da carreira. Júpiter é regente da 3ª casa onde o Sol está colocado. Esta configuração  indica uma carreira em torno de uma temática que envolve a doença e a morte e  a associação entre os planetas que ocupam a 8ª e a 2ª e 3ª casas indicam que o nativo ganharia riqueza  pessoal e competências que lhe permitiriam realizar uma carreira de sucesso através da sua iniciativa pessoal .
Mas existe um lado menos positivo nestes aspectos, eles não favorecem a vida familiar, nem a relação com o cônjuge nem a relação com irmãos. Saturno  na 7ª casa,  sendo regente  da 4ª e da 5ª,  de certo modo contrapõe-se  a estes aspectos, protegendo a vida conjugal ,  os filhos ,a saúde e a reputação pois, como 5º regente a partir da 7ª,  lança aspecto para   o Ascendente. Porém, está debilitado, por isso a sua eficácia não chegou para impedir a morte de 3 dos 5 filhos de Pasteur.
Entre as  assinaturas (yogas)  neste horóscopo podemos ainda salientar, entre outros: a presença de Júpiter e da  Lua na mesma casa formando o yoga Gaja –Kesari que indica fama e virtude; Vénus e Mercúrio, regentes respectivamente da 1ª e 9ª casa estão em conjunção,formando o yoga Raja/Lakshmi  e indicando fortuna e altas realizações; Saturno  é um yoga karaka para este Ascendente, indicando sucesso e altas realizações (apesar de estar enfraquecido  por  estar no signo de debilitação);
Com Marte, Saturno forma um Raja yoga, indicando também sucesso e altas realizações; Vénus forma um Maha yogada, indicando poder, autoridade e riqueza; Marte numa casa kendra em exaltação forma um  Ruchaka yoga , indicando alguém empreendedor , líder natural e determinado nos seus objectivos; o Sol e Mercúrio em conjunção formam  um Nipuna yoga revelando competências, inteligência, um perito na sua área respeitado e conhecido. 
Confirmação pela Navamsa
A Varga Navamsa é extremamente forte, confirmando o enorme sucesso e reputação  que Pasteur alcançou em vida: o Sol está no próprio signo, os nodos estão exaltados, Marte está em vargottama.
O Ascendente «cai» em Escorpião,  correspondendo à 2ª casa da carta de nascimento. O regente do Ascendente Navamsa está exaltado e em vargottama na 3ª casa da iniciativa, da coragem e do empreendedorismo. O nativo haveria de desenvolver conhecimentos e competências (2ªcasa)  usando o poder de iniciativa, empreendedorismo e a inteligência  para alcançar uma carreira de sucesso que lhe traria o reconhecimento público e uma grande reputação: o regente da 9ª casa da  sorte  nesta vida – a  Lua- está colocado na 10ª  casa em conjunção com o Sol , regente da 10ª colocado na 10ª e Vénus, regente do Ascendente natal, garantindo deste modo  uma carreira notável  e muitas honras. 
Mercúrio está colocado no próprio signo na 8ª casaindicando fama e popularidade. A presença de Rahu  na casa indica que  as honras materiais e a riqueza, apesar de desejadas  pelo nativo não esgotam a sua visão do mundo que também necessita de se apoiar  na dimensão mais espiritual da vida.
Ketu na 2ª casa indica despojamento em relação aos aspectos materiais da vida e causa pouca felicidade doméstica. Os nodos neste eixo 8/2  não favorecem o gozo de riqueza material pelo que, mesmo que esta seja alcançada, haverá sempre alguma perturbação que impede o seu pleno usufruto.  A 8ª casa é também uma casa de doença  e de perdas e, no caso de Pasteur, ele passou a parte final da sua vida semi – paralisado, tendo mesmo abandonado a vida universitária para se cingir à direcção do Instituto Pasteur anteriormente criado. A morte de  3 dos seus filhos  teve também este efeito de o impulsionar a ir  mais além na investigação das causas/prevenção  de várias doenças  mas foi sem dúvida um factor sempre presente de infelicidade pessoal.
Quando foi eleito membro da  Academia Francesa  tinha-se iniciado o período principal de Mercúrio, subperíodo de Mercúrio, e quando fundou o Instituto Pasteur  (1888) estava activo o subperíodo do Sol. (1881- 1898). Quando ficou  semi-paralisado em 1868, estava activo o período principal (mahadasha) de Saturno. A saúde má foi o ponto negativo na vida de Pasteur que o levou a procurar algo mais além do que as evidências empíricas imediatas, no plano microscópico da realidade, que lhe revelariam também uma outra dimensão da vida e lhe valeriam o reconhecimento da humanidade.

Deixe um Comentário a sua opinião conta