Grandes Figuras da Ciência- Marie Curie e a Descoberta do Radium


Marie Curie
7 de Novembro  de 1867, 12H
Varsóvia, Polónia, 52 N 15, 21E 0
Local mean time  21 E 0

(Espólio de Lois Rodden

Marie Curie foi uma brilhante cientista , graduada com as melhores classificações e que conquistou um legítimo lugar na história da ciência devido à descoberta do radium e  do polonium. Trabalhando com o marido, Pierre Curie, ganharam ambos o prémio Nobel pelas  suas descobertas e contributo para a ciência.  A Academia das ciências, no entanto, negou-lhe sempre a entrada, devido  ao facto de ser mulher e estrangeira. É de salientar que esta mulher rejeitou sempre patentear a sua descoberta, tendo-a oferecido ao mundo e deixando, desse modo, de receber muito dinheiro por ela.
A identidade Básica: Ascendente em Sagitário, Lua em  Aquário e Sol em Balança
As energias  básicas de Marie  são essencialmente intelectuais e criativas:  Fogo e Ar. O Ascendente em Sagitário dá-lhe um carácter  afável e caloroso, uma disposição generosa e orientada por critérios morais, filosóficos e uma enorme sede de sabedoria.  A colocação de Júpiter, o regente do Ascendente, na 3ª casa, acentua o brilhantismo  da sua inteligência, dá-lhe grandes capacidades analíticas  e a necessidade de alargar os seus horizontes   ao nível do conhecimento.
Marie é uma pessoa de princípios , respeitadora das regras que considera exprimirem valores fundamentais e possui um forte sentido de justiça.  Sagitário dá também uma propensão para o altruísmo,  levando os nascidos no signo a participar muitas vezes em movimentos de reformas sociais. 
Estas tendências são fortalecidas com a presença da Lua em Aquário, um signo social por excelência.  Aquário reforça todos os traços humanos e interactivos, levando esta pessoa naturalmente a procurar relacionar-se com os outros, não apenas a nível pessoal mas ao nível  da pertença a  grupos e à comunidade.
A Lua em Aquário também produz  uma pessoa pouco convencional, dando mais importância às dinâmicas e necessidades da comunidade do que às necessidades particulares e individuais.  Os nativos com esta posição da Lua  rompem muitas vezes com as regras estabelecidas, inovando, ou revolucionando, quando necessário.
O facto de pensarem muitas vezes para além do tempo e das circunstâncias em que vivem fazem com que os mais conservadores os considerem extravagantes  ou estranhos. A independência natural de Sagitário é extremamente reforçada pela posição da Lua em Aquário.  E a necessidade de procurar o conhecimento, as bases de uma compreensão mais profunda acerca   da realidade  são também reforçadas. Aquário gosta de se projectar no futuro, de entrar pelos caminhos da conhecimento que permitam desvendar os mistérios acerca da realidade. 
O sol em Balança mostra também uma profunda natureza social,  uma necessidade de se relacionar a nível pessoal. Não admira que esta mulher, tendo sido mais brilhante do que o marido, tenha no entanto aceite o trabalho em   cooperação com ele como algo perfeitamente natural porque o nativo de  Balança não funciona isoladamente, precisa do apoio  do outro, da confiança da troca de ideias, da discussão de igual para igual para poder funcionar.
Ao mesmo tempo, o sol neste signo intensifica a racionalidade, agudizando as  capacidades de juízo e de discriminação, deu a Marie um carisma e uma força, apesar de ser mulher, que o marido nunca igualou. O Sol em Balança permitiu-lhe adaptar-se a um mundo essencialmente masculino, desenvolvendo uma actividade académica onde  ela se distinguiu entre os melhores do seu tempo.
As Assinaturas Específicas do Destino no Horóscopo
A Lua está colocada no Nakshatra de Poorva Bhadrapada 2º pada. Esta estrela de nascimento, regida por Júpiter ,aponta para uma vida de transição, a passagem do plano material da posse dos bens para um outro  mais espiritual. Esta estrela leva os nativos a  experienciar os aspectos negativos da existência para que eles daí retirem a conclusão de que todos os bens estão destinados a perecer e o poder não passa de uma ilusão, permitindo assim  que  dêem um salto qualitativo para um outro plano de compreensão  e  modo de ser.
Salientam-se duas directrizes fundamentais neste horóscopo:por um lado, uma poderosa 3ª casa com Júpiter, a Lua  e o nodo sul (Ketu). Esta configuração dá coragem, determinação, inteligência e capacidades discursivas, desejo de conhecimento e necessidade de o partilhar com os outros.  Ketu nesta posição dá tendência ascética, despojamento em relação aos próprios desejos, coragem. 
Aqui colocado, Júpiter promete  a fama obtida através dos conhecimentos.  Ao mesmo tempo, enquanto regente do Ascendente, Júpiter nesta posição indica sucesso a partir do próprio esforço bem como motiva para as viagens, a procura de aventura e daquilo  que é incomum.  Esta mulher  não cabia nos parâmetros vulgares em que se incluíam as mulheres no seu tempo.
A outra directriz fundamental desta carta de nascimento é dada pela 12ª casa, fortemente ocupada  por Saturno, Vénus, Marte e Mercúrio. Esta configuração trouxe-lhe desapontamentos, isolamento, falta de reconhecimento pela sua inteligência e pelo seu trabalho, inimigos, pouca sorte nos relacionamentos amorosos (o marido morreu prematuramente e ela teve alguns amores que não superaram a dimensão secreta pelo carácter socialmente inaceitável  que tiveram)em suma, dificuldades e perdas dolorosas ao longo da vida.
O sol está  colocado em Balança (signo de debilitação) na 11ª casa. Na Navamsa , porém, o Sol está  colocado no  signo de exaltação , Carneiro, pelo  que desempenhou um papel protector na vida de Marie permitindo-lhe, embora não sem dificuldades algum reconhecimento e  a realização de alguns dos seus desejos.  Rahu colocado na 9ª casa indica   o  desejo intenso por alcançar um conhecimento superior e profundo.
Quando se observam as assinaturas específicas  (yogas) no horóscopo de Marie, percebemos que ela não teve um destino linear pois tanto observamos  assinaturas que favorecem o sucesso e a fama como outras que indicam pouca sorte e falta de reconhecimento público.
 
Como indicadores de sucesso e fama  encontramos, por exemplo, um Rajayoga entre Mercúrio e Marte: conjunção entre regentes de casas kendra/trikona; o yoga Vesi, formado por Marte, Mercúrio, Vénus e Saturno- planetas que não a Lua na 2ª casa a partir do Sol; o yoga  Gaja-Kesari formado pela Lua e por Júpiter, colocados em mútuas kendras e  indicando a fama e um carácter virtuoso. Marte e Vénus formam  conjuntamente o  yoga Sankha –  regente da 5ª  e  regente  da 6ª em kendras mútuas com o regente do Ascendente forte:indica riqueza, virtude, bondade, inteligência.
Existem também algumas assinaturas secundárias de sucesso (viparita Raja yoga, Raja Sambhanda, Vimala) . 
Como indicação de aspectos muito negativos encontramos yoga Kemadruma formado pela Lua devido ao facto de a 12ª casa e a 2º casa a partir da Lua estarem vazias ao mesmo tempo que não existem quaisquer planetas nas casas kendra. Indica infelicidade , pouco dinheiro e pouca sorte.
Marie acabou por sofrer os efeitos causados pelo contacto com o urânio e o radium,  tendo morrido  devido a problemas causados pelo envenenamento por radiação.  A presença de Marte na 12ª casa, conjunto com Saturno indica problemas de visão que podem conduzir a hospitalização. Marie teve que ser operada às cataratas, tendo ficado quase sem visão nos últimos anos de vida. 
Confirmação pela Navamsa

A Navamsa é mais forte do que  carta de nascimento, explicando deste modo a reputação que esta mulher obteve, ainda que principalmente a título póstumo.  O signo Ascendente  «cai» na 11ª casa da carta natal,  e o seu regente está colocado na 11ª casa da realização dos desejos e dos ganhos.

O regente da 9ª casa está colocado na 2ª em conjunção com Júpiter, o regente do Ascendente Natal. Esta configuração assegurou que Marie havia de alcançar o sucesso que procurava e  também teria ganhos, mas estes foram mais ao nível do conhecimento do que ganhos materiais. 
A presença do Sol na 7ª casa e da Lua na 8ª  são fatores inauspiciosos: o Sol nesta posição  indica infelicidade conjugal e parcerias pessoais  pouco felizes. Ao mesmo tempo indica a possibilidade de  um destino fora do país natal, com residência no estrangeiro: o destino de Marie jogar-se-ia-se-ia fora da terra natal;
A Lua na 8ª casa indica obstáculos e adversidades,  problemas de saúde , infelicidade. O facto de a Lua estar exaltada e em fase crescente pode ter  minorado estes problemas   mas o aspecto que lança para a 2ª casa não ajuda as aquisições pessoais.  Como a Lua rege a 10ª casa da carreira e da profissão, esta colocação destrói  significativamente as possibilidades de alcançar o estatuto  e o reconhecimento merecidos.Apesar das suas realizações,   a Academia Francesa das Ciências nunca permitiu que esta mulher fosse reconhecida  entre os pares mais ilustres do tempo. 
Marte na 12ª casa em conjunção com Rahu  é uma colocação difícil, causa problemas de saúde, principalmente  nos olhos, produz uma necessidade constante de dinheiro devido a  gastos e despesas acima do comum, traz insatisfação e infelicidade.
O aspeto mais bem sucedido da vida desta mulher foi a consagração altruísta e mesmo sacrificial  ao trabalho da ciência. Porém, mesmo este haveria de se virar contra ela: os longos anos a lidar directamente com a radiação condenaram-na à morte que haveria de sofrer, no momento em que estava activo o período principal (Mahadasha) de Vénus,( regente  da 6ª e da 11ª casas  forma um yoga  de doença) no final do sub- período de Júpiter (7  de Abril de 1934) Mas as suas descobertas revolucionaram muitas práticas  e exames que permitiram   a cura e a salvação de muitos.

Deixe um Comentário a sua opinião conta