Marcas de um Destino Extraordinário- Adolf Hitler, Um Monstro da História


Adolf Hitler
20 de Abril  de 1889, 18.30 h
Braunau, Austria,  48 N 15, 13 E 4
Local Mean Time : 13 E 4
( Espólio de Lois Rodden)
A Astrologia pode encontrar as marcas de um destino extraordinário mas é  muito discutível  que  possa justificar as escolhas de um indivíduo que, como Hitler, é responsável pelo extermínio de milhões de pessoas. Isto porque o destino não faz de ninguém um criminoso ou um monstro à partida. As escolhas que cada um faz  é que  podem fazer.
As marcas de um destino extraordinário estão presentes, começando com a presença de um  planeta no próprio signo ( Nodo sul – Ketu) e quatro em Mooltrikona- o Sol ,  Marte ,Júpiter e o nodo norte, Rahu. Mostrarei seguidamente como  estes fatores se conjugaram para determinar a configuração de um destino  que ultrapassou em muito o que é comum, infelizmente, neste caso, para fazer mal.
A Identidade Básica: Ascendente em Balança, Sol em Carneiro e Lua em Sagitário
Este  nativo tem o Ascendente no signo de Balança e, apesar de não ter planetas na 1ª casa, esta recebe o aspecto do Sol  forte  (Shadbala)em Mooltrikona,  de Marte em Moltrikona, de Vénus, regente do Ascendente e de Mercúrio regente da 9ª casa.  Deste modo, tudo se configurou desde o início, para esta  pessoa ter um destino e uma identidade que se distinguiriam.
O signo Balança no Ascendente é visível no gosto pelas Artes, nomeadamente a pintura, que o nativo cultivou. É sabido que este procurou desenvolver uma carreira neste campo mas  falhou os testes que permitiriam desenvolver estudos nesta área  . Este signo também mostra o carisma desta pessoa, a sua capacidade para influenciar as multidões.
A influência da 7ª casa , no entanto, é demasiado forte  e o seu signo, Carneiro, impõe-se, com as suas tendências, na  vida do nativo e explica porque é que uma pessoa com Ascendente em Balança se torna um ditador, ao invés de manifestar a sociabilidade, a bonomia e a afabilidade sempre em busca de consensos e de harmonia, que são características deste signo.
O Sol e Marte poderosos no signo  Carneiro lançam um  aspecto total sobre  a 1ª casa  e colocam neste indivíduo a marca de uma vontade terrivelmente forte, um carácter indomável e ferozmente individualista, incapaz de aceitar qualquer solução de compromisso   apenas permitindo a expressão única e inquestionável da sua vontade pessoal.
Deste modo, o signo Balança, na vida deste nativo, apenas é capaz de encontrar expressão no plano frustrado de uma vocação contrariada e secundária: Carneiro ganha em todas as frentes na procura de total protagonismo.
Deste modo, o Sol em conjunção com Marte em Carneiro é a energia mais poderosa da vida desta pessoa. Mostra o seu desejo de ser um pioneiro, uma pessoa absolutamente única e especial, alguém que se considera um líder iluminado e heróico.
Esta conjunção explica também um temperamento explosivo, muito facilmente  irritável, com coragem e temeridade totais, a incapacidade para ser sensível às necessidades dos outros  e total intolerância quando questionada a sua autoridade ou liderança.
A posição do Sol  e de Marte na 7ª casa  reflecte, por um lado, a importância que as relações com os outros têm na vida deste nativo (e, a este nível, o carácter desafortunado de tais relações, devido à presença destes planetas nesta casa) mas indica  também a incapacidade deste nativo para cooperar verdadeiramente, mostrando qual é  o padrão da sua forma de se «relacionar» : impondo-se pura e simplesmente, com  o poder da sua vontade, e decidindo tudo por si sem ter em conta os interesses dos parceiros.
A Lua em Sagitário  é visível  na procura  do conhecimento oculto e metafísico, que este encetou, no seu interesse por temas como Astrologia, Esoterismo, etc. Está conjunta com o regente do signo, Júpiter, mas esta associação, ao invés de se ter tornado benéfica no temperamento do nativo, levando-o a ser mais afável e a procurar a «verdade» com humildade e sem dogmatismo, foi distorcida pela presença de Ketu, o nodo sul, em conjunção.
Esta configuração envolvendo a Lua  na 3ª casa explica a atracção magnética que Hitler provocava nas massas, que o ouviam como que hipnotizadas, a sua espantosa capacidade de comunicação. Mas mostra também o carácter distorcido que o nativo deu aos ensinamentos ocultos/esotéricos, transformando-se  num fanático processo de perseguição e desejo de destruição.
A conjunção entre a Lua e Ketu é uma aflição que altera a expressão normal da Lua em Sagitário, indicando um pensamento perturbado ou distorcido. A forma como este nativo concebeu a realidade, ao  idealizar uma sociedade radicalmente nova, nascida de um processo de destruição total que excluiria toda a «imperfeição e impureza», mostra uma interpretação deturpada dos conhecimentos metafísicos e esotéricos.
Deste modo, a   influência de Ketu na Lua do nativo dá-lhe uma vontade e uma  coragem indomáveis mas   também uma percepção do mundo deturpada e distorcida que, em vez da procura racional da verdade, se transforma numa horrível  e monstruosa ilusão que ele tentará impor pela força.
As Assinaturas Específicas do Destino do Nativo

A Lua do nativo está na  estrela de nascimento Poorva Ashada, cujo regente astrológico é também o regente do Ascendente: Vénus. Poorva Ashada significa « o primeiro invencível». Está relacionada com a   capacidade de lidar com os extremos: a água e o fogo, o quente e o frio, a concentração e a dispersão. Faz surgir o ideal de limpeza e  de purificação. Na mente deste nativo, a Lua associada a Ketu concebeu uma forma destrutiva de vivenciar este ideal, pelo  extermínio de todos os que ele considerou imperfeitos e impuros.

Existem muitas assinaturas (yogas) neste horóscopo, indicadoras de um destino especial :
O sol, a Lua e Marte estão  colocados em casas trikona contadas a partir da sua posição em relação uns aos  outros (Trilochana), favorecendo a vitória sobre os inimigos, a riqueza, etc;
O  planeta dispositor do regente do Ascendente está no próprio signo, tanto no horóscopo de nascimento como na  varga Navamsa, o que indica um destino em que a pessoa atinge a riqueza e poder, podendo tornar-se «um rei».
O sol, Marte e Rahu estão em signos Mooltrikona  e em casas Kendra/trikona. Este yoga (Mridanga) indica que a pessoa será «um rei ou igual a um rei».
Vénus , regente da 1ª casa, está  em conjunção com Mercúrio, regente da 9ª casa. Indica que o nativo conhecerá a fortuna e atingirá altas realizações.
O Sol, Marte, Júpiter e Rahu  formam um poderoso Raja yoga: 4  planetas em Mooltrikona.
São ainda visíveis outras assinaturas favoráveis, indicando que este nativo alcançaria muito poder , riqueza, influência no mundo.
Mas, perante tantas assinaturas de sucesso neste horóscopo, como se explica a queda do ditador?
Mais uma vez e, tal como sucede no horóscopo de Napoleão, Saturno encontra-se na 10ª casa. Saturno rege a 4ª e a 5ª casa e a sua colocação na 10ª casa indica um estatuto proeminente, fama, notoriedade, uma carreira política de sucesso. Nesta posição, Saturno  permite a ascensão , a fama e  o poder até ao topo máximo alcançável para depois fazer cair o nativo levando-o a perder tudo o que conquistou.
Saturno  lança aspecto para  a 12ª casa, das perdas, dos inimigos secretos, de tudo o que está fora do nosso controlo , os gastos, as más acções, o isolamento/aprisionamento, etc  e  também a poderosa 7ª casa onde se encontra o Sol conjunto com Marte, Vénus e Mercúrio.  A 7ª casa também significa, entre outras coisas, residência e viagens ao estrangeiro,  e estrangeiros com os quais o nativo se relaciona.
As relações com o estrangeiro, as viagens, também são enfatizadas com a presença do nodo norte, Rahu, na 9ª casa.   A relação do nativo com o estrangeiro está deste modo  fortemente simbolizada no horóscopo. Mas a 9ª casa também simboliza a procura do conhecimento espiritual, bem como a 12ª, e o nativo  serviu-se dos actos de guerra para prosseguir um caminho que, na sua mente distorcida, realizava essa sabedoria oculta , ao tentar impor uma realidade sangrenta pela qual ele  via emergir o mito ariano do desenvolvimento humano.
 Durante o período principal de Rahu,(1930- 1948)  o nativo conquistou o seu espaço terrível na História subjugando sucessivamente   vários países europeus mas foi também neste  mahadasha, no  final do subperíodo de Vénus,  regente da 1ª casa da vitalidade e da identidade   mas também da 8ª casa da morte, que ele perdeu tudo incluindo a própria vida. O aspecto de Saturno mostrou-se inflexível e a pesada 7ª casa, uma casa «maraka», (significando a morte do nativo) fez morrer com ele o sonho desvairado de se tornar no único mentor de uma nova humanidade.
Confirmação pela Navamsa

 A Navamsa confirma um destino poderoso : O Ascendente encontra-se em Escorpião, um signo associado ao poder e Marte, o regente do Ascendente, está no próprio signo, em conjunto com Vénus, regente de uma kendra, a 7ª casa.  Esta configuração assegura poder e fama, notoriedade.

 Ketu, o nodo sul , encontra-se também presente na primeira casa . Ketu aqui indica a destruição dos significados descritos: indica, por um lado, a confirmação do interesse desta pessoa por assuntos de ocultismo, esoterismo, etc. mas é também um indicador de que a fama do nativo pode ser destruída devido ao desejo intenso de conquistar mais e mais poder (Escorpião está na 2ª casa da carta de nascimento).
Ao mesmo tempo, a presença de Rahu na 7ª casa da Navamsa indica um intenso desejo de mostrar a sua superioridade intelectual, capacidade de realização pessoal, domínio nos relacionamentos (Mercúrio conjunto com Rahu na 7ª). Porém, no caso deste homem, ao invés de se focar nos relacionamentos pessoais de proximidade, os sonhos de grandeza nascidos pela influência de Ketu na 1ª casa levaram-no a querer ir mais longe do que o mero destino individual:
Em vez de se relacionar com parceiros a nível pessoal, preferiu um destino  que o mostrasse ao mundo como alguém excepcional e dominador: Júpiter e a Lua estão na 10ª casa, em Leão,fazendo surgir a percepção de que a sorte pessoal é imbatível e de que sairia vitorioso em todos os empreendimentos. Porém, o dispositor de Júpiter e da Lua  está na 8ª casa da morte, em signo inimigo:  a projecção pública extraordinária que este indivíduo alcançou, o nome, a fama, o poder, mostram-se aqui ligados  à posição do regente da 8ª casa na 7ª:
Esta casa significa os relacionamentos e as parcerias mas também as relações com o estrangeiro. E indica que, num caso e no outro, o resultado é a separação, a dissolução. Para isso mesmo aponta também a presença de Rahu na 7ª casa conjunto com o regente da 8ª: as parceiras formadas não serão duradouras, fatalmente terminarão. No caso de Hitler, que preferiu a relação com um sonho louco do que com seres humanos individuais, o resultado foi a separação em relação aos países, ao poder político e militar entretanto conquistado. E, como indicado pela presença de ketu e Marte na 1ª casa e o sol na 8ª da Navamsa,  más acções e ausência de moral conduzindo a uma morte violenta.
                                                                                                              

Deixe um Comentário a sua opinião conta