Grandes Figuras da Arte e da Cultura- Paul Cézanne


Paul Cézanne
19 de Janeiro de 1839, 1h
Aix en Provence, França, 43N 32; 5E26
Timezone: 5E 26 ,local mean time
(Espólio de Lois Rodden)
Paul Cézanne exerceu uma influência considerável na arte do início do sec. XX, tendo feito a ponte entre o impressionismo do final do sec. XIX e os novos conceitos artísticos que  geraram  o Cubismo na entrada do novo século. Apaixonado pelos fenómenos ópticos da percepção atravessada  pela luz, Cézanne pintou incansavelmente a sua querida paisagem natal de Aix  en Provence, conhecida pela sua magnífica luminosidade. O desejo de revelar a essência simples na base de todas as percepções e, especificamente, da experiência estética, levou-o a buscar incessantemente a simplificação geométrica que fragmenta as formas em múltiplas perspectivas e que estaria na base dos desenvolvimentos posteriores do Cubismo.Picasso e Braque, fundadores desta nova abordagem, disseram dele «ele é o pai de todos nós». Dando importância à experiência subjectiva, Cézanne também considerava fundamental exprimir a realidade sólida, aspecto que ele resumiu na afirmação: «Quando julgo a arte, pego nas minhas pinturas e ponho-as junto de qualquer objecto criado por Deus, como uma árvore ou uma flor. Se houver choque entre ambas, então não é arte.»
A Identidade Básica: Ascendente Balança, Lua em Aquário, Sol em Capricórnio
O Ascendente no signo Balança dá ao nativo um profundo sentido da harmonia, um amor pela beleza e uma  incessante procura de equilíbrio que se pode manifestar no desenvolvimento de ideias, valores para remodelar a sociedade através da actividade social e política, ou no desenvolvimento estético de alguma forma de Arte.  
O nativo de Balança é muito sociável, sensível e humanitário e sente o impulso para influenciar a sociedade, para deixar nela de algum modo a sua marca pessoal. Estas pessoas  possuem um grande carisma e atractividade pessoal, são pessoas que gostam de cooperar e de socializar e precisam de se relacionar a nível pessoal para se completarem.
O reconhecimento da sua inteligência leva-os a gostar de dirigir e  liderar. O seu destino depende bastante das parcerias que formarem e quando este aspecto das suas vidas não corre bem podem tornar-se indecisos e emocionalmente bastante instáveis.
A Lua em Aquário harmoniza-se bem com o Ascendente Balança, pois estes signos são ambos do elemento Ar. Esta configuração dá ao nativo uma natureza essencialmente mental e racional e acentua fortemente o carácter social do nativo: ele identifica-se com o grupo, a sua identidade resulta da identificação com as representações e os comportamentos de um determinado grupo. É uma  pessoa  que dá mais importância ao colectivo do que ao individual, considerando que este último só é o que é pela pertença ao grupo.
A Lua em Aquário gosta de procurar e conhecer a essência oculta da realidade, tem uma intuição ligada ao futuro por descobrir, a sua percepção da realidade está muitas vezes para além  do seu tempo. É  idealista  e humanitária.
O Sol em Capricórnio nesta combinação acrescenta um  elemento Terra à personalidade básica, dando ao nativo uma excelente capacidade de execução e realização dos projectos e ideias. Esta pessoa  tem  uma firme capacidade para organizar e planear, para idealizar e formular projectos e  tem também a perseverança,  a determinação e  a força de vontade que lhe permite prosseguir sem se desviar dos seus objectivo até atingir a meta desejada. O Sol em Capricórnio reforça a importância dos laços sociais na vida desta pessoa, não apenas na  esfera dos relacionamentos mas  também no âmbito  da carreira e da obtenção do reconhecimento que define a sua a posição na sociedade  e que ele se esforça arduamente por obter.
Quaisquer que sejam os seus objectivos, este nativo traça o seu caminho e a seguir prossegue com todos os passos que tornam a sua realização possível – faz-se a si próprio a partir da sua iniciativa e risco. A combinação com o signo de  Balança dá-lhe no entanto uma afectuosidade  e delicadeza que suavizam a excessiva dureza e frieza de Capricórnio.  No entanto, apesar da sua natureza bastante social, a presença dos dois signos de Saturno na personalidade básica torna esta pessoa  alguém   por vezes muito singular e distanciado dos outros ; em  muitos aspectos é também um asceta.
As Assinaturas Básicas do Destino no Horóscopo
O regente do Ascendente , Vénus está colocado na 4ª casa  em conjunção com o Sol, regente da 11ª casa. Trata-se de uma excelente posição no que se refere à protecção e segurança material.Normalmente indica que a pessoa receberá ou ganhará propriedade imobiliária, terras, etc,. Isto verificou-se na vida de Cézanne pois o pai, próspero homem de negócios, deixou-lhe uma fortuna considerável e propriedades que  lhe permitiram  realizar o sonho de se tornar artista sem passar fome como aconteceu com tantos outros  no seu tempo. Esta configuração também indica uma esmerada educação, o que também sucedeu.
A 4ª casa também indica o nível de felicidade subjectiva da pessoa e aqui as coisas tornam-se um pouco mais complicadas pois o Sol é um maléfico e existe uma relação de inimizade entre estes dois planetas. Acresce a isto que Vénus é também o regente da 8ª casa  e, ao lançar um aspecto para a 10ª casa da carreira, traz problemas e dificuldades nesta área de vida. Cézanne levou bastante tempo até que o seu talento foi reconhecido; durante muitos anos o Salon Paris, porta de entrada para a descoberta e mostra de novos artistas, recusou o seu trabalho, tendo aceite o seu primeiro quadro apenas em 1882, quando ele tinha 43 anos.
Saturno, regente da 4ª e da 5ª casa e dispositor do Sol e de Vénus, está colocado na 2ª casa. Saturno é um yogakaraka mas o seu dispositor, Marte está colocado na 12ª casa em conjunção com Ketu e o regente da 6ª casa Júpiter. Júpiter para este Ascendente é funcionalmente maléfico. Esta combinação de factores explica, por um lado, os atrasos e revezes na carreira deste grande artista que conheceu o sucesso tarde na vida; e explica também a pouca felicidade doméstica ao nível do casamento. Cézanne casou em 1886 mas  manteve um relacionamento problemático com a esposa, tendo vivido informalmente separado dela   e voltado a unir-se mas sem que o relacionamento em si melhorasse. Em 1902 Cézanne redigiu um testamento excluindo a esposa como herdeira. Cézanne possui no seu horóscopo uma  «aflição de Marte» ou Kuja dosha  (Marte, regente da 7ª casa, está colocado na  12ª casa num signo inimigo) que arruína a felicidade do  casamento  a menos que o cônjuge também possua a mesma aflição no seu próprio horóscopo. 
A Lua está colocada no Nakshatra de Poorvabhadrapada , regido por Júpiter. Os nativos desta estrela de nascimento experienciam vários aspectos negativos para a partir deles conseguirem extrair alguma lição positiva; esta constelação permite muitas vezes acumular bens materiais e poder para levar o nativo a confrontar-se com as  ilusões de todas as posses terrenas. Os nativos que nascem nesta estrela têm assim a possibilidade de descobrirem a sua espiritualidade e evoluírem  na sua auto- consciência ou , pelo contrário, ficarem perdidos na ilusão  do poder  e/ou das posses que desejam conquistar. Cézanne passou  anos da sua  vida a tentar decifrar o mistério oculto na essência das coisas, procurando torná-lo visível na maravilhosa luminosidade que transparece nas suas pinturas.
A Lua colocada em Aquário na 5ª casa indica uma mente com elevadas capacidades de abstracção, idealista, visionária e com dotes artísticos e criativos. Ao mesmo tempo, num signo de Saturno que rege a matéria , a sua forma e estrutura, mostra a orientação do artista, que se distanciou da expressão puramente subjectiva do impressionismo anterior, necessitando do apoio do desenho e da forma explícita, ainda que simplificada nas formas geométricas.
Rahu/Ketu faceta ascética e espiritual de Cézanne em contraponto com uma outra abordagem mais materialista . Rahu na 6ª casa protege a saúde e assegura vitória sobre oponentes e obstáculos e traz sucesso  em relação aos esforços  e desejos pessoais. Ketu na 12ª casa favorece a vida espiritual e impele a despesas no plano material (e que dissipam os ganhos trazidos por Rahu).
Confirmação pela Navamsa
O Ascendente Navamsa «cai» na 4ª casa do horóscopo de nascimento indicando a influência da mãe na sua forma de ver o mundo. Cézanne tinha uma relação muito próxima com a mãe, o que também contribuiu para os problemas que teve no casamento.  Indica também a importância do ambiente doméstico, da educação e dos bens e propriedades que recebeu e geriu ao longo da vida, na realização do seu destino pessoal.
 O regente do Ascendente Navamsa está em vargottama na  11ª casa dos ganhos e da realização dos desejos, mostrando que o nativo não teria  dificuldades em sustentar-se na vida e indicando sem sombra de dúvida que a ascensão e o reconhecimento como grande artista tardaria mas não seria impedida.
A Lua, regente da 7ª casa  , está colocada na 4ª o que é habitualmente uma excelente posição indicando um casamento feliz, felicidade subjectiva e uma excelente educação. Porém, Rahu lança um aspecto para a Lua da 8ª casa onde está colocado em signo inimigo. Nesta posição Rahu destrói a felicidade doméstica e leva a separação ou divórcio; causa doenças no nativo( a partir de 1890 Cézanne começou a  sofrer de diabetes , doença que causou grande perturbação na sua vida) e apenas favorece o desenvolvimento espiritual, causando perdas e limitações materiais. Acresce que Rahu está em conjunção com o regente da 9ª casa Navamsa, Júpiter. A posição do regente da 9ª casa  na 8ª destrói a Sorte da pessoa, indica doença ou morte prematura do pai (este morreu com apenas 47 anos) ; favorece os ganhos materiais através de herança e a espiritualidade conquistada através de experiências dolorosas e  de perdas. 
Vénus colocado no próprio signo na 5ª casa  confirma os dotes artísticos. Marte e o Sol colocados na 3ª casa  indicam a importância dos esforços pessoais e das pequenas viagens e do ambiente próximo  na realização do destino do nativo.
Num olhar para os períodos principais (mahadasha) na vida de Cézanne,vemos que  desde 1853 até 14 de Junho de 1872 ele atravessou o período de Saturno que, no seu horóscopo, indica atrasos e lentidão no acesso ao reconhecimento. Em 14 de Junho de 1872 teve início o período principal de Mercúrio, regente da 9ª casa da sorte  no horóscopo de nascimento; em 1872, quando o artista viu aceite pela primeira vez um quadro seu para exposição no Salon Paris estava activo também o sub-período de Rahu (1881-1884) que, colocado na sua 6ª casa, indica a obtenção de sucessos materiais. 
Quando adoeceu com diabetes estava activo o período principal de Ketu,(Junho de  1889 a Junho de 1896). Ketu está localizado na 12ª casa, uma casa de doença. Foi também neste período que se separou da mulher, embora informalmente e teve um período de solidão, aspecto que também é  mostrado pelos significados da 12ª casa.
Mas foi no período de Vénus (Junho de 1896 a Junho de 1916)  e sub- período de Júpiter que o pintor faleceu, em 22 de Outubro de 1906, vítima de uma pneumonia. Vénus rege a 8ª casa (morte e longevidade) no horóscopo natal  e está colocada na 4ª, que também significa «o fim da vida»; Júpiter rege a 6ª casa da doença e está colocado na 12ª que também representa «o fim ou perda da 1ª» e a primeira casa é a do corpo e da existência. O regente da 12ª, Mercúrio,  também rege as vias respiratórias e está colocado na 3ª casa que também significa os pulmões no corpo.

Deixe um Comentário a sua opinião conta