Figuras da Arte e da Cultura- Antoine de Saint- Exupéry


Antoine de Saint-Exupéry
29 de Junho de 1900, 9h 15 m
Lyon, França , 45N 45, 4E 51
Timezone LST m2E20
(Espólio de Lois Rodden)
Antoine de Saint-Exupéry é  conhecido pela autoria da obra O Principezinho, traduzida em 250 línguas e dialectos em todo o mundo. A fama começou com a obra Voo Nocturno, publicada em 1931 e onde fez entrar a sua experiência como piloto aviador e como militar. Com uma sensibilidade muito especial, a linguagem do escritor é profundamente poética, mesmo quando retrata experiências difíceis como a sua experiência  no deserto do Sahara, em 1935  e que aparece  na obra Ventos Areia e Estrelas, de 1939, várias vezes premiada. Durante 4 dias após a queda do avião, Saint- Exupéry e o seu mecânico estiveram perdidos  no deserto, contando  apenas  com mapas ambíguos para se orientarem   até começarem a sofrer de miragens e de desidratação. Piloto de reconhecimento, Saint-Exupéry  lutou até ao fim da vida junto das forças aliadas contra os nazis alemães. Em 1944, saiu à noite para um voo de reconhecimento junto à Córsega e não regressou.  Os  destroços do seu avião foram encontrados em 2000 e oficialmente reconhecidos em 2003. O corpo do escritor nunca foi encontrado.
A identidade Básica: Ascendente em Leão, Lua em Caranguejo e Sol em Gémeos
O Ascendente no signo Leão mostra uma pessoa que necessita de visibilidade e de centrar as atenções dos demais na sua pessoa. Estes nativos gostam de mostrar a sua coragem e valor pessoal, identificando-se com a imagética do «herói » que os torna  objecto da admiração de todos.  Possuem um espírito refinado  e sensível e um amor natural pela arte e pela literatura. O elemento Fogo do signo Leão dá-lhes um carácter entusiasta e extrovertido.
A leitura é  uma ocupação muito frequente nos nativos  com Ascendente em Leão; gostam de pensar e têm uma abordagem muito personalizada da realidade.  São dinâmicos, ambiciosos e têm uma presença dominante e aristocrática. São excelentes líderes e são sinceros e nobres no carácter. Gostam de namorar,encarando os relacionamentos como um jogo de prazer. Esta faceta foi bem visível na curta vida deste nativo que, apesar de casado, manteve inúmeros  relacionamentos com outras mulheres das quais se destaca a francesa Hélène de Vogué.
A Lua em Caranguejo possui elemento Água e, apesar de estes dois elementos serem dissonantes entre si, a Lua em Caranguejo complementa harmoniosamente o Ascendente Leão, regido pelo Sol. A Lua está no seu próprio signo  e costuma ser bastante popular, o que se conjuga favoravelmente com a necessidade de audiência de Leão. Esta posição lunar também acentua  o amor pela arte e pela literatura, pela música,  poesia e  pintura. E, tal como Leão, gosta de ser adulada e alvo de frequentes atenções.
A Lua em Caranguejo  é muito afetuosa e tem necessidade de se relacionar embora possa ser bastante elitista, discriminado aqueles que considera «inferiores» a si.  É assim de esperar alguma sobranceria no modo de ser  desta combinação, a menos que existam factores em contrário no horóscopo. As pessoas com esta posição lunar atravessam muitas vezes obstáculos e melhoram a sua posição na sociedade através do próprio esforço.
A Lua em caranguejo  deve ter cuidado com os lugares altos pois há o perigo de queda e de morte por afogamento ou por acidente. Infelizmente este foi o caso de Saint- Exupéry.
O Sol em Gémeos tem elemento Ar   com Leão e Caranguejo faz surgir um maravilhoso canal de expressão para o pensamento e as emoções refinadas que se desenvolvem na personalidade  marcada por Gémeos, caranguejo e Leão; a escrita e a comunicação tornam-se fáceis,  expressão natural  do pensamento e do sentir do nativo; para mais, Mercúrio  o regente  do signo Gémeos , está em conjunção com a Lua no signo de  Caranguejo, revelando uma mente que pensa facilmente através das emoções e que é por isso extremamente poética e sensível.  
O Sol  no signo de Gémeos indica uma natureza profundamente dividida, uma vida feita de contrastes  e  de conflitos que se mostram em todas as dimensões da existência: o refinado poeta  foi também um soldado praticando a crua realidade da guerra, apesar de os seus voos serem de reconhecimento; a sua esposa foi simultaneamente uma musa e  uma fonte de angústia e de  desarmonia. No entanto, a natureza generosa  e afectuosa de Leão e de Caranguejo permitiu-lhe também desempenhar uma importante missão que lhe valeu a Legião de Honra do governo francês, negociar com os  habitantes locais do Sahara em circunstâncias bastante perigosas,  a libertação dos pilotos que caíam na zona e que eram tomados como  reféns por estes.
O Sol em Gémeos  revela uma natureza inquieta  e com necessidade de mudanças frequentes  em todos os níveis. É um signo em que a sorte dos nativos depende grandemente da sua capacidade de esforço pessoal e em que precisam de ser confrontados com diferentes opções em simultâneo nas várias áreas de vida, para aprenderem  a escolher segundo a perspectiva em que se encontram.

As Assinaturas Específicas do Destino  no Horóscopo

O Sol, regente do Ascendente, está muito bem colocado na  11ª casa da realização dos desejos e das ambições pessoais. Nesta posição tem um papel protector do nativo. Vénus está colocado em conjunção com o Sol, denotando uma natureza muito social, amigável e generosa. Nesta posição Vénus significa bons amigos.
No entanto, Saturno está na  5ª casa em aspecto com estes planetas trazendo uma disposição mental propensa para a depressão. Em 1943, após o regresso dos Estados unidos, Saint-Exupéry estava fragilizado pela depressão e pela bebida, sofrendo ainda de dores, pelas muitas fracturas causadas pela queda do avião em 1935. Esta posição de Saturno, regente da 6ª casa , indica um Karma pesado nesta existência, obstáculos e infelicidade com os casos amorosos.
A Lua está colocada no Nakshatra Pushya , 3º pada. Esta estrela de nascimento tem regência de Saturno e indica um destino  marcado pela expansão, tanto no plano material como espiritual. No entanto, os nativos desta estrela sofrem muitas vezes ao longo da vida o confronto com muitos obstáculos e separações. Estas pessoas são independentes e amam a liberdade.
Marte  colocado na 10ª casa  ajuda a dar visibilidade , dá energia e favorece as capacidades de liderança. Ketu  em conjunção com Marte colocado em signo amigo apoia o sucesso material e na carreira . Mas, simultaneamente, como é próprio dos nodos, faz surgir o descontentamento em relação a todas as conquistas materiais uma vez que Ketu simboliza o abandono dos laços materiais pelo desenvolvimento do espírito.
Rahu  está em conjunção com Júpiter, regente da 5ª  e da 8ª casas  na 4ª.  Desejos insaciáveis por  bens e honras mundanas, propriedades etc, costumam acontecer com esta posição de Rahu. Mas Júpiter aqui inclina para os aspectos mais espirituais e anseia pela paz interior e pela felicidade doméstica. Este intento não é, no entanto, fácil de conseguir porque Rahu perturba esse sentimento interior trazendo ansiedade e um estado permanente de inquietação.
A Lua  na 12ª casa   produz uma necessidade de retiro e de solidão interior que altera a expressão natural do Ascendente Leão. Pode haver medos enraizados e irracionais, fobias  que condicionam a pessoa numa prisão interior que a separa do mundo e dos outros.
Mercúrio  regente da 2ª  e  da 11ª casa ,colocado na12ª  também não favorece a manutenção dos ganhos, indicando dívidas e perdas financeiras de monta.
Vénus  é o  planeta Atmakaraka   indicando que, a nível profundo, este nativo deseja experienciar todas as formas de amor , devendo passar pela superação do amor egoísta para o amor como empatia com todos os seres da criação. 
Entre as diversas assinaturas (yogas) saliento: o yoga Kaahala, formado por Júpiter e por Marte  colocados em kendras mútuas e com um forte regente do Ascendente. Esta assinatura indica força, coragem, inteligência, capacidade de liderança; quatro Rajayogas indicando sucesso e altas realizações:  Marte e Júpiter; Vénus e o Sol; Saturno e o Soll; a existência de planetas benéficos na 2ª, 4ª e 5ª casas a partir do Atmakaraka e do regente do Ascendente. Estas  assinaturas favorecem todas o sucesso e o poder material mas não asseguram a felicidade da pessoa. Júpiter e Marte formam ainda outro Rajayoga  por serem os regentes da 5ª e 9ª casas em aspecto total, o que indica prosperidade material. etc.
Confirmação pela Navamsha
O Ascendente da Navamsha «cai» na 12ª casa do horóscopo, indicando que a experiência do confinamento  ou solidão, as perdas, as relações com o estrangeiro, etc, serão decisivas na vida deste pessoa. O regente do Ascendente está colocado na 4ª casa  onde tem força direccional e onde se encontra em conjunção com Mercúrio, regente da 3ª e da 12ª casas. Esta conjunção favorece a fama , a  popularidade e o sucesso do nativo.
 O Sol regente de uma casa maraka (capaz de infligir a morte- a 2ª) está colocado noutra casa  relacionada com a longevidade  e, nesta posição, diminui a  longevidade,  causando ainda problemas de saúde. Para além disto recebe o aspecto de ketu, colocado na 12ª casa, que também significa o «fim das coisas».
Marte, yogakaraka por ser o regente da5ª e 10ª casas, está colocado na  9ª casa da sorte nesta existência, assegurando resultados de notoriedade , fama e reconhecimento nesta vida. Rahu na 6ª casa trabalha para favorecer a realização de todos os desejos materiais do nativo mas Saturno ,colocado na 12ª  conjunto com Ketu mostra o preço a pagar por esse sucesso: uma  inquietação e um vazio interior marcado pela solidão que nada consegue preencher.
Vénus, regente da 11ª casa, colocado na  12ª mostra também, simbolicamente, a aprendizagem de que todos os ganhos materiais conduzem, em última instância, à solidão ou, em alternativa, à dádiva desinteressada  e altruísta aos outros.
Quando se deu  a queda do avião em 30 de Dezembro de 1935 estava operante o período principal (mahadasha) de Vénus e o sub- período da Lua. Nenhum dos planetas rege casas maraka.  Saint-Exupéry escapou ileso do acidente ao qual a sua Lua é propensa- «caiu das alturas». Quando desapareceu  na noite de 31 de Julho de 1944 continuava operante o período principal de Vénus e o sub-período de Saturno. Saturno rege a7ª casa  maraka no horóscopo e na Navamsha; rege também a 8ª casa da longevidade na Navamsha onde se encontra colocado o regente da 2ª casa também maraka. Saturno está ainda colocado na 12ª casa da Navamsha  pelo que é sem qualquer dúvida um planeta maraka ou capaz de infligir a morte.
Significativamente também, o sucesso literário veio no início do período dasha de Vénus em 1931 e o maior sucesso, com a obra  O Principezinho, veio em 1942, altura em que Rahu permite atingir a plena maturidade do sucesso (42 anos).

Deixe um comentário a sua opinião conta