Figuras da Ciência- Margaret Mead e a Antropologia Cultural


 

Margaret Mead
16 de Dezembro 1901, 9h
Philadelphia, Pennsylvania, US, 39 N 57; 75W 10
Timezone : EST 5h w standard time
(Espólio de Lois Rodden)
Margaret Mead  é a mais célebre antropóloga  cultural  do sec. XX. Filha de uma sufragista, desde cedo aprendeu com a mãe a importância de lutar pelos direitos das mulheres. A partir do contacto com a obra de Franz Boas e Ruth  Benedict,  fez diversas viagens  para os Mares do Sul para estudar o modo como as diversas culturas condicionam e moldam os comportamentos e os valores dos seres humanos.  Os seus estudos acerca dos habitantes de Samoa trouxeram-lhe a celebridade quando era  ainda muito jovem.   Nos últimos anos de vida, preocupada com o isolamento de algumas cidades e comunidades da América, orientou o seu estudo para a compreensão da sociedade  moderna  actual. Ela acreditava que a influência da cultura sobre o ser humano é mais importante do que a hereditariedade. Apesar de as descobertas das últimas décadas terem mostrado que não é possível considerar um destes factores como mais importante do que o outro, o trabalho de Mead permanece como uma referência fundamental na compreensão desta questão.
A Identidade Básica: Ascendente Sagitário, Lua em Aquário, Sol em Sagitário
A personalidade básica de Margaret estabelece-se numa relação entre os elementos Fogo e Ar. Estes elementos  misturam-se harmoniosamente  originando uma dinâmica conjunta ao nível da expressão.  Ao nível da  relação natural  entre os regentes dos  signos, esta é  mutuamente neutra.
O Ascendente no signo Sagitário indica uma pessoa jovial , simpática, gentil e aberta, normalmente bem humorada e extrovertida. O nativo do signo Sagitário gosta de socializar e de interagir, gosta de ensinar e de aprender, de viajar, de expandir os seus horizontes em todos os sentidos: detesta por isso os lugares confinados e todas as limitações: anseia pela liberdade e pelos espaços abertos.  Gosta de conhecer povos e costumes diferentes  pois a sua mente antidogmática gosta de comparar e de reflectir, detestando cair em formas cegas e preconceituosas de compreensão. Tem uma certa obsessão pela verdade  e pela desmistificação  das aparências e dos  preconceitos. Isto pode por vezes criar atrito com outras pessoas porque Sagitário fala claramente sobre o que pensa sem olhar às consequências. 
A Lua em Aquário acentua a inclinação desta pessoa para a procura do conhecimento e para o cultivo do saber e da reflexão. Esta combinação indica uma pessoa dada à especulação e à Filosofia e cuja mente é essencialmente teórica: os conceitos são mais verdadeiros do que os «factos».  A «transcendência» é algo que atrai naturalmente o nativo com esta combinação.
ALua está colocada no Nakshatra Dhanistha .Esta constelação é muitas vezes designada por «estrela sinfonia», significando o funcionamento do grupo em perfeita harmonia  e coesão e a adaptabilidade na qual  o ser humano  aplica a sua criatividade  em cooperação com o colectivo, mostrando uma natureza muito social.
A Lua em Aquário  indica uma personalidade pouco convencional; a sua capacidade para  intuir o futuro (muitas vezes através de um idealismo utópico)  faz com que os outros a vejam como excêntrica , estranha, misteriosa. Esta combinação da Lua em Aquário  com o Ascendente em Sagitário fortalece as características sociais da pessoa, a tendência para dar mais atenção ao colectivo e ao seu significado do que ao indivíduo isoladamente.  O signo Aquário é um signo de grupo e a Lua em Aquário revela a necessidade de estar colectivamente com os outros. Pode também revelar muitas vezes uma forte consciência e necessidade de intervenção política ou de pertença a sociedades pouco convencionais , como sociedades secretas, irmandades, etc, que tenham os mesmos ideais da pessoa. 
 O Sol em Sagitário  nesta combinação mostra uma pessoa que viverá de acordo com as suas próprias regras, embora tenha uma forte consciência social.  Estes dois  signos,Sagitário  e Aquário são extremamente independentes e auto- confiantes.  Este nativo não se importa de efectuar rupturas para defender a sua liberdade e aquilo em que acredita.  Usa a razão para ordenar o mundo em que habita e encontrar um método para se guiar na vida.
Sagitário é, em muitos aspectos, um caminhante, detesta rotinas e prisões de toda a espécie. É um pensador e um experimentador que dará sempre mais importância às necessidades colectivas do que às individuais.
Globalmente, esta combinação produz uma pessoa muito sensível aos aspectos espirituais e valorativos, amante do conhecimento e da cultura, independente,  não convencional , extrovertida e com uma forte consciência social, podendo dedicar-se à intervenção social e política, procurando melhorar /reformar a sociedade.
As Assinaturas Específicas do Destino no Horóscopo
O signo Ascendente contém uma forte configuração com 4 planetas aí colocados: Sol Marte Júpiter e Saturno. A identidade e o propósito de vida ligado ao desenvolvimento do self aparecem deste modo altamente enfatizados.  O regente do Ascendente está colocado na casa, forte; Marte nesta casa torna a nativa uma pessoa  «manglik», (com a aflição de Marte) que se reflecte negativamente nos relacionamentos: Margaret casou 3 vezes e  divorciou-se em todos os casos.
Esta configuração de planetas produz um forte ego, em que a  capacidade de afirmação pessoal  pode incluir bastante agressividade embora temperada pela disciplina  e o  auto- controle de Saturno também aqui colocado.  O Sol na 1ª casa  indica uma pessoa muito consciente de si própria, com tendência para  se afirmar autoritariamente e com alguma vaidade pessoal. O Sol rege a casa da sorte nesta vida e está em conjunção com o regente do Ascendente que está colocado na mesma casa. Esta associação configura o yoga  Raja/ Lakshmi de muita sorte que indica grandes realizações.
 Marte  rege a5ª casa e está colocado na 1ª também em conjunção com o regente do Ascendente  o que forma um Rajayoga indicando sucesso e altas realizações. A relação de Júpiter regente do Ascendente com Marte, regente da 5ª casa ,forma ainda outros yogas que indicam sucesso e notoriedade: Júpiter  é o planeta Atmakaraka e Marte é o planeta Amatya karaka  e, devido ao facto de estarem em conjunção,  formam vários yogas Raja Sambamdha  que indicam influência na sociedade, ligações com o poder , inteligência e sucesso.  Para além destas assinaturas , Júpiter  está muito forte nesta natividade porque está em aspecto com  o Ascendente no horóscopo natal e nas vargas D-9, D-2, D-3; D-11 e D-30 e, por essa razão, sozinho forma um Rajayoga.   Júpiter, colocado no próprio signo numa casa kendra/trikona forma também o yoga Hamsa que indica uma pessoa respeitada, espiritual  e solidária. Júpiter e Marte configuram ainda o yoga Kalpadruma/Parijata, indicador de grande sucesso (o regente do  Ascendente, o seu dispositor, o signo deste e os dispositores Navamsha estão todos ou no próprio signo ou no signo de exaltação).
O Sol e Marte conjuntos na 1ª casa também formam um Rajayoga com os  mesmos resultados referidos. Mercúrio e Vénus formam os yogas  Subha (benéficos na  e 12ª casas) que indica beleza, eloquência e bom carácter; e o yoga Ubhayachara (colocados na2ª e 12ª casas  a partir do Sol) que a pessoa usufruirá de conforto e luxo.

 

Júpiter Vénus e Mercúrio  formam  o yoga Brahma que dá  felicidade, instrução, bênçãos  e riqueza pois estão colocados em casas kendra a partir do 9º regente, do 11º regente e do 10º regente, respetivamente. 
Vénus está colocado na2ª casa onde produz um rosto e voz bonitos, inteligência, ambições relacionadas com posses materiais, capacidade de influenciar os outros pelo discurso. Enquanto regente da  11ª casa colocado na 2ª indica capacidade para gerar rendimento  e realizar as ambições pessoais. Também mostra que os ganhos estarão ligados à educação, discurso, aquisição de competências pessoais. 
A Lua  colocada na 3ª casa confirma a capacidade para influenciar os outros pelo discurso, mostra gosto pelas viagens e uma mente curiosa. Rahu  e Ketu  contêm todos os planetas dentro da sua esfera de influência, formando um Kal sarpa yoga. Ketu na 11ª casa permite alcançar a realização dos desejos e obter ganhos materiais. Rahu na5ª casa é muito adverso para os filhos, indicando aborto ou esterilidade. Margaret teve muitos abortos, sobretudo no 1º casamento e em 1926 um médico disse-lhe que ela não poderia ter filhos. Porém Júpiter  , planeta indicador (karaka) dos filhos é fortíssimo neste horóscopo e muito benéfico e, deste modo, quando tinha 38 anos, Margaret teve uma filha, o que lhe deu grande alegria.
Mercúrio ,regente  da7ª e da 10ª casa está colocado na 12ª. Isso produz divórcio, perda do cônjuge e relações conjugais infelizes; enquanto regente da 10ª esta posição causa dificuldades na carreira. A postura demasiado vanguardista desta investigadora moveu contra ela muitos dos seus pares  que, após a sua morte, procuraram diminuir o  impacto do seu trabalho, embora sem o conseguir, pois ela era  uma celebridade, requisitada  durante muito tempo pela comunicação social para entrevistas sobre temas da sociedade moderna e cuja opinião era influente.
Confirmação pela Navamsha
O regente do Ascendente de nascimento está em conjunção com o regente do Ascendente Navamsha, na 1ª casa desta varga, o que confirma um destino  de sucesso, fama e reconhecimento público.  Mais uma vez, a 1ª casa da Navamsha contém uma configuração de 4  planetas, entre os quais o regente da5ª e da9ª casa como sucedia no horóscopo natal.  Estes planetas, por regerem todos casas kendra e trikona, formam diversos Raja yogas indicando muito sucesso e reconhecimento público.
Ketu continua na 11ª casa, favorecendo as realizações pessoais e os ganhos materiais. Vénus regente da 7ª casa, está colocado na 8ª conformando o divórcio como destino mais provável dos relacionamentos conjugais.
Na altura em que morreu, com cancro, em 3 de Outubro de 1978 estava activo o período principal (mahadasha) de Ketu, subperíodo de Saturno. Saturno é um planeta maraka (capaz de infligir a morte) pois rege  a2ª e 3ª casas do horóscopo e a 3ª casa da Navamsha, todas relacionadas com a morte e a longevidade (a 3ª é a 2ª a partir da 2ª, portando-se de modo semelhante).  E, tanto no horóscopo de nascimento como na Navamsha,Saturno  está colocado na 1ª casa que significa o corpo.  Mas, durante três décadas-  nos anos 50, 60 e 70 do sec. XX- esta brilhante cientista social conheceu a fama e o sucesso.

Deixe um comentário