Ícones da cultura Popular- Diana de Gales, a Princesa do Povo

Diana Princesa de Gales
1 de Julho 1961, 19h 45m
Sandringham, Inglaterra, 52N 50, 0E30
Timezone : GDT 1h E (daylight saving)
(Espólio de Lois Rodden)
Diana de Gales tornou-se um ícone popular quando casou, aos 20 anos, com o herdeiro do trono britânico, o príncipe Carlos de Windsor. Tímida e atraente, tornou-se uma celebridade rapidamente. A cerimónia do casamento, cheia de pompa e altamente mediatizada, foi vista pela televisão por mais de 750 milhões de pessoas. Foi considerado o «casamento do século». Infelizmente, por detrás do brilho e da pompa, o casamento não foi muito feliz. Após o nascimento dos dois filhos, o primeiro em 1982 e o segundo em 1984, segundo relato dos próprios, o casamento começou a esboroar-se até terminar em separação e depois divórcio, em 1996. Mas a princesa rapidamente conquistou um espaço próprio fora da vida conjugal: o envolvimento em inúmeras causas de solidariedade e de caridade até à sua morte, valeram-lhe o assédio constante dos Media e o amor incondicional do povo britânico que a aclamou como a «princesa do povo». O destino foi-lhe  fatal  com um acidente de automóvel que lhe roubou a jovem vida em 31 de Agosto de 1997. A morte prematura tornou-a imortal aos olhos dos súbditos e de todos os que, durante a sua curta vida de princesa, seguiram pelos Media as alegrias e tristezas da sua vida.
A Identidade Básica: Ascendente Escorpião, Lua Aquário e Sol em Gémeos
O Ascendente no signo Escorpião mostra uma grande intensidade emocional, uma presença carismática e um forte magnetismo pessoal. Esta é uma pessoa determinada, ambiciosa, tendendo para a inflexibilidade , com muita dificuldade em mudar de direcção mesmo em circunstâncias adversas. Apesar de muitas vezes isso não ser visível para os outros, os nativos de Escorpião têm uma força muito grande, embora não façam alarde dela,  deixam-na antes  fluir com subtileza e discrição.
O Ascendente Escorpião revela uma natureza possessiva e apaixonada, estas pessoas ligam-se aos outros de forma intensa e têm muita dificuldade em desligar-se emocionalmente. Sentem necessidade de controlar aqueles que amam, exercendo muitas vezes uma manipulação discreta mas eficaz sobre eles. Podem, no entanto, ser generosos, recompensando a dedicação que lhes devotam; mas, em caso de traição, reagem com agressividade e de forma mortífera pois  não  esquecem.
O  signo Escorpião tem elemento Água e energia fixa.Lua em Aquário  tem elemento Ar e energia também fixa Os elementos Água e Ar não se misturam um com o outro por isso cada um permanece na personalidade com as suas características individuais. Os regentes dos signos também  não se harmonizam muito bem: Marte é inimigo de Saturno e este é neutro em relação a Marte. Com esta combinação na personalidade básica existe uma grande tendência para manter as posições pessoais inalteradas , resistindo a mudá-las.
A Lua em aquário possui uma consciência social muito forte,  agarra-se ao colectivo com o qual se identifica, para se sentir em segurança. A exposição de Diana a uma vida mediática e de contacto com o público é em grande parte expressão desta necessidade básica da Lua em Aquário : a verdadeira família é o povo. Ao mesmo tempo esta posição da Lua também predispõe para a solidariedade e para a ajuda aos outros, procurando diminuir a distância entre os privilegiados e os que nada têm. Maior justiça social, empatia com aqueles que sofrem e ajuda na melhoria das suas condições de vida são temas bem aquarianos que Diana pôs em prática na sua vida como princesa do povo.
O Sol em Gémeos  está bem presente  na frequência com que  Diana se serviu  dos Media para contactar com o povo e narrar a sua vida e as suas experiências. A comunicação e a mediatização são temas fundamentais do signo de Gémeos.
Para o signo Gémeos a vida só é real verdadeiramente quando é contada, narrada, escrita. Segundo algumas fontes, durante os tempos do seu casamento infeliz, Diana terá escrito um grande número de cartas, muitas das quais dirigidas à rainha mãe. Estas terão sido destruídas pela princesa Margarida, por serem consideradas demasiado privadas para virem a conhecimento público. Os nativos de Gémeos precisam de falar, são conversadores natos e adoram a exposição. Diana vivia para as câmaras, a sua realidade em grande parte despertava quando estava sob o foco das câmaras. A mediatização foi o seu maior trunfo e também a razão da sua morte prematura.
O signo Gémeos  tem elemento Ar e a sua energia é mutável. Combina muito bem e mistura-se harmoniosamente com a energia de Aquário. Os regentes dos signos, Mercúrio e Saturno respectivamente, são também amigo pelo que estas duas energias combinam-se numa dinâmica nova em que a consciência social e o uso dos meios de comunicação foram usados por Diana como forma de lutar por algumas causas que fez suas, a última das quais a intervenção em territórios como o de Angola, no sentido de acabar com os terrenos minados que ceifaram ou estropiaram tantas vidas. Outro tema de Gémeos que foi bem visível na vida de Diana foi o talento musical e para a dança: o seu sonho era fazer parte do Royal Ballet mas cresceu demais e não o pôde realizar. Era também uma exímia pianista.
As Assinaturas Específicas do Destino no Horóscopo
O regente do Ascendente está colocado na 10ª casa em signo amigo. Esta posição é um indicador claro de respeito e fama, riqueza, boa reputação e sucesso. É de notar que, aquando da «novela» conjugal que antecedeu o divórcio e os Media publicaram extractos de conversas, escutas, etc, o povo esteve ao lado da princesa e não lhe retirou o respeito nem a estima. Rahu colocado na 10ª casa confirma a fama, o sucesso , a capacidade para influenciar as massas e o público. Rahu aqui também mostra que o trabalho da pessoa beneficiará a sociedade.
A Lua está colocada na 4ª casa , outra confirmação da capacidade para influenciar as massas e para atingir a popularidade. A Lua está em conjunção com Ketu mostrando uma tendência para a depressão ou para falta de  contentamento e de felicidade a nível pessoal. Nesta casa Ketu dá inclinação espiritual mas não favorece as condições da educação ou da aprendizagem. A Lua está colocada no Nakshatra Dhanistha 3º pada. Esta estrela de nascimento indica uma pessoa expressiva e muito social, amigável, empenhada em actividades que favorecem a comunidade. Estas pessoas precisam de harmonia nas suas vidas e dão muita importância à pertença a um grupo com que se identificam.
O Sol está colocado na 8ª casa no signo de Gémeos. Esta posição numa casa maléfica não favorece a saúde nem a longevidade da pessoa. Revela ligações emocionais e sexuais muito intensas mas não necessariamente muito felizes. O Sol está em conjunção com Mercúrio formando o yoga Nipuna que indica talento, uma personalidade caridosa e inteligência. Vénus está colocado no próprio signo, na 7ª casa. Nesta posição mostra uma pessoa romântica que dá grande importância aos relacionamentos e ao casamento. Revela ainda que o sucesso financeiro virá através do casamento. Esta pessoa terá grande sucesso em qualquer evento social, brilhando e focando sobre si todas as atenções. As parcerias em geral são-lhe favoráveis.
Júpiter  e Saturno estão conjuntos na 3ª casa  no signo de Capricórnio  ambos retrógrados. A presença de Júpiter  nesta casa indica a realização de muitas viagens no desenvolvimento dos recursos pessoais e como modo de vida (rege a 2ª casa);Saturno nesta casa indica uma tendência para a ansiedade e para a falta de paz mental e adverte para a possibilidade de acidentes em viagem. Mas favorece a aquisição de riqueza e de fama, bem como a vitória sobre os oponentes.
De entre as assinaturas do horóscopo (yogas), saliento: o yoga Malavya formado pelo facto de Vénus estar colocado numa casa Kendra no próprio signo. Esta assinatura assegura o gozo de luxo e de confortos; Vénus está também colocado na 12ª casa a partir do Sol o que forma o yoga Vosi. Este yoga indica uma pessoa talentosa e caridosa; Júpiter  eSaturno estão colocados na 12ª casa  a partir da Lua e isto forma o yoga Anaphaa. Esta assinatura revela boa aparência, carácter, talento; aLua e Marte estão colocados a uma distância de 7 casas entre si, e o regente do Ascendente está forte, formando um yoga Chandra – Mangala. Este yoga indica sabedoria mundana e mostra uma pessoa materialmente bem sucedida; Júpiter e Saturno configuram um yoga Kaahla : Júpiter  e o regente da 4ª casa estão em kendras mútuas com o regente do Ascendente forte. Este yoga indica força de carácter e determinação que conduzem a posição de poder; Estes dois planetas, por regerem casas kendra e trikona e estarem em conjunção, formam um Raja yoga que indica poder e altas realizações no mundo material; a Lua e Marte formam também um yoga Raja/Lakshmi (o regente d a1ª e da9ª casas estão em aspecto total) o que também indica fortuna e altas realizações. Etc.
Confirmação pela Navamsha
O Ascendente na Navamsha «cai» na 4ª casa do horóscopo de nascimento. Assim, os assuntos relacionados com o mundo doméstico e com a felicidade pessoal adquirem um relevo especial na vida desta pessoa, bem como as propriedades e os bens acumulados. Na1ª casa da Navamsha encontramos o Sol regente da 7ª casa das parcerias e do casamento e Saturno ,regente do Ascendente e da 12ª casa das perdas e do isolamento. O Sol e Saturno têm uma relação de inimizade.
A presença do regente do Ascendente na casa que rege indica um destino em que será atingida alguma notoriedade mas Saturno  nunca dá resultados completamente positivos, há sempre um preço a pagar e, neste caso, a notoriedade no plano social e material foi acompanhada de infelicidade pessoal. Saturno nesta casa reduz a energia vital e leva a pessoa a enfrentar muitos obstáculos aos seus desejos na vida.
O Sol também presente nesta casa confere uma mente irrequieta e determinação. As características pessoais opõem-se, no entanto, ao desenvolvimento de parcerias bem sucedidas, Saturno em aspecto com a 7ª casa do casamento indica problemas relacionados com o exercício do poder e/ou da vontade, frieza nos relacionamentos, não sendo fácil para esta pessoa submeter-se à autoridade de ninguém. Apesar da sua timidez reconhecida, Diana foi sempre muito determinada em relação aos aspectos que considerou realmente importantes, como os relativos à educação dos filhos, escolha das baby sitters, colégios, etc, tendo reservado para si as decisões sobre essas matérias.
Vénus  está colocado na 12ª casa e é o regente da 9ª que tem uma importância muito especial nesta varga. É uma posição que indica solidão afectiva e a possibilidade de amores secretos. Mas, enquanto regente da 9ª casa esta colocação indica destruição da sorte, embora não negue o gozo dos prazeres sensoriais e materiais.
Marte está colocado na 5ª casa  e recebe o aspecto do regente da casa colocado na 1ª, Mercúrio É uma boa configuração no plano matertial, indicando que os esforços e criatividade da pessoa serão recompensados com ganhos materiais e honras ou fama. Marte rege a 10ª casa da Navamsha e o seu aspecto para a 11ª casa, indicador de sucesso material.
Júpiter e aLua estão em kendras mútuas, formando um yoga Gaja Kesari  numa assinatura de boa sorte e elevada consciência moral. Mas não é suficiente para compensar a fragilidade dos aspectos relacionados com os relacionamentos e a felicidade pessoal.
Os nodos continuam no eixo 4ª casa/10ª casa , embora haja uma inversão na Navamsha, com a troca de posição de cada um deles mas insistindo no facto de a experiência de vida estruturante do destino se desenrolar na necessidade de equilibrar o plano do lar e da família com o da exposição pública e da carreira.
No momento do casamento Diana atravessava o período principal (mahadasha) deRahu e o sub-período de Marte.  Marte rege o Ascendente  e Rahu impele para o reconhecimento público, a fama, as honras, etc. trazendo deste modo muita visibilidade pública mas , como acontece muitas vezes com Rahu,a ilusão acerca de todas estas conquistas acaba por cair sobre a pessoa trazendo um sentimento de insatisfação e de vazio.
O primeiro filho nasceu pouco depois de ter começado o período principal (mahadasha) de Júpiter  o último período dasha  até à sua morte, e sub-período de Júpiter. Júpiter  é o regente da 5ª casa relacionada com os filhos e é também o planeta karaka ou significador dos filhos; o segundo filho nasceu durante o sub-período de Saturno; o divórcio e a sua morte ocorreram ambos no sub- período de Rahu. A relação deste com a 10ª casa da fama e da exposição pública é bem visível nos pormenores mediáticos de todas as circunstâncias da morte de Diana bem como no carácter pouco claro dessas circunstâncias, que alimentaram diversas teorias da conspiração, vivas ainda hoje.

Deixe um comentário