Muhurta, escolher Momentos Auspiciosos

happ
A Astrologia baseia-se no estudo das relações entre a energia do Sol – distribuída através dos vários planetas – e a vida na Terra. A energia solar é a fonte da vida  e manifesta-se através do tempo.
 
O momento em  que nascemos exprime um conjunto de qualidades que têm afinidade connosco e com o karma prévio que transportamos para a existência. Segundo a Filosofia dos Vedas, cada alma humana é atraída para um determinado local  e  para um  tempo específico de acordo com a herança (física, mental e kármica) que traz consigo. O mapa astrológico é por isso a expressão simbólica de toda essa herança e mostra as linhas essenciais do destino presente que decorrem dessa herança.
Mas isso não significa que o destino de cada pessoa seja algo de  imutável e irrevogável. Segundo a Astrologia Jyotish, é possível aprender a utilizar as energias cósmicas a nosso favor,  minimizando, neutralizando ou até certo ponto removendo os «males» indicados pela nossa carta de nascimento.  Isso chama-se Muhurta: a carta de nascimento diagnostica os pontos negativos e positivos; a Muhurta ajuda a prevenir ou a minimizar esses aspectos negativos ajudando a escolher o melhor momento para realizar cada coisa importante nas nossas vidas.
 
Assim, em relação a algum aspecto negativo apresentado pelo nosso horóscopo, a Muhurta ajuda a fixar um momento energeticamente auspicioso para realizarmos algo relacionado com isso. Ajuda-nos por isso a evitar o fracasso nessa área da nossa vida.  Isso não significa , no entanto, que possamos desta forma desvendar o segredo absoluto  para a nossa felicidade, riqueza ou sucesso material, sem mais. A Muhurta  ajuda a minimizar  os efeitos de um Karma negativo mas não pode sobrepor-se às leis naturais.
A Muhurta  não se refere a quaisquer aspectos religiosos, ela baseia-se na compreensão e manipulação das energias naturais.  A criação e a destruição no nosso mundo fazem-se no tempo  e tais forças são simbolizadas pela energia do Sol e dos planetas. A Astrologia  e ,especificamente a Astrologia Jyotish,  é o estudo dos efeitos dos planetas no tempo: o movimento dos planetas mostra exatamente quando é que as energias construtivas ou destrutivas estão ativas  em cada carta de nascimento. A Muhurta  é o uso desse conhecimento para determinar , para cada área da nossa vida, quais os melhores momentos para evitarmos o fracasso e aumentarmos  a possibilidade de aspetos felizes ou positivos.
Assim, nas palavras do eminente astrólogo Dr B.V. Raman (in Muhurta, Astrologia Eletiva):«Muhurta pode assim ser definida como esse preciso momento em que as radiações provenientes do homem são alteradas para uma frequência específica capaz de entrar em ressonância com as radiações do mesmo nível vibratório vindas de outros planetas e estrelas.»
A Muhurta e o Papel da Lua no Nascimento
A determinação do melhor momento para fazer algo (mudar de casa ou de emprego, casar, viajar, etc)  tem que ter como ponto de partida a posição natal da Lua e o Nakshatra em que esta se encontrava no momento do nascimento pois essa posição determina decisivamente o destino da pessoa nesta existência, sendo o seu ponto de partida.  A análise destes elementos    é determinante para se avaliar o potencial de melhoria na aplicação da Muhurta.
Na fixação dos tempos auspiciosos- Panchanga–  os sábios da Jyotish consideram os  seguintes fatores:
1.       Tithi ou dia lunar
2.       Vara ou dia da semana
3.       Nakshatra ou constelação
4.       Yoga ou dia luni-solar
5.       Karana ou meio dia lunar
O software especializado permite encontrar cada um destes  fatores sem grandes preocupações de cálculos, como sucedia em tempos anteriores à era da Informática.
Na Muhurta considera-se desejável fortalecer o Ascendente o seu regente e a Lua. Para tal, tem-se em conta que os graus dos signos não são homogéneos, o trânsito pelos diferentes graus tem resultados  que por vezes não são benéficos : por ex., nos signos de Carneiro , Touro ,Sagitário  e Virgem. Os 3 primeiros graus não são uma boa opção para a escolha de momentos auspiciosos, por se considerar  que a sua energia é destrutiva;  nos signos de Peixes, Capricórnio,Caranguejo e Escorpião, os últimos 3 graus devem ser evitados, por serem  governados por Rahu; nos signos  de Gémeos, Balança,Leão e Aquário, os graus de 13º.30’ a 16º 30’ devem também ser evitados por serem presididos pela força destrutiva Gridhara.
Os Efeitos  Auspiciosos  dos Nakshatras
Rohini, UttaraAshada , Uttara Phalguni   e  Uttara bhadrapada são constelações fixas e favoráveis para  lançar algo de permanente, para a fundação dos alicerces dos edifícios, a plantação de árvores, etc.
Chitra,  Anuradha,  Mrigashira, Revati  são constelações suaves, boas para aprender música e dança, Belas Artes, organizar festas  e cerimónias e para a união sexual.
Ashwini , Pushya , Hastha  Abhijit (esta é a 28ª constelação, incluída em tempos antigos  e mais ou menos esquecida hoje). São constelações leves que podem ser escolhidas para acções de diversão e de  entretenimento, prazeres, ornamentos, desportos, actos médicos, começar uma empresa, fazer uma viajem.
Moola, Jyestha, Ardra , Aslesha têm uma natureza separativa e cortante e indicam aprisionamentos, separações, assassínios ,devendo ser evitadas, como é óbvio, quando se pretende alcançar  resultados de harmonia e de  relação.
Shravana, Dhanista, Satabisha Punarvasu e Swati  são estrelas cardinais auspiciosas para adquirir veículos , para ir em peregrinação, fazer jardinagem.
Poorvashada , Poorvabhadrapada Bharani ,  Magha, são estrelas indicadoras de eventos terríveis, como  envenenamentos, esquemas de engano, aprisionamento, deitar fogo , etc., indicando acções criminosas.
Krittika  e Vishakha  são constelações mistas e sob a sua influência devem fazer-se os trabalhos rotineiros e do dia – a -dia.
De acordo com  o Dr B. V. Raman, o começo do 3ª pada (parte) de Dhanistha   e o final do último pada de Revati não favorecem nenhum trabalho e têm a designação de Nakshatra Panchaka.  Quando estas estrelas estão a governar nas partes referidas, devem evitar-se viagens para o sul, a renovação ou reparação de casas, armazenamento de comida e de combustível .
De todas as constelações, Pushya  é considerada a mais favorável , dizendo os antigo sábios que a sua influência num dado momento consegue neutralizar até mesmo as condições mais negativas presentes na carta de nascimento, podendo ser favorável a todas as atividades, excepto para o casamento. No momento do  casamento, Pushya  não deverá ser a constelação reinante.
Momentos Auspiciosos – alguns exemplos
Escolher a data do Casamento –  quando Júpiter  , Mercúrio  ou Vénus estão no Ascendente   e planetas maléficos estão na   ou11ª casas . Esta configuração é excelente para fortalecer o Ascendente.
Venda para obter lucro – A Lua  e Mercúrio não devem estar em  conjunção nem receber o aspecto de Marte.   A Lua  a transitar por Touro, Caranguejo ou Peixes  tem uma influência muito positiva  para um vendedor;  ou se Mercúrio  estiver numa casa kendra (1,4,7,10) a partir do Ascendente  ou em bom aspeto com Júpiter . Quanto aos dias da semana, a Terça Feira deve ser evitada, Segunda, Quarta e Quinta são os melhores dias. Sexta Feira não é um dia propício e Sábado é  um dia misto.
Comprar casa – A  Quinta e a Sexta Feira são dias propícios. As constelações auspiciosas são Mrigashira , Aslesha,  Magha,  PoorvaPhalguni, Visakha, Moola, Punarvasu e Revati. Quanto aos signos, os melhores são: TouroGémeos, Leão , Balança, e Escorpião.   Não deverá haver maléficos na7ª casa eMarte  não deve estar na 1ª casa.
Há muitas outras considerações  a serem tidas em conta, conforme o propósito ou acção que se pretenda empreender e que seria fastidioso nomear num simples artigo. Mas, basicamente, o que a Muhurta pretende enfatizar é  que os efeitos das energias cósmicas nas diferentes áreas das nossas vidas é uma questão  de harmonização com energias físicas  e que os sábios da Jyotish têm vindo a estudar e a utilizar há mais de cinco mil anos.

Deixe um comentário