Compatibilidade Básica de Relacionamento #2

ams

Analisamos neste artigo a compatibilidade básica entre os parceiros com :

 Ascendente Leão Lua virgem e Sol Escorpião e Ascendente Capricórnio Lua Virgem e Sol Peixes

O Parceiro 1) com Ascendente no signo Leão  é alguém que não passa despercebido, com uma presença radiante , optimista e respirando auto-confiança .  A sua expressão é marcada por uma forte capacidade de afirmação e pontos de vista muito pessoais acerca de tudo: Leão vive todas as coisas  a partir do centro da sua personalidade – o «eu».

Apesar do exibicionismo muitas vezes visível na forma como age e fala com os outros, tomando-se a si mesmo como centro de interesse,  este nativo tem um fundo nobre e generoso e é capaz de  dar ,altruisticamente.  A emoção e a necessidade de amar são poderosos impulsionadores do  seu agir e das relações que estabelece com os outros.

O signo Leão representa o desenvolvimento da individualidade e, por isso, não suporta ver-se esbatido no  meio de uma massa anónima e sem rosto: detesta ver-se de forma abstracta e rejeita ser «mais um» onde quer que seja.  Ele quer destacar-se, aparecer como alguém totalmente original  e único.

Possui um enorme poder de intuição  e uma inteligência forte que, a partir daquilo de que gosta, é capaz de criar algo duradouro e digno de admiração.

 A Lua no signo de Virgem  associada ao signo de Leão  mostra  alguma  incompatibilidade energética pois  o  seu elemento Terra não se harmoniza bem com o  elemento Fogo  de Leão  mas, por outro lado, não há inimizade entre  o regente  do  signo Virgem, Mercúrio  e o regente do signo Leão – o sol . Este é amigo de Mercúrio e este é neutro em relação a ele e, deste modo,  as energias do Ascendente  e da Lua  exprimem-se ambas na personalidade de forma satisfatória.

A Lua em Virgem acrescenta um carácter prático à mente deste nativo, tornando a sua criatividade algo mais controlável e organizado.  A associação das capacidades intelectuais e emocionais de Leão com a mente analítica  e discriminativa de Virgem  produz excelente resultado.

Ambos os signos são dotados de uma boa intuição e esta junta-se às aptidões cognitivas, articulando imaginação e memória,  criatividade e organização sistemática. Este nativo é simultaneamente muito criativo e logicamente determinado e organizado.

No plano psicológico, a Lua em Virgem atenua os traços excessivamente exibicionistas de Leão, bem como a sua sede de poder e de autoridade, dando-lhe um perfil um pouco mais discreto, a menos que  a Lua  seja fraca no horóscopo.

O Sol em Escorpião  harmoniza-se muito bem com a  Lua em Virgem  no plano dos elementos, pois o elemento Terra de Virgem mistura-se muito bem com o elemento Água de Escorpião. Os regentes dos signos , por seu lado, são neutros em relação um ao outro.

Os signos do Sol  e da Lua actuam desta forma de modo integrado  na personalidade, constituindo uma personalidade muito mais subjectiva do que poderia esperar-se com o Ascendente Leão. Este nativo é muito motivado para  adquirir uma posição que lhe permita influenciar os outros e, de algum modo, destacar-se  em alguma área.

Pode ser um político , um  investigador ou médico, etc. e atingir o sucesso na sua profissão. Gosta de controlar e de liderar mas fá-lo de forma discreta e  muitas vezes subtil.

O Parceiro 2, com Ascendente Capricórnio,  destaca-se pela sua visão pragmática e calculada de todas as coisas, característica  acentuada pela Lua em Virgem. Inteligente e com uma presença dominadora, traça um caminho claro para atingir uma posição socialmente compensadora e que lhe permita sentir que se construiu a si próprio através dos alicerces que preparou com muito  trabalho e dedicação.

É  uma pessoa muito trabalhadora e isso dá-lhe uma  postura de seriedade em relação a todas as coisas: está determinado em conseguir alcançar uma posição elevada na comunidade e em ganhar o respeito e o reconhecimento dos outros e, por isso, nem quer ouvir falar em «diversão» , que considera uma frivolidade sem grande lugar na sua vida marcada por objectivos materialmente   ambiciosos.

Neste sentido,  o parceiro 2) pode Projectar u ma imagem de frieza e calculismo, quando na presença do parceiro 1)  com o seu Ascendente Leão: este é romântico,  gosta de actividades de lazer e, por vezes, o seu comportamento soa a «infantil» ao parceiro 2), com a sua necessidade de receber atenções e admiração constantes.  Por seu lado, o parceiro 1) pode achar o outro demasiado «aborrecido», materialista  e convencional, no primeiro encontro.

Porém, ambas as pessoas têm a Lua no signo de Virgem  e, deste modo, inevitavelmente vão reparar que  pensam da mesma maneira, têm as mesmas necessidades de segurança e isso fá-las sentirem-se próximas uma da outra.

A associação entre a Lua em Virgem  e o  Ascendente Capricórnio  produz  uma pessoa orientada para o plano do concreto: visa objectivos práticos e tem pouco interesse em tudo o que ultrapassa o mundo da experiência palpável. As suas competências de planeamento e de organização/sistematização dão-lhe a capacidade para gerir qualquer organização de forma eficiente e virada para os objectivos.  A pessoa tem uma excelente memória e aptidão para lidar com os pormenores.

Estes dois signos, no entanto, não primam pelas qualidades da imaginação, baseiam-se no experienciado empírico e não na especulação ou   divagação abstracta. E é aqui que o Signo do sol,  Peixes,  introduz um factor de maleabilidade e de distanciamento em relação ao mundo concreto, alargando as fronteiras do mesmo para dar lugar ao espaço do imaginário e do maravilhoso.

A influência do  Sol em Peixes leva esta pessoa a não se contentar com o mundo organizado de todos os dias e, a menos que o Sol  esteja fraco no horóscopo, produz o desejo interior  de transcendência e o sentimento de devoção que enriquecem a personalidade deste nativo com uma densidade que vai além do pensamento racional e algo  desumanizado da associação entre Capricórnio  e  Virgem. 

O signo de Peixes desestrutura as armações de defesa racionais da Lua em Virgem  dá-lhe uma inquietação que pode conduzir ao desejo de encontrar no longínquo, um sentido mais profundo para a vida do que a simples admiração exterior ou o estatuto social.

O  Sol em Peixes  é um fator de espiritualização da vida deste nativo e pode, em última instância, levar à renúncia dos aspectos mundanos da vida para se identificar com algo mais profundo do que a mera identidade social.

O parceiro 1), apesar de tudo, pode dominar na relação, pois tem na identidade básica  dois signos fortes de autoridade – Leão e Escorpião –  e, apesar de o parceiro 2) também possuir bastante assertividade com o seu Ascendente em Capricórnio , o seu  Sol em Peixes  sente-se  muito à vontade para deixar que outros controlem o que ele não tem vocação nem interesse de controlar: as circunstâncias e as necessidades do quotidiano.

Análise da compatibilidade Básica entre os Parceiros

A relação entre o Ascendente de ambos é neutra, isto é, 6/8. Não é uma boa relação porque significa que as energias imediatas destas pessoas não interagem, ignoram-se uma à outra, são invisíveis uma para a outra.  O Ascendente é a imagem de nós próprios que projectamos  quando estamos com os outros, é  o nosso modo de ser imediato e espontâneo.

Nesta relação, esta imagem escapa aos dois parceiros, a menos que haja outros planetas pessoais de cada um em aspecto com o Ascendente deles.

E é isto que se passa, a Lua do parceiro 1) está numa relação muito harmoniosa com o Ascendente do parceiro 2). Esta configuração indica grande proximidade, familiaridade e compreensão dos processos mentais um do outro; a Lua do parceiro 2), por seu lado, está numa relação de 2/12 com o Ascendente do parceiro 1).

Isto é também uma relação  neutra, e muitos dos aspectos emocionais e mentais do parceiro 2) podem ser invisíveis para a percepção do parceiro 1).  Lembrando-nos de que o parceiro 1) tem o seu Ascendente em Leão , com a consequente tendência para um certo narcisismo, este é um risco real, nos relacionamentos a longo prazo, pois este parceiro pode mais facilmente pensar nas suas próprias necessidades do que nas necessidades emocionais do seu parceiro.

A menos que  Vénus  do parceiro 2) lance um aspecto harmonioso para a Lua  ou para o Ascendente do parceiro 1).  Porém, há que lembrar que os dois  têm a Lua no mesmo signo e que isso também gera uma proximidade emocional entre ambos que pode compensar o anterior.

O Sol  do parceiro 1)  e o Sol do parceiro 2) estão numa relação de 5/9, uma excelente relação: estas pessoas têm um entendimento semelhante quanto ao seu propósito mais essencial de vida  e o seu destino pessoal  floresce com esta relação.

O sol  do parceiro 1)  está numa relação de 3/11 com o Ascendente do parceiro 2), o que é uma excelente relação, que gera proximidade e o sentimento mútuo de que partilham os mesmos ideais  e a mesma filosofia de vida; o Sol do parceiro 2) está numa relação de 5/9, com o Ascendente do parceiro 1) confirmando os aspectos referidos para ambas as pessoas.

sol do parceiro 1)  está numa relação de 3/11 com a Lua do parceiro 2), mais uma vez, uma relação muito harmoniosa que facilita a integração dos vários aspectos da psique e uma relação de partilha profunda entre as duas pessoas.

O sol do parceiro 2) está numa relação de 1/7 com a Lua do parceiro 1. Embora esta complementaridade possa  ter as suas arestas, no geral é aceitável, pois a Lua  e o Sol simbolizam os aspectos feminino e masculino da personalidade e a oposição não é, neste caso problemática.

Pelos aspectos referidos, consideramos que estas duas pessoas são muito compatíveis, podendo sentir-se muito bem uma com a outra e o seu relacionamento pode  ajudar o seu crescimento mútuo.

Relacionados

Leave a Comment