Personalidade básica com Ascendente Sagitário, Lua Balança e Sol Caranguejo

sag

A personalidade básica de cada um de nós é formada pela articulação entre o signo Ascendente, o signo da Lua e o signo do Sol. Hoje vamos falar das características da personalidade básica com Ascendente Sagitário, Lua Balança e Sol Caranguejo,  satisfazendo o pedido de uma leitora.

Os nativos com Ascendente no signo Sagitário são pessoas otimistas e joviais com tendência para ver o melhor em cada situação.  O seu modo de ser é franco e honesto, muitas vezes ingénuo, no desejo  de estar sempre próximo da «verdade». Gostam do contacto com a Natureza, de  fazer passeios em campo aberto e também  são amigos dos animais, sendo comum terem animais de estimação.

Estes nativos têm gosto pela aventura e uma necessidade irreprimível de liberdade. São irrequietos e gostam de mudança, encarando com dificuldade uma vida de rotinas, tanto no plano pessoal como profissional. Não se prendem a convenções e ,se forem muito pressionados, mais facilmente partem do que aceitam uma estrutura de vida que não lhes traz qualquer novidade. São por isso capazes de preferir um emprego menos seguro e menos bem pago mas que lhes dê mais liberdade e um relacionamento fora dos padrões habituais do casamento e da vida familiar. Mas, dependendo das configurações globais do horóscopo, há nativos de Sagitário que se adaptam razoavelmente a uma vida estruturada no plano familiar e no emprego se puderem compensar isso por exemplo, nos tempos livres, pela prática de desporto, com fins de semana com os amigos, etc..

Os nativos de Sagitário têm necessidade de compreender a causa das coisas, procuram os «porquês» que ultrapassam os eventos momentâneos para tentar encontrar uma «razão de ser» ou um sentido global para as suas vidas e para a vida em geral. Não se contentam em compreender o «agora» querem compreender o sentido global da sua vida. Por essa razão gostam de Filosofia. Também estão sempre focados no plano que transcende o aqui e agora e esse interesse pelo que «há- de vir» leva-os a querer compreender as suas experiências passadas para retirar delas alguma lição de vida importante que os ajude a compreender melhor o seu futuro. Influenciados por Júpiter, o planeta regente do seu Ascendente, estas pessoas focam-se no futuro, na expansão de si próprias e na Esperança. ( o futuro trará sempre algo que ajude a superar o menos bom do «agora»).

A tentativa dos nativos de Sagitário para compreender todos os meandros da realidade leva-os a gostar de contactar com outros povos e com outros seres humanos que tenham opções diferentes das suas. Esta abertura à diferença dos outros é uma marca distintiva deste signo, que detesta todos os comportamentos de discriminação, seja qual for a sua justificação. São pessoas abertas e tolerantes, que encaram cada indivíduo diferente como uma oportunidade de aprenderem mais sobre a realidade humana e sobre si próprios. O gosto pela transcendência leva-os a  amar as viagens, sobretudo as de longa distância, pois o ir para além do  espaço que  conhecem é apenas outra forma de irem ao encontro do infinito para lá dos seus limites terrenos.

Os nativos de Sagitário, homens e mulheres, são uns românticos incorrigíveis. Apaixonam-se facilmente e tendem  a idealizar os parceiros, sendo capazes de gestos arrebatados para confirmar o que sentem. Até ao dia em que as coisas entram na rotina e o (a) parceiro (a) começa a exigir-lhes que «assumam responsabilidades». Não é que  estes nativos sejam incapazes de ser cumpridores, longe disso, mas quando se trata de assumir responsabilidades têm que ser eles a querer assumi-las e a fazê-lo por vontade própria, não tolerando que o (a) companheiro (a) tome decisões por si ou tente forçá-lo a isso. Não há nada a fazer, nessas situações, Sagitário quase sempre parte sozinho à procura da amplidão dos horizontes. Ele é uma pessoa muito sociável mas não abdica de toda s sua liberdade.

Quando um nativo com Ascendente Sagitário  tem a sua Lua no signo de Balança, um signo de Ar, há características de ambos os signos- Sagitário e Balança- que se misturam entre si porque  os elementos destes dois signos, respetivamente Fogo e Ar, se misturam harmoniosamente. E desta ligação resulta que as características sociais de Sagitário  são fortalecidas e esta pessoa tem um interesse marcado pela aprendizagem e pelo conhecimento, sobretudo o que diz respeito à «sabedoria» sobre a vida e sobre a realidade. Balança é um signo intelectual e  pensador, Sagitário é um amante do conhecimento e tem grandes capacidades de intuição. Assim, boa parte do seu esforço pode ser passado na aquisição de mais conhecimento que  lhe permita entender melhor «em que se fundamenta» a realidade.

O signo Balança  precisa da relação com o outro para desenvolver a sua identidade. Sente-se incompleto sem interagir com um outro a nível pessoal. Isso torna os nativos deste signo muitas vezes inseguros e dependentes. Porém, a associação com Sagitário torna esta pessoa mais equilibrada nos seus relacionamentos, desenvolvendo maior autonomia . Por sua vez, Sagitário tem por vezes dificuldade em assumir compromissos por  não  querer ficar «preso» às suas situações de vida. A associação com Balança torna-o menos avesso a esta possibilidade e mais capaz de estabelecer relacionamentos duradouros com um (a) parceiro (a). Assim, esta associação é essencialmente  benéfica  e equilibra a personalidade.

A Lua está colocada na 11ª casa do horóscopo e esta colocação é uma das melhores para adquirir riqueza e para a pessoa realizar os seus sonhos pessoais. É claro que será necessário ver se a Lua estava numa fase brilhante no nascimento e se recebe bons aspetos ;ou se, pelo menos,  não recebe maus  aspetos de  planetas maléficos. Se isso acontecer, será de esperar que esta pessoa adquira uma quantidade de bens e de riqueza, vivendo uma vida com  conforto e algum luxo. Os amigos serão uma fonte de felicidade para este nativo, que terá uma inteligência marcante e terá capacidade para realizar os sonhos da sua vida.  Porém, há que não esquecer que a Lua rege a 8ª casa e, por isso, a pessoa não realizará o que deseja sem antes passar por um bom número de obstáculos. Pode receber riqueza e dinheiro de heranças, legados ou de seguros.

O Sol colocado no signo de Caranguejo é uma nota destoante na harmonia da associação entre o Ascendente e a Lua. Trata-se de uma posição má, tanto por signo/elemento  como por casa do horóscopo. Com efeito, o Sol está colocado na 8ª casa e, desse modo, desperdiça a sorte para esta vida pois o Sol rege a 9ª casa no Ascendente Sagitário. E o regente da 9ª casa colocado na 8ª   indica que a pessoa terá pouca sorte nesta vida. Um fator positivo é que pode receber riqueza do parceiro e receberá  uma boa quantia em caso de divórcio.

O Sol em Caranguejo  tem elemento Água e energia cardinal. Indica uma personalidade introvertida e focada na vida familiar. Esta posição do Sol altera significativamente  as características da personalidade que se torna dual na expressão e nas necessidades: o elemento Água não se mistura harmoniosamente com o elemento Ar nem com o elemento Fogo , exprime-se ao lado deles, como uma tendência distinta  e diferenciada: esta pessoa  em algumas circunstâncias é independente e gosta de estar por sua conta, com os amigos ou com o seu círculo social, mas em outras é uma pessoa ligada à família, tem fortes laços com os que lhe são próximos e precisa de estabilidade e de uma vida familiar estruturada.

Em algumas situações, porém, o lado aventureiro de Sagitário pode levá-la a querer ter um dia ou  umas horas só para si e pode sair no fim de semana sem levar a família para fazer alguma coisa com os amigos, algo  que seja entusiasmante e diferente, estimulando o seu sentido de aventura.

Em outras alturas concentra-se inteiramente  nas necessidades familiares e sente-se feliz por contar com a família e por cuidar das suas necessidades, estando presente quando isso é necessário e cumprindo  o seu papel tal como este é definido pelos padrões sociais.

Gosta de aventura, da sua independência, do que é novo, do inesperado; e também gosta de cuidar dos que ama, de prover às suas necessidades, de estar presente nas situações em que a sua intervenção pode ser decisiva para resolver algum problema ou enfrentar alguma situação, gosta de colecionar coisas e de se refugiar nas suas memórias quando passa por algum momento de crise; gosta do cheiro do vento e da liberdade a correr na brisa que passa por ela mas também se sente vazia longe da família e dos amigos que dão sentido à sua vida.

Verificamos assim diferentes facetas na personalidade desta pessoa mas isso é o sinal da complexidade dos seres humanos, que nunca podem ser explicados de forma linear, nem mesmo ao nível da sua personalidade básica.