Compatibilidade Básica entre Parceiros #3


1. Parceiro com Ascendente Virgem, Lua em Gémeos e Sol em Leão

2. Parceiro com Ascendente Capricórnio, Lua em Leão e Sol em Sagitário

O parceiro 1) é uma pessoa com uma mente altamente analítica , capacidade crítica e discriminativa e competências desenvolvidas no plano da comunicação.

Ascendente no signo Virgem indica, fisicamente, uma aparência elegante, com olhos bonitos e expressivos, uma expressão honesta e franca, com aparência jovem. O nativo tem passo rápido e enérgico. Psicologicamente esta pessoa é tímida e exprime insegurança quando está na presença de desconhecidos.

Virgem simboliza a busca da pureza , podendo ser «maníaco» no que se refere à higiene do corpo e dos ambientes circundantes : mostra muitas vezes um cultivo militante da «boa saúde»- na escolha da dieta alimentar, de terapêuticas alternativas, no exercício físico, etc.

Mentalmente, é uma pessoa com inteligência analítica pronunciada, muito organizada e metódica, procurando a «perfeição» em todos os pormenores da sua vida. O excessivo perfecionismo pode dificultar o seu bem estar pessoal, gerando contínua insatisfação acerca de si próprio e em relação aos outros pois tem sempre alguma «falha indesculpável» a apontar na ação destes.

Os nativos de Virgem precisam de viver num mundo racionalizado e organizado por isso planificam previamente todas as coisas importantes da sua vida e detestam imprevistos, procurando, sempre que estes acontecem, encontrar as causas que expliquem porque é que os planos prévios que elaboraram falharam. Na sua mente a realidade deve obedecer à organização e planificação e não há espaço para acasos ou experiências caóticas ou inesperadas. Se a realidade desmentir esta convicção, Virgem pode tornar-se pessimista e desenvolver tensão mental e ansiedade que se repercute na sua saúde.

 A Lua em Gémeos associada ao Ascendente em Virgem reforça as características mentais desta pessoa. Os dois signos têm o mesmo regente, Mercúrio mas, enquanto em Virgem a mente organiza os aspetos concretos da realidade, numa sistematização que é essencialmente prática e ligada ao plano do trabalho e dos ambientes domésticos, em Gémeos trata-se de traduzir a experiência vivida em conceitos e linguagem com a finalidade de as experiências serem comunicadas e partilhadas com os outros. Deste modo, esta pessoa tem uma inteligência simultaneamente ligada aos aspetos práticos da vida e ao desejo de socializar, melhorando bastante as capacidades sociais de Virgem. A forma como esta pessoa vê e perspetiva o mundo passa pela tomada de consciência em relação ao que vive e pela necessidade de falar, de estudar ou de escrever sobre isso. Virgem não fala muito, a menos que se sinta à vontade num ambiente amigável mas Gémeos fala com a mesma naturalidade com que respira. Os dois signos são mutáveis, o que indica necessidade de mudança e de exposição a novos estímulos. Por outro lado, a volatilidade de Gémeos é atenuada pelo Ascendente Virgem, que faz uma apropriação esquemática das experiências vividas, transformando-as em elementos integrantes da sua ordem do mundo.

Sol em Leão tem elemento Fogo e harmoniza-se facilmente com o elemento Ar de Gémeos mas não com o elemento Terra de Virgem. O  nativo de Leão deixa-se levar pela «inspiração» mais do que pelo concreto vivido no dia a dia como o nativo de Virgem  mas, tal como este signo,  Leão está concentrado nos seus interesses e na sua individualidade, a sua aprendizagem na vida implica a expressão na «primeira pessoa» e, ao contrário de Virgem, que se sente mais à vontade nos bastidores ou atrás de alguma outra figura que assuma o «comando»,  Leão tem que ser o primeiro a brilhar na área que é o foco do seu interesse. Agora,tanto Virgem como o signo de Leão têm uma faceta em que superam o seu egoísmo natural para se dedicarem ao serviço altruísta em prol dos outros mas qual das facetas se manifestará depende do grau de desenvolvimento espiritual do nativo. Quanto às características da personalidade, a análise do horóscopo permitirá saber se o nativo exprimirá mais o  « caráter  criativo de Leão» , algo exibicionista, mas leal e capaz de fazer tudo pelos que ama ,embora sem abrir mão da condição de ser ele a «apontar o caminho e a liderá-lo»; ou o  « modo de Virgem», recatado, reservado e aceitando ficar em  «segundo plano» embora sempre crítico e pronto a disparar para encontrar e esmiuçar todas as «falhas». O signo  Gémeos articula bem com ambos, associando experiência prática e linguagem.

O Parceiro 2) tem Ascendente em Capricórnio, que tem elemento Terra tal como Virgem. Estes dois Ascendentes combinam bem: são ambos pragmáticos e ligados à experiência concreta. Capricórnio assume, no entanto, facilmente, a «liderança» nesta relação pelas capacidades de organização que partilha com o signo de Virgem mas também pela grande ambição, tenacidade para persistir nos seus propósitos e perseverança ,que faltam a Virgem.

O signo de Virgem é capaz de trabalhar arduamente, tal como Capricórnio, mas falta-lhe a visão clara de um propósito firme e, por isso, Virgem fica satisfeito por alguém «tomar as rédeas da condução» e Capricórnio, com o paternalismo que o caracteriza, e o desejo de autoridade, adora este entendimento. Ambos se entendem também muito bem no que se refere ao gosto pela ordem e pela organização.Capricórnio não é, habitualmente, muito hábil a exprimir emoções e sentimentos, sente-se mais à vontade a falar de trabalho e de projetos comuns que deem frutos na vida material. Neste ponto os dois signos coincidem embora não seja fácil para ambos comunicarem as suas necessidades emocionais ao outro, a menos que se gere uma relação de grande confiança mútua a nível prático que faça a «ponte» para os aspetos emocionais sem grande necessidade de falar sobre eles, o que é bem provável que aconteça.

Se o parceiro 1) refrear o seu criticismo sempre que o parceiro 2), pelas suas características pessoais, aparentar frieza ou distanciamento por inabilidade em exprimir o que sente, estas pessoas têm, à partida, um bom potencial de entendimento.

Lua em Leão do parceiro 2) também  contribui para aproximar estas duas pessoas pois o parceiro 1) tem o sol em Leão e, deste modo , ambas partilham características comuns na personalidade.

 A Lua em Leão tem elemento Fogo enquanto o Ascendente Capricórnio do parceiro 2) tem elemento Terra. Não se harmonizam pelos elementos energéticos nem pela relação entre os regentes dos signos pois Saturno, regente de Capricórnio e o Sol têm uma relação de inimizade ainda que com características especiais na Astrologia Jyotish. Esta combinação produz uma pessoa potencialmente muito centrada nas suas próprias necessidades pessoais. Dependendo do seu grau de desenvolvimento pessoal, pode bem colocar toda a realidade como secundária em relação a si própria e ter alguma dificuldade em querer saber das necessidades do seu parceiro. Há a possibilidade de ter o culto da personalidade, com  acentuado egoísmo e narcisismo, criando uma auto- imagem de sucesso, se  for bem sucedida na sua  procura de status e de posição social ,que são a grande motivação de Capricórnio. Mesmo nos indivíduos mais evoluídos espiritualmente, esta pessoa sente-se como alguém especial e tende a ter uma vaidade que é proporcional à medida do seu sucesso na carreira e na vida social : anseia pelo reconhecimento, pela fama, por riqueza e status, e poderá recorrer a todos os meios que lhe permitam chegar onde previamente planeou chegar. As parcerias ou o casamento podem ser uma das estratégias que utiliza para alcançar os seus propósitos.

Sol do parceiro 2) está, porém, no Signo de Sagitário e agora é preciso saber qual dos planetas – Saturno que rege Capricórnio; ou Júpiter, que rege Sagitário- é mais forte no horóscopo. Porque, se Júpiter for forte, é mais natural que o potencial centramento no ego que é característico da combinação entre Leão e Capricórnio não seja muito relevante pois Sagitário representa a transcendência em relação ao ego e a capacidade de ir para além dele, buscando pontos de união e de justiça para todos os seres. Sagitário introduz uma nota de generosidade e de bondade nesta pessoa, harmonizando-se com a energia de Leão para lhe dar nobreza de caráter e altruísmo. Não significa que, em alguns aspetos, esta pessoa não possa manifestar traços de egoísmo mas, se Júpiter for forte, o desejo de sucesso material será temperado por interesses espirituais e por uma maior capacidade para exprimir os sentimentos na interação com os outros. Por outro lado, Saturno também pode justificar uma existência mais ascética e desinteressada em relação aos bens materiais, embora esta postura seja mais rara ; mas a possibilidade é real.

Compatibilidade dos Fatores Básicos entre os Parceiros

 

relação entre os Ascendentes é de 5/9, uma relação harmoniosa , como foi descrito, mostrando entendimento na expressão imediata das duas pessoas. Estas compreendem-se mutuamente e sentem-se próximas uma da outra, partilhando modos de ser comuns.

O Ascendente do parceiro 1) está numa relação de 2/12 com a Lua do parceiro 2). Habitualmente esta relação indica ausência de contacto com as emoções imediatas do outro mas, neste caso, o parceiro 1) tem o sol em conjunção com a Lua do parceiro 2) num aspeto clássico de compatibilidade entre duas pessoas: o parceiro 2) exprime no plano mental e emocional uma identificação com as mesmas necessidades e propósito de vida do parceiro 1).

O Ascendente do parceiro 1) está numa relação de 4/10 com o Sol do parceiro 2). O parceiro 2) pode sentir, algumas vezes, que o parceiro 1) tem uma visão limitada da vida e é incapaz de se desligar dos objetivos imediatos para compreender a sua necessidade de liberdade. Este é um aspeto que terá que ser trabalhado na relação pois Sagitário dificilmente se deixa prender por quaisquer constrangimentos nem aceita qualquer restrição. Sagitário está sempre para além do aqui e agora; embora os traços do Ascendente em Capricórnio lhe deem bastante pragmatismo, a verdade é que anseia por ir mais além do que o ambiente imediato do quotidiano. E, se o parceiro não entender isso, o mais certo é que a  pessoa arranjará forma de se libertar de alguma  dos limites impostos.

Lua do parceiro 1) está numa relação de 3/11 com a Lua do parceiro 2). uma excelente combinação em que ambos compreendem as necessidades emocionais do outro, podendo responder em concordância. A Lua do parceiro 1) está também numa relação de 5/9 com o sol do parceiro 2) reforçando os aspetos positivos já referidos.

O Ascendente do parceiro 2) está numa relação de 6/8 com a Lua do parceiro 1). Esta relação não facilita a compreensão, pelo parceiro 2), das necessidades emocionais do parceiro 1); está também numa relação de 8/6 com o sol do parceiro 1), com o mesmo resultado referido. Este aspeto é parcialmente compensado pela conjunção entre o  Sol/Lua  de ambos. Já a Lua e o sol estão numa relação harmoniosa com a Lua e o sol do parceiro 1).

Globalmente existe um grande potencial de harmonia no relacionamento entre estas duas pessoas mas mais facilmente o parceiro 2) verá respondidas, a nível imediato, as suas necessidades pessoais pelo parceiro 1) do que o inverso. É claro que, para uma visão global, será necessário analisar o horóscopo completo de ambos. E também devemos lembrar que não existem relacionamentos perfeitos e que, habitualmente, as pessoas interagem para crescerem juntas, superando algumas dificuldades que possam existir na dinâmica do seu relacionamento e que especificamente ,se destinam a proporcionar esse crescimento conjunto.

Isto caso ambos os parceiros desejem crescer, em caso contrário, os relacionamentos podem tornar-se no maior desafio que os seres humanos enfrentam nesta vida.