Terapia das Cores-Amarelo

lemon

Neste artigo descrevemos alguns aspetos da energia da cor amarela e o uso terapêutico do amarelo.

O amarelo é a cor do plexo solar. O plexo solar relaciona-se com a nossa capacidade de organizar, de digerir, tanto a informação que o nosso cérebro recebe, seleciona e utiliza para fazer escolhas e tomar decisões como  os alimentos e os perigos que é preciso assinalar e aos quais  é preciso responder de modo a manter a ordem e o poder do organismo e do «eu» em termos mentais.

Isto porque o plexo solar também está relacionado com o sistema digestivo  e com o sistema imunitário. Tanto nestes processos fisiológicos como nos processos mentais, o plexo solar desempenha um papel essencial. E o cumprimento de onda da luz à qual responde o plexo solar é o amarelo. O plexo solar é  ativado pela cor amarela e relaxa com a cor violeta.

O amarelo é a  mais elevada das cores físicas. Pode ser descrito como uma cor quente e alegre embora, quando em excesso, possa induzir raiva e  frustração. Comprovadamente, as pessoas expostas a salas e ambientes saturados de amarelo durante muito tempo perdem a calma e os bebés choram mais  nestes ambientes pois esta cor em excesso produz fadiga e stress.

O amarelo não deve ser usado  no desktop dos computadores nem em «fundos» de papel a cobrir uma mesa de trabalho pois, sendo a cor mais visível de todas, por ser a que reflete maior quantidade de luz, o amarelo quando em excesso causa fadiga visual e cansaço nos olhos.

A forma correta de usar o amarelo é usá-lo em pequenas quantidades nos pontos para onde queremos chamar a atenção- esta é a cor que desperta mais a atenção do olhar. Não é por acaso que esta é a cor usada nos sinais de trânsito luminosos para indicar «cuidado» ou «alerta».

A cor amarela estimula o sistema nervoso e o intelecto. Ajuda a despertar a inspiração mental e estimula o despertar da mente superior. É também um precioso estimulante do sistema nervoso e terapeuticamente é  usado em  problemas relacionados com o sistema nervoso, sobretudo nos casos de exaustão nervosa.

Considera-se que tem um funcionamento alcalinizante que fortalece os nervos e desperta, inspira e vitaliza a mente, fortalece a memória, ao mesmo tempo que ajuda  a desenvolver o auto controle. Um desequilíbrio de amarelo desequilibra o plexo solar e o resultado é um estado de medo ou de apreensão, confusão, falta de determinação, etc.

O amarelo energiza o plexo solar e, em consequência, agiliza o processo de tomar decisões e o uso discriminativo  da informação disponível. Porém, demasiado amarelo dificulta a concentração e pode levar à hiperatividade.

O amarelo também estimula o sistema digestivo. Aumenta  o metabolismo  e usa-se na terapia das cores  para tratamento da obstipação, problemas do fígado, diabetes, problemas de pele, eczema, dores de estômago, enfraquecimento do sistema imunitário.

Quando usado de forma apropriada, o amarelo ajuda-nos a concentrar no estudo, a memorizar, pensar, formular juízos e a tomar decisões, estimulando todos os processos intelectuais.

Os desequilíbrios da cor amarela levam-nos a sentir confusão e stress mental e emocional. Algumas das condições de trabalho atuais podem contribuir negativamente para este desequilíbrio. Por ex., trabalhar durante muito tempo sob luz artificial ou junto de máquinas elétricas provoca desequilíbrios na nossa energia amarela.

O desequilíbrio emocional da energia amarela leva-nos a adotar pontos de vista e/ou valores irrealistas e a perder a noção clara de quem somos e o que pretendemos em geral na vida.

Espiritualmente o amarelo ajuda-nos a separar a nossa energia das energias indesejáveis dos outros ou das máquinas elétricas que coexistem no nosso ambiente pois aumenta a clareza do pensamento e a noção de nós próprios e do nosso poder pessoal, demarcando o que e quem somos de todos os outros elementos do nosso ambiente.

Podemos ajudar a equilibrar a nossa energia amarela, quando temos falta dela, usando roupas amarelas, comendo alimentos amarelos como bananas, citrinos ou cereais e ingerindo alimentos ou suplementos ricos em vitaminas E e B. Também podemos usar essências florais de flores amarelas: calêndula, crocus, crisântemo, narciso, hipericão.

O uso de pedras minerais devidamente energizadas também ajuda: quartzo limão, fluorite amarela, citrino amarelo. E, o mais fácil de aplicar, devemos expor-nos à luz solar com frequência, (embora não em excesso nem a horas em que o Sol está no zénite). O sol é a maior fonte de energia amarela de que dispomos.

Relacionados

Leave a Comment