Terapia das Cores – Laranja

lar

Continuamos a escrever sobre a terapia das cores, hoje falando sobre a cor laranja.

A cor laranja não é das mais  preferidas ,fazendo crer que os significados desta cor e a energia do chakra do sacro que lhe está associada não são fáceis de abordar para muitos de nós.  No entanto, esta é a cor da alegria e da felicidade. É também a cor da devoção e da ligação com os outros, razão pela qual é a cor usada pelos monges budistas.

A cor laranja representa o calor do fogo e esta cor liberta e expande o corpo e a mente, abrindo novas oportunidades e soltando as repressões. Esta cor também representa a criatividade, o acordar da auto consciência, o entusiasmo com que assimilamos novas ideias.

A cor laranja traz conforto, celebra a abundância e o entusiasmo e as pessoas que sentem atração por esta cor são independentes, dinâmicas e sociáveis. Esta é realmente a cor social pois exemplifica o comportamento gregário. É também uma cor de sensualidade e de gozo de prazeres físicos, estando ligada com a expressão da sexualidade.

A cor laranja exprime alegria e felicidade, calor, prazer, sensualidade, sexualidade e criatividade. Esta cor está ligada com as experiências  de dependência /independência e também com a generosidade. Representa o acordar da sabedoria que está dentro de cada um de nós. É uma cor próxima do plano físico mas também permite a intuição profunda e o conhecimento de si próprio.

A cor laranja representa a harmonia e a beleza, a arte e a criatividade. As pessoas que sentem aversão pela cor laranja podem ter dificuldade em exprimir a sua sexualidade ou o lado sensual da vida. Segundo alguns, esta aversão também pode indicar uma natureza demasiado sensualista, indulgente ou materialista perante a vida.

Esta é uma cor de contrastes e, se está ligada à sensualidade, também simboliza a aspiração o espírito de renúncia e a dedicação a um ideal elevado. É uma cor que denota otimismo, confiança, aceitação e ligação a outras realidades; representa a expansão da consciência que sai da interioridade para se ligar aos outros e os incluir no seu mundo. Com esta cor desejamos ligar-nos ao todo da vida, saindo do isolamento do eu individual.

É esta cor que representa o desejo de fazer parte de um mundo que inclui o todo da vida e o esforço para viver com os outros, pensando nas suas necessidades. A cor laranja exprime uma consciência de grupo, uma cor de conexão e de ligação com os outros, daí ser designada por «cor social». Esta cor representa por isso todos os tipos de relacionamentos.

A cor laranja está relacionada com o chakra do sacro, situado no baixo abdómen. Este chakra relaciona-se com  os órgãos sexuais, o intestino grosso, a próstata, o útero, os ovários e os testículos. No plano psíquico espiritual, este chakra simboliza o respeito por nós próprios e a liberdade de sermos nós próprios aceitando os nossos limites e os dos outros.

O desequilíbrio neste chakra produz fibromas no útero, quistos nos ovários, síndroma do intestino irritável, endometriose, doenças dos testículos e da próstata.  E ,nestes casos, o uso da cor laranja pode ajudar a repor o equilíbrio facilitando a cura.

No corpo físico o laranja estimula os pulmões, a respiração e a digestão e aumenta a atividade da tiróide. Alivia espasmos musculares  e cãibras no corpo. Nas mulheres que amamentam, aumenta a quantidade de leite. Esta  é uma cor  que também se usa para tratar a depressão, sendo também útil no tratamento da esclerose, na doença cardíaca, na melhoria do sistema imunitário; aumenta a pressão sanguínea  e alivia perturbações arteriais, em especial nas pernas.

Em conjunto com a cor azul o laranja também se usa para tratar os medos e para equilibrar o sistema endócrino. Também limpa e purifica o sistema hormonal.

Esta cor representa paciência e perseverança. Aumenta o fluxo de oxigénio no sangue e no cérebro , o que se traduz em maior clareza mental e, consequentemente, facilita a intuição.  Por isso está associada à sabedoria espontânea e intuitiva e ao deleite profundo.

Também está associada, como dissemos, à sexualidade que representa enquanto puro prazer sem o desejo de conceber, estando associada à  excitação e à extroversão. Quando temos esta cor em desequilíbrio, sentimo-nos deprimidos, emocionalmente descompensados  e podemos tentar compensar isso com atitudes de teimosia, explosões de humor.

Fisicamente, esse desequilíbrio dificulta a reação do corpo perante situações que provocam choque e trauma. Nas mulheres , o desequilíbrio a energia representada pela cor laranja produz problemas com o fluxo e o ciclo menstrual, doenças nos ovários e no útero; nos homens produz doenças na próstata e nos testículos.

Em conjunto com a cor azul, a cor laranja trata a depressão e os medos, o pessimismo excessivo, o descontentamento com a vida, etc.a exposição de curta duração à cor laranja  de manhã ajuda as pessoas que sofrem de cansaço crónico a sentirem maior energia  no dia a dia.

Esta cor dá força e alegria às pessoas que sentem dificuldade em realizar as tarefas quotidianas.  Aumenta a ambição e promove a generosidade de coração.  No lar deve ser usada nos locais onde se realizam atividades. Deve ser evitada nos quartos.

Nos seus aspetos positivos, o laranja é a cor que dá alegria, otimismo, felicidade, entusiasmo e auto confiança, sociabilidade e criatividade. Aumenta a capacidade de sermos construtivos e cooperantes com os outros.

Nos aspetos negativos, (quando em desequilíbrio), o laranja produz desânimo, orgulho, exibicionismo, dependência, atitudes destrutivas, dificuldade em interagir e em cooperar com os outros.

Na dose certa, o laranja é  uma energia indispensável à nossa vida e ao nosso desenvolvimento como seres cuja dimensão vai muito para além das fronteiras do eu isolado.

Relacionados

Leave a Comment