O Novo Trânsito de Saturno por Escorpião

des

No próximo dia 2 de novembro Saturno muda finalmente de signo, após dois anos e meio  a transitar pelo signo de Balança (Libra) e inicia um novo trânsito por Escorpião. Este é um acontecimento de grande importância porque, como um dos planetas «exteriores», Saturno representa um fluxo de experiências kármicas que  irão produzir eventos que todos nós, de acordo com a posição de Saturno  no nosso horóscopo e a regência das casas que ele tiver, teremos que aprender , lições específicas relacionadas com o sentido da responsabilidade e do dever, lições que nos obrigarão a enfrentar os nossos limites, a questionar os nossos princípios de orientação na vida e a transformar radicalmente aquela área da nossa vida correspondente à casa que o signo Escorpião ocupa no nosso horóscopo.

As experiências de Saturno nunca são fáceis, muitas vezes ele atua restringindo as nossas possibilidades de ação, tirando-nos coisas ou seres a que nos tínhamos apegado, para nos obrigar a mudar de rumo. Saturno é uma espécie de lanterna que, em momentos cruciais da nossa vida, aparece para nos obrigar a ver realidades e/ou possibilidades que nós, por covardia, comodismo,por hábito ou preguiça, descurámos e começámos a fingir que  não vemos. Enfrentar a realidade é uma expressão chave da ação deste planeta; e encararmos  as  coisas significadas pelas casas que Saturno afeta por trânsito, de forma crua e sem véus nem desculpas. E, se hesitarmos em andar para a frente no rumo que deve ser seguido, Saturno obriga-nos a  reviver as mesmas experiências dolorosas até percebermos que aquele caminho deve ser seguido e não pode mais ser evitado. Isto acontece porque Saturno é o marcador dos ciclos kármicos da nossa vida, ele indica o tempo em que novas experiências fundamentais para o nosso crescimento espiritual irão aparecer, em que um ciclo se fecha e outro aparece, com novos desafios mas também com  novas oportunidades de mudança e de crescimento.

Saturno vai deixar o signo da sua exaltação, Balança, no qual muitos consideram que a sua ação é mais leve e menos difícil  de enfrentar. E, conhecendo a natureza complexa e muitas vezes associada com o sofrimento do signo de Escorpião, há quem tema a chegada de Saturno a este signo pois irão combinar-se duas energias relacionadas com processos de transformação  radical  e por vezes muito dolorosa. Porém, e sem contrariar a constatação de que  a associação entre Saturno e Escorpião pode de facto trazer alguns momentos difíceis, há  que ter em atenção o potencial extraordinário de mudança e de limpeza profunda do karma que todos podemos experienciar. Escorpião representa a morte  e todos os processos profundos e dolorosos de transformação súbita  mas também é o símbolo do renascimento e de um novo começo, após uma limpeza profunda de tudo o que tínhamos ancorado no plano inconsciente, no armário escondido dos traumas e das emoções bloqueadas; dos nossos medos e inseguranças. É claro que, antes desse renascimento ser possível, todos os traumas, medos, feridas e situações não resolvidas, serão trazidos à superfície para que a sua energia seja libertada e sejam superados  todos os bloqueios que nos impediam de avançar numa área particular da nossa vida. E este é um processo que, para a maioria de nós, não se faz sem dor. Porém, há também uma sensação de libertação e de alívio quando sentimos que estamos numa nova etapa de vida e temos uma nova esperança a apontar-nos o caminho futuro.

É este caminho novo que  potencialmente poderemos todos encontrar, ao longo deste novo trânsito de Saturno que durará dois anos e meio, até 2017.

A dificuldade com este trânsito de Saturno é que o planeta estará num signo inimigo: Saturno e Marte, o regente do signo Escorpião, são energias que não combinam bem entre si, sendo que a conjunção entre ambos  ou o aspeto próximo fazem surgir  a amplificação das tendências mais negativas e agressivas da natureza de ambos.  Sobretudo quando formarem conjunção, entre 20 de fevereiro e 17 de junho de 2016, será  conveniente estar atento à extrema agressividade destas energias que podem exteriorizar-se em eventos e comportamentos de ressentimento, de raiva e de  violência muito difíceis de controlar.

O signo Escorpião representa os processos de transformação súbita e radical, reviravoltas dolorosas, sexualidade intensa, o misterioso e desconhecido e  o impossível de prever; a experiência da morte,  física ou mental e emocional, nossa ou dos outros com  quem nos relacionamos, heranças, empréstimos bancários, seguros, dívidas, tudo o que é antigo e está profundamente enterrado e foi mantido na escuridão e que pode vir à  superfície agora.  Saturno, enquanto indicador do Karma e do momento oportuno para que os ciclos kármicos apareçam sob a  forma de eventos e de experiências na nossa vida, também está relacionado com os processos de transformação  forçada ou voluntária, conforme a nossa atitude perante esses eventos. Ele é também o indicador do sofrimento  e do desespero, do karma do passado  que temos que pagar, da opressão e da servidão pois indica   a lei da causalidade à qual temos que nos vergar e  de que não podemos fugir.  A posição onde se encontra no horóscopo indica a área da nossa vida em que temos que ser humildes para aceitar aprender as lições necessárias para o nosso crescimento evolutivo e que exigem disciplina, paciência e trabalho árduo sobre nós próprios.

Até ao verão de 2015 os efeitos do trânsito de Saturno poderão ser mais fáceis de enfrentar pois Júpiter, a transitar pelo seu signo  de exaltação, lança aspeto para Saturno, tornando  a sua ação menos agressiva. Mas a última fase deste trânsito, quando Saturno estiver entre 29º15’ de Escorpião e entre 0º e 45’ de Sagitário- período no qual estará no chamado ponto Gandanta de Escorpião e de Sagitário – os efeitos deste trânsito podem tornar-se mais negativos. Saturno estará nestes pontos entre 23 de janeiro de 2017 e 16 de fevereiro do mesmo ano; depois, devido ao movimento retrógrado, volta a estar nestes pontos  a partir de 20 de junho e uma terceira vez a partir de 25 de outubro do mesmo ano pelo que  antes de iniciar o trânsito regular pelo signo de Sagitário, dará que fazer e pode trazer alguns eventos desafiadores ao longo do ano de 2017. Este será sem dúvida um ano de transformações profundas para todos nós, relacionadas com os assuntos da casa que, no nosso horóscopo, é ocupada pelo signo de Escorpião.

Marte, o regente de Escorpião simboliza a iniciativa e a realização imediata; Saturno, porém, atrasa e bloqueia, obriga a um trabalho disciplinado e preciso, paciente e organizado. Nesta medida, alguns dos efeitos que podemos sentir com este trânsito de Saturno podem relacionar-se com a sensação de a nossa ação estar bloqueada, bem como os nossos  desejos e objetivos; se quisermos iniciar um novo projeto parecerá que  os apoios para o mesmo nunca mais chegam, que  as exigências  formais  se multiplicam e que os que até agora pareciam estar dispostos a dar-nos uma oportunidade, de repente parecem distanciados e indiferentes. Todas as atitudes impulsivas ou mal organizadas serão expostas e sentir-nos-emos vulneráveis e expostos em todas as fragilidades e inseguranças. E, por muito que isso nos custe, isto tudo tem um objetivo, e não é o de obstruir simplesmente o que queremos fazer ou alcançar: o objetivo de Saturno é que nos apercebamos do que precisamos de mudar na nossa vida, no que se refere aos assuntos que o seu trânsito toca nesta altura para nos levar a melhorar o que não está bem. É verdade que, se não aprendermos a lição, Saturno pode ser muito mau, causando frustração sem limites e a repetição das experiências que teremos que  enfrentar para mudar alguma coisa nas nossas vidas . Isto sucede porque Saturno é  o relógio kármico por excelência e quer que percebamos que «chegou a hora» de mudar numa área da nossa vida e que não é possível adiar  por mais tempo essa mudança. E ou mudamos a bem, ou a mal. A maioria de nós não gosta de mudanças radicais, sobretudo quando elas implicam a perda de algumas coisas ou de  seres ou experiências a que estávamos acostumados. Mas  a associação entre o signo Escorpião e Saturno, ambos relacionados com processos de transformação profunda ,não permite protelar o inevitável, pelo que é melhor aceitar as experiências que nos cabem e seguir em frente do que perder num braço de ferro com a energia de Saturno durante este trânsito pelo signo de Escorpião. Na verdade, contra  esta energia de Saturno no planeta de Marte,  perdemos sempre. A única forma de ganhar algo é seguir o fluxo dos eventos e adotar a postura de Saturno: responsabilidade, humildade e trabalho sério sobre o que temos que mudar em nós para que a nossa vida também mude.

A partir do próximo artigo iremos analisar os efeitos gerais do trânsito de Saturno para cada signo Ascendente.