Pedras e Cristais, Alexandrite

alexz

Hoje apresentamos uma pedra rara e que não é para as bolsas comuns pois é uma pedra muito preciosa e escassa mas, pelas  suas qualidades, achamos que devemos  pelo menos saber que ela existe e, se poucos lhe puseram a mão, nos dias que correm, podemos apesar disso  apreciá-la através da  descrição das suas qualidades, das quais uma é sem dúvida  a enorme beleza. Trata-se da Alexandrite, uma pedra que foi encontrada nos anos 30 do século XIX, numa das minas de esmeraldas das Montanhas Urais, na Rússia.  Nesse dia de abril de 1834 , aquele que iria assumir o poder da Rússia como o czar Alexandre II, atingiu a  idade para ser investido desse  poder e a pedra recebeu o seu nome.  É que, para além da coincidência desta ligação à realeza, esta pedra tinha também uma particularidade única: a mudança de cor, passando dos tons azul esverdeados que assume quando exposta à luz solar ,para os tons vermelho e púrpura ou vermelho e fogo  quando está sob uma luz incandescente. Ora, o vermelho e o verde eram as cores imperiais da Rússia e , por isso, o destino da pedra pareceu desde logo ligado à realeza da Terra  onde foi encontrada. Imediatamente  a pedra adquiriu enorme popularidade e a sua procura foi tal que, após algumas décadas depois da sua descoberta, foi selado o filão nas minas onde ela fora encontrada, por exaustão. Recentemente, esse filão foi reaberto e tem-se extraído alguma desta pedra, em pequenas quantidades anuais.

ale

Recentemente, em 1987, foi encontrada Alexandrite no Brasil e, posteriormente, também em Madagáscar, no  Sri Lanka, Índia, Zimbabwe, Tanzânia, etc., mas a qualidade das pedras nestas regiões é bastante inferior à que  originalmente se encontrou na Rússia e este país continua a ser o produtor da qualidade  superior desta pedra, ainda que em pequenas quantidades.

Esta é uma pedra  realmente difícil de encontrar pois a sua formação implica a coexistência de condições naturais que são pouco comuns e são mesmo contraditórias na Natureza: esta pedra forma-se nas rochas metamórficas em condições geológicas únicas e raras. Por um lado, a Alexandrite é uma variedade de crisoberilo e este e o elemento químico crómio possuem propriedades    químicas antagónicas, não ocorrendo em regra simultaneamente num determinado local; porém, se não houver crómio, a Alexandrite não se pode formar. Assim, a pedra só se forma quando o berilo e o crómio ocorrem juntos e, para além disto, a pedra só se forma se, presentes estes dois elementos- berilo e crómio- ainda se juntar uma outra condição: a de que a sílica no local seja restringida para que o crescimento da esmeralda seja inibido. Assim, nestas condições tão difíceis, esta é uma pedra muito rara e preciosa. Mas é também por causa disto que a Alexandrite tem propriedades únicas que fazem dela uma verdadeira «pedra camaleão»:  muda de cor, reagindo ao ambiente. Diz-se que também reage aos estados emocionais dos seus portadores, mudando de cor.

anmc

A Alexandrite   é uma das pedras mais duras e duradouras. Quando foi encontrada pela primeira vez começou por ser confundida com a esmeralda mas rapidamente se percebeu que era outro mineral pois era muito mais dura do  que aquela. E, além do mais, tem esta particularidade de mudar de cor. Os místicos do século XIX consideraram que esta pedra tem a capacidade de harmonizar os corpos físico, astral e mental, ao mesmo tempo que age como calmante, tendo um efeito apaziguador na pessoa; aumenta a sua paciência e capacidade de compreensão.  A sua ação exerce-se no plano emocional da pessoa que a usa e acredita-se que também aumenta a autoestima, tornando a pessoa mais otimista e capaz de se abrir para a felicidade , pois intensifica as emoções de amor, compaixão e sensualidade.

Esta pedra também pode ser usada na terapia com cristais,  no tratamento dos nodos linfáticos, da pancreatite e desordens e doenças do baço e até mesmo no tratamento da leucemia. Também tem efeitos curativos no ouvido interno e ajuda a recuperar em tempos difíceis ou após uma situação de grave doença.

A Alexandrite é também uma pedra de sorte, sendo uma das pedras preferidas pelos jogadores, que acreditam que a pedra aumenta as suas possibilidades de ganhar.

Devido ao seu preço elevado, esta pedra não tem usos industriais, sendo usada principalmente em alta joalharia, para fins ornamentais. Porém, para  os felizardos que conseguem ter o privilégio de possuir esta pedra, ela é sem dúvida a expressão clara da harmonia, tanto no plano da beleza externa como do equilíbrio interno e emocional.

Deixe um comentário