Pedras e Cristais, o Âmbar

fos

O âmbar não é uma pedra, embora seja vendido como tal. Na verdade trata-se de uma resina fossilizada  ao longo de muitos milhares de anos e, como tal,  o seu interior é uma verdadeira «cápsula do tempo», preservando muitas vezes pedaços preciosos da vida num determinado momento histórico da evolução da vida na Terra.

O âmbar mais valorizado é o do Báltico, embora também se encontre em muitas outras regiões e países, dos quais salientamos a Rússia, Grã-Bretanha, Polónia, Itália e Alemanha. Ao longo de milhões de anos, os pinheiros produziram resina que se foi espalhando pelo solo, movendo-se com o tempo até às zonas costeiras e indo parar ao fundo do mar onde , durante milhares de anos,  fossilizou. O movimento dos glaciares fez com que  voltasse à superfície e se espalhasse de novo pelas terras, onde tem sido encontrado. Neste processo, muitas vezes pedaços de árvore, folhas, insetos, ficaram agarrados, tendo sido preservados no interior do âmbar. Essa qualidade talvez explique  uma parte da atração que o âmbar sempre exerceu nos povos antigos, que produziram com ele joias e artefactos que têm sido encontrados pelos arqueólogos, tanto nas tumbas e sepulturas como em estratos da vida quotidiana de outras eras. Os pedaços que contêm insetos foram utilizados provavelmente como amuletos para atrair a caça.

O âmbar encontra-se em vários tons que podem ir do amarelo pálido ao laranja escuro, embora o mais comum seja um tom intermédio entre estes dois. Também se pode encontrar âmbar verde em estado natural mas o mais comum é que o âmbar verde que se encontra à venda seja resultado de uma coloração artificial. O âmbar mais valorizado é aquele que não contém inclusões, apresentando-se claro  e limpo. Normalmente, porém, grande parte dos pedaços de âmbar encontrados contêm inclusões de matéria vegetal ou insetos.

O âmbar  tem uma características muito interessante: produz uma carga elétrica quando  é esfregado e os gregos antigos deram-lhe, por essa razão, o nome de «elektron» do qual deriva a palavra eletricidade. Esta qualidade eletromagnética do âmbar dá características únicas à sua energia, fazendo com que , ao ser usado de forma regular por alguém, em contacto com o corpo, tenha a capacidade de energizar e limpar o campo magnético (aura) de quem o transporta.

A tradição atribui ao âmbar propriedades de limpeza  psíquica e de cura. Considera-se que ajuda a movimentar a energia à volta do corpo e protege da poluição causada pelos aparelhos da tecnologia atual. Protege contra todo o tipo de negatividade, incluindo os ataques psíquicos, sendo mesmo considerado um dos melhores cristais de proteção contra os ataques psíquicos.

amb

O âmbar está associado aos plexos do sacro e solar , ajudando todo o tipo de manifestação ligada à vontade  (poder) e desejos do indivíduo. Ajuda a usar os talentos naturais e as capacidades para aumentar a prosperidade e o sucesso na vida através do esforço da vontade pessoal. Diz-se que ajuda a libertação, no ADN, de efeitos nefastos relacionados com o Karma e é usado no trabalho com vidas passadas. Liga-nos à sabedoria interior e aumenta a intuição.

Quando é usado combinado com outras pedras da prosperidade, sobretudo de cor amarelo dourado como o topázio amarelo dourado, o peridoto, a apatite amarelo dourada, o citrino, o crisoprásio, a calcopirite, a calcite branca, a pirite de ferro, a ágata de fogo, a frenite verde,  etc, ajuda a manifestação de mais dinheiro na nossa vida. Isto faz do âmbar uma «pedra da sorte».

O âmbar é uma pedra da manifestação e ajuda na realização dos desejos. Mas tem muitas outras aplicações na terapia dos cristais: diz-se que aumenta as capacidades intelectuais, a sabedoria e a clareza mental. Alivia o stress físico, a dor física, as dores de cabeça e outras dores físicas e exerce uma ação suavemente calmante sobre o sistema nervoso, proporcionando a quem a usa regularmente- no bolso ou numa joia como um anel- uma sensação de bem estar físico, psíquico e emocional. A tradição também lhe atribui  o efeito de gerar paciência, alívio  nos problemas dos ossos, cardíacos, auditivos, desordens intestinais/do estômago, do sistema endócrino, rins e bexiga, pulmões e da  saúde em geral. Alivia as dores nas articulações e nos ligamentos. Alivia os problemas causados pelo chakra do sacro, afastando a doença de órgãos como o baço o fígado e outros órgãos do sistema digestivo. Os poderes regenerativos do âmbar tornam-no adequado para ajudar os animais mais velhos a recuperar a vitalidade , as crianças e os idosos, pois promove a auto cura..

No plano psíquico, o âmbar forma um escudo psíquico que protege o  campo  energético em volta do corpo, equilibra as emoções , aclara a mente e o stress, liberta de fobias e de medos. Os antigos gladiadores romanos usavam o âmbar como amuleto para se protegerem dos perigos e do medo quando em situação de combate. Alivia em situações de depressão e de ansiedade e ajuda a desenvolver uma visão mais positiva acerca da vida.  Também ajuda a desenvolver o poder pessoal e a criatividade, ligando o indivíduo ao seu eu espiritual. Diz-se que é uma ajuda para as crianças que sofrem de timidez e que são por esse motivo objeto de troça dos colegas, promovendo a sua  autoestima  e capacidade de afirmação. Dá coragem e proteção geral.

O âmbar é considerado protetor do casamento e considera-se que atrai o amor para a vida da pessoa, quando usado  no interior do campo eletromagnético pessoal (no bolso, numa joia). Isto sucede em parte porque ajuda a transformar a energia negativa do ambiente em energia positiva. Também  ajuda a ser bem sucedido nas atividades profissionais e a manter um bom relacionamento com os outros, ajudando a remover atitudes rígidas que são causa de confronto e de hostilidade.

Pelas qualidades descritas, compreendemos porque é que, não sendo, estritamente falando, uma «pedra», o âmbar é um elemento absolutamente indispensável da nossa coleção de pedras e de cristais. Encontra-se facilmente e tem um preço acessível.

Nota: Não se esqueça de que, para  retirar o máximo partido das suas pedras deve proceder periodicamente à sua limpeza e também convém  proceder à sua programação.