Personalidade Básica com Ascendente Sagitário, Lua Caranguejo e Sol Capricórnio

cas

Voltamos a responder aos pedidos dos leitores, com uma nova personalidade básica., com Ascendente Sagitário, Lua Caranguejo e Sol Capricórnio.

Os nativos com o Ascendente no signo de Sagitário são pessoas otimistas  e joviais por natureza e gostam de tudo «em grande». Júpiter, o regente do Ascendente, representa a expansão e isso faz com que estes nativos por vezes tenham dificuldade em manter-se estritamente dentro dos limites estabelecidos na vida diária: além de precisarem de «espaço» a nível pessoal, isto é, de liberdade de movimentos e de decisão em todas as áreas da sua vida, têm também muitas vezes dificuldade em conter os gastos, podendo ultrapassar facilmente o orçamento financeiro disponível.

As pessoas com Ascendente Sagitário gostam de atividades na Natureza, por um lado porque esta lhes amplia o sentimento de liberdade e por outro porque são genuinamente amantes do mundo natural e são também afeiçoados aos animais, de quem são capazes de cuidar com grande carinho, considerando os seus direitos e necessidades como  equiparados aos seus. Também são amantes de desportos ao ar livre e gostam de caminhar pela Natureza, numa simbiose em que  o plano material e espiritual se fundem harmoniosamente. São tolerantes para com os outros, respeitando as suas diferenças com naturalidade, sendo por isso grandes amigos com quem se pode contar. Porém, em cada um destes nativos está o anseio pela «verdade» – esta não é, habitualmente, nenhuma doutrina feita, seja ela de caráter religioso ou de caráter filosófico pois estas pessoas não são dogmáticas e não aceitam «verdades feitas» nem impostas por outros nem para impor aos outros; sentem antes um respeito «pelos factos», por aquilo que eles consideram corresponder «ao que é», seja qual for a dimensão disso- e não hesitam em expor frontalmente o que consideram ser «mentira» ou hipocrisia e esta frontalidade não  é apreciada por todos.

Os nativos de Sagitário têm habitualmente uma personalidade forte e, desde que Júpiter esteja bem colocado, as suas vidas são  geralmente bem sucedidas  na área que eles escolhem, pois Sagitário é um signo Mooltrikona e Júpiter é o planeta mais benéfico do horóscopo. Estas pessoas são também normalmente motivadas para conhecer as causas mais profundas da realidade, não gostam de superficialidades nem de frivolidades e  muitas vezes optam por uma abordagem mais espiritual da vida. Júpiter faz deles professores, juízes, ou conselheiros no plano social e pessoal. Mas também se encontram nativos de Sagitário mais voltados para o plano material e mundano: são normalmente inclinados para o mundo das finanças e do dinheiro, podendo ser hábeis corretores, banqueiros, etc. Outros escolhem uma carreira em que a força física e a aptidão desportiva são qualidades que lhes permitem vencer nessa área. Mas todos eles  precisam de ser deixados em liberdade  e de viver fora dos constrangimentos de uma rotina sempre idêntica. Gostam de aventura, de alguma incerteza e  imprevisto nas suas vidas   e nada os aborrece mais do que alguém considerá-los como «garantidos». E quem tem a veleidade de o fazer, descobre à sua custa , mais tarde ou mais cedo, que eles não de deixam prender e que , se escolhem partilhar a sua vida com alguém ou  se entregam a alguma causa, não há nada de obrigatório nem de definitivo nisso e que eles ficam enquanto assim o decidirem. Ninguém controla nunca verdadeiramente a vida de um nativo de Sagitário: ele não se deixa prender nem por laços afetivos nem por necessidades materiais. Isto não significa que  estas pessoas não são capazes de ficar serenamente num lugar e com um estilo de vida tradicional durante toda a existência: são, mas são eles que o decidem e que têm sempre a última palavra a respeito disso. No fundo do horizonte existe sempre um céu por descobrir e eles sentem isso  sempre  que o olhar se estende pelo horizonte e até ao infinito.

Quando ao Ascendente Sagitário se associa a Lua no signo de Caranguejo a dinâmica desta personalidade muda consideravelmente. Caranguejo é um signo muito emocional e, apesar de Sagitário também o ser,  o elemento Fogo da sua natureza exprime-se de forma bem diferente do elemento Água  do signo da Lua e isto pode gerar alguma dualidade na personalidade: Sagitário é «desprendido», livre e «fugidio», sempre  pronto a defender o seu estilo de vida «vagabundo»; Caranguejo é dependente emocionalmente dos outros e anseia por estabilidade e segurança, por um refúgio e  pelo conforto do lar e da família. A forma como estas duas tendências se manifestarão na vida desta pessoa depende muito da colocação de Júpiter no horóscopo.

A Lua está  colocada na 8ª casa do horóscopo, no próprio signo  e esta colocação é uma excelente posição para garantir uma vida longa, sobretudo se a Lua estiver numa fase brilhante  no momento do nascimento. É também uma colocação que favorece o interesse pelos assuntos espirituais, místicos ou ocultos e indica uma forte possibilidade de o nativo possuir dons psíquicos e também uma forte intuição. Esta pode ser uma pessoa envolvida no caminho do desenvolvimento espiritual (Moksha)  e a sua vida interior e espiritual será vibrante e muito rica. Segundo os antigos, esta posição indica que a pessoa terá uma «morte santa», isto é, pacífica e tranquila. Esta posição da Lua também indica benefícios materiais: o nativo pode receber dinheiro de heranças, legados, indemnizações e também do cônjuge. A sua saúde será boa e sem o sofrimento de doenças crónicas ou de longa duração. Ao mesmo tempo, pelo aspeto que a Lua lança para a 2ª casa, da acumulação de riqueza, o nativo poderá acumular bastante dinheiro e riqueza.

A associação entre a Lua em Caranguejo e o Ascendente  Sagitário faz deste nativo uma pessoa com fortes interesses espirituais, filosóficos e /ou religiosos. Pode ainda  conduzir à interiorização da necessidade de liberdade que, em vez de se manifestar no plano externo dos movimentos e das ações do indivíduo, se manifesta no plano interno, como , por ex., necessidade de liberdade no plano das ideias e das crenças: em vez de uma pessoa a deambular pelo espaço, esta pode ser uma pessoa a viajar no plano mental e cujos conhecimentos, crenças e valores são o refúgio mais apreciado pelo nativo.  De qualquer modo, a natureza de Sagitário altera a forma como esta pessoa cuida e nutre os que lhe são próximos, talvez adotando um estilo mais livre e menos impositivo dos «cuidados de afeto», interferindo menos na vida dos que ama e deixando-os respirar de forma mais livre e distanciada. Por outro lado, a intuição psíquica da Lua associa-se à intuição natural do signo de Sagitário e à sua capacidade para ver as coisas  de forma unificada e com todas as implicações. Como a Lua lança aspeto para a 2ª casa, que governa o discurso e a imaginação, se a Lua estiver forte, a posição no próprio signo assegura que este nativo terá um discurso e uma escrita criativos e será dono de uma belíssima imaginação. Mais do que raciocinar de forma lógica sobre as coisas, esta pessoa aprende  visualizando de forma súbita todos os laços que ligam as coisas entre si e a realidade como um todo  que é dado a ver  numa intrincada fotografia.  E, como a 2ª casa representa a face, a colocação da Lua no próprio signo a «olhar» para a 2ª casa pode dar beleza física do rosto.

Quando ao Ascendente Sagitário e à Lua em Caranguejo se junta o Sol no signo de  Capricórnio , temos mais uma personalidade básica em que os dois signos opostos se unem numa singularidade interessante.  O Sol está colocado num signo de elemento Terra, harmonizando-se muito bem com o elemento do signo da Lua, mas não com o elemento do Ascendente. Assim, temos aqui uma nova simbiose, em que o Sol e a Lua se unem opondo-se, criando uma dinâmica muito interessante de complementaridade, e o Ascendente permanece como mediador entre ambos.

O Sol em Capricórnio indica ambição, grande capacidade de trabalho e de organização e necessidade de crescer no mundo material bem como de afirmar o seu valor na vida da comunidade. É interessante notar que o Sol está colocado na 2ª casa existindo um aspeto mútuo entre a Lua e o Sol. Não se trata aqui de uma conjunção, pelo que não existe o perigo de «combustão» da Lua  pelo Sol . Pelo contrário, é a Lua que, do próprio signo, condiciona o Sol, pois este está em signo inimigo e a sua força depende da força do regente de Capricórnio, Saturno. A Lua e os seus objetivos determinam deste modo o tipo de aquisições e de recursos que esta personalidade vai acumular. A ambição de Capricórnio, deste modo, está sujeita aos objetivos da natureza lunar que será predominante a menos que a Lua receba algum aspeto próximo de maléficos. O Sol rege, por outro lado, a auspiciosa 9ª casa do horóscopo, e, se estiver forte, indica grande capacidade para acumular recursos materiais: dinheiro  e riqueza, pois claro, fruto do trabalho, mas também conhecimentos, uma família, competências e recursos mentais, bem como materiais. A colocação do Sol na 2ª casa indica que esta pessoa pode receber riqueza do pai e que  terá bons dotes de discurso e de escrita, sendo ainda  muito provável que adquira uma excelente instrução. Dependendo da força e da colocação de Saturno, também pode ter uma família feliz.

O Sol em Capricórnio pode ser movido por objetivos espirituais ou materiais, sendo que os restantes elementos da personalidade indicam que será difícil que esta pessoa tenha apenas objetivos materiais na vida: o mais provável será complementar estes objetivos: com Capricórnio é sempre difícil renunciar à vitória no mundo material- «subir na vida à custa do próprio esforço e mostrar a obra feita», procurando o reconhecimento dos outros- com outros objetivos de caráter espiritual. Capricórnio também é capaz de renunciar ao interesse próprio para o benefício de outros e os outros elementos da personalidade básica indicam que, pelo menos em relação à família, esta pessoa é capaz de fazer muitos sacrifícios  e  de colocar todo o seu engenho na prossecução do seu bem estar e felicidade.  Caranguejo simboliza a segurança no plano emocional e interior; Capricórnio simboliza a segurança no plano material. Estando ambos presentes na personalidade, será natural que esta pessoa procure obter o máximo de ambos: uma boa casa- grande, espaçosa, confortável e luxuosa se possível e simultaneamente um espaço seguro e feliz de convivência com a família. Preenche deste modo as necessidades dos signos solar e lunar. Quanto ao signo Ascendente, fica um pouco à margem disto e, enquanto usufrui do prazer e do conforto conquistados pelas características  do Sol e da  Lua, segreda para si próprio «eu não me  confundo com nada disto e , na verdade , pertenço a um outro mundo». Bem, mas esse pode  esperar.