Pedras e Cristais, Diopsida

diop

A Diopsida é uma pedra «verde» , tanto literalmente como figurativamente pois, na verdade, é conhecida pela sua capacidade de estimular, em todos os que  a usam,  o ideal de serviço em relação à Terra, incentivando a preocupação  com o bem estar do planeta. Assim, trata-se de uma pedra excelente para ser usada por todos os que desejam ajudar o planeta a manter-se saudável e a sintonizar com a Natureza.

O nome «Diopsida» vem do grego e significa «visão» e «duplo», fazendo referência aos efeitos prismáticos da pedra, quando  cortada e polida. Existem depósitos deste mineral na Suécia, Alemanha, Rússia, China, Índia, Canadá e USA.  A forma mais comum desta pedra é a de tonalidade verde mas também pode encontrar-se em diversas  outras cores, desde  a forma transparente e cristalina ao branco, verde claro e verde profundo, cinzento, preto esverdeado, azul esverdeado, castanho amarelado, castanho e, raramente, tons de alfazema. As propriedades metafísicas e curativas deste mineral variam com o matiz de cor. A variedade azul esverdeada tem afinidade com o chakra do 3º olho e diz-se que estimula e ativa este chakra  e também ajuda a estabelecer a conexão com o «reino das fadas».

diop2

A Diopsida preta é muito usada na conexão e enraizamento com a Terra; a Diopsida verde é usada para equilibrar e para curar. As pedras cristalinas são habitualmente usadas em joalharia. Embora seja encontrada em quantidade na forma rochosa, é mais difícil  encontrar  Diopsida com qualidade gemológica.

A Diopsida verde ativa e energiza os chakras do coração e do  Hara sacro. Promove  o bem estar emocional, expandindo o amor em todos os níveis, incluindo o amor de si próprio. É também excelente para usar na aprendizagem, facilitando a compreensão de conceitos novos e o pensamento lógico. Possui um efeito calmante sobre o stress e as emoções, sendo por vezes designada por «pedra do choro» devido à libertação dos sentimentos profundos de desgosto, permitindo que estes se libertem para que a pessoa possa seguir em frente, permitindo assim uma verdadeira cura emocional.

diop3

. Esta é uma pedra que tem interesse especial para as mulheres em fase de transformação, como sucede na menopausa, pois  tem um efeito calmante sobre as emoções e também apoia as mudanças fisiológicas, por restabelecer o equilíbrio a todos os níveis, incluindo o hormonal. Aliás, trata-se de uma pedra  usada na terapia com cristais para ajudar na recuperação, tanto de traumas físicos, como após uma cirurgia ou após um ataque cardíaco ou outros problemas cardíacos ou ainda  para regenerar os pulmões, após deixar  de fumar. A Diopsida também é usada na cura de situações de fraqueza, problemas de circulação, rins, dores e espasmos musculares ,atuando positivamente em  todos os problemas musculares. Ajuda a equilibrar as hormonas  e  a área associada aos órgãos reprodutores. A sua ação de energização sobre os músculos faz com que seja apreciada pelos que correm, e termos desportivos.

No plano psicológico ajuda a recuperar de traumas, facilitando o choro libertador de emoções negativas e do desgosto profundo. Diz-se que a Diopsida ajuda a entrar em contacto com o lado feminino do nosso ser, facilitando a compreensão, a compaixão e a transformação das energias agressivas; da teimosia e da intolerância, sendo uma das pedras mais calmantes do stress e da ansiedade. Também tem sido usada para acalmar animais de estimação. A associação entre a pedra e o chakra do sacro torna -a numa pedra que estimula a criatividade, ajudando os que a usam a ser mais criativos.

A particularidade de, quando cortada e polida, exibir um brilho em forma de estrela, faz com que a Diopsida  também seja conhecida como uma «pedra da estrela do 4º raio». Quando usada em meditação, diz-se que ajuda a desvelar os segredos escondidos no plano mais recôndito da alma.

Por todos os aspetos referidos , fica claro que a Diopsida é uma pedra indispensável para ter e usar, com benefícios tanto no plano físico como metafísico. Não se esqueça de, quando  adquirir o seu exemplar, o  limpar  e programar.