dolop

A Dolomite é um mineral que se forma nas rochas sedimentares carbonatadas, possuindo semelhanças com a Calcite.  Porém, enquanto a Calcite é um mineral de carbonato de cálcio, a Dolomite é um mineral que junta o cálcio e o magnésio na sua constituição. Além disso, a Dolomite é ligeiramente mais dura que a Calcite e também não reage aos ácidos, razão pela qual é usada na indústria química para neutralizar ácidos e também se usa para essa mesma função na horticultura, para  reduzir a acidez dos solos.  Tem ainda outros usos na indústria, como na fabricação do vidro , de tijolos e de cerâmica. Tem também uma ampla utilização na joalharia , terapia com cristais e uso metafísico.

A Dolomite é facilmente reconhecida devido à forma curva dos seus cristais agregados. Pode encontrar-se nas cores branca, vermelha, rosa claro, cinzento, bronze e  amarelo acastanhado, não sendo raro encontrar num único exemplar várias cores, o que lhe dá uma beleza particular.  A superfície desta pedra tem uma aparência vidrada, o que realça a sua beleza. Em Espanha foi encontrado um depósito de Dolomite com características únicas, transparente, e esta variedade distingue-se de todas as outras. Também se encontrou no Zaire (Congo) uma variedade de tom rosa quente,  rica em cobalto e esta variedade tornou-se muito popular.

A Dolomite encontra-se em rochas sedimentares no norte de Itália- Alpes, Áustria, Suíça, sul da Alemanha,  Brasil, USA. Atualmente a Dolomite não forma sedimentos e a origem deste mineral não é clara. Especula-se que, no passado, lamas  calcárias carbonatadas terão sido transformadas em Dolomite através da ação de águas ricas em magnésio. Encontram-se  com frequência registos rochosos da  formação da Dolomite.  Os veios hidrotermais  também são ricos em Dolomite, muitas vezes ocorrendo em conjunto com a Barite, Aragonite, Fluorite, Calcopirite, etc. Este mineral ,segundo alguns, já seria conhecido antes de ser «descoberto» por um viajante, chamado Dolomieu,  que forneceu o nome para esta pedra, em 1791, quando viajava pelos Alpes.

dolp

A variedade mais comummente usada é a Rosa, pelas suas propriedades físicas e metafísicas. Esta pedra está associada com o pensamento criativo, ajuda  a expressão mais profunda do nosso ser. É uma pedra de delicadeza e de bondade, aumentando a disposição da dar em todas as áreas e também ajuda a ser capaz de receber; encoraja a autorrealização e promove o equilíbrio em todas as áreas. Estimula a moderação e a superação das emoções negativas, a agressividade e os comportamentos hiperativos. Esta pedra tem uma ação positiva sobre os chakras  pois impede a sua perda de energia, contribuindo também para o seu alinhamento. Alguns salientam a sua ação estimulante sobre o pensamento criativo e original, sendo por isso uma pedra útil para todos os que escrevem na forma literária. A sua vibração positiva permite aliviar a tristeza e o stress, a mágoa e a ansiedade e diminui todas as emoções negativas. Facilita a  cura emocional e permite ultrapassar o sentimento de solidão. Torna a vida familiar mais harmoniosa  e ajuda os indivíduos mais apáticos a serem mais positivos em relação à vida. Diz-se que atrai as forças espirituais para estas purificarem a alma.  Todas as variedades são consideradas eficazes para abrir gentilmente o chakra cardíaco.

dolb

A variedade rosa é usada eficazmente para combater a insónia e, na  terapia com cristais, a Dolomite é usada para fortalecer os ossos, os dentes, os músculos e o sistema reprodutor feminino.  Também protege as glândulas sudoríparas e pode ajudar a curar algumas doenças de pele. Ajuda a equilibrar o metabolismo do cálcio e do magnésio, mantendo o equilíbrio entre ambos. É um agente estabilizador da saúde, atuando positivamente no coração e na circulação do sangue. Também é eficaz para combater as cólicas.

A Dolomite pode ser usada sob a forma de joia ou ornamento ou colocada sobre a pele. Alguns salientam os benefícios de ficar no interior de um círculo formado por Dolomite, durante algum tempo, para usufruir inteiramente dos benefícios da sua energia. Esta pedra  não deve usar-se para fazer elixires. Mas, colocada em pontos estratégicos da casa, em conjunto com outras pedras usadas para o equilíbrio, a Dolomite contribui para melhorar e harmonizar as energias presentes no lar , tornando mais felizes as interações entre os membros da família.

Esta é, deste modo, uma pedra a manter no lar e a trazer connosco. Saliente-se no entanto uma informação importante: a Dolomite fica descarregada quando está junto da hematite pelo que não deve juntar estas pedras. E, quando a carregar, coloque-a junto de  um pedaço de Quartzo transparente  (cristal de rocha). Agora, é só escolher o (s) seu (s) exemplar (es) e usufruir das boas vibrações deste mineral.

This site is protected by wp-copyrightpro.com

%d bloggers like this: