leo

Respondemos a mais um pedido dos leitores, com nova personalidade básica.

Quando o Ascendente está colocado no signo de Balança, os nativos sentem a necessidade de procurar relacionamentos  como a base que lhes dá segurança e completude. Estas pessoas sentem-se inseguras e são indecisas quando não têm o apoio forte e estável de relacionamentos pessoais que nutrem e preenchem as suas necessidades de afeto e de ligação. O seu impulso mais básico é para se ligarem, para buscarem cooperação em todas as áreas de vida. Quando conseguem ter uma vida afetiva e emocional equilibrada, são pessoas que dão um contributo forte para a vida em sociedade, são  motivadas para as questões da justiça, da cultura, da investigação científica, da política e, é claro, da beleza e  da arte.

O signo Balança representa o impulso para estabilizar os sentimentos e energias criativas dos seres humanos em formas institucionalizadas de referência para serem partilhadas pela comunidade. Este impulso é dominado pela ideia de constituir padrões que todos os membros da mesma sociedade possam seguir, por serem  justos, equilibrados e respeitadores dos interesses e direitos de todos. O seu fio orientador é, deste modo, a procura do equilíbrio em todas as formas, de modo a constituir pontos de referência que uniformizam a vida em comum no seio de uma sociedade; desde os costumes às leis, aos valores instituídos e aos padrões culturais, o signo Balança representa o apuramento dos desejos e interesses de cada um numa forma integrada e comum, válida para todos. Estas características são visíveis em cada pessoa com o Ascendente ou planetas fortes no signo de Balança. O seu desejo não é o do simples prazer, mas o prazer institucionalizado, reconhecido por  todos como «legítimo». Por isso simboliza o casamento e todos os contratos, e não o namoro (representado por Leão) com os seus sentimentos ou emoções sem controlo. Os nativos de Balança possuem uma mente arguta e uma inteligência forte e capaz de perceber o ponto de equilíbrio entre todas as coisas, incluindo o modo de se relacionarem com os outros. E usam essa inteligência para superar antagonismos ou conflitos, tanto na sua vida pessoal como na dos outros, sendo valiosos intermediários e negociadores entre quaisquer partes em conflito: a capacidade que têm de ser imparciais e o seu excelente sentido de «justiça»  faz com que os outros se sintam à vontade  e dispostos a ouvir as suas opiniões e argumentos, sempre que existem partes em conflito.

É claro também que, para alguns nativos de Balança, é mais fácil negociar  um acordo entre partes em que eles não participam do que quando  eles são uma das partes interessadas: para alguns, o desejo de manter a estabilidade emocional na sua vida é tão forte que são capazes de «apagar» o seu sentido inato de justiça e de equilíbrio, mantendo situações de relacionamento indesejáveis apenas porque não conseguem viver com o conflito. Haverá, no entanto, um dia em que não conseguirão manter essa «paz» falsa com o parceiro com quem têm uma forte ligação e,  nessa altura, rompem e seguem adiante, embora com grande sofrimento emocional.

A dependência afetiva que os nativos de Balança sentem em relação aos parceiros  torna  indispensável  a formação de relacionamentos sólidos e verdadeiros, que servem como pilares que sustentam a existência destas pessoas. Se cada um destes nativos contar com pelo menos uma amizade forte, será mais fácil ultrapassar a dor da separação amorosa, quando esta se revela indispensável, por não contribuir  para a sua felicidade. Mas, provavelmente, experienciar vários relacionamentos deste tipo será uma das lições fundamentais destes nativos durante a existência pois, aprender  e aprofundar a realidade dos relacionamentos pessoais, faz parte da sua matriz de vida.

Quando, ao Ascendente Balança se associa a Lua no signo de Leão, a personalidade muitas vezes indecisa de Balança muda bastante e torna-se mais equilibrada: Leão exprime-se na primeira pessoa, como sabemos e não há dúvida de que um nativo com estas energias na sua personalidade básica se torna uma pessoa muito singular e com um estilo muito próprio. Provavelmente, é alguém com um apurado sentido estético e deverá apresentar-se de forma irrepreensível  e cheia de estilo no vestuário, penteado e  uso de ornamentos. A sua presença física obedece á necessidade de construir uma imagem rodeada de beleza e  de originalidade. Poderá ter um interesse acentuado em acompanhar todas as tendências da moda, poderá ser ele (a) mesmo(a) um(a)  criador(a) de moda , designer  ou estilista e certamente tudo na sua aparência será  cuidadosamente escolhido, desde os pormenores do cabelo e do penteado ao vestuário e calçado, sem esquecer os acessórios.  Para  além deste interesse na sua própria beleza e apresentação, esta é uma pessoa que  vive intensamente os prazeres da vida , podendo frequentar festas  e todo o tipo de situações sociais que lhe permitam mostrar-se e relacionar-se com pessoas com os  mesmos interesses. Em alguns casos, esta combinação pode produzir um artista no plano dramático (ator/atriz) ou na dimensão plástica da pintura ou da escultura. De uma forma ou de outra, esta pessoa só se sente bem rodeada de objetos e de seres que espelham a beleza. E isto não tem que ser fútil, aliás, se a beleza física é efémera e desaparece com rapidez isso não significa que não tem importância: uma imagem  particularmente bela ou um ser  ou um perfume que associamos a uma certa experiência podem ser o ingrediente que a  tornam inesquecível para sempre.

A Lua rege a 10ª casa e está colocada  na 11ª casa.  Ora, se na fase de nascimento a Lua se encontrava brilhante, esta colocação garante sucesso dos desejos e ambições, felicidade, um grande círculo de amigos com quem se pode contar, popularidade para um número largo de pessoas e sorte pois a Lua lança aspeto para a 5ª casa. Se a Lua for fraca e /ou receber maus aspetos, no entanto, a pessoa terá uma carreira com  altos e baixos, incerteza e mutabilidade e terá dificuldade em realizar os desejos e ambições, não podendo também contar com os seus amigos .

Mas, admitindo que a Lua tem força para preservar e proteger os seus significados, esta pessoa poderá alcançar riqueza e realizará os maiores desejos e ambições. A sua carreira será bem sucedida, os investimentos darão bons resultados e poderá contar com um círculo de amigos influentes e capazes de ajudar. Esta posição também indica inteligência e criatividade, sucesso nos estudos e sorte com os relacionamentos amorosos e com as crianças. A carreira poderá ter um caráter público – os seus  efeitos atingirão um largo público-  e contará com a ajuda de mulheres e de irmãos mais velhos se estes existirem.  Pode alcançar grande riqueza se a Lua estiver na fase de Lua cheia ou muito brilhante. Esta pessoa também tende a fazer boas ações e a viver sempre de acordo com os seus sonhos, que realizará. Poderá ter diversas fontes de rendimento e, se tiver filhos, estes serão fonte de alegria e de felicidade.  Os investimentos ,bem como o jogo, poderão  aumentar os ganhos e os rendimentos. Esta pessoa procurará sempre também obter o agrado e o afeto de um círculo alargado de pessoas, não lhe chegando o afeto personalizado de um só parceiro.

Quando, a esta configuração do Ascendente Balança e da Lua em Leão,  se junta o Sol no signo de Gémeos,  o lado social da personalidade intensifica-se ainda mais. Esta pessoa adora interagir com os outros, conversar e socializar, fazer coisas em conjunto, não devendo ser fácil encontrá-la sozinha pois tende a estar sempre  em interação, o que certamente é ajudado pelas atuais tecnologias de que ela terá todos os «gadgets»,  mas também porque, literalmente, procurará estar sempre acompanhada de algumas pessoas na maior parte do seu tempo diário.  Com esta configuração, o desejo de «ter um público» com quem possa comunicar, interagir a todo o tempo e ser adulado(a) e admirado(a) é muito forte. Em alguns casos, esta pessoa pode ser, apesar do seu desejo de interação e de relacionamento, muito egocêntrica, alimentando as suas necessidades através dos outros pois estes estão  integrados na estrutura da sua identidade; em outros, podemos encontrar um ator, declamador ou até músico, que só se sente verdadeiramente ele (a) próprio (a) quando está perante o público, e quando este lhe devolve reconhecimento, admiração, devoção. Nos casos mais superficiais, temos alguém que é um (a) «socialite», continuamente a viver da sua participação em eventos sociais, para ser visto (a), e para partilhar de uma existência coletiva na qual possa ser, de algum modo, um «centro» ou foco de atenção e de admiração (pela inteligência, beleza, ou algum talento pessoal). Mas uma coisa é certa, esta pessoa não nasceu para ter uma vida privada e obscura ou anónima, quer estar «nas bocas do mundo», ser conhecida e admirada por aquilo que traz para o mundo.

O Sol no signo de Gémeos indica uma  personalidade viva, inteligente, entusiasta e ligada ao mundo imediato, cujos pormenores não lhe escapam mas que também não permanecem durante muito tempo: a atenção e a intenção mudam rapidamente e estas pessoas têm dificuldade em estar quietas, não suportando uma vida aborrecida ou monótona /rotineira. Por sua vez, o Sol rege a 11ª casa e está colocado na 9ª o que  acentua a sorte potencial desta personalidade básica bem como o seu destino de sucesso. Esta pessoa realizará os seus  sonhos e ambições, pelo menos em grande parte e sentirá que a sorte está do seu lado. A colocação do Sol nesta casa também dá uma natureza nobre à pessoa e talvez também algumas inclinações espirituais, ao mesmo tempo que também favorece a existência de amigos com natureza espiritual ou movidos por elevados valores. Tem sido notado, em vários casos, que a colocação do Sol na 9ª casa conduz a pessoa a residir longe da terra natal, em país estrangeiro. Se for esse o caso, pelo menos a pessoa será feliz e terá sorte nesse destino. Pode haver interesse em conhecer países distantes, outras filosofias e religiões. Também Indica normalmente o  bom caráter do nativo. Sendo, no entanto, um planeta maléfico natural, é importante que o Sol não receba o aspeto de planetas maléficos para que a sorte da pessoa não seja desperdiçada.

Globalmente, podemos considerar que esta personalidade básica é a de uma pessoa que nasceu para brilhar, para viver uma vida de conforto, senão de luxo,  realizar os seus desejos e ambições e  viver feliz, rodeada de amigos e/ou de público,  tendo também a oportunidade de não se limitar a uma vida puramente material mas desenvolver também uma dimensão mais espiritual em que não se limita a querer a admiração e o afeto dos outros para seu regozijo pessoal mas é igualmente capaz de contribuir para iluminar os outros, usando os talentos e a sorte de  que dispõe.

This site is protected by wp-copyrightpro.com

%d bloggers like this: