escle

Hoje falamos , em resposta a mais um pedido dos leitores, de uma personalidade básica que é uma combinação entre o elemento Água  e o elemento Fogo.

O Ascendente no signo de Escorpião indica uma pessoa com aparência magnética, forte, intensa e secreta. Esta pessoa aparece aos outros como alguém encerrando algum mistério que nunca desvenda, alguém que nunca se abre por completo na interação com os outros. As pessoas com ênfase no signo Escorpião são apaixonadas e muito possessivas, são incrivelmente insinuantes e cativantes, de uma forma que se torna irresistível. Quando estes nativos se interessam por alguém, perseguem metodicamente a sua «presa», sobretudo quando se trata de um interesse emocional/sexual, não desistindo até que esta se rende aos seus desejos. Este sentimento de conquista é muito importante para estes indivíduos, porque é uma prova do seu poder.

Os  nativos de Escorpião usam o plano subtil das emoções e dos impulsos de atração para experimentar e testar o seu poder. Trata-se de um comportamento que é antes de mais subtil, velado, tal como as suas intenções que, geralmente, só se revelam parcialmente. Uma vez conquistada a adesão de uma determinada pessoa, para o nativo de Escorpião essa pessoa torna-se uma posse sua. Os nativos de Escorpião apenas conhecem dois tipos de ligação: a institucional, à qual dão geralmente pouco valor, como a que  acontece no plano coletivo social, no trabalho, etc., e a pessoal. E todas as ligações pessoais são do seu «exclusivo interesse» isto é, são feitas para ele brilhar com o seu poder sobre o outro e através das quais testa a sua capacidade de domínio e de controlo das próprias emoções.  Porque, na experiência básica destas pessoas, as emoções são a principal forma de experiência e de interesse, são o campo de batalha onde se perdem e onde se ganham em termos de autorrespeito e de auto estima. Elas são o fermento da sua própria transformação profunda. Será talvez esta uma razão fundamental para estes nativos geralmente serem atraídos para relacionamentos que lhes dão luta. Na verdade consideram insípida uma relação onde tudo decorra de forma «civilizada», sem ondas e sem convulsões. Eles precisam da crise, do antagonismo, da luta e do conflito para poderem renascer e, conscientemente ou não, procuram situações muitas vezes difíceis onde vão sofrer e «fazer sofrer» . É essa intensidade emocional que os faz sentir e, para estes nativos, sentir é sentir apaixonadamente.

Mas, apesar deste lado «cataclísmico» da personalidade de Escorpião, estes nativos sabem ser profundamente racionais e perspicazes, podendo por isso tornar-se excelentes investigadores em qualquer área, incluindo a científica. Têm, no entanto, sempre, uma inclinação para romper com as normas, com o «certo» e com a ordem convencionalmente aceite. Estabelecem-se muitas vezes por isso nas margens das convenções da sociedade e procuram instaurar regras próprias no seu mundo partilhado, que conservam resguardado o mais possível, dos  olhares públicos.

A personalidade de Escorpião é deste modo sibilinamente distinta de tudo o que é convencional, numa atitude de «eu faço as minhas próprias regras porque comando o meu próprio mundo». Em cada nativo de Escorpião existe um pequeno ditador em potência, com um poder autoritário exercido sobre todos os que formam o seu círculo pessoal. E não há perdão para os que se atrevem a libertar-se do seu domínio. Exceto quando se tornam eles próprios a vítima dos seus próprios sentimentos e aí, sofrem mais do que a maioria pela perda do objeto do seu apego.

Quando ao Ascendente no signo de Escorpião se associa a Lua no signo de Caranguejo, temos uma ênfase no elemento Água, e também um «amaciamento» da expressão emocional destes nativos. Na verdade, Caranguejo, mais do que  dominar para  testar o seu poder, deseja nutrir e dar, a sua energia é mais doce e tranquila, embora tenha a sua própria forma de se «apoderar» da vida dos que ama, através de tudo o que lhes dá. Porém, uma coisa é certa: esta é uma personalidade na qual as emoções desempenham um papel fundamental e cuja abordagem do mundo é em primeiro lugar emocional. Esta é uma pessoa que reage às situações e seres a partir de uma matriz de «gosto e não gosto» mais do que a partir de uma perceção objetiva ou racional.

Os nativos de Caranguejo são em geral amáveis  e gentis nas suas interações e esta característica tempera uma boa parte da abrupta e intempestiva natureza de Escorpião, sempre pronto a «saltar» para as coisas com agressiva determinação. Caranguejo precisa de se apegar emocionalmente aos seres e às coisas, alimenta-se dos laços afetivos que cria incessantemente no seu ambiente. A sua natureza maternal leva-o a querer proteger e nutrir, tendo desse modo uma predisposição para dar e para se dar. É claro que, ao dar tanto de si, também espera o merecido retorno e, quando este não acontece, o ressentimento e a depressão podem tomar conta de si. Este é o ponto mais fraco do elemento água: a sua natureza profundamente emocional entra facilmente em desequilíbrio e, com o lado Escorpião a sentir atração pelo «abismo», muitas vezes estas pessoas entram em dinâmicas destrutivas, quando os laços afetivos que estabelecem não são capazes de lhes preencher as necessidades emocionais. Podem então tornar-se dependentes de substâncias aditivas e de álcool e, no caso da Lua em Caranguejo, podem mergulhar numa espécie de mitificação melancólica do passado, como se o segredo da sua felicidade estivesse num qualquer retorno a um paraíso perdido onde tudo era, na aparência ,absolutamente perfeito e feliz.

A Lua rege a 9ª casa e está colocada no próprio signo, o que é indicativo de sorte e de uma natureza espiritualmente equilibrada, jogando por isso a favor desta personalidade que tem, deste modo, a possibilidade de  desenvolver os aspetos mais positivos da natureza de Escorpião. Estes nativos têm em geral um pai que desempenha um papel chave na sua orientação espiritual e nos ideais a que aderem. O pai pode também ser uma pessoa rica, afortunada e espiritualmente muito desenvolvida  e   a sua natureza idealista inspira estes nativos de forma profunda e duradoura. Normalmente, estas pessoas adoram viajar para lugares distantes e viajam com frequência a vida toda. Alguns, porém, ao invés de viajar pelo mundo externo, encetam uma viagem pelo mundo espiritual da filosofia, da religião ou da  metafísica, caminhando «por dentro». Se a Lua estiver brilhante no nascimento e não sofrer maus aspetos de outros planetas, têm todas as áreas de vida protegidas e podem adquirir muita riqueza, poder e influência, sem que deixem de manter elevados valores espirituais e a sua vida decorre, habitualmente, feliz e sem problemas de maior. Estes nativos também são recompensados com filhos que lhes trazem grande alegria e felicidade. Estas pessoas são, de acordo com a tradição, «abençoadas pela Graça divina» podendo por isso esperar prosperidade, sorte e felicidade.

Quando, ao conjunto da Lua em Caranguejo e Ascendente em Escorpião  se associa o Sol no signo de Leão, percebemos que a sorte destas pessoas é real pois o Sol rege a 10ª casa, da projeção pública , da carreira e da profissão e também está colocado no próprio signo pelo que esta é uma personalidade básica poderosíssima que nasceu para ter um lugar de relevo na sua comunidade ou, quem sabe, por vezes no mundo se o Sol e a 10ª casa estiverem fortes e sem aflições.

Leão é um «signo real» e os seus nativos têm geralmente alguma coisa de especial no seu destino, sendo na generalidade dos casos bafejados com boa sorte e riqueza, não tendo que lutar muito para alcançar o conforto e o dinheiro de que necessitam. E, com a Lua na 9ª casa no próprio signo, existe uma grande probabilidade de herdarem fortuna paterna.

O Sol no signo de Leão dá o ímpeto forte para ser alguém especial. Alguém que se distingue por algum motivo que faz dele um ser único e inspirador para os outros. No caso presente em que o Sol também rege a 10ª casa, dá à pessoa uma enorme ambição, a ambição de «ser alguém» importante em termos públicos, alguém capaz de atingir a fama em larga escala. E, uma vez mais, se tanto o Sol como a Lua estiverem fortes, têm fortes probabilidades de que isso aconteça.

A colocação do regente da 10ª casa na própria casa que rege indica sucesso na carreira, respeito público e fama. Significa honras recebidas ao mais alto nível e riqueza. Esta posição também indica uma forte perceção do próprio destino pessoal desde muito cedo: a pessoa sabe que nasceu para cumprir um certo destino e este tem algo de grandioso e de  único.

A colocação do Sol na 10ª casa é a melhor posição para o Sol pois aqui ele recebe força adicional. Esta posição indica que estes nativos estão focados na sua carreira como a forma privilegiada de cumprirem o seu destino pessoal. Estando no próprio signo, a subida e elevação social é rápida e acontece cedo na vida. Podem  atingir altos cargos na Política, na área científica,  no desporto etc., e alcançam uma reputação elevada na sua área de atuação, que lhes dá poder e influência alargados. Podem ser muito populares e  respeitados na comunidade a que pertencem e mesmo a nível internacional. Nasceram para serem vistos no mundo. Esta colocação do Sol, conjuntamente com a da Lua na 9ª casa faz destas pessoas seres generosos que gostam de ajudar a sua comunidade.

A colocação do Sol no signo de Leão produz também a necessidade de ver reconhecido o bem que se faz, através da criação de um séquito de seguidores fieis e leais: esta pessoa gosta de se rodear daqueles a quem ajuda e gosta de ver a sua generosidade recompensada com leal disponibilidade por parte dos outros.

Podemos assim concluir que esta é uma personalidade bafejada pela sorte potencial na vida e a quem calhará um destino acima do vulgar, com mais benefícios e sorte do que o da maioria e isso exige destas pessoas a consciência de reconhecerem e agradecerem a sua sorte, talvez partilhando-a com os que têm um destino menos fácil.

  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of

This site is protected by wp-copyrightpro.com

%d bloggers like this: