O novo Trânsito de Rahu e Ketu em 2016-17

dest

O trânsito de Rahu/Ketu por um signo dura  cerca  de 18 meses. Durante 18 meses, Rahu estimula uma determinada área da nossa vida, pela posição que ocupa no horóscopo, levando-nos a formular desejos, ambições, etc,  relacionados com essa área e a procurar intensivamente a sua realização, marcando de forma poderosa a orientação do nosso futuro. A casa do horóscopo onde se encontra Rahu a transitar é uma área que nos interessa particularmente e na qual estamos focados com toda a nossa energia, para a fazer frutificar no futuro imediato.

Pelo contrário, a casa onde se encontra Ketu a transitar é uma área de renúncia, de separação, de desapego, de desinteresse  relativamente às coisas que essa casa significa e, por isso, de «apagamento» momentâneo dessas coisas da nossa vida, porque não estamos focados na sua realidade nem temos necessidades prementes em relação a ela.  Representa  também as tendências mecanizadas do passado, os hábitos e as formas familiares de comportamento e de resposta que são o nosso ponto de menor resistência por terem sido muito repetidas no passado  mais ou menos remoto.

Os que desejarem aprofundar os conhecimentos sobre Rahu e Ketu, em termos gerais  e sobre a sua posição no horóscopo talvez tenham interesse em consultar os artigos seguintes :

Rahu e Ketu , o Eixo do Destino

Rahu e Ketu no Horóscopo

Rahu e Ketu com outros planetas no Horóscopo

Por agora daremos apenas atenção aos aspetos diretamente relacionados com o próximo trânsito de Rahu e Ketu pelos signos de Leão  e de  Aquário. Os leitores  lembrar-se-ão de  que os nodos estão sempre opostos um ao outro, ocupando por isso sempre signos  e casa opostos. Formam assim um eixo e este deve ser interpretado  de forma complementar, do mesmo modo que os signos opostos são complementares, e as casas opostas são complementares.

Rahu é a «cabeça do dragão» por isso é ele que «dirige a atenção» da pessoa para uma área de vida. Ketu, por sua vez, «desliga» a atenção da pessoa para a área de vida oposta à de Rahu. Rahu e Ketu têm a ver com o karma : o que trazemos do passado, como uma história em que acumulámos saberes e competências, memórias e experiências (e que nos condiciona no presente sob a forma de eventos que podem ser difíceis ou felizes, conforme o caso) e que é simbolizado por Ketu; e o que queremos conquistar no futuro, como objeto dos nossos desejos e ambições e que é simbolizado por Rahu. Rahu leva-nos a gerar novo karma; Ketu procura libertar-nos do karma, para podermos desenvolver a dimensão espiritual da salvação que, em termos tradicionais, implica a libertação da «roda dos nascimentos».

Ketu representa a nossa familiaridade com uma certa área de vida. O signo/casa em que ele se encontra no horóscopo de nascimento mostra o que desenvolvemos no passado e que nos é tão familiar que tendemos a permanecer aí, como a área de menor resistência , gerando uma inércia em que simplesmente estamos porque nos habituámos e  por isso resistimos a mudar. Mostra-nos o caráter ilusório de todos os bens e desejos terrenos e o seu período dasha pode ser um período difícil em que somos obrigados a transformar aspetos da nossa vida que têm a ver com o karma que trazemos para esta vida;

Rahu simboliza o desejo de conquistar novas coisas, novos bens, mais dinheiro, mais estatuto, mais poder, influência, nome, fama… o ponto onde ele se encontra no horóscopo simboliza as coisas que mais desejamos e que faremos tudo para obter. E este tudo significa mesmo tudo porque Rahu tem a particularidade de ficar cego pelo desejo de coisas mundanas, tão cego que faz tudo, mesmo sendo ilegal, para obter o que deseja. Por essa razão associa-se Rahu aos batoteiros e aos enganadores. Rahu é altamente inteligente e astuto, serve-se da dissimulação e do engano para obter o que quer. Incluindo a magia .

Práticas de «magia negra» são associadas a Rahu para mostrar que se trata de um impulso que quebra as regras, não reconhecendo princípios de moral nem de ética, mas apenas o desejo desenfreado de riqueza e  de poder. O que Rahu quer torna-se uma obsessão e enquanto não conseguir o que quer, Rahu não para de usar qualquer meio para alcançar o que pretende.

Mas quando Rahu obtém o que deseja, o seu desejo torna-se vazio  e a insatisfação permanece: e a lição de Rahu – representada pelo seu «corpo sem cabeça», Ketu- é que nenhum bem mundano pode trazer a satisfação plena. E todos os bens trazidos por Rahu- e podem ser muitos- são-lhe tirados posteriormente para revelar a ilusão de todas as posses. Rahu pode trazer grandes ganhos mas estes são, na maioria das vezes, de curta duração.

Assim, as experiências kármicas de Rahu e de Ketu estão relacionadas com as posses e com o despojamento, com  o materialismo da conquista de mais e mais bens materiais e a emancipação espiritual em relação a todos eles. Em última análise, Rahu/Ketu ensinam que o nosso futuro é impulsionado pelo desejo mas que este, quando se limita a querer o poder mundano, o prazer e todos os bens materiais que são alcançáveis nesta existência e descura o desenvolvimento interior e a aprendizagem essencial que nos define como seres espirituais que estão na Terra de passagem, torna-se uma mera ilusão e uma mentira.

A vida não começa nem acaba  no plano material embora se estabeleça neste para, desse modo, construir saberes e experiências de vida. E isso é feito através dos ciclos de 18 em 18 anos em que os nodos dão a volta ao Zodíaco, de cada vez articulando este  marcador do «deve e haver»  do karma  que construímos no passado e a oportunidade de criar novo karma futuro, sempre em movimento retrógrado, talvez porque é sempre o nossos passado que permite que tenhamos um futuro.

Agora, que podemos esperar do trânsito de Rahu pelo signo de Leão e de Ketu pelo signo de Aquário?  Este novo trânsito é menos favorável do que o anterior, em Virgem/Peixes uma vez que Rahu estará em signo inimigo. Ketu estará melhor colocado, pois estará em signo amigo.

Rahu em Leão vai levar-nos  a interessar pelos assuntos relacionados com o signo Leão  e com a 5ª casa do horóscopo com a qual este signo tem correspondência: assim, os filhos e as crianças,  a inteligência e a criatividade, a expressão criativa do eu pessoal, a educação superior e os estudos superiores, todas as atividades criativas incluindo a arte,  o desporto e a política,  bem como o namoro são temas que estarão em foco,tal como o karma trazido de ações passadas, uma vez que a 5ª casa tem relação com créditos trazidos  (ou não) por ações passadas. Esta casa também tem relação com os rituais religiosos, isto é, com o modo como cada pessoa vive pessoalmente a sua fé, pois esta é também a casa que representa a fé.

Com Rahu nesta casa, são de esperar comportamentos e eventos que  rompem com a expressão habitual e convencional  de expressão e de autoexpressão, levando a adotar formas no mínimo originais ou mesmo marginais na expressão destes objetivos.  A colocação de Rahu na casa que significa as crianças, em signo inimigo não favorece a gravidez  durante este período, nem as atividades especulativas , o jogo, ou  o início de projetos e de negócios  que podem agora não dar os resultados esperados face ao esforço investido.  Este período também não favorece as crianças, tanto ao nível da saúde como da sua educação, podendo haver alguns pequenos problemas nestas áreas, dependendo, bem entendido, da posição de Rahu/Ketu no horóscopo de nascimento.

Ketu em Aquário, por outro lado, está em signo amigo e a sua presença no signo de Saturno inclina para  o ascetismo e afasta das atividades mundanas, retirando o foco dos eventos sociais, dos amigos e redes sociais, dos desejos e ambições, dos ganhos de dinheiro e de riqueza, da procura de reconhecimento e de respeito da comunidade e do público.  Aquário representa a consciência cósmica ou universal, a mente coletiva, o foco  no grupo e nas regras gerais.

Porém, Ketu simboliza a separação em relação a todas essas coisas e isso quer dizer que os seus efeitos, na casa em que calhar, no horóscopo, indicam que a pessoa estará separada de todos estes significados para se concentrar no seu próprio ego e esforço individual , na recriação da identidade pessoal, na qual o que conta é a originalidade e o caráter único do indivíduo e do seu modo de ser.  Toda a atenção estará colocada no «eu», este será o centro de toda a ação e interesse.

Assim este novo trânsito de  Rahu e Ketu vai levar a uma concentração na singularidade de cada ser humano, na sua expressão criativa e no seu poder de se renovar para além de todas as convenções, de todas as regras sociais. Cada indivíduo vai sentir o impulso para inovar e para se recriar, de algum modo, durante este período, dando mais importância ao modo como pensa e sente do que ao que a sociedade  e os costumes esperam dele.

Este é um tempo para exercitar a liberdade e a consciência do seu próprio poder pessoal, deixando de lado o «certo e o errado» estabelecidos ou os  interesses dos outros, tanto dos familiares próximos como os do coletivo da sociedade. É o tempo de pensar em cada um e pela sua própria cabeça,  de tomar consciência da própria  vontade e do seu poder para iniciar alguma coisa nova. Por causa deste impulso que, talvez de forma não consciente, vai lutar para se manifestar, este período também não é o melhor para a vida familiar nem para os relacionamentos em geral, tanto pessoais como de negócios pois a concentração geral é no próprio indivíduo e nas suas necessidades  e não nos interesses comuns.

Serão 18 meses em que a vontade individual lutará para criar novas oportunidades de manifestação da sua identidade e em que cada um sentirá a necessidade de fazer algo diferente e melhor, querendo aparecer como uma referência para os outros. Esperemos que de forma nobre e ausente de egoísmo.

Explicaremos em novos artigos os efeitos deste novo trânsito de Rahu/Ketu para cada signo Ascendente.

Deixe um comentário a sua opinião conta