Planetas de Sucesso- Ascendente Peixes

casd

Terminamos a série de artigos sobre os planetas de sucesso para cada signo Ascendente. Para ver uma introdução sobre este tema, por favor leia o nosso primeiro artigo.

O Ascendente Peixes tem regência de Júpiter  que está exaltado  (5 º)  no signo Caranguejo,  debilitado no signo Capricórnio (5º),  está no próprio signo em Peixes  (0º a 30 º)  e Sagitário (11º a 30º ) e no signo Mooltrikona (de 0º a 10º) de Sagitário.

Este signo está relacionado com a compaixão e a generosidade, a espiritualidade e a religião, a sensibilidade imaginativa e psíquica, romantismo e idealismo, a capacidade de imaginar mundos para além do plano sensível relacionados com uma visão espiritual, estética e/ou romântica. Os seus nativos são impressionáveis, intuitivos, idealistas, místicos, tolerantes, vulneráveis, afetuosos. Embora sejam respeitadores do dever, sobretudo por causa dos valores morais que defendem, são também indolentes, embora simultaneamente irrequietos, movendo-se continuamente de um lado para o outro. São bons conselheiros e lidam magnificamente com crianças, sendo capazes de as compreender pela sintonia que criam entre o seu próprio mundo, povoado de fantasia e ideais, e o mundo infantil. São muito sensíveis às artes, sobretudo a música e a poesia, e excelentes contadores de histórias.  Alguns podem tornar-se algo rígidos, quando se apegam a certos valores religiosos, tendendo a considerá-los absolutos mas, em geral, desenvolvem espírito de tolerância e são bastante filosóficos na abordagem das coisas.

Este Ascendente tem o Sol, Vénus e Saturno , para além  dos nodos Rahu e Ketu, como planetas funcionais maléficos. (classificação de V. K. Choudhry). Alguns investigadores, na tradição da Jyotish (Parashara e Satyacharya) e outros na atualidade, consideram Mercúrio maléfico; no entender de Parashara  isso deve-se ao facto de ser um planeta maraka (capaz de desencadear a morte em certas circunstâncias). Satyacharya considera Júpiter neutro. Segundo o astrólogo V. K. Choudhry, que desenvolveu uma das abordagens mais interessantes  da Jyotish na atualidade, Marte  atua como um  «planeta como o Sol» para este Ascendente. Para ler a explicação completa das várias abordagens sobre o estatuto funcional dos planetas para este Ascendente, clique aqui.

Quando Marte está colocado na 1ª, 2ª, 4ª, 7ª, 8ª ou 12ª casas)  o nativo  não se torna   manglik   desde que esteja forte , bem colocado e sem aflições.

O Sol rege a 6ª casa e, quando é forte ,favorece a saúde e a constituição física, primeiro aspeto a considerar para se ter sucesso na vida. Quando é fraco, são frequentes dores nos ossos dos pés e problemas nos pés, gota, problemas relacionados com a circulação sanguínea e o sistema linfático, dores nas articulações, etc.. O Sol forte também permite vencer competidores e outros opositores e inimigos e obter bons cargos executivos, muitas vezes na administração ou no governo. Sendo um funcional maléfico, quando está fraco pode causar muitos problemas na vida.

A Lua rege a 5ª casa e, quando é forte, dá uma vigorosa inteligência, sorte e felicidade, tanto com os filhos como nas parcerias românticas. Permite obter ganhos em atividades especulativas, ao jogo, etc. e favorece a saúde. Permite além disso sucesso na área da comunicação, das interações com o público alargado, favorece a elevação do status social e profissional, dando oportunidade de ocupar funções  de topo na administração. Esta é também uma boa posição para favorecer a aquisição de graus académicos.

Mercúrio rege a 4ª casa e também a 7ª casa, esta última ocupada pelo seu signo mooltrikona. Quando está forte permite boas parcerias e felicidade no casamento, bem como um cônjuge com boas qualidades. Ajuda  a ter boa  vitalidade física e a ter sorte quando se estabelece residência em país estrangeiro.  Favorece os ganhos em negócios com países estrangeiros e dá ao nativo um intelecto arguto. Mercúrio está, muitas vezes, muito próximo do Sol e, dado o estatuo de funcional maléfico que tem para este Ascendente, a associação entre o Sol e Mercúrio, que constitui um yoga clássico na Astrologia Jyotish indicativo de grande inteligência,  (Budha Aditya yoga) não tem em geral bons efeitos para este Ascendente e  prejudica fortemente  a vida conjugal e as parcerias, sendo em boa parte responsável pela falta de felicidade de muitos nativos com Ascendente Peixes nesta área de vida.

Marte tem o seu signo Mooltrikona na 2ª casa,  regendo também a 9ª casa da sorte e, quando é forte, dá riqueza, status social e profissional, vida familiar bem sucedida, posições de chefia em cargos administrativos ou de governo (desde que o Sol também seja forte), acesso a bens de conforto, viagens de longa distância com  resultados felizes no plano financeiro e pessoal, incluindo para prosseguimento de estudos superiores. Favorece a aquisição de todo o tipo de competências, materiais e intelectuais para alcançar sucesso no plano material terreno. O espírito de iniciativa, coragem, capacidades de estratégia, ajudarão estes nativos a subir na vida e a ter acesso a todos os confortos que desejarem.

 Vénus  rege a 8ª , casa, ocupada  pelo seu signo Mooltrikona ,e a 3ª casa. Quando Vénus  é realmente forte no horóscopo (especialmente quando está exaltado ou no próprio signo) e o Sol  também é forte, permite receber heranças e legados, ajuda a ter uma vida longa (em conjunto com Saturno, que também deve estar forte), a obter ganhos inesperados em «golpes de sorte», favorece a harmonia conjugal e os confortos na vida bem como um estatuto financeiro confortável.  Porém, se estiver fraco, cria obstáculos  em geral na vida e na vida financeira e conjugal.

Júpiter   rege a 10ª  e a 1ª casas. Estando o seu signo Mooltrikona colocado na 10ª casa, permite alcançar uma posição profissional de sucesso e respeitabilidade e uma excelente reputação social e profissional. O nativo pode ter acesso a  uma posição de topo na sua profissão, facilitada pela obtenção de elevada qualificação profissional, obtendo assim não apenas sucesso e fama mas também acesso a todos os tipos de conforto numa vida amplamente desafogada. (o sol também terá que ser forte para isso ser possível). É possível um cargo na administração ou no  governo, em posição de autoridade.

Saturno rege a 11ª e a 12ª casas . Quando é forte permite antes de mais nada viver uma vida longa. Se Vénus também for forte, permite passar pelas fases difíceis da vida  com resultados positivos, desenvolvendo uma faceta espiritual mais madura. Dá ao nativo amigos com os  quais pode contar e a realização das ambições pessoais, por mérito do trabalho e da responsabilidade demonstradas, bem como pelo cumprimento dos deveres. Pode ajudar a ter sucesso em viagens realizadas por motivos espirituais. Protege ainda de excesso de despesas e gastos desnecessários.

Da análise efetuada  constata-se que os planetas cuja natureza funcional é maléfica (Sol, Saturno e Vénus) terão que estar fortes e sem aflições no horóscopo para garantir uma vida de sucesso para estes nativos. Deixamos de lado Rahu e Ketu porque, salvo certas exceções, o seu estado é em geral  maléfico e, quando permitem o sucesso, este é, muitas vezes, temporário. O estado de fraqueza destes planetas compromete definitivamente o sucesso para estas pessoas.

Deixe um comentário