Personalidade Básica Ascendente Virgem Lua Balança e Sol Balança

balan

Analisamos mais uma personalidade básica a pedido dos leitores, composta pelos elementos Terra e Ar.

O Ascendente no signo Virgem produz uma personalidade pragmática, metódica e muito organizada, orientada para o serviço e focada na utilidade das coisas: tudo o que não desempenha uma certa função útil  perde valor aos olhos desta pessoa, para quem o mundo está ordenado de forma sistemática em torno das funções e utilidades das coisas.  Estas pessoas são assim orientadas para o plano do concreto mas no sentido em que sentem a necessidade de o organizar e «arrumar». O signo Virgem representa a  capacidade analítica e a inteligência prática que permite «descobrir como é que as coisas funcionam». Não é atraído por grandes questões teóricas mas pelos problemas práticos que vão surgindo no mundo à sua volta.  E os nativos grande prazer  ao resolvê-los pois, quando isso acontece, o mundo fica mais previsível e confiável. Assim, estas pessoas têm horror ao caos, à ideia de que existe um «desconhecido» para o qual não há qualquer explicação racional. Na sua ótica, o mundo possui uma estrutura bem definida e racional, nós só temos que a descobrir e pôr a funcionar.

E esta necessidade de ordem e  arrumação faz-se sentir em todas as áreas da vida: nos relacionamentos, sejam estes de amizade ou amorosos, precisam de «saber com o que contam». Não aspiram a grande excitação emocional nem ao romantismo heroico de grandes rasgos- apenas precisam de saber que as pessoas em quem confiam não vão ter nenhum comportamento inesperado e imprevisível, seja ele qual for. Tudo o que fazem, é metódico e planeado, desde uma ida ao supermercado, à realização das tarefas no emprego ou das tarefas domésticas, ou mesmo uma saída com os amigos ou com o (a) parceiro (a) amoroso (a). Em todas as situações, precisam de saber «o que vai acontecer, antes de acontecer». E é na medida em que tudo corre «conforme planeado» que a segurança de viver num mundo controlado lhes dá paz e incentivo para continuar.  E, em grande número de vezes, estes nativos conseguem obter a confirmação de que necessitam, precisamente porque evitam ou negam situações, pessoas ou experiências nas quais não podem assumir esse controlo tão apertado: se desenvolvem  interesse por alguém , observam a pessoa primeiro, para avaliar o seu caráter e o seu «potencial de relação». Se a pessoa não revela de imediato um padrão estável de atitudes e comportamentos, é de imediato rejeitada a possibilidade de envolvimento com ela. Estes nativos não correm, pura e simplesmente,  o risco de serem surpreendidos!

Assim, a forma de Virgem exprimir o seu mundo emocional é bastante reprimida, pelo menos enquanto ainda não se entregou a um relacionamento de intimidade e é regulada por um perfecionismo racional que dispara incessantemente críticas perante tudo e todos os que contrariam a sua ordem de verdade e de realidade. Assim, tornar-se próximo destes nativos requer qualidades de paciência, tolerância e muito afeto.  No fim compensa, pois estas pessoas são muito leais, trabalhadoras e excelentes a ajudar a resolver qualquer problema de ordem prática que apareça, tanto em casa como no trabalho ou com os amigos. Prontificam-se de imediato para ajudar nessas situações.  Já quanto às pequenas «falhas»  dos parceiros no dia-a-dia, (como chegar atrasado a um encontro, deixar alguma tarefa inacabada em casa, roupa espalhada ou simplesmente os talheres fora do lugar), prepare-se para ficar com as orelhas a arder o tempo todo. Mas enfim, conforte-se com a certeza de que  estas pessoas são igualmente muito críticas  em relação a si mesmas quando têm falhas semelhantes.

Quando, ao Ascendente Virgem  se associa a Lua em Balança a personalidade suaviza-se na tendência para criticar o outro: é que Virgem pode ser muito solitário (a) na sua própria mente, na qual se refugia continuamente para analisar e pensar sobre a realidade mas Balança é  profundamente social e orientado para o outro, para os parceiros e para os relacionamentos. Ao desejo de limpeza e pureza de Virgem, associa-se agora o refinamento da necessidade de beleza e um assumir mais aberto da própria sensualidade do seu ser. O resultado pode ser uma mistura muito atrativa  e refinada que torna estas pessoas irresistíveis para os outros.  Virgem é introvertido, brusco muitas vezes, na «língua afiada» mas Balança é gentil e delicado, procurando consensos e igualdade entre as partes. Mas pode também tornar-se excessivamente dependente e indeciso para não aborrecer ou antagonizar o outro. Assim, a crítica sibilina de Virgem pode suavizar-se ao mesmo tempo que a pessoa tem a capacidade de se manter firme  quando tem razão, não fazendo condescendências quando os outros «não têm razão». É claro que tudo isto depende da força dos planetas Mercúrio e Vénus, bem como da Lua, e do equilíbrio – ou não- existente entre eles.

A Lua em Balança inclina a pessoa para estar sempre bonita e rodeada de coisas e de seres bonitos. O perfecionismo de Virgem associado à sensibilidade estética de Balança dá a estas pessoas uma imagem muito atraente pois sabem na perfeição o que vestir, como se pentear e apresentar de modo a causar o máximo impacto possível, dentro do máximo estilo e bom gosto. Este é, seguramente, o protótipo da pessoa elegante, seja homem ou mulher.

A Lua rege a 11ª casa e está colocada na 2ª casa. Se estiver forte e brilhante no nascimento,   ajudará a alcançar riqueza, status, rendimentos a partir de diversas fontes, felicidade doméstica, sucesso nos empreendimentos financeiros e atividade bancária, sucesso para o qual os amigos e /ou irmãos mais velhos podem desempenhar um papel positivo. Esta posição da Lua também dá inteligência, boa imaginação e capacidade argumentativa, fazendo da pessoa um (a) excelente orador (a).

A Lua está colocada na 2ª casa.  É uma colocação que produz grande tato nas interações comunicativas, com grande capacidade para chegar os outros. Torna a pessoa muito interessada em dinheiro e na obtenção de riqueza, que é a sua segurança fundamental. Indica uma boa educação e uma pessoa instruída, cuja carreira pode estar ligada à educação ou a atividades que envolvem o público.  A vida familiar é fonte de felicidade (se não houver aflições à Lua e 2ª  e 4ª casas). As mulheres ajudam de alguma forma a alcançar riqueza. Esta, no entanto, pode flutuar e ter altos e baixos, sobretudo se a Lua está fraca ou aflita por planetas maléficos. Também dá um rosto muito bonito e o mesmo pode acontecer com a  voz.  O talento para encantar com o discurso pode ser uma fonte de realização pessoal e de rendimentos e isto pode acontecer tanto quando se usa a voz em termos físicos como quando a pessoa se dedica ao discurso escrito como  sucede na atividade literária. O uso da voz é, sem dúvida uma «mais-valia» para estas pessoas.

Quando, ao Ascendente Virgem e Lua Balança se associa o Sol também em Balança as possibilidades de sucesso material desta personalidade são negativamente afetadas por duas razões: o Sol rege a maléfica 12ª casa, das perdas e das despesas; o Sol está debilitado no signo Balança. O resultado é que arruína boa parte das possibilidades expressas pela 2ª casa, sobretudo quando está em conjunção com a Lua ou com o ponto mais efetivo dessa casa (corresponde ao grau, nessa casa, igual àquele onde está o Ascendente, na 1ª casa.) Mas, pelo lado positivo, ajuda a desenvolver competências que promovem o desenvolvimento espiritual.

O Sol em Balança está debilitado pois a energia solar  egocentrada e agressiva, autoritária  e de «líder único» contrapõe-se à delicadeza de Balança que promove a igualdade com todos os parceiros. Assim, a energia do Sol não se exprime bem neste signo. Os nativos de Balança têm dificuldade em apreender-se como indivíduos autónomos, podendo tornar-se muito dependentes dos parceiros. No caso presente, esta pessoa está muito focada nos bens e riqueza e em ganhar dinheiro e aumentá-lo tanto quanto possível. O problema é que as circunstâncias parecem apostadas em fazer perder o que  se ganha, pois as despesas tendem a aparecer continuamente e a escoar isso que tanto se deseja.

O Sol rege a 12ª casa e está colocado na 2ª.  O resultado é que todas as áreas de vida que a Lua favorece são prejudicadas por esta colocação do Sol: a felicidade familiar (há com frequência uma infância pouco feliz), a capacidade de seduzir pelo discurso, a beleza da voz e /ou do rosto, possíveis problemas de visão e audição no lado direito, poucos cuidados com a alimentação. Este último aspeto pode ser compensado pela posição na mesma casa da Lua se esta for forte mas será uma luta ao longo da vida! Esta posição do Sol pode também afetar negativamente a imaginação e , em alguns casos, torna a pessoa mentirosa.

O Sol está colocado na 2ª casa. Esta posição do Sol causa dificuldades financeiras e problemas em ganhar dinheiro, a menos que  receba  o aspeto de algum planeta benéfico, o que acontece neste caso mas isto é insuficiente para neutralizar os efeitos da colocação do regente da 12ª casa na casa da acumulação de riqueza. É uma colocação que também afeta negativamente a educação, a beleza pessoal sobretudo do rosto, e perturba também a felicidade no seio da família. Ora, o estado de debilitação do Sol torna ainda mais pesados estes efeitos , tornando realmente difícil para estas pessoas alcançar  a riqueza que desejam e a vida a que também aspiram. A saúde também é prejudicada e podem existir doenças da boca, dos dentes e gengivas. Em alguns casos, esta colocação do Sol indica que a pessoa alcança riqueza através de meios ilegais, de modo que será difícil «exibir» essa riqueza a plena luz. Esta é uma posição que obriga esta personalidade básica a descobrir um novo tipo de recursos aos quais atribuir valor, além dos recursos materiais.  Ao ter que lutar continuamente para ter o suficiente para garantir a sobrevivência e as suas necessidades pessoais e familiares, esta pessoa terá que se reinventar a si mesma e reajustar os seus objetivos e modo de ser.

Globalmente, esta é uma personalidade básica que terá que  reavaliar o valor que dá aos seus recursos e o uso dos seus talentos pessoais para sustentar sua existência terrena.

Deixe um comentário