Personalidade Básica Ascendente Sagitário Lua Balança Sol Gémeos

Personalidade Básica Ascendente Sagitário Lua Balança Sol Gémeos

Analisamos hoje a personalidade Básica Ascendente Sagitário Lua Balança Sol Gémeos, em resposta a mais um pedido dos leitores. Esta é uma personalidade composta pelos elementos Fogo e Ar.

O Ascendente no signo Sagitário denota uma personalidade aberta e jovial, otimista e  sociável. Gosta de interagir com os outros, normalmente para lhes dar testemunho exemplar das lições de vida que aprendeu, aconselhar, etc.; ama os grandes espaços da Natureza, pela qual gosta de deambular e de passear, em comunhão com plantas e animais que neles coabitam. Sagitário gosta de ver o mundo da vida como um só, unida a animalidade e a divindade, olhando para o conjunto do mundo natural como um todo que aspira a manter os laços entre o plano material e o plano transcendente e divino.

Os nativos de Sagitário  amam a «verdade» e são, por isso, pensadores naturais, sentindo a necessidade de compreender as causas globais da existência. Procuram por isso conhecer os propósitos de cada destino individual e apreendem, nessa compreensão, que a vida obedece a ciclos cósmicos nos quais se entretecem as razões para o tipo de experiências que cada ser vive na sua existência terrena. Buscam na relação com o sagrado e com o passado da humanidade e das culturas que existiram antes as provas para a explicação e o significado da vida. Assim, embora sejam livres pensadores, são tradicionalistas, no   sentido de que sabem que o passado deixou muitas marcas claras da sabedoria que permite a decifração dos segredos da vida e dos seres.  Não admira ,por  isso, que tenham um fascínio natural por conhecer outras culturas e outras partes do mundo, saciando em cada viagem o desejo de compreender  «o que fazem aqui» e qual o sentido das suas vidas.  Há também um  sentido inato de esperança nestas pessoas, ou de «fé», se assim podemos dizer, de que, apesar dos tumultos do mundo e de todo o mal  que o perpassa, no final, o Bem, a Luz e a Verdade prevalecerão.  São por isso as pessoas indicadas para  gerar otimismo em volta dos que desesperam sem ser capazes de ver um pouco de luz e de esperança à sua volta. Sagitário não cria a ilusão de que «tudo está bem» mas acredita convictamente de que mesmo o «mal» tem, por objetivo final, gerar um impulso que acaba por conduzir ao «Bem».

Nas atividades da vida quotidiana, estes nativos não gostam de rotinas nem de permanecer parados muito tempo. Precisam de se movimentar e viajam frequentemente de um lado para o outros, normalmente porque têm empregos que exigem a sua deslocação ou viagens. São amigos leais e verdadeiros, mas não gostam de se prender nem de assumir compromissos permanentes: cumprem a sua palavra quando a dão, fazendo disso um ponto de honra mas querem estar disponíveis «para o que der e vier». Gostam de «baralhar  e voltar a dar» quando se trata de definir o seu destino e podem abruptamente abandonar o emprego que têm, por muito compensador que seja em termos financeiros, em troca do desejo de aventura, de partir em liberdade em direção ao desconhecido. Sempre que o fazem, renovam-se na alegria de avançar para algo que transcende o curto espaço que habitam no momento. Por isso, não são os indivíduos mais talhados para formar uma família em sentido tradicional, com contrato de casamento e uma multidão de deveres estipulados para cumprir. Adoram o romance mas não necessariamente as suas consequências.

Quando, ao Ascendente no signo Sagitário, se associa a Lua no signo Balança, um signo de Ar  cujo elemento combina muito bem com o Fogo do signo Ascendente, enfatizam-se as qualidades sociais e intelectuais desta personalidade. Também fica mais forte o seu caráter idealista e romântico, o amor pelo Belo  coincide aqui com o amor pela Verdade e pela Harmonia. Esta é uma personalidade com sentido fortemente estético da realidade, com valores certamente elevados e princípios que considera sagrados e que nunca quebra, sob pena de perder a própria identidade. É uma personalidade humanista, socialmente pode ser muito ativa e ativista, facilmente envolvida em causas humanitárias, ambientais, de defesa dos animais, etc..

A Lua em Balança precisa de manter relacionamentos pessoais equilibrados do ponto de vista afetivo caso contrário, há uma descompensação que causa instabilidade psíquica e dificuldade em singrar na vida. Esta necessidade do outro a nível pessoal quebra, pelo menos em parte, o desejo de se aventurar sem criar raízes de Sagitário e pode ajudar a desenvolver um espírito de compromisso que lhe permita «assentar». Estes nativos possuem um sentido muito refinado em termos estéticos e são extremamente elegantes  no modo de vestir, delicados no modo de interagir com os outros- compensando alguma rudeza natural do estilo direto de Sagitário-  gostam de se rodear de objetos belos e de uma atmosfera de harmonia, só alcançável na «civilização» e num lar bem organizado ao gosto do nativo.  Um forte sentido de justiça e de tolerância humanitária dá-lhes o cunho de excelentes anfitriões, conselheiros, educadores ou professores, ao mesmo tempo que fazem deles magníficos negociadores de todo o tipo de conflitos.

A Lua rege a 8ª casa e está colocada na 11ª casa. Esta pode ser uma posição problemática pois causa problemas financeiros, mau relacionamento com a família, pode reduzir as oportunidades  de sucesso na vida, dificulta a realização dos desejos e ambições , prejudica igualmente a possibilidade de ganhar dinheiro de diversas fontes, causa problemas ao relacionamento com irmãos mais velhos, quando existem ou indica que estes têm uma vida difícil mas, por outro lado, é bom para a longevidade, indicando uma vida longa e, se a Lua estiver brilhante no nascimento, o nativo poderá receber bastante dinheiro de heranças, legados ou indemnização de seguradoras, do cônjuge, etc.. Os amigos ou são espirituais e ascetas ou não são de confiança.

A Lua está colocada na 11ª casa.    Não fosse a Lua regente da 8ª casa, e seria uma excelente posição.  Esta é uma Lua cheia de sonhos e ambições, de objetivos para cumprir. Indica que esta personalidade deseja fazer alguma coisa no mundo que seja relevante para o grande público, deseja igualmente ganhar muito dinheiro. Porém, dificilmente os investimentos darão o fruto desejado, pelo que esta posição da Lua como  regente da maléfica 8ª casa pode causar muita frustração pelos obstáculos que cria aos desejos da pessoa. Pode , no entanto, como referido atrás, permitir receber riqueza não pelos esforços próprios mas por legado ou herança. Esta é uma posição que talvez contribua bastante para a transformação dos desejos pessoais: ao dificultar a realização das ambições mais imediatas, pode levar a um processo de transformação pessoal que faça descobrir novas prioridades e objetivos a alcançar.

Quando, ao Ascendente no signo Sagitário e Lua Balança se associa o Sol no signo Gémeos  o signo oposto  do Ascendente, compreendemos que boa parte do empenho desta pessoa anda á volta da compreensão e verbalização de conhecimentos e da mobilização da informação para a transmitir aos outros: enquanto Sagitário compreende de forma intuitiva as ligações entre todas as coisas e seres, num saber que se torna universal e duradouro, Gémeos capta a informação do momento, instrumental e muitas vezes puramente interativa, dando-a a conhecer através de uma extensa rede comunicacional.  Esta é uma pessoa que pode ser filósofa ou desempenhar um papel  relevante na difusão e gestão dos conhecimentos e informação para o grande público ou um público específico, como acontece na relação professor-alunos. É também alguém com uma grande preocupação pela justiça e pela ordem social, atenta às necessidades dos outros e desejando contribuir para  aumentar o equilíbrio entre as desigualdades sociais .Dá também excelentes capacidades de  orador, capaz de falar para todo o tipo de público, especializado e não especializado, jovem ou mais maduro e , seja qual for a sua missão de vida, esta área do ensino e da transmissão do saber ou da informação que pode «mudar as coisas e a vida de todos» terá certamente um papel a desempenhar.

O Sol rege a 9ª casa e está colocado na 7ª casa. Esta é uma posição que pode compensar bastante a posição da Lua e as necessidades afetivas e de estabilidade do nativo. Na verdade, é uma indicação clássica de um cônjuge atraente, rico, e/ou devotado ao nativo, indicia muita sorte com o parceiro de vida, sobretudo  quando este é masculino. A família do cônjuge  é influente e pode igualmente beneficiar o nativo. As parcerias de negócios também poderão ter efeito semelhante. O pai pode ser alguém influente ou espiritual e/ou ser uma influência muito benéfica na vida desta personalidade.  Esta é também uma excelente posição para o próprio nativo pois o regente da 9ª casa lança aspeto para o Ascendente, beneficiando a saúde, a fortuna, a reputação e a aparência física.

O Sol está colocado na 7ª casa. Apesar de ser o planeta mais benéfico para este signo Ascendente, a colocação do Sol na 7ª casa costuma indicar um casamento mais tarde do que é habitual e com alguém que pode ser de classe social ou origem cultural diferente. Pode ser natural de outro país. Pode haver oposição familiar ao casamento. Muitas vezes o Sol nesta posição provoca situações de escândalo por parte do parceiro ou por parte do nativo, que tem  uma forte energia sexual e, por isso, tende a ter múltiplos parceiros sexuais fora do casamento. Este efeito poderá ser neutralizado pelo facto de o Sol ser um planeta benéfico funcional para este Ascendente. Normalmente, o Sol na 7ª casa indica um parceiro muito dominador e controlador. Esta posição causa também instabilidade mental devido ao stress. O Sol é um  maléfico natural mas, sendo o regente da casa mais benéfica do horóscopo, se não receber maus aspetos e se não houver aflições à 7ª casa, os bons significados referidos no parágrafo anterior poderão prevalecer, ainda que alguns dos efeitos negativos também possam aparecer, mas atenuados.

Globalmente, esta é uma personalidade básica com grande potencial de desenvolvimento intelectual e espiritual, que pode passar por alguns momentos de transformação mas pode também ser muito útil no serviço que presta aos outros.

Deixe um comentário