Óleo Essencial de Sálvia

óleo essencial de Sálvia capa

A Sálvia é uma planta bem conhecida, embeleza os nossos  jardins e é  usada na culinária como aromática. É também largamente usada na indústria cosmética, na qual o seu óleo é um ingrediente frequente, sobretudo nos produtos para a pele. A Sálvia (Salvia officinallis)  contém muitos componentes  úteis para uso terapêutico. O seu óleo é extraído por destilação a vapor das folhas frescas.

A sálvia é uma planta perene natural do mediterrâneo e do sul da Europa. Vulgarmente é também conhecida por sálvia dalmaciana ou sálvia verdadeira. O seu nome em latim «salvere» é sugestivo, significando «salvar». Muito usada pelos povos do mediterrâneo desde a antiguidade, era considerada sagrada. Os gregos e romanos usavam-na para  conservar a carne e outros alimentos para não se estragarem. Não deve confundir-se o óleo da Sálvia verdadeira (Salvia officinallis) com o óleo de Sálvia Esclareia, planta da mesma família de arbustos mas cujo óleo é diferente.  No entanto, como o óleo de Sálvia verdadeira pode ser irritante para algumas peles e o óleo de Sálva Esclareia é menos forte, este é por vezes usado em vez do óleo de que falamos neste artigo.

Entre os muitos usos terapêuticos do óleo essencial de Sálvia, salientamos:

As propriedades antifúngicas, devido à presença de cânfora e canfeno alivia infeções fúngicas internas e externas incluindo dermatite e pé de atleta. Estas propriedades justificam aa sua inclusão em produtos para a pele. Possui também propriedades antimicrobianas e antibacterianas, podendo usar-se em pequenas feridas ou cortes para prevenir infeção. Pode usar-se  para matar bactérias presentes no interior do organismo ou na pele (incluindo feridas). Deste modo, é também usado como antissético nas feridas, cortes e ulcerações da pele. Por estas razões, é também reconhecido como desinfetante.

A propriedade mais apreciada do óleo essencial de Sálvia é, no entanto, a antioxidante, que previne o envelhecimento da pele, razão pela qual este óleo entra em muitos produtos anti- envelhecimento. Esta  propriedade também ajuda a prevenir perda de audição e visão, perda de memória, degeneração dos tecidos e  desordens nervosas, contribuindo para a saúde cerebral.

O óleo essencial de Sálvia é também um anti inflamatório, atuando na desintoxicação do sangue  causadas pela ingestão de substâncias tóxicas  e na pele; também é eficaz para reduzir inflamações acompanhadas de febre. Tem sido reportada a sua ação eficaz para aliviar inflamações do intestino e do estômago.

A acção antiespasmódica ajuda a aliviar dores de estômago causadas por espasmos ou cãibras.

Auxilia a digestão, melhorando o funcionamento digestivo e curando as inflamações no estômago causadas pela acidez e, deste modos, ajuda a prevenir as úlceras do sistema digestivo ao mesmo tempo que neutraliza a acidez antes de esta  chegar à corrente sanguínea. A sua acção no sistema digestivo não termina aqui. Com efeito, o óleo essencial de Sálvia ajuda o processo de digestão, promovendo a secreção dos sucos gástricos e da bile e inibindo o crescimento dos micróbios no sistema digestivo.

Tem acção depurativa, ajudando o sangue a libertar-se de toxinas, ao promover a transpiração e a consequente libertação de toxinas através da pele.

Outra propriedade muito apreciada no óleo de Sálvia é a cicatrizante, que  ajuda a desvanecer cicatrizes e marcas da pele, estrias e outras marcas de cortes , incisões na pele, etc., ao mesmo tempo que ajuda a curar mais rapidamente esses cortes e feridas.

Para as mulheres, este óleo essencial tem ainda outros efeitos benéficos pois ajuda a aliviar as perturbações causadas pela menstruação, atuando na ativação dos estrogénios e ajudando a regularizar este processo, reduzindo as dores de cabeça e outros incómodos associados como instabilidade do humor e fadiga, segundo os peritos.

Também tem funções de expetorante, útil em caso de constipação e inflamação do trato respiratório. Também reduz a febre.

É estimulante, antes de mais para o cérebro e sistema nervoso, para o sistema digestivo e circulatório. Tem acção estimulante também sobre os intestinos, ajudando em caso de obstipação a regularizar o trânsito intestinal.

É apontado o seu uso benéfico em caso de caspa ou cabelo oleoso e também tem acção de limpeza sobre o cabelo.

flores de sálvia

Como Usar o Óleo Essencial de Sálvia

Antes de mais, como em qualquer outro óleo, não se esqueça de fazer um pequeno teste no braço com uma gota de óleo diluída para ver se não desenvolve irritação na pele no prazo de 24 horas.

A presença de Cânfora e Canfeno, que são tóxicos, aconselha a que nunca se use este óleo sem  ser diluído. Mulheres grávidas, a amamentar, doentes crónicos e crianças não devem usar este óleo essencial. Sendo um estimulante cerebral, pessoas com epilepsia, pressão arterial elevada ou outros distúrbios nervosos não devem usar este óleo. Pessoas idosas também não devem usá-lo.

Este óleo não deve usar-se com muita frequência. Algumas autoridades alertam para a possibilidade de ser neurotóxico se usado em demasia.

Apenas quantidades muito pequenas devem ser usadas . Peritos consideram que 0,4 % de óleo essencial diluído num óleo de transporte é a quantidade máxima a usar.

Dadas as suas características, o principal uso deste óleo deve ser  limitado aos especialistas em aromaterapia. O uso do óleo é basicamente feito pela sua inclusão em cremes e óleos de massagem, nunca ultrapassando a percentagem referida acima.

Não ingira este – nem outro- óleo essencial.

Propriedades Metafísicas do Óleo Essencial de Sálvia

A tradição atribui a este óleo essencial as características de promover a coragem, enraizamento e perseverança. Também se relaciona com a proteção espiritual, a sabedoria e a longevidade, sendo usado desde há muitos séculos por vários povos para afastar energias negativas . É considerado, por isso, um agente de limpeza e de purificação. Segundo diz a tradição, o uso do óleo é encarado como um pedido aos guerreiros cósmicos para proteção pessoal e da mãe Terra em relação a todas as energias negativas que podem interferir com a ordem divina. É por isso considerado sagrado e é uma das fragrâncias angélicas. Segundo a tradição, usa-se este óleo para chamar as forças da luz quando a pessoa se sente num ambiente governado pela escuridão espiritual.  O uso do óleo de Sálvia (também podem queimar-se as suas folhas e deixar espalhar o fumo) purifica os lugares e ambientes, bem como o campo energético da pessoa e, segundo os antigos, traz a sabedoria cósmica para o coração.

Usado no difusor ou queimador- 2 a 3 gotas misturadas com água ajuda a intuir a sabedoria cósmica e também, segundo dizem, a longevidade.

ajude-nos a melhorar, deixe o seu comentário