Trânsito de Júpiter em Escorpião- Ascendente Touro

Trânsito de Júpiter em Escorpião Ascendente Touro

No próximo mês de outubro, mais precisamente no dia 11, Júpiter abandona o signo Balança entrando no signo  Escorpião. Por um período um pouco inferior a um mês, entre 29 de março e 23 de abril, irá permanecer praticamente estacionário no começo do  signo Sagitário numa espécie de antecipação do seu trânsito seguinte anual.  Voltará a ficar em movimento retrógrado mas agora no signo Escorpião, entre o dia 31 de maio e 27 de junho. O trânsito pelo signo Escorpião terminará no dia 4 de novembro de 2019.

Júpiter estará, durante este novo trânsito, no signo Escorpião, um signo amigo. Daqui, lança aspeto para os signos Peixes, Touro e Caranguejo, dois signos de água, cuja natureza emocional é prevalecente e um signo de Terra, cujo caráter pragmático pode ajudar a conter alguns excessos emocionais.  Porém, todos os signos de Água estarão implicados neste novo trânsito de Júpiter e, desse modo, a ênfase estará colocada nos processos de transformação, purificação, nutrição e cuidado, criatividade e imaginação, na necessidade de proteger e de ser protegido. A energia de Touro, sensorial e terrestre, tanto pode ajudar  a construir e acumular novos recursos como pode oferecer resistência aos processos profundos de mudança que irão ser ativados por este novo trânsito de Júpiter.

Para ler o artigo sobre os efeitos gerais do novo trânsito de Júpiter, por favor clique aqui.

Efeitos Gerais  do Trânsito de Júpiter em Escorpião-  Ascendente Touro

Vénus, regente do signo Touro, tem uma relação de neutralidade com Júpiter  mas este é inimigo  de Vénus pelo que os efeitos deste trânsito são em geral mistos.

Neste novo trânsito, Júpiter vai transitar pela 7ª casa do horóscopo, expandindo a área dos relacionamentos pessoais eu-tu, incluindo parcerias, casamento, formação de acordos, contratos, etc.  E, após a entrada de Rahu no signo Leão, na 4ª casa, o casamento, para os que o desejarem, é uma possibilidade. Permitirá  fixar morada em país estrangeiro ou ter estadias de algum tempo num local longe da sua morada habitual.

A 7ª casa relaciona-se   com relacionamentos de longo termo, laços legalizados por contrato, cônjuge, parceiro de vida e de negócios, vitalidade, fertilidade, paixão, natureza extrovertida, adultério, conduta moral, prazeres, conforto, vida em terras estrangeiras, sucesso nas relações amorosas, vida conjugal, residência  no estrangeiro, viagens, comércio, negócios, expansão, generosidade, respeito, o tipo de parceiro para o qual você é  mais atraído(a),  qualidade do casamento e, ao longo deste trânsito, verá expandirem-se na sua vida vários destes significados, alguns dos quais poderão finalmente ser mais felizes.

Dada a natureza muito secreta do signo Escorpião, este trânsito pode ver multiplicar-se na sua vida os relacionamentos secretos, especialmente paixões de natureza sensual que poderão ser muito intensas e mais do que uma em simultâneo.  Mas também poderá interessar-se por parcerias ligadas a algum interesse de  «escavar» em termos de conhecimento, especialmente o que é de natureza confidencial , esotérica, ou  ligado à  informação que lhe pode trazer novas alianças com pessoas que podem ajudar a alcançar os seus objetivos, mas há também um genuíno interesse por saber mais, por aprofundar mais aspetos de conhecimento legal, e todos os que podem ajudar a tornar a legislação vigente mais favorável para os seus intentos. A relação com pessoas de origem estrangeira é outro motivo de interesse e poderá sentir necessidade de viajar para estar em contacto com outras pessoas, para poder expandir um negócio ou parceria.

Durante este trânsito pode também manifestar a energia de Júpiter de uma forma filantrópica, tornando a sua mente mais aberta para a generosidade e para a aprendizagem mútua nos relacionamentos a dois. É claro que, se Júpiter estiver fragilizado no horóscopo ou em conjunção com algum maléfico como Rahu, este trânsito poderá mostrar alguém muito manipulativo (a) e cheio de intenções secretas, escondidas atrás de uma bonomia elegante  e amigável.

Todos os acordos, contratos, alianças de algum tipo (incluindo o casamento) realizados neste período podem revelar-se muito positivos, contemplando os interesses de todos e sendo baseados na procura de justiça e respeito mútuos. Serão de esperar novas parcerias na sua vida durante este trânsito.

Júpiter lançará aspeto para a 1ª casa- e deverá ter cuidado com os excessos na alimentação pois Júpiter não só o (a) tornará mais entusiasta, otimista e amigável como poderá fazer aumentar o seu peso; lança igualmente aspeto para a 3ª casa- favorecendo vivamente toda a atividade de comunicação , aprendizagem, escrita, realização de palestras e conferências, atividade jornalística e publicitária, realização de novos projetos, etc.; e lança aspeto para a 11ª casa, dos ganhos e rendimentos e, sendo o regente da 8ª casa, pode trazer dinheiro «não ganho» através de herança ou indemnização.

Júpiter rege a 8ª e a 11ª casa e também os seus significados serão enfatizados. Os parceiros podem trazer dinheiro para a sua vida agora mas , para além deste significado mais material, os relacionamentos a dois mas também com o círculo social e as amizades podem ser atores privilegiados de um processo de transformação da sua identidade e das condições materiais da sua vida, por vezes através de experiências de perda ou de choque.

Entre o dia 11 e o dia 27 de outubro Júpiter transita pelo 4º pada do Nakshatra Visakha período que tende a exacerbar as emoções e em que é fácil criar conflitos nos relacionamentos devido à tendência de obsessivamente tentar  descobrir os  meandros psicológicos das intenções dos parceiros podendo fazê-lo de forma bastante agressiva. A nível profundo sentem necessidade de se transformar através da descoberta de segredos, intenções escondidas, emoções intensas e também desejam mudar a mentalidade dos outros, em especial dos parceiros e parceiro de vida. Poderá defender os seus pontos de vista de forma extrema em termos emocionais.

O trânsito de Júpiter pelo Nakshstra Anuradha entre 27 de outubro e 27 de dezembro será um período  de reajustamento, de regresso à estabilidade,  durante o qual será muito vantajoso efetuar acordos e contratos de todos os tipos pois agora a energia do Nakshstra impele para a regulação a partir de regras válidas para todos tendo por contexto o interesse geral. Lei, ordem e estabilidade afirmar-se-ão gradualmente trazendo novo sentimento de confiança. Entre 11 e 26 de novembro, quando transitar pelo 2º pada, com regência de Mercúrio, pode obter ganhos substanciais através da  escrita, comunicação, atividades criativas, investigação, atividade comercial, etc . É um pushkara navamsa o que significa que as suas iniciativas podem produzir ganhos materiais substantivos.

O trânsito pelo Nakshstra de Jyestha, cujos padas têm a regência de Saturno e Júpiter, mas cujo regente astrológico é Mercúrio, pode ser excelente para todas as atividades criativas e artísticas,  ganhos financeiros, atividades de escrita que usam a voz,   aquisição de novos conhecimentos , atividades de  ensino, investimentos financeiros. A estadia em algum país estrangeiro poderá trazer-lhe ganhos e outros benefícios, para além de lhe permitir fazer novos amigos que o (a) farão sentir-se  «em casa» mesmo em terras estrangeiras. Se tem atividade profissional ligada á escrita, este trânsito pode ajudar o seu sucesso. Se tem filhos, este pode ser também um bom ano para obter sucesso em país estrangeiro.

O curto período em que Júpiter vai transitar pelo Nakshatra Moola, no início do signo Sagitário, entre 29 de março e 23 de abril é um período  em que deverá ter especial atenção com o modo como interage com os parceiros, em especial o de vida. Se Júpiter estiver bem colocado é também um período em que pode receber alguma herança ou indemnização ou obter ganhos de aplicações financeiras. Evite correr riscos neste período em que a energia de Ketu, regente deste Nakshatra, pode levar a falta de discernimento ou displicência, com consequências que podem ser desagradáveis. Por outro lado, é também um período em que pode aprofundar o interesse pelos aspetos místicos do desenvolvimento espiritual.