Nakshatra da Lua – Mrigasira

Nakshatra da Lua Mrigasira

O Nakshstra de Mrigasira tem a regência astrológica de Marte e uma das palavras chave deste Nakshatra é o instinto, força automática impulsionadora de respostas. A energia de Marte leva estas pessoas a procurarem segurança emocional no movimento constante e na atividade. Procuram continuamente adquirir novas informações, saber mais sobre o que as rodeia pois isso dá-lhes segurança.

Estes nativos têm  força física assinalável, orgulhando-se da sua forma e da sua  musculatura. São energéticos, competitivos, impõem-se pela pujança e vitalidade e precisam de ser «os primeiros»; gostam de inovar, de estar sempre à frente dos outros para liderar o caminho a seguir. Perante os outros podem ser dominadores.

Os nativos com a Lua em Mrigasira são curiosos e intuitivos, com uma espécie de «instinto» especial. Possuem uma afinidade muito especial com o cheiro, como se este lhes desse uma perspetiva mais verdadeira da realidade que os circunda. Precisam de se movimentar constantemente e adoram estar sempre a conversar, mesmo que não tenham muito para dizer. Sentem-se seguros a dialogar com os outros, apreendendo rapidamente as suas opiniões e modo de pensar. São sociais, gostando de interagir em pequenos grupos e tendo excelente capacidade de interação no interior do grupo (desde que possam liderar, claro). Adoram fazer pequenas viagens com grupos de afinidade e são capazes de gerar verdadeiras dinâmicas de grupo. São bons a fazer sentir os outros à vontade e são bons entrevistadores.

A sua excelente intuição e os muitos contactos que fazem com os outros nas frequentes movimentações e pequenas viagens tornam-nos peritos a «ler» os outros , adquirindo um penetrante insight das suas características  de forma «automática», como acontece com um animal selvagem ao cheirar outro ser.

Dadas as suas características, estes nativos podem ser excelentes investigadores, sobretudo na área dos eventos, jornalismo de investigação, investigação criminal, etc. De resto, adoram «meter-se onde não são chamados» e ficar a saber coisas do foro privado da vida dos outros. O jeito para lidar com as pessoas também os torna bons conselheiros.

São em geral pessoas cordatas e com quem é fácil falar e interagir. Gostam de receber e são excelentes anfitriões. Têm, no entanto, a característica de «julgar os outros pelo cheiro» e, se este não lhes for agradável, podem tornar-se antipáticos, desconfiados e desagradáveis. Reagem instintivamente àqueles de quem não gostam mas, geralmente, gostam de socializar de forma agradável. Em geral, o seu bom humor e qualidades de comunicação fazem deles bons anfitriões para receber e entreter    convidados.

Estes nativos gostam de viajar para conhecer novas pessoas, novos lugares e realidades, sendo muito curiosos e gostando de explorar novos ambientes. Gostam de viajar em grupo e de ir partilhando as suas impressões com o grupo ao longo da viagem.

No fundo de si mesmas, estas pessoas tentam encontrar a essência que explica a sua existência, algo que  dê um sentido absoluto ás suas vidas. Precisam de encontrar algo especial que preencha as suas vidas.

Em termos emocionais, precisam de conhecer os outros com quem são próximos, a fundo, usando as capacidades inatas de as «captar» sensorial e intuitivamente. Estas pessoas ultrapassam o medo através do conhecimento, daí a sua procura incessante de mais «informação» que lhes permita exercer o controlo sobre o meio ambiente. precisam também de sentir proximidade em relação ao grupo.  Sentem receio de não serem notados pelo grupo com que se identificam e isso causa-lhes ansiedade, revelando o medo subconsciente de serem abandonados.

No primeiro pada de Mrigasira a Lua está no signo Touro e concentra-se no que é valioso, procurando encontrar algo belo, incluindo o conhecimento em termos superiores, para  preencher o sentido das suas vidas. Os nativos procuram exprimir-se de forma criativa de forma única e bela , procurando incessantemente, «pela floresta» da vida , esse «tesouro especial». Interessam-se muito pela Arte e o seu valor absoluto como expressão do que a vida tem de mais belo.

No segundo pada a Lua indica que os nativos se concentram no seu trabalho, afastando-se do mundo exterior. Prestam grande atenção ao pormenor, fixam-se nos pequenos detalhes e esmiuçam as possíveis falhas. São bastante críticos e podem escolher áreas na vida real que procuram encontrar as falhas e imperfeições e procuram corrigir isto. São muito perfecionistas também em relação a si mesmos, o que produz personalidades algo nervosas e nunca satisfeitas com o que fazem e veem à sua volta. Procuram a perfeição em todas as coisas, tendem a repetir o que fazem vezes sem conta, sempre tentando atingir a perfeição.

No terceiro pada, que cai no signo Gémeos, a Lua torna a pessoa um empreendedor multivalente, com mente curiosa, comunicativa, com competências para falar e escrever sobre as coisas.  E coloca estas competências ao serviço de  empreendedorismo e de negócios. Estes nativos são excelentes a negociar,  a vender, a estabelecer acordos de negócios usando as competências de comunicação. Têm grande capacidade de estabelecer laços e relacionamentos. Mas a Lua deve estar sem aflições para se alcançar sucesso nestas áreas  pois, nesses casos, torna-se difícil para a mente concentrar-se nos objetivos e levá-los à concretização.

No quarto pada, a Lua  continua colocada no signo Gémeos. Estas pessoas gostam de comunicar mas sobre o que está escondido, oculto, o lado sombrio da vida, a morte,  o oculto. A mente passa do conhecido e da realidade «solar» para o lado noturno, sombrio ou oculto, desde o plano esotérico e os mistérios até à investigação da mente criminosa.  Estes nativos podem envolver-se na ajuda dos que sofrem transformações trágicas e súbitas, intervenção em cenários de calamidade; gostam de saber o que se passa após a morte, etc. A curiosidade de saber manifesta-se neste pada como a curiosidade em relação ao misterioso e desconhecido e é quando estão a tentar compreender estes aspetos da realidade que estes indivíduos encontram segurança.

 

Digiprove sealCopyright secured by Digiprove © 2018