Previsões 2019 – Ascendente Sagitário

previsões 2019 Ascendente Sagitário

Apresentamos as previsões astrológicas gerais para o ano 2019 para cada um dos signos Ascendentes tendo em conta o trânsito  principais dos planetas.

Para uma compreensão mais global dos eventos que se concretizarão no ano de 2019, o(a)  leitor(a) deverá ler, para o seu Ascendente, as previsões dos planetas lentos para o seu signo Ascendente. No ano de 2019 Saturno continuará a transitar pelo signo Sagitário  ao longo de todo o ano. Os nodos- Rahu e Ketu também  continuarão o  trânsito iniciado em 18 de agosto de 2017, nos signos Caranguejo/ Capricórnio até ao dia 7 de março de 2019, altura em que iniciam novo trânsito pelo signo Gémeos/Sagitário que durará até 23 de setembro de 2020. Júpiter iniciou um novo trânsito no último trimestre do ano, a 11 de outubro 2018, pelo signo de Escorpião, trânsito que terminará no dia 4 de novembro de 2019, transitando pelo signo Sagitário até 19 de novembro 2020.

Continuaremos a publicar as previsões mensais para cada signo Ascendente e que mostram os trânsitos que mudam mês a mês.

Por Favor, Note : As informações dadas a seguir  seguem a posição dos signos no Zodíaco Sideral.  Existe uma diferença de cerca de 24º em relação ao Zodíaco Tropical, utilizado na Astrologia Ocidental. Assim, as posições no  Zodíaco Sideral  são aproximadamente de menos 24º pelo que deverá subtrair essa diferença aos graus dos signos do Ascendente  do seu horóscopo ocidental (tendo em conta que cada signo ocupa uma extensão de 30º)  para que  a informação a seguir lhe seja útil.

Deverá ter ainda em conta que o período dasa/antardasa que estiver ativo no seu horóscopo  influencia e pode modificar os efeitos gerais destas previsões.

Previsões 2019- Ascendente Sagitário

Para o Ascendente Sagitário  o trânsito de Saturno pelo Ascendente, que se manterá ao longo de todo o ano, continua a ser uma das influências mais marcantes. Júpiter transitará ao longo de quase todo o ano no signo Escorpião, na 12ª casa, mas com uma incursão entre 28 de março e 23 de abril pelo signo Sagitário,  entrando no dia  4 de novembro no signo que rege, Sagitário, para o trânsito regular durante mais um ano.  Durante estes períodos em que transita no signo Sagitário., Júpiter estará em conjunção com Saturno e ketu, depois de um período em que esteve na casa que simboliza o passado e no signo Escorpião de transformação radical da identidade. Ora, em Sagitário Júpiter também transita pela casa que simboliza a identidade e isso significa que muita coisa poderá mudar no modo como se vê a si mesmo (a)  e ao seu papel no mundo no final deste ano. Os nodos, Rahu e Ketu , mudam também para um eixo angular no horóscopo, justamente o eixo da identidade e do relacionamento com o outro, configurando outra influência maior na sua vida este ano.

Comecemos com o trânsito de Saturno. Após  mais um ano deste  trânsito  já teve tempo de se habituar a um ritmo mais lento e concentrado das suas experiências, a uma descida da sua força vital  com tendência para se cansar mais rapidamente, para sentir de forma mais forte o peso da existência e das tarefas associadas. Pelo lado positivo, está menos impulsivo(a), menos exuberante mas também mais resiliente e capaz de persistir nos seus objetivos. A sua visão da realidade está mais séria e penetrada pelo sentimento da responsabilidade e do dever. É um bom período para «assentar caminho» e estabilizar aspetos da sua vida que têm estado menos consistentes. Também é um bom período para se compenetrar de que há competências e conhecimentos a desenvolver que são de natureza prática e que podem ajudar a melhorar a sua performance geral na vida e no trabalho. Como sabemos, nem sempre esta abordagem prática está nos seus horizontes, você prefere a reflexão filosófica que vai muito para além do imediato e busca a pura transcendência na pureza das ideias. Mas o conhecimento prático é igualmente necessário e útil para quem vive na Terra. Assim, este trânsito de Saturno ajuda-o (a) a ter consciência das suas raízes terrenas e da necessidade de trabalhar em conjunto com o todo da sociedade: as nossas posses materiais ou espirituais nunca são só nossas, fazemos parte de um todo e não é possível vivê-lo apenas como um conceito abstrato, ele exige também que funcionemos em rede e rede social para benefício de todos. Mas, a partir de 7 de março, Saturno não estará sozinho neste trânsito. Ketu entra por aqui e, uns dias depois, a 28 de março, Júpiter dá um ar da sua  graça durante quase um mês, ficando em conjunção com Saturno e Ketu. Esta tripla conjunção é indicadora de um potencial de iluminação, em sentido literal, de descoberta de um novo propósito de vida que marca o potencial  claro de  um novo ciclo de vida.  Também indica a libertação de resíduos do karma passado através da consciência que desperta em si, (Saturno e Ketu) e que lhe permite desenvolver nova «fé» no futuro, num ciclo de vida que marca um verdadeiro recomeço de vida.  Neste sentido é também a expressão de uma dádiva, da generosidade da própria vida , se formos capazes de a acolher.

Saturno a partir do Ascendente lança aspeto para a 3ª, 7ª e 10ª casas. Estas são casas de desejo e motivação, de procura de visibilidade pública através da carreira e profissão.   O aspeto para a 3ª casa torna os seus processos de comunicação sóbrios, eficientes e bem planeados. As suas mensagens tendem a ser altruístas e a ter em conta o bem comum e a justiça para todos e, se tem uma profissão ligada à comunicação, ensino ou alguma área social, os  objetivos de natureza social, direitos humanos, justiça para todos e preocupação com os menos favorecidos podem tornar-se dominantes agora. A relação com o outro é também favorecida, seja este o cônjuge ou outros parceiros pessoais pois a lealdade, o sentido de responsabilidade perante o outro e o respeito norteiam mais do que nunca as suas abordagens e interações. Por isso é um bom período para formar parcerias estáveis e melhor sucedidas. O aspeto para a 10ª casa revela ambição, vontade de ver reconhecido o mérito e competência profissional e, em geral, Saturno permite esse reconhecimento ao longo do trânsito.

Júpiter, o regente do seu Ascendente, transita na 12ª casa, a casa do karma  que vem do passado, o inconsciente/subconsciente que é o rasto que trazemos para esta vida. Está também no signo Escorpião, um signo de mudança radical na identidade, a tal ponto que, entre o que é e o que pode vir a ser, há um abismo potencial de separação e de diferença. Júpiter está a expandir essa realidade inconsciente e escondida  para que esta possa ,de algum modo, tornar-se presente  na sua vida para ser  transformada e abandonada, por estar esgotada a sua energia. Mas essas memórias são memórias da sua identidade, embora subconscientes, manifestam-se na sua vida sob a forma de medos e complexos que impedem o seu crescimento pleno nesta vida. Assim, Júpiter pode colocá-lo (a)   em situações e experiências que trazem ao de cima esses medos recalcados e todos os fantasmas que assombram o seu potencial de crescimento futuro para que se liberte deles, porventura com algum choque ou trauma mas também com um alívio final de libertação e de renovação.  Quando, entre março e abril ,Júpiter entra no seu próprio signo, Sagitário, ficando em conjunção temporária com Saturno e ketu, símbolos do passado e do karma agarrado a este, os três em conjunto oferecem a promessa de libertação, de deixar ir todos os aspetos da identidade que não passam de ilusões ou de mentiras que aprendeu sobre si ou lhe ensinaram a ver em si. Estes três juntos oferecem uma verdadeira promessa de iluminação. E, se estiver pronto (a) e desejar ver, esta será clara e saberá o que deseja ser e fazer , logo que Saturno ficar para trás no mês de janeiro de 2020, ficando então Ketu e Júpiter juntos para preparar esse novo ciclo. Nada de novo pode verdadeiramente nascer sem que o seu oposto morra e é esse o papel de Ketu- gerar o desapego em relação a tudo o que não faz falta para crescer e impede esse crescimento. Júpiter prepara e abre o caminho futuro. Para os que o desejarem viver.

Rahu  continua nestes meses ,até mudar de signo, em 7 de março, a complementar a ação de Júpiter a transitar na 12ª casa e no signo Escorpião. Transita no signo Caranguejo impulsionando a sua transformação pessoal através da exploração e acesso a conhecimento oculto ou esotérico, exploração da mente inconsciente e desenvolvimento de faculdades latentes , através da experiência sexual, etc. .Este pode ser um período em que o desejo de mudar a sua identidade é muito forte e em que  procura um novo «eu» radicalmente diferente do velho eu. Rahu  anseia pela mudança da estrutura da personalidade para que esta se torne mais poderosa em termos espirituais. Assim, se tiver algum dom psíquico, verá que este se desenvolverá durante este período. O poder subtil, por vezes ligado mesmo a práticas de magia é o que interessa a Rahu- um poder que não se resume aos privilégios de topo da sociedade mas que sonha alcançar domínio sobre a vida e a morte obtendo a transformação transcendente do inferior para o superior. Não há nada de mal no desejo de explorar as faculdades espirituais latentes no ser humano mas evite cair na ilusão do mito de Rahu- o demónio que conseguiu, usando truques, tornar-se imortal-  pelo mero desejo de obter mais poder pessoal.

No dia 7 de março, Rahu entra no signo Gémeos e inicia o novo trânsito pelo eixo da 7ª /1ª casas. Na 7ª casa desvia a atenção de si como indivíduo separado e leva a focar-se no outro, na formação de acordos, alianças, contratos. Pode gerar o desejo intenso de casar por ex., você tende a pensar que o seu sucesso na vida aumentaria muito se entrasse em parceria com outros.  E empenha-se fortemente nisso.  Mas pode ficar obcecado (a) por encontrar alguém «perfeito» e isso gera insatisfação constante com todos os parceiros que conhece. Este trânsito pode assim ter a consequência indesejável de levar ao término de um casamento e outras parcerias existentes, por serem consideradas pouco interessantes e motivadoras. A atração por se dar com pessoas estrangeiras pode originar algumas novas parcerias. Também sentirá grande vontade de mediar todos os conflitos que vir à sua  volta  e poderá, de facto, conseguir ajudar a superar esses conflitos  de outras pessoas.  Mas, no limite, a experiência de Rahu na 7ª casa, com toda a insatisfação que traz em relação ao desejo de união total e perfeita com um parceiro pessoal é a de levar a perceber que está a procurar no lugar errado. Na verdade, ketu, na 1ª casa, embora leve a um desapego profundo pelo «eu» e por todo o sucesso mundano que este pode alcançar, na verdade representa o desapego em relação ao ego egoísta e individualista, buscando antes a união alquímica com o eu mais profundo e espiritual que não se dissocia da unidade de toda a vida e do todo do ser. Este trânsito de Ketu, ao mesmo tempo que o de Júpiter pelo Ascendente, representa a oportunidade de  se desligar desse eu para se unir a um eu mais profundo e verdadeiro numa experiência espiritual de unidade interna.

Nos meses de Setembro, outubro e novembro quando o Sol, Marte., Vénus  e  Mercúrio transitarem pelo signo de Virgem  poderá enfrentar situações relacionadas com disputas, problemas de saúde e escassez de dinheiro (dívidas). Tenha cautela preventiva em relação a estas matérias. Do mesmo modo, o trânsito do Sol, Marte, Mercúrio e vénus pelo signo de Escorpião, nos meses de outubro , novembro e dezembro pode causar obstruções e dificuldades no emprego, perdas financeiras, dificuldades com o pai. E quando o  Sol,Mercúrio  e Vénus    em março abril e maio transitam  pelo signo de Peixes, e Marte em janeiro e fevereiro, causam despesas adicionais e problemas nas viagens para países estrangeiros.

Nota: Quando diferentes trânsitos apontam para resultados opostos num mesmo período, uns não anulam os outros mas, habitualmente, tanto os bons como os maus aspetos se fazem sentir nas áreas relacionadas.

Deverá ter ainda em mente que os  resultados apresentados  são gerais e devem ser complementados com uma análise dos períodos Dasha e Antardasha dos planetas e com a análise das diversas forças  dos elementos do horóscopo estudadas pela Astrologia Védica/Jyotish.

Deixe um Comentário a sua opinião conta