Nakshatra da Lua- Uttara Phalguni

nakshatra da lua uttara phalguni

Neste artigo descrevemos os efeitos gerais da colocação da Lua no Nakshatra Uttara Phalguni.

Nakshatra Uttara Phalguni tem regência do Sol. Os nativos que nascem com a Lua neste Nakshatra sentem necessidade de obter reconhecimento por algum talento especial, pela inteligência e criatividade, precisam de receber elogios e admiração por parte dos outros.

Assim, procuram ser o centro das atenções. Porém, este é um Nakshatra que também ocupa os primeiros dez graus do signo Virgem. Assim, é no primeiro pada que a energia do Sol é mais fortemente sentida e em que o nativo pode alcançar grande glamour. Isto porque o Sol rege a 12ª casa em relação a Virgem, tornando a sua ação menos visível no mundo.

A relação entre a Lua e o Sol é de amizade pelo que  a Lua aqui colocada tem características positivas. Mas o 2º, 3º e 4º padas, situados no signo Virgem, são menos extrovertidos e mais orientados para a interioridade.

As características do 1º pada distinguem-se bastante das dos restantes padas porque, no 1º pada, o Sol rege tanto o signo (últimos graus do signo Leão) como o Nakshatra pelo que a personalidade é mais exuberante, dramática autofocada, orientada para procurar o brilho, a fama, podendo indicar uma carreira nas artes dramáticas (cinema, televisão ou teatro), na Política, nas Artes.

Aprecia o luxo, as luzes «da ribalta», a vida social, a moda, etc., aspirando a ser famosa e célebre pelas suas qualidades únicas. A pessoa tem também grande capacidade de afirmação pessoal. Adora estar rodeada de gente, um verdadeiro séquito que a segue, admira e serve.

Só é feliz quando ocupa  o «centro do palco». Muitas vezes estas pessoas gozam de grande celebridade  no campo da moda, do cinema , teatro ou alguma outra atividade artística, sendo tratadas como figuras da «realeza». Também gozam de privilégios políticos com facilidade.

Nos restantes padas, há uma relação de inimizade entre o Sol, regente do Nakshstra e Mercúrio , regente do signo Virgem. Mercúrio também tem uma relação de inimizade com a Lua.

Assim, as energias dos planetas não fluem com a mesma facilidade que no 1º pada. Embora as pessoas com a Lua nestes 3 padas possam estar ligadas ao mundo do cinema, da literatura, da Política, não têm o mesmo brilho que as natividades do 1º pada.

Em geral, estes nativos identificam-se com a escrita, especialmente ligada aos pormenores, à análise crítica e à prestação de serviço.

Podem envolver-se com grandes instituições ou organizações  e escrever ou falar  sobre causas, como por ex., as ambientais, os direitos de camadas da sociedade, dos animais, de melhores condições de trabalho para a massa assalariada, sendo verdadeiros arautos da denúncia de todos os tipos de exploração.

Estas pessoas podem também ser escritores influentes na sociedade devido à capacidade lógica aprimorada e à atenção para o pormenor.

Nos padas que ficam colocados no signo Virgem, os irmãos ou primos tiveram importância acrescida, para o bem ou para o mal, na infância destes nativos, tendo feito parte do seu ambiente próximo. Em geral, estas pessoas tiveram um papel central nesses primeiros grupos que marcaram o seu crescimento.

Quando adultas, esperam o mesmo das parcerias e do cônjuge , esperando naturalmente ser tratadas como sendo o objeto de toda a atenção por parte dos parceiros.

Gostam de conversar com os que lhes são próximos e de fazer e decidir coisas em conjunto. Isto não acontece muito com os nativos do 1º pada, que se deixam, simplesmente, admirar (e adorar), confiando no seu brilho e glamour natural para serem seguidos e devidamente elogiados.

Os nativos dos padas  situados no signo Virgem são pensadores rápidos e com grande coerência lógica. Mas não são muito abertos a opiniões diferentes das suas, preferindo conversar com quem pensa da mesma forma e tem os mesmo valores.

Podem fazer críticas demolidoras de opiniões contrárias,  o que não lhes é difícil, tendo em conta a impecável lógica e a racionalidade do pensamento, estruturalmente perfeito na argumentação. Pode ser difícil para muitos outros segui-los, dada a subtileza argumentativa de que são capazes e a rapidez com que pensam. Falam de forma cristalinamente clara ao argumentar.

Assim, estes nativos são brilhantes intelectualmente, perfeitos nos detalhes (Sherlock Holmes poderia bem ter a Lua num dos padas de UttaraPhalguni)), seguindo «o trilho da argumentação» no seu encadeamento causal até à objetiva e imbatível conclusão.

Estas pessoas não têm rival na capacidade para relacionar ideias e causas, explicar o fio argumentativo que seguiram para chegar a qualquer conclusão. Podem ser mestres na Lógica descritiva e explicativa de qualquer assunto ou facto.

Estas competências fazem deles bons divulgadores de informação, especialmente de caráter científico, excelentes escritores e ensaístas, excelentes vendedores, advogados de litigação, etc. Estes nativos encontram conforto e segurança na escrita, na conversa, e um dos seus temas preferidos é a «verdade» tal como esta pode ser alcançada através da lógica, da investigação científica e da observação dos «factos».

Quando têm uma carreira no ensino, precisam de ter margem para fazer brilhar a sua capacidade de pensar e a sua liberdade, não se dando bem em ambientes dogmáticos ou doutrinários de que sejam apenas os  divulgadores. Quando constroem uma mensagem, estas pessoas têm que  lhe colocar um cunho pessoal.

E em cada um destes cenários, têm de ter o «papel central». Mesmo quando são professores, destacam-se pelas qualidades carismáticas e a sua inteligência, em relação a todos os colegas. Têm um gosto especial em ir além do que é aceite pelas regras convencionais e aplicam-se em seguir outros caminhos, usando a lógica  e a capacidade de falar para conduzir consigo os outros a outras soluções.

Quando falam, todo o «palco» é deles, fazendo-o com talento, inteligência, criatividade e levando todos a render-se ao seu génio, estejam a declamar poesia, simplesmente a ler, a dar uma aula  ou a interpretar um determinado papel no cinema ou no teatro. Enquanto estiverem no uso da palavra, são os mestres e a autoridade.

Assim, é fácil entender que estes nativos não aceitam subordinar-se ao que quer que seja. Sentem-se o centro de uma vontade que brilha e cria por si própria e são, naturalmente por isso, líderes.

Quando a Lua está no Nakshatra de Uttara Phlaguni, pode ser difícil manter o equilíbrio no casamento. Para os que têm a Lua no 1º pada, pode ser simplesmente impossível ter apenas um relacionamento amoroso, havendo a tendência para múltiplos relacionamentos românticos.

Para os nativos com a Lua nos restantes padas, a dificuldade está na «autoridade»: dificilmente o nativo de UttaraPhalguni dá ao cônjuge ou aos  parceiros, quaisquer que estes sejam, esse papel. Pelo contrário, os seus talentos naturais tendem a obscurecer por completo os do parceiro. E, para muitos, isso pode ser difícil de aceitar.

Porém, estas pessoas precisam de receber elogios e reconhecimento dos seus dons. Assim, em alternativa a procurar isso através de um parceiro podem buscar a admiração e reconhecimento dedicando-se a uma causa que pode ser política ou social, em que o uso da escrita e da palavra, da comunicação em suma, do que é o seu grande trunfo criativo, é o ponto forte.

Assim ,mesmo  quando casam, estas pessoas podem encontrar mais satisfação emocional na  dedicação a uma causa do que ao casamento e parceiro de vida.  Não o fazem sozinhos, antes, unem pessoas em grandes grupos para esse efeito.

Quando a Lua está colocada no 1º pada os nativos  criam algo que tem valor e interesse para a sociedade , na qual prestam serviço. Mas no pada 1 esse serviço é também uma forma importante de autoexpressão. Estas pessoas são perfecionistas e desejam ser «as melhores» ao nível do que fazem e dos princípios que seguem. As regras, as leis, os pormenores são vistos como fundamentais.

Criam para prestar algum serviço à sociedade, seja na área da advocacia, na área dos cuidados prestados a alguma camada da sociedade,  de modo a melhorar as suas condições de vida.

Desejam ser modelos para os outros seguirem, como  líderes incontestados, seja na área política, da advocacia, da medicina, da  educação, etc. Sentem internamente que têm uma missão social importante a desempenhar. Podem acumular elevados conhecimentos para  cumprir esse objetivo.

Quando a Lua está colocada no 2º pada estas pessoas estão focadas nos pormenores e no trabalho centrado em objetivos claros e de natureza social. Os nativos do 2º pada  são trabalhadores árduos, focando-se nos negócios de modo a poderem ascender a posições elevadas na área profissional.

São executivos, e CEO’s, são focados nos deveres e responsabilidades, acreditando que podem contribuir para mudar a sociedade para melhor, ao ocuparem posições de liderança nas instituições. Procuram alcançar poder para, nessa posição, mudarem a sociedade. Gostam de liderar largas organizações e instituições na área política e do direito, para mudarem as regras da sociedade como ambicionam.

Quando a Lua está colocada no 3º pada os nativos têm sentido prático nas atividades que desenvolvem, trabalhando em áreas científicas que têm aplicação prática para a sociedade. São capazes de usar a ciência para alcançar a melhoria de alguns aspetos da vida de camadas da sociedade.

São também bons reformadores  das regras sociais, encontrando-se o maior contributo destas pessoas quando se dedicam a alguma destas áreas. A sua curiosidade e interesse só está presente quando o conhecimento pode atuar como ferramenta da melhoria da vida das pessoas e da organização social em que vivem.

Quando a Lua está colocada no 4ª pada  os nativos continuam a ter grande sentido prático mas apoiam-se na imaginação  para prestar serviço à sociedade. Podem ser escritores tentando despertar a consciência dos outros, usando o poder da imaginação e a intuição para contribuir para a melhoria das condições de vida da sociedade.

Podem ser «mental coachers» ou  instrutores de meditação; gostam de se envolver no mundo artístico, especialmente da música e da dramatização, ajudando por ex., os artistas a organizar-se de forma prática e contribuindo melhor, desse modo, para trazer algo simultaneamente belo e útil ao mundo.

Poderá Gostar de Ler

Deixe um comentário a sua opinião conta