Trânsito de Rahu Ketu 2019-20 Ascendente Escorpião

homem em fundo de areia

homem em fundo de areia

Descrevemos neste artigo os efeitos do trânsito Rahu ketu 2019-20 Ascendente Escorpião.

Os leitores poderão ler uma introdução geral sobre os efeitos do novo trânsito de Rahu e Ketu pelo eixo Gémeos/Sagitário aqui.

A partir do próximo mês de março, dia 7, os nodos iniciarão um novo trânsito pelos signos de Gémeos e Sagitário

Rahu transitará pela 8ª casa no signo Gémeos e Ketu transitará pela 2ª casa no signo Sagitário. O eixo 8ª/2ª casa é um dos eixos «difíceis» do trânsito de Rahu e Ketu e poderá indicar mudanças súbitas e um processo de transformação profundo, por vezes traumático, que exigirá a coragem de «escavar fundo» na matriz da sua vida para se agarrar a alguma coisa que seja capaz de criar novo sentido para o futuro.

Mas a boa notícia é que Júpiter estrará a transitar pelo Ascendente, ajudando a atenuar alguns dos resultados potencialmente mais desafiadores deste trânsito, enquanto regente da 5ª casa da sorte trazida para esta vida.

Esta é uma das posições de Rahu que pede uma análise global do horóscopo para determinar melhor os possíveis efeitos deste trânsito. Porém, nesta casa, Rahu obriga a efetuar uma transformação profunda em si próprio(a),  através das qualidades do signo Gémeos- reflexão e análise através do raciocínio e do uso da linguagem- de tal modo que todas as suas bases de segurança anteriores são postas à prova , analisadas e criticadas e, provavelmente, serão  destruídas.

Mas, Júpiter na 1ª casa, ajuda a desenvolver uma nova narrativa da sua identidade, encontrada a partir de todas as «verdades» que estavam escondidas e que a sua mente é agora capaz de trazer a uma nova luz.  A sua curiosidade vai gerar  a necessidade de procurar novos conhecimentos, ligados ao oculto, ao esoterismo, a tudo que é secreto e, de algum modo, «tabu», vai  levar talvez a descobrir em tudo isso  uma nova fonte de segurança e de poder pessoal.

O tema da morte vai também ficar em evidência: Se até agora evitou pensar na morte como o último evento da vida humana e «esqueceu» essa condição básica da existência terrena, agora vai defrontar-se com eventos que o/a obrigarão a tomar consciência da sua finitude e da finitude humana em geral como um destino inexorável.

A necessidade de compreender melhor e de aceitar esta circunstância da vida poderá levá-lo(a) a interessar-se por formas alternativas de cura, que tenham em conta não apenas a dimensão física do ser humano mas também a sua dimensão espiritual ou «oculta», tal como é descrita em outras culturas como a Chinesa ou a Hindu, por ex., que revela as outras energias que se ligam ao corpo físico e interagem com este.

De uma forma ou de outra, você agora está muito consciente do lado metafísico ou, pelo menos, não visível, dos seres humanos  e estará focado(a) no poder das emoções e da psique como forças transformadoras e curativas e vai querer aprender mais sobre isso.

Rahu está a transitar no signo Gémeos, um signo de interações e de comunicação, de curiosidade sobre o mundo e desvelamento crítico de todas as crenças, da atividade comercial e intelectual, do conhecimento e da aprendizagem, da elaboração da informação e criação dos meios da sua difusão e tudo isso pode ter um papel altamente transformador na sua vida neste período, a tal ponto que mudará radicalmente a sua identidade.

Durante este período, a morte e os lucros e benefícios que se podem alcançar com a morte de terceiros poderão ser um motivo importante na sua vida.  Alguns poderão, por ex., acompanhar um  familiar ou pessoas próximas durante a última parte da sua vida doente e aparecer, aos olhares dos outros, como legítimo(a) herdeiro (a) dos bens dessa pessoa.  Poderá ganhar ou  perder heranças neste período, sendo que, se ganhar, isso não deverá ser totalmente pacífico, implicando alguns revezes pelo caminho.

Mas os ganhos de uns serão conquistados a partir da perda de outros, seja da vida, como acontece nas heranças, ou de perda de bens para pagar dívidas.

Para os que têm uma atividade na área da medicina e cirurgia, este poderá ser um período em que  o confronto com a vida e a morte na sala de operações terá um significado mais profundo e nem sempre feliz.

O desejo de ajudar a curar e a reparar o que  funciona mal no corpo humano confronta-se com a finitude e a imperfeição sempre que  alguém morre e isso obriga ao desenvolvimento de um sentimento de humildade, pois o indivíduo é impotente no jogo contra as forças cósmicas da vida e da morte e isso nem sempre é fácil de aceitar , colocando a ciência e as próprias competências em questão, pois nem sempre se pode ser herói.

Mas terá de integrar todas as experiências que surgirem neste plano e manter o equilíbrio interno parando as dúvidas sobre si e o que faz na sua vida pessoal e profissional.

Para as pessoas comuns, este período tem os mesmos desafios, colocados a cada um de forma súbita e brutal, normalmente através de alguma perda, material ou afetiva/espiritual.

Este trânsito obrigará a encontrar no interior de si os recursos e a força de vontade para se adaptar às circunstâncias com as quais a vida o(a) confrontar durante este período, sendo certo que há uma boa probabilidade de que as experiências que agora o (a) confrontam são essencialmente sentidas no plano mental e da consciência- esta é bem mais difícil de mudar e transformar que os eventos concretos  da vida material.

Os limites das possibilidades de cada um são iguais aos limites da sua própria consciência. E esta pode resistir tenazmente a toda a mudança.  O desejo de explorar o desconhecido em alguma área de conhecimento pode aumentar a sua eficiência na atividade que desenvolve e aumentar os seus recursos.

Para os que trabalham na área da medicina, o seu interesse pode ir muito para além da curiosidade e você pode tornar-se um(a)  terapeuta em alguma área da medicina alternativa que usa a energia dos chakras etc., para ganhar dinheiro ou simplesmente para aumentar os seus conhecimentos  e a sua prática .

E, com isso,  Rahu vai impelir ao uso dos novos conhecimentos, que podem chocar as mentes mais conservadoras pois você tende a quebrar os tabus e a explorar soluções inovadoras e diferentes do que é mais comum.  Se até hoje  apenas viu o ser humano como  um ser puramente físico, o conhecimento prático de outras formas de medicina, como a que usa os meridianos energéticos, a acupunctura, etc., podem tornar a sua visão e a sua prática mais ricas   e também mais eficazes.

Para os que não têm uma profissão ligada à saúde,  a visão de um ser humano mais complexo constituído por sistemas subtis energéticos também pode ajudar a alcançar melhor compreensão e domínio da sua própria realidade individual.

A 8ª casa tem correspondência com o seu próprio signo Ascendente, Escorpião. E, com Júpiter a transitar por este signo ao mesmo tempo que Rahu transita na 8ª casa é um forte indicador de um ciclo de vida potencialmente novo que se abre para si.

A 8ª casa também significa o dinheiro do cônjuge e, nesta altura, o modo como o seu parceiro ou parceira ganha/ gasta  o dinheiro é alvo de uma consciência muito  presente. Você também pode focar-se no dinheiro do parceiro para, de algum modo, lucrar com ele. Mas a tendência agora é para manter o dinheiro de algum modo escondido (quanto mais não seja das finanças e dos impostos de rapina).

Rahu  está em signo amigo e pode  facilitar o recebimento de dinheiro a partir  de herança, legado, seguros, etc. E, como a 8ª casa também simboliza os laços conjugais, este poderá ser um período desafiador para os relacionamentos que, na altura do trânsito, não estejam a correr bem, podendo haver desintegração desses laços com separação do cônjuge ou com a interferência de um bom número de relacionamentos secretos de caráter sexual.

A saúde do cônjuge pode também ser objeto de preocupação e deverá também ter um cuidado especial com a alimentação e com a sua saúde. Este trânsito também produz a tendência para discussões e desentendimentos nas parcerias embora tais desentendimentos tenham habitualmente o disfarce de preocupação com o parceiro e o seu bem -estar.

A necessidade de controlar o parceiro , de «olhar por ele» pode ser também algo difícil para o (a) visado (a) e você muitas vezes, ao manifestar essa «preocupação», está na verdade a zelar pelas aparências perante os outros.

Ketu, por seu lado, transita pela 2ª casa,  no signo Sagitário onde ficará conjunto com Saturno. A 2ª casa é  uma casa de aquisição de riqueza, representa o discurso ou fala,  a aprendizagem e o ambiente  da vida familiar. E estas áreas vão agora sofrer um desvanecimento por desinteresse.

Desenvolver novos recursos e conhecimentos para atuar no mundo do trabalho ou no ambiente à sua volta, falar ou escrever de acordo com as regras e o respeito pela verdade factual, organizar a vida familiar e zelar pelo bom entendimento entre todos não terá qualquer atração para si neste momento apesar de Saturno aqui presente ajudar a manter a sua consciência dos deveres e das responsabilidades, atenuando a ação de Ketu.

Mas  os saberes associados à 2ª casa destinam-se a erguer uma vida bem -sucedida no mundo terreno: luxos, dinheiro, posses e riqueza, tudo o que permite alcançar prestígio na sociedade e, sob a influência de Ketu, isso deixa de lhe interessar.   Você vai estar mais focado(a) em aumentar a sua riqueza através dos parceiros do que dos seus esforços pessoais.

E, se estiver ocupado(a) a aprender e a adquirir conhecimento, este nada tem a ver com o conhecimento próprio da 2ª casa, que se refere ao mundo  e a instrumentos de domínio da realidade externa, um saber prático, portanto. Mas o saber que que merece agora a sua atenção é um saber ligado à espiritualidade e à fundamentação de todas as crenças morais e metafísicas.

No entanto, Rahu no signo Gémeos não simboliza a imersão num mundo de fé cega nas chamadas «verdades espirituais». Implica antes o questionamento de todos os dogmas à luz da razão, sejam estes religiosos, filosóficos ou ditos «espirituais». E o pensamento sobre estes é o que pretende desmistificar, destruir os preconceitos e a fé cega. Esse tipo de atividade mental tem agora a sua atenção, bem como poderá haver adesão a tudo o saber «oculto» que possa ser «demonstrado» pelo crivo da razão.

Mas haverá um alheamento em relação às realidades imediatas do ambiente doméstico e familiar, um distanciamento e desinteresse em competir com quem quer que seja por mais posses, riqueza, ou saberes. Você  vai estar pouco disponível  para se envolver nas rotinas de todos os dias, em busca de mais conforto e bens materiais.

A relação com a família pode ser  mais difícil pois você tende a discutir ao menor pretexto, revelando impaciência e falta de interesse pessoal pela interação com os que lhe são próximos. Tenha cuidado com o que come e bebe pois pode acontecer alguma intoxicação ou envenenamento durante este trânsito de Ketu por isso evite comer alimentos que não conhece bem, como acontece, por ex., com os cogumelos apanhados no campo.

Durante este trânsito de Ketu todas as lutas para atingir uma posição social mais elevada e todas as regras institucionais que é preciso seguir para ter sucesso serão vistas como inúteis e será muito difícil envolver-se com a «procura de sucesso mundano» externo. Preferirá a sua vida privada e atividades privadas à exposição perante os olhares públicos.

Poderá Gostar de Ler

Deixe um comentário a sua opinião conta