Trânsito Rahu Ketu 2019-20 Ascendente Peixes

Mãe com filho ao colo

Mãe com filho ao colo

Descrevemos neste artigo os efeitos do  trânsito Rahu Ketu 2019-20  para o Ascendente Peixes.

Os leitores poderão ler uma introdução geral sobre os efeitos do novo trânsito de Rahu e Ketu pelo eixo Gémeos/Sagitário aqui.

A partir do próximo mês de março, dia 7, os nodos iniciarão um novo trânsito pelos signos de Gémeos e Sagitário

Para o Ascendente Peixes, o trânsito de Rahu e ketu  far-se-á por um dos eixos principais do horóscopo, respetivamente a 4ª e a 10ª casas. Deste modo, para si, este trânsito terá uma importância acrescida, uma vez que se fará por um dos «eixos do destino» e, sempre que Rahu e ketu transitam por aqui, alguns acontecimentos evidenciam mudanças importantes no destino pessoal.

A presença de Rahu  na 4ª casa e no signo Gémeos vai colocar em foco a área da educação- dos filhos, se os houver, da sua própria educação ou da educação de crianças e jovens se você exercer a função de professor(a) /educador(a).

A 4ª casa é uma casa que representa  a vida familiar, a casa e as propriedades móveis e imóveis, terras, veículos, confortos e luxos; a relação com os pais e toda a herança familiar,  mas também  o envolvimento com a comunidade e a sua terra de origem, a defesa dos valores e costumes da sua terra, o envolvimento em atividades associadas à  casa como o jardim e/ou horta, a  exploração agrícola e de gado, a entrada de um novo membro da família- incluindo por casamento, se outros fatores do horóscopo o comprovarem-

maior cuidado e envolvimento com a educação dos filhos, etc.; a 10ª casa, pela qual transitará Ketu terá os seus significados colocados em segundo plano na sua vida agora: a carreira e o esforço para se elevar a uma posição hierarquicamente superior, a aquisição de riqueza e de status ou o desejo de  reconhecimento público,  a popularidade e  a sua «imagem» na comunidade, etc.

Deste modo, Rahu na 4ª casa leva a focar-se no ambiente doméstico e familiar e no exercício dos papeis associados. Se tiver dinheiro para isso, pode agora decorar a sua casa (grande ou pequena) com  elementos sumptuosos que farão lembrar um palácio magnífico e exótico.

Se puder comprará uma casa melhor  e maior, aumentará todos os confortos disponíveis e também o número de propriedades com destaque para casas, terras e quintas, carros e outros veículos, etc. É claro que nem todos o poderão fazer com a mesma magnificência mas as suas posses agora parecerão sempre muito poucas comparativamente  com o que deseja possuir e isto seja qual for o seu índice de riqueza.

Na verdade, ser «um (a) proprietário» é agora um título ambicionado e muito apetecido e usufruir dos privilégios daí decorrentes aquilo que mais deseja. Quer que todos sintam admiração pela sua casa, pelos carros e outros bens e adorará «passear-se»  com o seu novo e magnífico carro se puder adquiri-lo.

Mas nem tudo são aspetos materiais puros neste momento. Rahu também vai levar a que deseje ser reconhecido(a) como filho, pai ou mãe exemplares; como educador (a) e membro da comunidade respeitado e admirado por todos.

Você quer ser reconhecido(a) no seu papel parental como pai ou mãe exemplares, não no recôndito do lar mas na comunidade por isso é natural que deseje aparecer mais na escola e em outras atividades nas quais participam os seus filhos, contribuindo para o papel que os pais devem desempenhar nas várias estruturas educativas prestigiadas pela sociedade e discursando amplamente sobre os métodos de ensino e aprendizagem  e nas estratégias diferentes que estes deveriam assumir.

Rahu  usa sempre alguns meios menos ortodoxos para conseguir o que deseja por isso, se você achar que o facto de os seus filhos obterem melhores notas faz parte desse reconhecimento público, não hesitará em «ajudá-los» mais do que deveria, para conseguir esse prestígio.

Mas o seu contributo não se resume a isso. Você tem ideias muito claras sobre o que deve ou não ser ensinado aos jovens e como deve ser ensinado e pode agora, especialmente se tem funções na área da educação mas não exclusivamente, contribuir com a sua opinião, publicando-a sob a forma de livros e artigos, palestras e conferências, reflexões em conjunto, etc.

Pode não apenas influenciar os pais como também as instituições locais e nacionais, de modo a que certos conteúdos sejam integrados ou retirados do currículo e métodos de ensino sejam incluídos e retirados. As artes, as tecnologias da informação e o conhecimento de línguas estrangeiras podem ser consideradas áreas chave a incluir numa boa formação académica.

Os currículos mais tradicionais alicerçados em métodos de ensino passivos e pouco criativos  ou baseados na «autoridade» do professor serão provavelmente criticados por si agora. Mas muitas das suas ideias, que vão contra o conservadorismo dominante na comunidade poderão não ser vistas com bons olhos por todos e nem sempre será fácil articular o que pensa e sente com o que terá de aceitar para manter a sua boa imagem na comunidade.

Para muitos pode haver agora grande  insatisfação com o  carro atual ou com a  casa e poderão sentir-se atormentados com a diferença entre o que têm e o que gostariam de ter.

Com o impacto da energia de Rahu você quer o melhor a que os melhores têm acesso e, por isso, o desejo de ter um carro potente e caro, uma casa digna de inveja  de quem todos falem com admiração pode reduzir a sua paz de espírito e, em alguns casos, levar a meios menos transparentes para conseguir alterar essa realidade.

Você deseja, acima de tudo, pertencer à «elite» da sua comunidade, seja esta pequena ou grande  e isso aumenta o esforço  para  cumprir os  seus papeis parentais e de cidadania para alcançar a projeção desejada e para que a sua voz seja ouvida pelos membros da comunidade.

Neste período pode interessar-se por  fazer parte de um partido político ou organização comunitária, de um grupo de ativismo- político, ambiental, etc.- e,  desse modo fazer ouvir a sua voz por todos. Ser um (a) cidadão (ã) com plenos direitos e uma voz que influencia a todos é um desejo que porá em prática com todos os meios possíveis.

Poderá recorrer à organização de festas  de âmbito cultural, que dão a conhecer os costumes, a língua, a mentalidade da sua comunidade ao mesmo tempo que contribuem para unir as pessoas em torno de objetivos comuns, ideais e projetos comuns.

A sua casa e a decoração do lar são outro foco poderoso de interesse, através de atividades decorativas, das atividades realizadas em família e no jardim ou horta circundante. Para além de apreciar cuidar das plantas e de embelezar os espaços privados em volta da sua casa se estes existirem, poderá igualmente escrever sobre isso agora e alcançar sucesso.

A mesma atividade de escrita pode ser bem sucedida  na divulgação de costumes, tradições culinárias da sua terra, flora e fauna aí existentes, etc. ao mesmo tempo que se sente «em casa» toma consciência de todas as suas raízes e obtém reconhecimento por isso, o que é um dos prémios permitidos por Rahu ao transitar por esta casa.

Ketu, por sua vez, transita no signo Sagitário na 10ª casa  em conjunto com Saturno. Ora esta configuração pode ser, para si, algo difícil porque, ao mesmo tempo que a vida profissional e os objetivos de carreira são «separados» de si- isto pode acontecer porque o emprego ou porque simplesmente se distancia internamente deste (seria preciso analisar o seu mapa pormenorizadamente para avaliar este aspeto) mas Saturno obrigará a ter plena consciência das suas responsabilidades e deveres não permitindo que estes fiquem por cumprir.

Assim, à desmotivação que Ketu faz sentir nesta área, associa-se a energia de Saturno que obriga a disciplinar-se e a manter-se presente no cumprimento de todos os deveres profissionais, pelo menos até certo ponto pois também Saturno vai sentir  o impacto de Rahu.

Apesar de Saturno ser demasiado forte para ser dominado por Rahu, a verdade é que Rahu também tem muita força e, na sua psique, estas energias lutam por objetivos opostos. Esta situação será aliviada em novembro de 2019 quando Júpiter também entrar no signo Sagitário e acompanhar Saturno até o trânsito deste terminar em janeiro de 2020, continuando depois em conjunção com o nodo sul até ao final do trânsito Rahu/Ketu em setembro do mesmo ano.

Este trânsito  vai  também despertar karma vindo do passado que está maduro para ser libertado. No passado você desenvolveu grandes competências relacionadas com a liderança , uma  elevada posição hierárquica, gestão de muitos recursos e pessoas e poderá agora , sem qualquer esforço da sua parte, alcançar uma posição elevada a este nível pois Ketu pode trazer de novo para a sua vida aspetos do passado.

Mas, apesar de ter todas as competências necessárias  para desempenhar essa função sem qualquer dificuldade,  a energia separativa de Ketu afasta toda a motivação. Os privilégios relacionados com a carreira e a profissão, ter dinheiro, melhor posição social, ocupar o topo da hierarquia na organização onde trabalha , não merecem mais, da sua parte, que alguma apatia e indiferença: não é nisso que está focada a sua vida, não é daí que extrai agora o sentido para o que deseja viver.

Pode assim defrontar-se com esta ironia de ter um cargo digno de inveja e não lhe atribuir importância nenhuma. Por isso, tenha cuidado pois, se efetivamente acontecer ocupar uma posição deste tipo, o seu desinteresse pelo cumprimento das regras e normas organizacionais pode ter um efeito devastador na sua reputação profissional e social.

Durante este período você tende a trabalhar «sem alma», sem estar totalmente empenhado (a) no que faz e isso exige algumas precauções durante este trânsito de ketu. Saturno em conjunção com Ketu tende a atenuar este aspeto , mantendo o nível suficiente de energia para que assuma as suas responsabilidades e deveres mas aumentando também o sentimento de «estar preso» a condições ou circunstâncias das quais não consegue libertar-se. Este «peso» pode ter algum alívio quando Júpiter entrar no signo Sagitário de forma temporária.

O significado profundo desta apatia e dificuldade em levar a cabo os deveres profissionais  tem raízes nas memórias do passado em que talvez tenha sacrificado a vida em família e  o tempo passado em família porque só lhe interessava o sucesso e a riqueza e o status público.

Agora tem a oportunidade de sintetizar porque é que isso não é suficiente e porque é que quer mais do que isso.  E este período pode realmente ensinar-lhe um outro conceito de felicidade. Porque o trânsito de   Rahu e Ketu por este eixo é um caminho para descobrir aquilo que o(a) faz realmente feliz ao mesmo tempo que participa na vida coletiva e na melhoria das condições de vida e de felicidade de todos.

Deixe um comentário a sua opinião conta